Brumado: adesão à greve dos Correios não foi de 100%; carteiros ainda estão nas ruas entregando correspondências

  • Brumado Urgente
  • 11 Set 2019
  • 09:35h

A adesão ao movimento grevista não foi de 100% em Brumado (Foto: Brumado Urgente)

Tendo a possível privatização da empresa como mote de suas indignações, os funcionários dos Correios deflagraram uma grande paralisação à nível nacional. A questão do reajuste salarial de 0,8% também pesou na pauta, mas outras questões como a reconsideração quanto a retirada de pais e mães do plano de saúde, melhores condições de trabalho e outros benefícios também foram somados. Em nota, a direção dos Correios informou ter ido à inúmeras reuniões com os representantes dos trabalhadores na apresentação das propostas. Segundo informações os prejuízos já chegam à casa dos R$ 3 milhões. Os funcionários dos Correios de Brumado, tanto como a agência estão paralisadas, mas carteiros foram vistos nas ruas entregando correspondências, ou seja, a adesão à greve não foi de 100%.