'Não vai ser eu que vai puxar a fila' pelo impeachment de Bolsonaro, diz Rui Costa

  • João Brandão / Rodrigo Daniel Silva
  • 20 Mai 2019
  • 11:40h

(Foto: Daniel Simurro | Brumado Urgente)

O governador Rui Costa (PT) descartou, na manhã desta segunda-feira (20), qualquer hipótese de apoiar um eventual impeachment do presidente Jair Boslonaro (PSL).  "Eu não quero opinar sobre isso. Ele foi um presidente eleito. É preciso que as coisas comecem a funcionar no nosso país. Não vai ser eu a puxar a fila do fazer  o que fizeram com a presidente Dilma (que sofreu impeachment em 2016). Não acredito nisto. Agora, o Brasil precisa ter um rumo", declarou o petista, durante solenidade de assinatura dos contratos de gestão de 13 Centros Públicos de Economia Solidária (Cesol). Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo, voltou a surgir boatos de impeachment do presidente, Rui afirmou, ainda, que participará da agenda de Bolsonaro no Nordeste. "Acho importante o presidente da República esteja vindo ao Nordeste para ouvir os pleitos dos governadores", pontuou.