Adolescente que teve 30% do corpo queimado em incêndio no CT do Flamengo segue em estado grave

  • 09 Fev 2019
  • 17:03h

Foto: Reprodução/Facebook

Permanece em estado grave o adolescente Jonathan Cruz Ventura, de 15 anos, um dos três atletas feridos que sobreviveram ao incêndio que deixou dez mortos no alojamento do Ninho do Urubu, o Centro de Treinamento do Flamengo. Conforme boletim médico divulgado na manhã deste sábado (9), ele teve cerca de 30% do corpo queimado e inalou muita fumaça. Jonathan, que atua como zagueiro no time de base do Flamengo, chegou ao hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, em estado considerado gravíssimo. Ele sofreu queimaduras de 2º e 3º graus, além de ter inalado muita fumaça. Ele foi imediatamente operado e, em seguida, transferido para o Hospital Pedro II, referência no tratamento de queimados. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, na manhã deste sábado o garoto foi submetido a uma broncoscopia, procedimento para evitar lesões nas vias respiratórias. Também é submetido a banhos e curativos para tratar as lesões no corpo. Sem previsão de alta, Jonathan seguirá internado no Centro de Tratamento de Queimados do hospital. Ele é monitorado por equipe formada por cirurgião plástico, anestesiologista e médico intensivista.Os outros feridos são Francisco Dyogo, de 15 anos, goleiro da base rubro-negra e Cauan Emanuel, de 14. Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde, ambos estão fora de perigo. Em nota, o Flamengo informou que Cauan Emanuel e Francisco Dyogo passaram a noite sem complicações e se alimentam normalmente por via oral. Eles permanecem em tratamento no CTI, recebendo antibióticos venosos e suporte por máscara de oxigênio.