Rio do Antônio: famílias são obrigadas a pagar para sepultar entes queridos no distrito de Ibitira; não há coveiro no cemitério

  • Radar Guanambi com Informações do Sudoeste Bahia
  • 06 Jun 2019
  • 09:56h

(Foto: Sudoeste Bahia)

Os moradores de Ibitira, distrito de Rio do Antônio, denunciam o fato de que para enterrarem seus entes queridos tem que desembolsar de R$150 a R$ 200 para pagarem particulares para abrirem uma cova no cemitério ou realizarem o serviço por conta própria. “Fomos obrigados a fazer isso para ver se o prefeito toma vergonha na cara e acorda para a vida, porque já basta a situação do sofrimento pela morte, ainda temos que enfrentar esse transtorno. Isso é um descaso muito grande para conosco. Fico muito triste como cidadão. Para isso pagamos os impostos e temos o direito ter um coveiro”, disse um morador da localidade em entrevista ao Malhada Acontece. A prefeitura conta com servidor concursado para a função, mas não há informações sobre o porquê do mesmo não está atuando. Até o momento, a administração municipal não se manifestou sobre o assunto.