Sociedade Brasileira de Infectologia se posiciona sobre pronunciamento de Bolsonaro sobre a Covid-19

  • Redação
  • 25 Mar 2020
  • 09:16h

há 48 minutos Correio do Povo Sociedade de Infectologia relata preocupação com pronunciamento do presidente | Foto: Reprodução

Entidades de saúde condenaram o pronunciamento, na noite desta terça-feira (24), do presidente Bolsonaro sobre a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Na fala, veiculada em rede nacional, o presidente chamou a doença de "resfriadinho", contrariou especialistas e pediu o fim do "confinamento em massa". Ele também fez um apelo pela "volta à normalidade" e culpou a imprensa por "espalhar pavor". A Sociedade Brasileira de Infectologia se disse preocupada com a fala de Bolsonaro, e considerou que as declarações podem dar a falsa impressão de que as medidas de contenção social são inadequadas. Os infectologistas classificaram a pandemia como "grave", e disseram que é temerário associar que as cerca de 800 mortes por dia causadas pela doença na Itália, a maioria entre idosos, esteja relacionada apenas ao clima frio do inverno europeu.Veja abaixo o manifesto: 

(Divulgação)