“Dança das cadeiras”: especulações indicam mudanças bruscas no novo mapa político do Legislativo de Brumado

  • Brumado Urgente
  • 07 Abr 2020
  • 11:01h

(Fotocomposição: Brumado Urgente)

A janela partidária que permitiu a mudança de partidos aos vereadores que irão disputar as eleições de outubro deste ano se findou, mas, ainda existem muitos mistérios nesse cenário, já que o prazo, apesar de ter se encerrado, deixou em aberto o período para que as fichas sejam enviadas até o início da semana que vem. Mas, até que o “mistério” seja totalmente desvendado, o Brumado Urgente, fez uma projeção especulativa de como ficará o novo mapa partidário na Casa Legislativa.

É claro que ainda poderão ter surpresas, mas as mudanças nas cadeiras deverão apontar com uma grande possibilidade de acerto nesse sentido:


Léo Vasconcelos - presidente (DEM); Zé Carlos de Jonas – vice-presidente (PC do B); Ilka Abreu - secretária (DEM); Glaudson Dias (PC do B); Lek (Avante); Lia Teixeira (PC do B); Wanderley Nen (DEM); Zé Ribeiro (PT e pré-candidato a Prefeito); Santinho (PSB); Palito (PP); Girson Ledo (PP); Rey de Domingão (DEM); Elias PIAU (DEM).


Caso essas previsões se confirmem, a base de situação, ou seja, o prefeito Eduardo Vasconcelos (PSB), que já teve 12 parlamentares ao seu favor, agora só teria 04 (Zé Carlos de Jonas, Glaudson Dias, Lia Teixeira e Santinho), o que mostraria uma mudança brusca no quadro.


A oposição, caso as mudanças sejam essas, se reforçará muito, ficando com 2/3 dos vereadores, o que poderá dificultar a aprovação de projetos por parte do Executivo.


Ainda neste ambiente existe a possibilidade do vereador Zé Ribeiro continuar firma na sua pré-candidatura à cadeira de prefeito. Em contato com assessores, isso foi confirmado e dito também que ele está muito confiante.

Dentre os pré-candidatos oposicionistas a prefeito, o advogado Tiago Amorim desistiu e desembarcou no PP do médico Geraldo Azevedo, que já tem confirmado o apoio dos vereadores Girson Ledo, Palito e Lek Cabelereiro.

Outros dois candidatos, o médico Aurino Rocha (PODEMOS) e Emanuel Araújo Lima (PSL), não irão contar, pelo menos até o momento, com apoio de vereadores.

Por fim, o pré-candidato do DEM, o jovem empresário Fabrício Abrantes, poderá ser o que mais venha a lucrar politicamente com essas mudanças, pois com 5 vereadores (Léo Vasconcelos, Ilka Abreu, Rey de Domingão, Nen e Elias Piau), fortalecerá muito a sua base.