Brumado: movimento contra o corte do governo federal na educação ganha as ruas

  • Brumado Urgente
  • 15 Mai 2019
  • 10:57h

Um grande número de manifestantes se reuniram na frente da Igreja Matriz (Foto: Brumado Urgente)

Comandado pela APLB – Delegacia da Caatinga, foi realizado na manhã desta quarta-feira (15) em Brumado uma grande manifestação contra os cortes que foram feitos pelo governo federal na área de educação, que, especificamente, atingiram o Campus do IFBA. Alunos da instituição participaram em peso, contando com a colaboração dos alunos secundaristas que também compareceram em peso. A delegada da APLB, Vanusia Lobo, juntamente com os membros do sindicato reforçou a urgência de se intensificar as manifestações visando que o governo volte atrás dessa ação que é considerada como um duro golpe na educação de nível superior. Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, o que está ocorrendo não é um corte, mas sim um contingenciamento devido à falta de verbas, mas que, com a aprovação da reforma da previdência, a decisão será revista e as verbas deverão ser novamente liberadas em sua integralidade. Esses argumentos não convencem os manifestantes que se mostram totalmente contrários à nova gestão federal, o que confirma que o embate já foi para o campo político.

Os manifestantes também protestaram contra a reforma da previdência (Foto: Brumado Urgente)