Como princesa Diana, Meghan Markle omite 'obediência' de votos de casamento

  • 19 Mai 2018
  • 15:00h

Meghan Markle decidiu não pronunciar a palavra "obediência" dos tradicionais votos de casamento na cerimônia com o príncipe Harry neste sábado (19).Com isso, ela segue os passos da tradição iniciada pela princesa Diana -- que também foi seguida por Kate Middleton em seu casamento com o príncipe William em 2011. Em inglês, os votos tradicionais para a mulher costumam citar "love, cherish and obey" (amar, cuidar e obedecer em português). Meghan, no entanto, omitiu a palavra obedecer dos votos e parou em "love and cherish" (amar e cuidar). Feminista, Meghan defende a igualdade de direitos entre homens e mulheres e é representante da ONU Mulheres, braço da Organização das Nações Unidas para a promoção da igualdade de gênero. Meghan é formada em comunicação pela universidade americana de Northwestern, em Illinois. Ela também manteve por três anos um blog de estilo de vida chamado "The Tig", dedicado a assuntos femininos, e se engajou em campanhas por igualdade de gênero. Em uma postagem no blog, Meghan chegou a escrever: "Nunca quis ser uma mulher que almoça; sempre quis ser uma mulher que trabalha".