Vereadores Catoze e Zé Carlos de Jonas cumprem mais uma etapa da agenda de trabalho em Salvador

  • Daniel Simurro / Brumado Urgente
  • 23 Nov 2013
  • 08:59h

Em audiência com o chefe de gabinete da Embasa, Luiz Teles, onde foram solicitadas implantação de sistemas de abastecimento para várias comunidades do meio rural de Brumado (Foto: Divulgação)

Dando continuidade à agenda de trabalho em Salvador, os vereadores Zé Carlos de Jonas e Catoze (ambos do PT), na manhã desta última quinta-feira (21), participaram de um importante encontro na sede da Embasa, com o chefe de gabinete do órgão, Luiz Teles, onde foi tratada a questão da implantação do sistema de abastecimento nas comunidades de Espinheiro, Rasta Pé, Queimada Grande, Pebas e Pompeia. Acompanhados da ex-deputada Marizete Pereira, do ex-vice-governador Edmundo Pereira, da assessora parlamentar Terenilda Dias e do suplente de vereador José Luiz Alves Ataíde, os dois parlamentares ficaram muito otimistas quanto à rápida implantação dos serviços solicitados. “Foi muito proveitosa a reunião que tivemos na Embasa, saímos de lá muito otimistas quanto à implantação dos sistemas de abastecimento nas localidades que solicitamos”.

 

Os representantes brumdenses em encontro na Cerb (Foto: Divulgação)

 

Na parte da tarde os representantes brumadenses estiveram reunidos com o assessor da presidência da Companhia de Engenharia Ambiental da Bahia, (Cerb), , Claudio Lopes, desta feita acompanhados da assessora parlamentar dos deputados Waldenor Pereira e Zé Raimundo, Silvia Machado, onde foram solicitadas as obras do sistema de abastecimento das comunidades de Marquinhos, Gameleira e Lagoa do Leite, bem como do Distrito de Ubiraçaba, que foi uma reivindicação do vereador Zé Carlos de Jonas. Já o vereador Catoze solicitou a recuperação do poço de Lagoa da Pedra. “Cumprimos mais uma etapa de nossa agenda de trabalho em Salvador com o sentimento do dever cumprido em defender a população rural de Brumado que vem atravessando um momento difícil com uma seca tão severa”. Eles finalizaram destacando que “nossos mandatos têm dado uma atenção muito grande à questão do abastecimento, já que esse é o grande problema enfrentado pelo homem do campo, o qual, devido às sucessivas estiagens prolongadas, necessita cada vez mais de ações em prol da ampliação dos serviços de distribuição de água”. 


Comitê do Contas realizou audiência para discutir a implantação de barragens de agronegócios

  • Brumado Urgente
  • 23 Nov 2013
  • 07:20h

O ativista ambiental Jorge Valério durante o manifesto (Foto: Divulgação)

A notícia do projeto de construção de duas barragens do agronegócio na área das nascentes do Rio das Contas em Piatã – BA provocou grande preocupação em municípios a jusante, mobilizando muita gente para a XI Plenária Ordinária do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Contas, inclusive membros do MODERA, de associações e dos poderes públicos do Município de Brumado. A Plenária do Comitê do Contas foi realizada junto à Reunião Ordinária do Conselho Gestor da Área de Relevante Interesse Ecológico das Nascentes  do Rio das Contas – ARIE, no último dia 21 de novembro, quinta-feira, na Biblioteca Municipal de Abaíra, Região do Alto Contas. Os dois órgãos realizaram um debate entre os seus membros sobre a construção das barragens do agronegócio, que teve muitas opiniões a favor e contra o projeto. Aqueles que se posicionaram favoráveis às barragens, argumentaram que as mesmas irão servir não só ao agronegócio como ao abastecimento humano. Já os que se levantaram contra, chamaram a atenção para o fato de que, o foco do debate não é tanto a construção de barragens, mas a abertura de uma fronteira agrícola que irá exigir uma quantidade de água além da que é produzida nas nascentes do Contas, comprometer a sua qualidade com agrotóxicos, gerar apenas empregos de baixa qualificação e degradar o meio ambiente.

O cordelista Zé Walter também participou do movimento (Foto: Divulgação)

O Coordenador Geral do MODERA e membro do Comitê, Aurino Ferreira dos Anjos, disse que ver o projeto das barragens do agronegócio como uma ameaça ao abastecimento das Cidades de Brumado e de Malhada de Pedras, considerando que, quando essas duas cidades dependiam das águas do Rio do Antônio, as mesmas foram represadas à montante, no Açude de Truvisco em Caculé e agora o projeto das barragens do agronegócio conspira para que ocorra algo semelhante. Presente também à Plenária, o Promotor de Justiça do Alto Paraguaçu, Augusto César Matos, avaliou como salutar todo o debate, mas considerou que o mesmo não pode dar uma solução para o impasse, porque ainda não foi concluído o Estudo de Impacto Ambiental – EIA do projeto e nem tão pouco foram realizadas as audiências públicas referentes àquele Estudo. Dentro do ítem de encaminhamentos da pauta da Plenária, foi franqueada a palavra ao Coordenador do MODERA e membro da Câmara Técnica de Educação Ambiental e Mobilização Social do Comitê, Jorge Valério Gomes, o qual leu a Carta do MODERA ao Comitê, que trata da acentuação dos conflitos pelo uso da água em decorrência da estiagem prolongada na Região do Alto Contas e apresenta as seguintes propostas: balanço hídrico das sub-bacias da Região no sentido de priorizar o abastecimento humano; arbitragem dos conflitos pelo Comitê em primeira instância administrativa no uso da sua competência legal e ações pelo embargo da construção das barragens do agronegócio.  Após a Plenária, ativistas do MODERA protestaram em vias públicas da Cidade de Abaíra, abrindo uma faixa com os seguintes dizeres: “o Rio das Contas nasce para todos. Não para o agronegócio”. Os protestos contaram até com a participação do cordelista Zé Walter, a princípio muito tímido, no que se refere às mobilizações sociais.
    
Designação do MODERA para o Comitê
 
No ítem dos informes da Plenária, o Presidente do Comitê, Aurelino Meira, entregou ao Coordenador Geral do MODERA, Aurino dos Anjos, a Portaria nº 6368 de 14 de novembro de 2013 e baixada pela Diretoria Geral do Inema, designando o MODERA para compor o Comitê como membro suplente do Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido – IDAN.

CONTINUE LENDO

Samsung é condenada a pagar multa de US$ 290 milhões à Apple

  • Brumado Urgente
  • 23 Nov 2013
  • 07:09h

(Foto: Reprodução)

A Justiça dos Estados Unidos determinou que a Samsung pague US$ 290 milhões à Apple por violação de patentes. As multas impostas à gigante coreana por acusações da empresa de Steve Jobs já somam cerca de US$ 930 milhões. A Samsung não disponibilizou um porta-voz para comentar a decisão. A porta-voz da Apple, Kristin Huguet, comemorou a determinação da Justiça. “Esse caso sempre foi maior do que patentes e dinheiro. Sempre foi sobre inovação e o trabalho duro que demanda a invenção de produtos que as pessoas amam. Embora seja impossível determinar um preço para esses valores, nós agradecemos ao júri por ter mostrado à Samsung que a cópia tem um preço”, disse. O veredicto foi anunciado três dias após uma corte federal dar à Apple uma nova chance para apresentar seu caso, que tenta barrar a venda de 26 dispositivos que, de acordo com o júri, violam as patentes mantidas pela gigante de tecnologia. A Samsung não vende mais a maioria dos aparelhos, mas a Apple argumenta que uma determinação oficial permitiria que a empresa barrasse novas violações na criação de outros produtos. As duas empresas se enfrentam há dois anos em tribunais do mundo inteiro em uma série processos sobre patentes. Em março, a juíza Lucy Koh havia revertido uma decisão judicial que impunha à Samsung o pagamento de penas pela suposta cópia de características de treze produtos.

Ex-jogador do Bahia morre em acidente de carro

  • Bahia Notícias
  • 23 Nov 2013
  • 06:34h

Foto: Éder Ferrari / Bahia Notícias

O ex-lateral do Bahia, Jancarlos de Oliveira Barros, de 30 anos, morreu na tarde desta sexta-feira (22) em um acidente de carro em Petrópolis, Região Serrana do Rio. O automóvel do atleta caiu em uma ribanceira por volta das 16h30, na BR-040. Jancarlos foi identificado na noite desta sexta. O jogador foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu e morreu a caminho do hospital. O corpo do atleta está no pronto socorro Dr. Nelson de Sá Earp, esperando a transferência para o IML. De acordo com o portal G1, o empresário e os familiares do jogador estão na cidade aguardando a liberação do corpo. O atleta começou a carreira em 2001, pelo Fluminense, e foi campeão carioca em 2002. O atleta defendeu o Bahia na campanha do acesso em 2010. Atualmente, o atleta jogava pelo Rio Branco-ES.

Checagem de informações, o dilema do jornalismo atual

  • Carlos Castilho / OI
  • 22 Nov 2013
  • 16:03h

(Foto: Reprodução)

Quando os norte-americanos Bill Kovacs e Tom Rosenstiel, publicaram o livro Elementos do Jornalismo[Geração Editorial, São Paulo, 2003 (esgotado)], eles definiram o que chamaram de “disciplina da verificação” como sendo o diferencial mais importante da profissão em relação a outras atividades como publicidade, marketing, literatura e cinema. Doze anos após a publicação do livro, que para muitos é uma “bíblia” para a imprensa contemporânea, a “disciplina da verificação” está sendo colocada em xeque pelas inovações tecnológicas na área da comunicação e informação. Do ponto de vista teórico, a verificação como procedimento padrão no exercício do jornalismo é irretocável e nunca foi questionada. Mas na prática a situação foi diferente. Já na publicação do seu livro, Kovacs e Rosenstiel reconheceram que a checagem de informações era um método “pessoal e idiossincrático” [The Elements of Journalism, Bill Kovacs & Tom Rosenstiel. Three Rivers Press, 2007, p. 79], ou seja, algo de dificilmente normalizável para o conjunto dos jornalistas. A ideia da verificação mostrou-se tão plausível que anos mais tarde surgiram os fact checkers (verificadores de fatos), um profissional incorporado às redações e encarregado de conferir dados, fatos, eventos e processos.

O grande problema é que os elementos factuais e concretos são fáceis de checar quando comparados aos elementos não factuais e contextuais de uma notícia ou informação. Verificar a data da independência da Argentina é bem menos complicado do que identificar as razões políticas e econômicas que conduziram ao ato. Apesar disso, a verificação continuou sendo vista como a marca registrada do jornalismo e uma peça importante na retórica da indústria dos jornais. A crescente complexidade dos dados, fatos e eventos transformados em notícias alimentou uma crescente contestação do material publicado pela imprensa devido, principalmente, ao surgimento de versões contraditórias e conflitantes para uma mesma situação. A situação se complicou ainda mais com a avalancha informativa que gerou uma fantástica cacofonia informativa na Web. A verificação de todas as versões tornou-se algo inviável para os jornalistas, ainda mais quando as empresas passaram a competir freneticamente na tentativa de sobreviver financeiramente. Checar informações exige tempo, o item cada vez mais escasso na produção jornalística. O público, convencido ao longo de décadas de que o jornalismo era a expressão da verdade porque aplicava a “disciplina da verificação”, passou a ter que conviver com notícias divergentes, o que gerou desconfiança e, depois, descrédito. A impossibilidade material da checagem ampla e profunda, aliada às cobranças dos leitores, ouvintes, telespectadores e internautas tornaram necessária uma revisão do diferencial proposto por Kovacs e Rosenstiel em 2001. Analisando o contexto informativo contemporâneo fica fácil perceber que as novas tecnologias de informação e comunicação mudaram quase tudo no jornalismo e eliminaram os principais diferenciais da atividade, mas a ideia da verificação continuou de pé. No meio da cacofonia midiática digital é cada vez mais indispensável separar o joio do trigo em matéria de notícias. As pessoas conquistaram o direito de publicar e isto se tornou uma realidade irreversível. Só que todos têm as suas ocupações e quase nenhum tempo para checar o que estão repassando como informação pelas redes sociais, chats, fóruns e correio eletrônico. Alguém tem que se preocupar em checar as informações, mas principalmente contextualizá-las, porque uma notícia pode estar com dados e fatos corretos e mesmo assim contextualmente equivocada. Como hoje os contextos se tornaram tão ou mais importantes que os fatos, o jornalismo continua sendo uma função obrigatória só que seus métodos já não podem mais ser os mesmos da era pré-digital. A nova realidade exige que os profissionais tenham mais conhecimentos do que habilidades. Sejam capazes de discernir e interpretar mais do que redigir ou editar notícias. Sejam mais curadores de informações do que participantes de uma linha de montagem de textos ou imagens. São condições ainda vagas, mas que no essencial mantêm o que Kovacs e Rosenstiel definiram como método essencialmente “pessoal e idiossincrático”.

CONTINUE LENDO

Para Eduardo Campos, candidatura de Lídice na Bahia é inevitável

  • Informações do Tribuna da Bahia
  • 22 Nov 2013
  • 15:12h

(Foto: Reprodução)

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, presidente nacional do PSB evidenciou ontem o seu projeto rumo ao Palácio do Planalto, numa alternativa a polarização PSDB-PT e garantiu a articulação para que a senadora baiana Lídice da Mata, líder do partido no Estado cole em seu palanque, sendo candidata ao governo da Bahia. Em entrevista a rádio Tudo FM, ele anunciou a vinda ao Estado, em companhia da idealizadora da Rede, a senadora Marina Silva, no mês de dezembro, em data que deve ser definida entre os dias 15 a 20 para discutir ideias, voltadas ao seu programa de governo. Dando sinais de que vai perseverar nos planos de chegar à presidência, Campos insinuou a abertura de alianças com outros partidos

Boletim diz que Genoino teve pressão alta e não infarto

  • Informações da Folha e Agência Brasil.
  • 22 Nov 2013
  • 14:25h

Foto: Reprodução

O deputado José Genoino (PT-SP) não sofreu infarto do miocárdio, de acordo com boletim médico divulgado pelo Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (IC-DF) no início da tarde desta sexta-feira (22). Nos exames, foram diagnosticados “níveis pressóricos (pressão arterial)” no paciente que poderiam comprometer o resultado da cirurgia de correção e de dissecção da artéria aorta, à qual o político foi submetido, o que aumentaria riscos de sangramento. Segundo os médicos do IC-DF, Genoino tem um histórico clínico de hipertensão arterial sistêmica. Em julho deste ano, ele foi operado para a dissecção da aorta e, em agosto, enfrentou outra cirurgia após um acidente vascular cerebral. “O paciente foi reavaliado pela manhã, encontra-se estável e deverá permanecer internado até o controle adequado da pressão arterial e dos parâmetros de coagulação”, informou o boletim. Preso na última sexta-feira (15) após ter sido condenado no processo do mensalão, Genoino foi transferido nesta quinta (21) do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, para o Instituto de Cardiologia do Distrito Federal, após autorização do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa. 

Vereadores Zé Carlos de Jonas e Catoze cumprem agenda de trabalho em Salvador

  • Daniel Simurro / Brumado Urgente
  • 22 Nov 2013
  • 10:17h

Os vereadores estiveram acompanhados do casal Pereira Santos, da assessora Terenilda Dias e do suplente de vereador José Luiz Alves Ataíde / Encontro na Seinfra (Foto: Divulgação)

Buscar avanços e conquistas para Brumado vem sendo um fator importante dos mandatos parlamentares dos vereadores Zé Carlos de Jonas e Catoze (ambos do PT), os quais vêm realizando sistemáticas viagens a Salvador, buscando cumprir uma agenda de trabalho que visa manter um relacionamento proativo com representantes do governo do estado. Nesta quinta-feira (21) os dois tiveram uma série de encontros importantes, acompanhados da ex-deputada Marizete Pereira e do ex-vice-governador Edmundo Pereira, além da assessora parlamentar Terenilda Dias e do suplente de vereador José Luiz Alves Ataíde. O primeiro encontro foi no DNIT, com o superintendente do órgão Amauri Sousa Lima, onde foi solicitado pelos representantes de Brumado a implantação de um sistema de sinalização na Rotatória da BR-030, próxima à Magnesita, já que, no local, vêm acontecendo inúmeros acidentes graves, principalmente à noite, devido à falta de sinalização. Outra solicitação feita ao órgão foi a implantação de um quebra-molas na Vila Presidente Vargas, próximo ao cemitério da localidade e mais dois na Comunidade de Formosa, próximo ao Aeroporto Sócrates Mariane Bittencourt. O segundo encontro foi realizado na Secretaria Estadual de Infraestrutura, onde foi feita a solicitação, dentro do Programa Luz para Todos, ao diretor Dr. Silvano Ragno, para a implantação de sistema de energia para as comunidades do Mirante e São Lourenço e extensão de rede para o Junco I e Riachão. 

Os representantes brumadenses foram muito bem recebidos pelo diretor do DNIT, Amauri Souza Lima (Foto: Divulgação)

Brumado Indoor 2013: Saulo Fernandes convoca a galera para o evento

  • Daniel Simurro / Brumado Urgente
  • 22 Nov 2013
  • 09:13h

Está se aproximando a hora da maior festa do verão brumadense, o Brumado Indoor, que nesta sua quarta edição está trazendo grandes atrações para o Planet Show II, que está sendo totalmente reestruturado para receber o evento, que irá contar com uma mega estrutura de som e luzes. Dentre as atrações que irão se apresentar está o renomado cantor Saulo Fernandes, que dispensa comentários e que promete fazer um show inesquecível para os fãs. O Brumado Urgente recebeu do cantor uma chamada em vídeo para o evento, a qual você pode conferir abaixo:  

Durante AP da Fiol, vereador Zé Ribeiro aborda as questões ambientais da obra

  • Daniel Simurro / Brumado Urgente
  • 22 Nov 2013
  • 09:01h

O vereador Zé Ribeiro se destacou durante a audiência pública da Fiol (Foto: Daniel Simurro / Brumado Urgente)

Durante a realização da Audiência Pública da Fiol, que aconteceu na tarde desta quinta-feira (21) na Câmara de Vereadores de Brumado, alguns parlamentares se destacaram, saindo em defesa da implantação de um porto seco e também da recomposição ambiental, já que as obras causaram alguns danos ao meio ambiente. Com um posicionamento de destaque, o vereado Zé Ribeiro, durante o seu pronunciamento, ressaltou a questão ambiental, já que as obras causaram alguns danos ao meio ambiente. “Primeiramente temos que reconhecer a grandiosidade da obra e os grandes benefícios que a Fiol trouxe para o nosso município, mas existem as questões ambientais, principalmente a recomposição das matas ciliares, que precisam ser recompostas, pois a situação é preocupante, então diante disso, precisamos saber qual a preocupação deste empreendimento com essa situação?”, questionou o vereador. Ele ainda abordou que “Brumado tem um posição estratégica na construção dessa importante ferrovia, por isso não podemos acreditar que não será implantado aqui um porto seco, já que, sobretudo, temos uma produção de minérios muito significativa”, e ainda ressaltou que “com isso serão criados inúmeros postos de trabalho, além de criar um grande fomento para a nossa economia, por isso estamos aqui fincando a nossa posição em prol dessas ações. Reconhecemos a importância da obra, mas não podemos ficar sem essas ações posteriores, por isso acreditamos no bom senso da Valec para nos garantir essa implantação”. 

 

 

Vereador Édio Pereira faz defesa intransigente em prol da implantação de um porto seco da Fiol

  • Daniel Simurro / Brumado Urgente
  • 22 Nov 2013
  • 08:25h

O vereador Édio Pereira fez questão de deixar bem clara a posição dos brumadenses em receber um terminal de cargas da Fiol (Foto: Daniel Simurro / Brumado Urgente)

O pronunciamento do vereador Édio Pereira (Pc do B) durante a Audiência Pública da Fiol veio refletir o clamor do povo de Brumado, que vem se mostrando inflexível quanto à implantação de um terminal intermodal da Fiol, após a conclusão das obras de construção da Ferrovia. Iniciando fazendo um retrospecto dos avanços promovidos pelo ex-presidente Lula ele citou que “o ex-presidente Lula quebrou paradigmas e deu ao Nordeste o seu valor, já que autorizou grandes investimentos como esse da Fiol”. Aproveitando a presença de representantes da Valec e de membros da comissão da Fiol na Assembleia Legislativa da Bahia, Pereira foi contundente ao afirmar que “Brumado tem um papel muito importante nesse processo de construção da ferrovia, tanto que o maior lote está aqui em nossas terras, por isso, de maneira nenhuma, o município pode ficar sem receber um porto seco, um terminal intermodal, que vai ser extremamente importante para a economia local”. Ele encerrou exclamando que “Brumado não pode ficar sem esse legado, pois sabemos que as obras da Fiol foram importantes, gerando centenas de postos de trabalho, mas devido à nossa localização estratégica e tantos outros fatores positivos, não conseguimos vislumbrar o nosso município sem receber um porto seco, então, diante disso, eu conto com o bom senso da Valec em garantir mais essa obra de extrema relevância para o progresso de nossa terra”.

Justiça autoriza ação que pede fim da Telexfree

  • 22 Nov 2013
  • 07:14h

Diretor da Telexfree é recebido por divulgadores | Foto: Odair Leal/Folhapress

A Justiça do Acre autorizou, nesta quinta-feira (21), a continuação do processo que pede a extinção da empresa Telexfree, e determinou a manutenção do bloqueio das atividades da empresa. As decisões foram assinadas pela juíza da 2ª Vara Cível de Rio Branco, Thaís Khalil, que analisou e decidiu manter o bloqueio provisório que impede a empresa de cadastrar novos associados, chamados de divulgadores, e vender pacotes de telefonia VoIP. A magistrada determinou também a suspensão das liberações parciais dos recursos da Telexfree que serviriam para quitar a aquisição de um hotel a ser construído no Rio de Janeiro. O julgamento do pedido de dissolução da empresa feito pelo Ministério Público do Acre deverá ocorrer a partir de 2014. Até lá, haverá uma fase de auditoria das contas da empresa para a produção de provas, que deverão comprovar o esquema de pirâmide financeira.

Barbosa autoriza prisão domiciliar de Genoino até sair resultado de exame

  • Informações do G1
  • 22 Nov 2013
  • 07:09h

(Foto: Reprodução)

O presidente do Supremo Tribunal Federal e relator do processo do mensalão, ministro Joaquim Barbosa, autorizou nesta quinta-feira (21) que o deputado licenciado José Genoino (PT-SP) cumpra pena em casa ou em um hospital até que uma perícia sobre o estado de saúde seja realizada. "Defiro parcialmente o pedido formulado pela defesa do condenado José Genoino Neto, para, provisoriamente, permitir-lhe o tratamento médico domiciliar ou hospitalar, até o pronunciamento conclusivo da Junta Médica indicada na decisão que proferi na data de hoje, 21 de novembro de 2013", escreveu o magistardo no despacho. Barbosa concedeu a prisão domiciliar provisória pouco depois de determinar que Genoino fosse submetido a uma nova perícia médica. O ministro do STF explicou em sua decisão que concedeu a Genoino o benefício de receber tratamento médico em casa ou no hospital após ter recebido ligação telefônica do juiz Adhemar de Vasconcelos, titular da Vara de Execuções Penais do Distro Federal. Vasconcelos foi no início da tarde ao Instituto de Cardiologia do DF para averiguar o estado de saúde do deputado do PT. Na visita, o juiz da Vara de Execução Penal levou um médico do sistema prisional de Brasília para examinar Genoino.

Claro demite funcionários que mudaram nome de empresário para 'Otário Chorão'

  • Da Redação
  • 21 Nov 2013
  • 17:56h

(Foto: Reprodução)

Dois funcionários da Claro acusados de mudar o nome do empresário César Medeiros para Otário Chorão foram demitidos pela empresa. Mesmo com a atitude da operadora, o empresário de Campo Grande exige uma retratação formal da empresa. "O que eu quero é que façam uma carta e me mandem, se retratando pelo erro. Quero algo formal, palpável. Por isso vou aguardar o prazo de cinco dias, que a empresa me pediu", declarou o empresário. O tempo de tolerância se encerra na segunda-feira (25). Segundo o G1, Medeiros só percebeu a troca de nome na fatura no início de novembro. César diz que se ganhar uma indenização pretende doar o valor. “Graças a Deus não preciso de dinheiro dessa forma", disse. 

Brumado: Apagões durante fala da deputada na abertura da AP da Fiol

  • Daniel Simurro / Brumado Urgente
  • 21 Nov 2013
  • 15:45h

As quedas de energia contribuíram ainda mais para o clima negativo da reunião, que teve plenária vazia (Foto: Daniel Simurro)

A Audiência Pública sobre os destinos da FIOL na região, realizada na Câmara de Vereadores de Brumado, na tarde desta quinta-feira (21) começou com apagões e plenária vazia, com apenas 67 presentes, o que gerou um clima de desconforto, desconfiança e críticas, já que, segundo o entendimento de uma boa parte da sociedade, o evento foi realizado para “endeusar” a deputada Ivana Bastos, que fez um convite, por meio de propaganda volante, à população brumadense, o qual acabou não tendo efeito, já que pouquíssimos populares estiveram presentes. A referida parlamentar vem sendo, inclusive, muito criticada por vereadores locais, que vêm citando que ela vem buscando privilegiar somente Guanambi, nesse processo de implantação da ferrovia na Bahia. Com um início conturbado, com mais de uma hora de atraso e com um horário totalmente inapropriado, com um calor estafante, que fez o ar condicionado ir ao máximo o que causou quedas de energia e olhares desconfiados, a AP da Fiol se constituiu num total fiasco, tendo a única boa nova que Brumado poderá receber uma estação de transbordo de acordo com o projeto original.