'A polícia está prendendo e a Justiça está soltando', afirma major Mascarenhas

  • Sudoeste Bahia
  • 18 Fev 2014
  • 12:22h

O major foi contundente em suas declarações (Foto: Reprodução)

Ao ser entrevistado pelo repórter Daniel Silva, da TV Aratu, O Major PM Arthur Mascarenhas, comandante da CAESG, em Vitória da Conquista, fez críticas ao Poder Judiciário, em relação a liberação de alvarás de soltura de criminosos perigosos na cidade, Mascarenhas revelou que de 50 a 60 são colocados em liberdade todo mês. Em um trecho da entrevista, o Major não poupou críticas a Justiça: “Controle de criminalidade se faz com policiamento ostensivo, duro e rigoroso, mas se faz também, sobretudo, com resposta dura do poder judiciário. É o que a gente não está encontrando aqui na cidade de Vitória da Conquista – onde a gente verifica um tamanho absurdo de liberações dos grandes líderes do tráfico de drogas e dos grandes autores de homicídios…”. O comandante da CAESG reconhece a fragilidade do sistema prisional. “Polícia por si só não tem controle de criminalidade. O controle passa também por mais rigor na liberação de alvarás de soltura”, acrescentou Mascarenhas. Para finalizar o Major disse estar “enxugando gelo” e repetiu o jargão “a polícia está prendendo e a justiça está soltando”.