BUSCA PELA CATEGORIA "Bahia"

Sem atuar após saída de Cuba do programa Mais Médicos, médica vende espetinho na BA para se manter: 'Trabalho honesto'

  • informações do G1 Bahia
  • 21 Jul 2019
  • 11:03h

Sem atuar após saída de Cuba do programa Mais Médicos, médica vende espetinho em Jacobina para se manter — Foto: Arquivo pessoal

No Brasil há quase três anos, a médica cubana Maydelkis Ferrer tem vendido espetinho de churrasco para conseguir se manter, depois da saída dos profissionais do país no Programa Mais Médicos. Maydelkis é natural da cidade de Morón, que fica na província Ciego de Ávila, em Cuba. Hoje, ela mora em Jacobina, no norte da Bahia, e não pretende ir embora do Brasil. A médica se casou com um baiano no ano passado, com quem divide a vida e a nova ocupação.  Ela lembra que quando chegou em terras brasileiras, em agosto de 2016, passou cerca de 60 dias em Brasília, em acolhimento pelo programa Mais Médicos. "Eu esperei também a documentação com a Polícia Federal para ter uma estadia legal no país. Logo fui estabelecida na Bahia, no município de Jacobina. 

Eles [governo] nos colocaram no local em que íamos a trabalhar". A médica conta ainda que trabalhou junto com outras quatro cubanas, em várias unidades de saúde da cidade, inclusive substituindo médicos brasileiros quando eles saíam de férias.  Adaptada na cidade, Maydelkis lembra que não foi difícil se adequar ao local. Para ela, os baianos são receptivos. "Jacobina é uma cidade muito acolhedora. Aqui eu tenho muitas amizades que me apoiam. Parece muito com Cuba esta área. Logo em um ano [de chegada na cidade], eu conheci a pessoa que hoje é meu esposo. Começamos a namorar, até que ficamos noivo e casamos", relembra.  Apesar da hospitalidade baiana, a médica fala também sobre o preconceito que os profissionais cubanos sofreram, além dos ataques de xenofobia. "Ainda temos que escutar de muitas pessoas, nas redes sociais, que muitos de nós cubanos que estávamos no programa não éramos médicos. Inventavam que éramos enfermeiros ou veterinários em Cuba. Muitos comentários absurdos, mas eu não presto ouvidos a essas coisas. Sou uma pessoa que vou para frente sem escutar comentários que me deixem abatida", disse ela.

Pescadores que estavam à deriva no mar são resgatados pela Marinha em Ilhéus

  • informações do G1 Bahia
  • 21 Jul 2019
  • 10:17h

(Foto: Reprodução)

Os cinco homens que desapareceram em um barco pesqueiro na costa da cidade de Belmonte, no extremo-sul da Bahia, foram encontrados na tarde deste sábado (20), em Ilhéus, que fica a cerca de 300 km do município onde o grupo sumiu. Os pescadores estavam desaparecidos desde quinta-feira (18). Eles foram encontrados a 20 km da costa, à deriva e um pouco desidratados, cerca de 48h após ficarem à deriva. Os cinco foram levados para um hospital, mas passam bem. O grupo saiu para pescar no dia 10 de julho, partindo da cidade de Canavieiras. Eles ancoraram o barco na costa de Belmonte e, por volta do meio-dia de quinta, o cabo que prendia a embarcação na poita, espécie de âncora, se rompeu. Com isso, a embarcação ficou em alto mar. Os pescadores tentaram dar partida no motor do veículo para voltar à costa, mas não conseguiram. Ainda na quinta, eles chegaram a passar mensagem de rádio para as embarcações próximas, avisando do rompimento.

Suspeito de encomendar morte de enfermeira é preso; homem era companheiro da vítima

  • informações do G1 Bahia
  • 18 Jul 2019
  • 16:34h

Enfermeira Rosêngela foi encontrada morta dentro de casa — Foto: Reprodução / TV Subaé

O suspeito de encomendar a morte da enfermeira que foi morta na cidade de Alagoinhas, a 110 km de Salvador, em 2017, foi preso na manhã desta quinta-feira (18). Antônio Roberto Freitas Valverde Junior, de 37 anos, era companheiro da vítima. Conforme a Polícia Civil, ele pagou R$ 1,5 mil para os assassinos porque considerava que ela não dava importância ao relacionamento e também se relacionava com outras pessoas. Segundo informações da polícia, Antônio Roberto teve o mandado de prisão preventiva cumprido no bairro de Alagoinhas Velha, em Alagoinhas. De acordo com a polícia, Rosângela Gomes Costa, de 35 anos, foi encontrada morta em 21 de abril de 2017 após ser agredida a socos e facadas em um dos quartos da casa dela, no bairro do Barreiro. A vítima estava vendada e com os braços amarrados. A Polícia Civil informou que Antônio e Rosângela tinham um relacionamento conturbado, marcado por ciúmes e cobranças da parte do suspeito. Os outros dois suspeitos de cometerem o crime permanecem presos na delegacia da cidade. Além de enfermeira, Rosângela Costa também era professora universitária.

Homem invade escola para matar mulher; ele foi preso

  • Redação
  • 16 Jul 2019
  • 16:20h

(Foto: Reprodução)

Com um mandado de prisão em aberto por tentar assassinar a companheira com 12 facadas, na cidade de São Gabriel, localizada na microrregião de Irecê, Antônio Carlos Figueiredo, o Tonhão, de 42 anos, foi preso. Investigadores da 14ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Irecê) cumpriram a ordem de prisão de Tonhão, na localidade de Recife de Jussara, zona rural de São Gabriel. Ele vinha sendo procurado desde o dia do crime, ocorrido em 12 de julho, no interior da escola onde a vítima trabalha. Tonhão invadiu o estabelecimento de ensino, por volta das 7h30, atacou a mulher e fugiu deixando a faca no local. Após o cumprimento da ordem de prisão, ele ficará custodiado no complexo policial de Irecê, à disposição da Justiça.

LBV comemora Dia do Amigo com festa para idosos atendidos

  • Ascom | LBV
  • 15 Jul 2019
  • 16:22h

(Foto: Divulgação)

Neste sábado (20), a partir das 09 horas, a Legião da Boa Vontade (LBV) celebra o Dia do Amigo, com festa para os idosos atendidos. Na ocasião, participarão os idosos assistidos pela Entidade em suas unidades da Ribeira e Bonocô. A programação começará pelo café da manhã que será servido aos idosos, logo em seguida participarão de atividades físicas com o professor Wilkem Pimenta, especialista em exercícios físicos para pessoa idosa. Em seguida, eles serão encaminhados para participarem de atividades musicais, que prometem agitar a manhã fazendo os idosos relembrarem a juventude, através de canções que fizeram sucesso na época. Para finalizar, serão direcionados para o refeitório, onde terão um almoço especial. Na LBV, há diversas ações que colaboram no processo do envelhecimento saudável, no desenvolvimento da autonomia, no resgate da autoestima, no estimulo a memória e no fortalecimento dos vínculos familiares, interpessoais e intergeracionais. LBV comemora Dia do Amigo com festa para idosos atendidos

MP-BA vai apurar suposta omissão do governo da Bahia no rompimento de barragens

  • Cláudia Cardozo / Rodrigo Daniel Silva
  • 15 Jul 2019
  • 13:11h

(Foto: Divulgação)

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) abriu inquérito civil para apurar "possíveis irregularidades ou omissões" do governo da Bahia no rompimento de barragens, que afetou os municípios de Pedro Alexandre e Coronel João Sá. O ato foi publicado no Diário Oficial da Justiça desta segunda-feira (15). O órgão quer saber se houve "causas e danos socioambientais" decorrentes do rompimento das barragens. Inicialmente, o governo informou a barragem tinha apenas transbordado, mas no dia seguinte confirmou o rompimento após avaliação de técnicos (relembre aqui). Serão investigados o Instituto De Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR).  Só na cidade Coronel João Sá estima-se que 14 mil pessoas – entre desabrigados, desalojados e pessoas que tiveram a rotina prejudicada – foram afetadas com a inundação, 

Embasa luta por contratos, e tarifas vão para o BNDES

  • Por: Raimundo Marinho | Mandacaru da Serra
  • 15 Jul 2019
  • 10:07h

(Foto: Brumado Urgente Conteúdo)

A Embasa resolveu lutar pelos contratos mantidos com 366 municípios, talvez receosa de perdê-los com as novas regras previstas do PL nº 3261/2019, do senador Tasso  Jereissati, já aprovado no Senado. Foi enviado à Câmara e pode virar lei a qalquer momento, prevendo o fim dos “contratos de programas”, como os  da Embasa, e exigindo concorrência na contratação de serviços de saneamento. Prepostos da Embasa estão indo explicar aos municípios sobre a renovação dos contratos vencidos. Em Livramento de Nossa Senhora, a reunião foi no último dia 6, na Câmara de Vereadores. O contrato com o município durou 20 anos e venceu em 2018, mas a empresa continua operando, sem qualquer amparo legal. Enquanto isso, as queixas contra seus serviços aumentam a cada dia. No encontro, foi mostrado que a prestação de serviço poderá continuar através de um convênio, antes da vigência do PL, entre o município e o Estado da Bahia, permitindo a concessão com a empresa.  A atualização legislativa prevê concorrência, competividade, eficiência e sustentabilidade econômica. A Agência Nacional de Água será a reguladora e fiscalizadora da prestação dos serviços. A Embasa busca firmar contratos de longo prazo, pelas velhas regras, e pode ser obrigada à privativação, ao contrário do que vinha sendo insistentemente negado pelo governador Rui Costa. Na reunião, o prefeito Ricardinho Ribeiro não confirmou a continuidade da Embasa nos serviços, preferindo esperar a evolução do processo, para definição de compromissos e benefícios bilateriais. Ele não descartou a possibilidade de contratar outra prestadora, o que pode levá-lo a esperar a transformação do PL em lei, que traz mais garantias de atendimento às necessidades da população. O projeto de lei estabelece o compartilhamento de riscos e de receitas, entre município e prestadora. Por 20 anos, a Embasa ignorou o saneamento local, pouco investiu e não prestou conta da arrecadação. O que arrecada no município, atualmente, creio que em outros também, vai direto para o BNDES, certamente em consignação por empréstimo não investido no município. Deve ser para a “caixa preta” do banco.

Esse ‘turu turu’ aqui dentro: ao lado de namorada, Neto curte show de Sandy e Junior

  • Redação
  • 14 Jul 2019
  • 10:18h

Foto: Reprodução/Instagram

O prefeito ACM Neto também esteve no show da dupla Sandy e Junior, no sábado (13), na Arena Fonte Nova, em Salvador. Em clima de romance, o  presidente do DEM aproveitou a noite ao lado da namorada, Natália GaloFaro. Natália chegou a publicar uma foto no Instagram, falando sobre Neto. “Levar o namorado pra curtir Sandy & Junior”, escreveu ela.Natália reatou o romance com o presidente do DEM nos últimos meses. No Dia dos Namorados, durante a assinatura de uma ordem de serviço, ele disse que estava namorando, mas não chegou a falar sobre a amada.

Bombeiros ampliam área isolada em torno de rio na BA por risco de novas barragens se romperem

  • Alan Tiago Alves, em Coronel João Sá
  • 13 Jul 2019
  • 08:46h

Fotos mostram praça de Coronel João Sá, durante a manhã [à esquerda], e no fim da tarde, após alerta de evacuação — Foto: Montagem/G1

O Corpo de Bombeiros aumentou, no início da noite desta sexta-feira (12), a área isolada em torno do Rio do Peixe, na cidade de Coronel João Sá por conta do risco de novos rompimentos de barragens na região. O Governo Federal reconheceu a situação de emergência e calamidade pública das cidades baianas de Coronel João Sá e Pedro Alexandre, nesta sexta, após o rompimento da barragem do Quati, que inundou os dois municípios, na quinta-feira (11). Pela manhã, a área isolada em torno da ponte por onde passa o Rio do Peixe em Coronel João Sá era de cerca de 20 metros. No início da noite, no entanto, a área isolada passou para mais de 500 metros.  A informação sobre o risco de novos rompimentos foi passada pelo major Ramon Diego, com base em análise de técnicos da Defesa Civil, e também pelo governador da Bahia, Rui Costa, que esteve no município avaliando os danos provocados pela inundação. Por volta das 17h desta sexta, o Corpo de Bombeiros orientou que os moradores evacuassem o local. De acordo com o governador, a medida foi tomada para evitar maiores danos à população. “Vários pequenos barramentos, todos estão cheios, e todos estão vazando. E como está cheio e são todos de barro, pode ter um que entre em colapso, na medida que um rompa, ela vai levar o seguinte, aí vira de novo uma onda. Então, é melhor prevenir do que remediar, e por isso nós estamos pedindo às famílias que voltem para casa dos parentes, que voltem para os colégios, enfim, tirando da área de alagamento. Porque, se durante à noite houver rompimento de algum [barramento], as famílias não seriam afetadas”.

Congelou: Cidade da Chapada Diamantina registra -1°C

  • JC
  • 12 Jul 2019
  • 15:42h

Esta semana, a temperatura mínima chegou a 8°C no município chapadeiro; próximos dias serão de mais frio | FOTO: Reprodução/Lucas Magalhães |

O município de Piatã, na Chapada Diamantina, registrou durante os últimos dias a temperatura mais baixa na região, chegando a atingir mínima de 8°C. Nesta quinta-feira (11), o município chapadeiro apontou mínima de 10°C e máxima 22°C com sensação térmica que pode chegar a -1°C, de acordo com a velocidade do vento registrado na região de 11 m/s, conforme informações do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Para o fim de semana, a população vai enfrentar variações com mínimas que chegarão a 10°C e máximas de até 23°C. “Em dias com vento forte, a temperatura fica próxima do negativo aqui na cidade. Já em cima da serra, com certeza chega até a -5°C”, diz o guia da região, Chico Valadares. “A Chapada Diamantina está muito fria durante a madruga e início do dia, quando são registradas as menores temperaturas. Tem locais que chegam a 8°C. Aqui, dificilmente fará calor nesse período de inverno, ao menos durante a noite e madrugada. Temos clima frio durante boa parte do ano, mas dessa vez está muito mais rigoroso. As pessoas comentam na rua o frio”, salienta a bióloga Laisa Brito que esteve na região. No distrito de Inúbia, na zona rural de Piatã, um guia diz que o frio tem deixado as pessoas mais dentro de casa. “Com um frio desse ninguém se arrisca a sair”. Piatã é considerada a cidade mais fria da Chapada Diamantina. Isso devido a sua altitude que atinge 1.268 metros. Abriga a melhor produção de café e de cachaça. Sem falar nas belezas naturais como as cachoeiras do Patrício, com 48 metros de queda, Cochó e cachoeira da Deusa. Pinturas rupestres no Vale dos Três Morros e a espetacular vista das serras do Tromba e da Serra de Santana são outras opções de turismo. Para esta sexta (12), Piatã deve registrar temperatura mínima de 11°C e máxima de 21°C. No sábado (13) a máxima pode chegar a 21°C e a mínima a 12°C. E no domingo (14), o frio deve apertar de novo durante a noite. Mesmo durante o dia podendo chegar a 23°C, a mínima será de 10°C. No último final de semana, as chuvas que caíram na Chapada Diamantina encheram os rios e deixaram os pontos turísticos ainda mais lindos e com o clima ainda mais frio. (confira aqui e aqui).

Diretor do Inema nega rompimento de barragem: ‘Fenômeno da natureza’

  • Redação
  • 12 Jul 2019
  • 14:30h

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

O diretor de águas do Inema, Eduardo Topazio, negou que a barragem Riacho Lagoa Grande, no distrito de Quati, na cidade de Pedro Alexandre, no interior do estado, tenha rompido, na quinta-feira (11). Uma falha na construção deixou ruas inundadas e 350 famílias desabrigadas.

Para Topazio, a barragem transbordou por causa da água da chuva. Segundo o diretor do órgão ambiental, a presença da construção foi benéfica para a cidade, já que a barragem reteve o aguaceiro.

“A barragem contribuiu para a inundação não ser maior. A cidade ficou inundada por causa da chuva. Existe um certo alarmismo por causa da mineração, mas não existiu rompimento ali. O que aconteceu foi que choveu e aquela região é bem quente, isso é um fenômeno da natureza”, afirmou o diretor do Inema.

‘Não se enquadrava como barragem’

De acordo com Agência Nacional de Águas (ANA), o Inema é responsável por fiscalizar a barragem.

Segundo o diretor do órgão ambiental, a barragem, que foi construída pelo governo em 2000 e que pertence a Associação de Moradores da Comunidade de Quati, está em um rio estadual e, por isso, é de responsabilidade do Estado.

No entanto, Topázio diz que a construção não tinha fiscalização rotineira porque não “se enquadrava como barragem”.

“Não quesito segurança, ela não é cadastrada como barragem. Nós fizemos um levantamento vimos que ela não estava como barragem, até porque ela é muito antiga e pequena”, informou o diretor.

Quarenta e oito bombeiros estão nos municípios de Coronel João Sá e Pedro Alexandre. A tropa atua no resgate às pessoas que estão desalojadas ou desabrigadas, após enchente. As equipes, compostas também por mergulhadores, fazem buscas nas áreas atingidas.

“Estamos atuando com força total, dando suporte à população. Ficaremos com efetivo reforçado na região por tempo indeterminado”, informou o comandante-geral do CBMBA, coronel BM Francisco Telles.

Governo nega rompimento de barragem e anuncia visita de Rui às cidades atingidas

  • Redação
  • 12 Jul 2019
  • 07:04h

O governo nega o rompimento da barragem, afirmando que ela transbordou (Foto: Reprodução)

O governo do Estado negou, por meio de nota enviada à imprensa, que a Barragem do Quati tenha rompido nesta quinta-feira (11). Segundo o comunicado, a barragem “transbordou” devido às fortes chuvas. “Tão logo tomou conhecimento da notícia, o governador manifestou solidariedade aos moradores da região e entrou em contato com os prefeitos das duas cidades para colocar a estrutura do Estado à disposição”, diz. Já foram enviados para a região efetivos do Corpo de Bombeiros, técnicos da Defesa Civil Estadual, do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). Rui informou também que serão enviados mantimentos e água mineral para a cidade de Coronel João Sá. Nesta sexta, o próprio governador irá às duas cidades atingidas, Coronel João Sá e Pedro Alexandre, pela manhã. Após a visita, segue para Paulo Afonso onde inaugura a Policlínica Regional de Saúde, agenda previamente marcada. A barragem foi construída pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (Car) e entregue em novembro de 2000 à Associação de Moradores da Comunidade de Quati, segundo o governo.

Tragédia Anunciada: Governo convoca reunião de emergência para analisar situação de barragens rompidas

  • Redação
  • 11 Jul 2019
  • 18:33h

(Foto: Reprodução)

O governo do estado da Bahia convocou uma reunião de emergência para tratar sobre os rompimentos das barragens juntamente com a Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (CERB) localizadas na cidade de Pedro Alexandre. "A nossa barragem do Gasparino, a 20km de Pedro Alexandre, é nossa e estamos monitorando", comentou Gilvan dos Santos Lima engenheiro da CERP responsável pela operação.  A barragem em Pedro Alexandre seria de administração da prefeitura e teria sido construida em 1998 conforme informações  premilimanres e não confirmadas. O prefeito de Pedro Alexandre não foi localizado para tratar do assunto. A situação lá está sob controle e os operadores estão liberando a vazão por conta do volume de água que ninguém  esperava [por conta do rompimento]. “O governador deu total apoio logístico e estamos com todos os órgãos envolvidos como a Defesa Civil, à CERB e o Inema monitirando a situação”. “Foram três engenheiros de segurança de barragens e um engenheiro específico de barragens”, concluiu o engenheiro responsável pela CERB.

Vídeos mostram rompimento de barragem na Bahia; estrada e casas ficam inundadas; assista

  • Redação
  • 11 Jul 2019
  • 18:25h

(Foto: Reprodução)

Após o rompimento da barragem Riacho Lagoa Grande, no povoado de Quati, na cidade de Pedro Alexandre, no interior da Bahia, vídeos que mostram o momento foram divulgados nas redes sociais, nesta quinta-feira (11). Segundo informações da Defesa Civil da cidade, o forte temporal que passou pela região pode ter contribuído para o rompimento. Cerca de 350 casas que ficam nas proximidades dos rios da região foram evacuadas. De acordo com a coordenadora do órgão, Carla Leão, ainda não há registros de feridos, no entanto, o contato com os moradores do local continua difícil, porque o povoado está ilhado, no entanto, eles teriam deixado as casas antes do rompimento. De acordo com a prefeitura da cidade, os bairros que podem ser atingidos são: Beira Rio, Bonfim, José Antônio dos Santos, Santo Antonio (Rua velha), Galo, Barroquinha, além dos que estão próximos ao Rio do Peixe. As famílias estão aconselhadas a procurem a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social.Os moradores ainda podem procurar abrigo no Colégio Municipal Maria Dalva, no Ruy Barbosa, Juracy Magalhães e também no Paraíso Infantil.Veja: 

Barragem se rompe na Bahia; moradores têm que abandonar suas casas

  • bahia.ba
  • 11 Jul 2019
  • 17:40h

Foto: Reprodução/TV Bahia

Uma barragem de terra se rompeu, nesta quinta-feira (11), em um povoado do município de Pedro Alexandre, no nordeste da Bahia, localizado a cerca de 435 km de Salvador. De acordo com a Defesa Civil da cidade, as fortes chuvas que caem na região contribuíram para o rompimento da estrutura. Não há registros de feridos. Segundo a Superintendência de Defesa Civil do Estado da Bahia (Sudec), o caso ocorreu por volta das 11h, no distrito de Quati. As informações são do portal G1 Bahia. A coordenadora da Defesa Civil da cidade, Carla Leão, informou que algumas casas que ficam no povoado foram invadidas pela terra, que se misturou com a água da chuva e formou uma lama. Entretanto, ainda de acordo com a coordenadora, não há feridos. O órgão entrou em contato com esses moradores e eles informaram que deixaram as casas antes do rompimento. O povoado está ilhado. Por volta das 12h20, equipes da Sudec, da Defesa Civil local e o Corpo de Bombeiros de Paulo Afonso estavam fazendo vistorias na cidade. Os órgãos alertam para necessidade dos moradores de Coronel João Sá, vizinha à Pedro Alexandre, deixarem as casas. Coronel João Sá está na rota que a lama seguirá, explicou Carla Leão. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Pedro Alexandre tem cerca de 16.695 moradores. Já Coronel João Sá tem uma população que chega a 17.066. As cidades são separadas por 33 km.