Cerca de 30 kg de drogas são apreendidos por dia no estado

  • Informações da SSP/BA
  • 09 Mai 2019
  • 13:36h

Foto: Divulgação SSP-BA

Aproximadamente 30 kg de entorpecentes foram apreendidos por dia na Bahia em 2019. Os dados correspondem ao acumulado entre os dias 1º de janeiro e 6 de maio, quando as ações das forças de segurança estaduais reuniram 3,7 toneladas de maconha, cocaína e crack, encontradas com organizações criminosas.

Maconha

Nas operações contra a distribuição de maconha, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) destaca os recentes flagrantes nas cidades de Abaré (1,5 tonelada encontrada pela Cipe Caatinga), Camaçari (59ª CIPM achou 250 kg enterrados) e Araçás (cerca de meia tonelada foi localizada em dois veículos e, posteriormente, em uma fazenda por equipes do 4º BPM, Rondesp Leste, Cipe Semiárido e 32ª CIPM).

“Contamos com a colaboração da população, além do nosso trabalho de campo, para chegarmos nessas apreensões diárias. O cidadão pode e deve nos avisar através dos telefones 190 e 3235-0000, o Disque Denúncia. Com certeza, iremos apurar as denúncias”, informou o comandante de Operações da PM, coronel Humberto Sturaro.

Cocaína

Sobre apreensão de cocaína, a Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) de Feira de Santana desmontou, no dia 31 de março, um esquema de distribuição e venda da droga pura. De acordo com a SSP-BA, seis criminosos, que foram presos na Bahia e em Sergipe, chegavam a movimentar R$ 3 milhões por mês com o comércio do entorpecente.

Outra apreensão foi realizada na região do Ogunjá, em Salvador, no dia 4 de abril. Equipes da Rondesp Atlântico e da Polícia Federal encontraram 21 kg escondidos em um lixão.

O diretor do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), delegado Marcelo Sansão, destacou as ações de inteligência. “Chegamos ao maior traficante de Feira de Santana com o nosso trabalho silencioso. Os principais líderes de organizações criminosas ligados ao narcotráfico estão presos, porém outros assumem, tornando a nossa luta diária e incessante”, destacou.