Em série de reportagens sobre sedes da Copa, CNN apresenta Salvador como ‘capital dos assassinatos’

  • por Carol Prado
  • 23 Dez 2013
  • 15:04h

(Foto: Reprodução)

Em meio às já bastante conhecidas imagens de baianas de acarajé, rodas de capoeira e do Farol da Barra, o canal jornalístico norte-americano CNN apresentou Salvador aos telespectadores dos Estados Unidos como “a capital dos assassinatos”. A reportagem, que fez parte de uma série sobre as cidades-sede da Copa do Mundo de 2014, foi ao ar na última sexta-feira (20). Após citar tópicos para lá de clichês sobre a cultura local, a matéria mostra uma abordagem policial realizada dentro de um ônibus da cidade. Durante a ação, passageiros do sexo masculino são separados das mulheres e revistados na busca por armas e drogas. “Salvador é um destino turístico popular com belas praias, arquitetura colonial e um carnaval barulhento, mas que tem mostrado um lado negro recente. Nos últimos anos, uma onda de crimes a transformou na capital de assassinatos", define a repórter Shasta Darlington, no início do vídeo. Em seguida, moradores são entrevistados e destacam a criminalidade como o principal problema da cidade, em especial o tráfico de entorpecentes. O prefeito ACM Neto também é ouvido pela jornalista e diz que o número de ocorrências tem diminuído graças à repressão do governo. Segundo ele, o problema da violência está concentrado nas favelas soteropolitanas. "Estes crimes afetam os turistas? Eles acontecem em lugares onde os turistas vão? Não", afirmou o democrata à CNN. A emissora aborda ainda, durante a reportagem, questões ligadas ao transporte público e evidencia a inatividade do metrô de Salvador, que começou a ser construído há mais de 10 anos e até hoje não foi concluído.