Cadeirante morre após ser atropelado durante competição na BA-573 em Guanambi

  • Informações do Folha do Vale
  • 18 Ago 2019
  • 11:50h

(Foto: Reprodução)

O paratleta Jacson Silva Santos, de 38 anos, morreu, na tarde deste sábado (17), na BA-573, em Suruá,zona rural de Guanambi,.no Sudoeste da Bahia, após ter sido atropelado por um carro enquanto participava da XXIII Corrida  do Suruá. De acordo com informação da Polícia Militar, o paratleta participava do evento quando foi atingido pelo veículo. Profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda foram acionados e constataram o óbito. O proprietário do veículo Chevrolet Astra  identificado como Jaison Ramos Moreira, de 46 anos, fugiu sem prestar socorro, sendo preso minutos depois pela Polícia Militar. Ele foi encaminhado à delegacia de Guanambi e deve responder por homicídio doloso.  Segundo consta em uma ocorrência policial, Jailson foi preso no dia 25 de junho, após esfaquear sua companheira no bairro Belo Horizonte. Ele foi liberado recentemente pela Justiça. O corpo do jovem foi encaminhado ao IML – Instituto Médico legal de Guanambi,onde passou por exame de necropsia.posteriormente o corpo do paratleta foi transladado para Ipiaú. Natural do município de Ipiaú,na Bahia, Jacson havia conseguido uma cadeira para participar das competições. Ele já era atleta maratonista quando perdeu o movimento das pernas em consequência de esquistossomose alojada na coluna. Após passar pela doença e voltar a competir, ele reuniu o apoio de amigos para custear a sua participação nos primeiros eventos que começou a participar na nova categoria. As causas do acidentes serão apuradas pelos agentes da 22ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin).