Ministério da Justiça anuncia plano nacional de segurança para reduzir homicídios

  • 18 Out 2016
  • 12:03h

(Foto: Reprodução)

O Ministério da Justiça pretende lançar, na próxima quarta-feira (19), um novo plano nacional para combater a criminalidade e o alto índice de homicídios no país.  A informação foi dada nesta segunda (17) pelo ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, no Rio de Janeiro. O plano está em elaboração em parceria com as secretarias estaduais de Segurança Pública e quatro procuradorias-gerais de Justiça. De acordo com Moraes, o plano nacional de segurança coordenado pelo Ministério da Justiça foi submetido aos secretários nacionais de Segurança e vem sendo discutido desde maio. O programa compreenderá ações para combater homicídios e o que o ministro chamou de "criminalidade organizada", incluindo o enfrentamento ao tráfico de drogas e de armas no país. Segundo o ministro, o plano é resultado de um vasto mapeamento de crimes no último ano. Nos próximos dias, a minuta do plano será apresentada aos próprios secretários, aos procuradores de Justiça e ao Ministério Público Federal para ajustes finais, antes da assinatura de protocolos de adesão. "Vamos apresentar o plano para que possamos dar uma resposta efetiva, coordenada", afirmou Moraes. "Não é possível que o Brasil continue a conviver com 50 mil homicídios por ano", disse.

TRE-BA registra queda no número de abstenções em cidades com biometria

  • 18 Out 2016
  • 11:01h

(Foto: Reprodução)

O número de abstenções diminuiu na eleição deste ano em quase todas as cidades baianas que já finalizaram a revisão biométrica. De acordo com dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), dos 42 municípios que já concluíram o processo, apenas Pojuca aumentou as ausências na comparação entre 2012 e 2016. Considerando todas as cidades, o número de abstenções passou de 144.069 (19,37% do eleitorado) para 70.399 de uma eleição para outra (10,53% do eleitorado). O recadastramento biométrico também provocou uma queda na quantidade de eleitores em situação regular. Aqueles que não acataram a convocação da Justiça Eleitoral para fazer a revisão dos dados cadastrais, o registro fotográfico, coleta das digitais e assinatura eletrônica tiveram os títulos cancelados. Até quatro anos atrás, 743.500 cidadãos estavam aptos para votar. Este ano, houve redução para 668.203, uma queda de 10,13%. Alagoinhas apresentou uma das quedas mais significativas no número de abstenções. Em 2012, ela contava com o formato de identificação tradicional e contabilizou uma abstenção de 19.523 eleitores (18,95%). Nessa eleição, o número de ausentes caiu para 8.467 (8,99%). Pojuca foi pioneira em biometria na Bahia, sendo a única a iniciar o procedimento em 2009. No entanto, as abstenções na cidade passaram de 2.193 (9,04%), em 2012, para 3.649 (13,90%), em 2016.

 

Inscrições do Parlamento Jovem Baiano seguem até sexta-feira (21)

  • 18 Out 2016
  • 09:00h

(Foto: Divulgação)

O estudante do ensino médio da rede pública tem até sexta-feira (21) para se inscrever no Parlamento Jovem Baiano. O projeto é uma iniciativa da Comissão de Educação da Alba (Assembleia Legislativa da Bahia), presidida pelo deputado estadual Eduardo Salles, e a Secretaria Estadual de Educação. O programa vai permitir que jovens vivenciem na prática o trabalho dos deputados estaduais, com contribuições para a elaboração de projetos de leis e debates em plenário de temas relevantes à população baiana. Responsável pela implementação em 2016 do projeto na ALBA, Eduardo Salles acredita ser fundamental trazer os jovens para dentro do parlamento e permitir o entendimento do processo da elaboração de leis que interferem na vida da população.

 “Queremos que a juventude contribua com ideias e críticas para o nosso processo legislativo e, dessa forma, fortaleçamos a construção de uma sociedade cada vez mais democrática”, explicou o deputado estadual. Para participar, o estudante terá que produzir uma redação com o tema “Juventudes baianas tecendo políticas públicas” e relacionar com uma das comissões existentes da ALBA: Meio Ambiente, Saúde, Agricultura, Desenvolvimento, Relações para Diversidade, Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia. Serão selecionados um aluno por cada território de identidade, totalizando 27 jovens. O estudante poderá escolher apenas um professor para orientá-lo durante o processo de elaboração do texto. As inscrições podem ser realizadas no site da Assembleia Legislativa (www.alba.gov.br/pjb), onde também está disponível o regulamento com os critérios de participação. Transportes, alimentação e as acomodações durante o período do evento serão gratuitas. Os docentes que acompanharão os alunos selecionados participarão em paralelo de um projeto de formação de professores em Letramento Político e Formação Cidadã.

CONTINUE LENDO

Brasil registra mais de 2 mil casos de microcefalia em um ano; na Bahia, foram 319

  • 18 Out 2016
  • 08:01h

(Foto: Reprodução)

O Ministério da Saúde divulgou nesta sexta-feira (14), que um ano após o início das investigações dos casos de microcefalia no Brasil, foram registrados 2.033 casos. Desse total, 319 foram na Bahia, segundo estado com maior notificação. Os dados foram coletados até o dia 8 de outubro deste ano. No período, foram registradas 486 mortes suspeitas de ligação com infecção por zika e microcefalia. Dentre esses registros, 170 óbitos tiveram confirmação de que foram causados pela malformação e/ou alteração do sistema nervoso central. Outros 96 foram descartados. Dos casos comprovados de microcefalia, 3.055 casos ainda são investigados pelos estados e pelo Ministério da Saúde. Desde o início dos registros, 9.814 casos foram notificados - destes, 4.726 foram descartados. Apenas 381 pacientes com confirmação de microcefalia tiveram a comprovação por critério laboratorial específico para a existência do vírus da zika. O Ministério da Saúde afirma que os números não representam adequadamente a totalidade dos casos relacionados ao vírus. Os casos foram registrados em 688 municípios em todo o país. O estado de Pernambuco foi o mais afetado pelo vírus, com 389 registros confirmados, seguido pela Bahia e pela Paraiba, com 181 casos. Na última segunda-feira (10), a Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que o vírus ainda deve se propagar pela Ásia. A informação foi divulgada após centenas de casos serem notificados em Cingapura e dois bebês tailandeses terem nascido com microcefalia. O vírus já foi registrado em 70 países. 

Prorrogadas as inscrições para a 6ª Feira de Empreendedorismo, Ciência e Inovação da Bahia

  • ASCOM/Educação
  • 18 Out 2016
  • 07:01h

(Foto: Reprodução)

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia prorrogou para o dia 24 de outubro, as inscrições para a 6ª Feira de Empreendedorismo, Ciência e Inovação (6ª FECIBA). Os estudantes e professores do Ensino Fundamental II, do Ensino Médio e da Educação Profissional das escolas estaduais devem submeter seus projetos à seleção pelo Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). O objetivo da FECIBA é incentivar o desenvolvimento social e tecnológico de projetos em sala de aula, no âmbito do projeto Ciência na Escola, da Secretaria da Educação do Estado. Uma das novidades para este edição é que a FECIBA apresentará também como temáticas: o empreendedorismo e a inovação, conforme explica o coordenador da Feira, Rogério Lima. 

“Este foco no empreendedorismo pode fazer com que os estudantes também realizem projetos de investigação social que se transformem em algo que eles possam levar para as suas futuras carreiras profissionais”, explica. A previsão é a de que sejam inscritos aproximadamente dois mil projetos. Em 2015, o Ciência na Escola alcançou 458 escolas, em 300 municípios, beneficiando mais de 300 mil estudantes da rede estadual com a educação científica. Um dos projetos apresentados na FECIBA - ‘Fortalecimento da identidade negra e quilombola em Antonio Cardoso/Bahia’ - teve destaque nacional e internacional. Idealizado pelas estudantes da rede estadual Beatriz Pereira e Thayná Almeida, o projeto ficou em primeiro lugar na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace). Como reconhecimento, as estudantes viajaram aos Estados Unidos para representar o Brasil no International Science and Engineering Fair (Intel ISEF). Neste evento, o projeto recebeu distinção da Organização dos Estados Americanos (OEA).

CONTINUE LENDO

Beneficiário do Bolsa Família doou R$ 75 milhões para campanha, diz TCU

  • 17 Out 2016
  • 20:03h

(Foto: Reprodução)

Um levantamento do Tribunal de Contas da União (TCU) com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aponta que um beneficíário do Programa Bolsa Família doou R$ 75 milhões para uma campanha eleitoral deste ano. As identidades desse doador e do candidato não foram divulgadas. Esse é um dos casos de possíveis irregularidades apontados no levantamento feito pelo TCU, que levou em conta as prestações de contas dos candidatos e dados do TSE. O levantamento mostrou que R$ 1,41 bilhão das receitas e despesas das campanhas eleitorais de 2016 tem possíveis irregularidades. O valor representa mais de metade dos R$ 2,23 bilhões arrecadados por candidatos e partidos neste ano. De acordo com o TSE, há, entre os doadores, 290 falecidos.Outra suspeita apontada pelo tribunal está na doação de R$ 50 milhões por uma pessoa que não tinha renda compatível e a de um prefeito que doou R$ 60 milhões para o seu diretório municipal.  Os casos suspeitos incluem ainda uma agência de publicidade com apenas dois funcionários e que foi contratada por R$ 219 mil e outra empresa de produção, que tem entre os seus sócios um beneficiário do Bolsa Família, que recebeu R$ 3,57 milhões. As informações são resultado da parceria entre o TSE e diversos órgãos públicos para fiscalizar a prestação de contas dos candidatos. Segundo o TSE, os casos suspeitos foram encaminhados ao Ministério Público Eleitoral (MPE). Já as suspeitas envolvendo beneficiários do Programa Bolsa Família também foram compartilhadas com o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDS).

MEC prorroga prazo para o último simulado do Enem

  • 17 Out 2016
  • 19:01h

(Foto: Divulgação)

O prazo para fazer o último simulado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi prorrogado para o dia 23 de outubro. As provas ficariam disponíveis somente até esse domingo (16). Agora, os estudantes têm mais uma semana para testar os conhecimentos. O simulado pode ser acessado na plataforma Hora do Enem. Este é o quarto e último simulado que ocorre antes das provas do Enem, marcadas para os dias 5 e 6 de novembro. O simulado ficará disponível para ser inicado até as 19h59 de domingo (23), no horário de Brasília. Com o horário de verão, os participantes devem verificar qual o horário limite na localidade onde estão. O teste está dividido em duas provas, somando 180 questões. Como são testes longos, o recomendável é que sejam feitos em dois dias, assim como ocorre no Enem. No primeiro dia do simulado, os alunos responderão 90 questões, divididas igualmente entre Ciências Humanas e Ciências da Natureza. O segundo dia de provas será destinado a outras 90 questões de Matemática e Linguagens. Depois do simulado, os estudantes terão acesso a um ranking para comparar o seu desempenho com os outros candidatos que buscam a mesma universidade ou curso. A plataforma Hora do Enem pode ser acessada por computador, smartphone ou tablet. Além do simulado, também é possível acessar boletins de notícias com informações sobre o Enem, programas de TV com dicas e conteúdos, questões resolvidas e comentadas, videoaulas e uma plataforma de estudos personalizada com planos de estudos e exercícios on-line. Os três simulados Hora do Enem anteriores registraram cerca de 1,5 milhão de avaliações realizadas. Estudantes de todo o Brasil participaram das provas, que tiveram como principal alvo os alunos de escolas públicas.

Brasil: Menino de 13 anos morre após jogo de computador e amigos assistem pela webcam

  • 17 Out 2016
  • 18:04h

Gustavo foi encontrado no quarto em frente ao computador; ele morreu na manhã seguinte ( Foto: Reprodução)

O corpo de Gustavo Riveiros Detter, de 13 anos, que morreu enforcado após perder uma partida de um jogo online, foi velado na manhã desta segunda-feira (17) em Santos, no litoral paulista. O caso aconteceu no sábado (15) e ele foi encontrado com uma corda no pescoço diante de um computador, após ter sido desafiado por outros participantes do jogo. De acordo com o tio da vítima, Marco Riveiros, o sobrinho jogava League of Legends com outros três amigos quando perdeu a partida. Ele conta que analisou as conversas do sobrinho com os demais participantes e percebeu que os amigos acompanharam o enforcamento do rapaz. Após ser encontrado no quarto, Gustavo chegou a ser reanimado pelos familiares e socorrido para um hospital, mas morreu na manhã de domingo (16).  Em uma das conversas, o tio de Gustavo encontrou uma mensagem em que um dos adolescentes diz que "o Detter foi brincar de novo de se enforcar".  “Isso aconteceu antes e não deu certo? Quantas tentativas são feitas? Quantas vezes isso acontece nas escolas, nas casas?”, questiona Riveiros em entrevista ao 'G1'.  A prática realizada por Gustavo é conhecida como Choking Game ou “jogo da asfixia”. Bastante perigosa, essa prática consiste em interromper o fluxo de ar com as mãos ou algum objeto com a intenção de induzir desmaios, tontura ou mesmo um estado de euforia.  Os policiais fizeram uma perícia no computador da vítima. Familiares e os amigos do adolescentes que jogavam com ele também serão ouvidos.

Servidores do Forum emitem nota de pesar pelo falecimento da juíza Leonor Abreu

  • 17 Out 2016
  • 17:04h

Conquista: PF investiga atividade em aeródromo que opera sem licença

  • 17 Out 2016
  • 16:46h

Aeródromo em Vitória da Conquista é alvo de operação da Polícia Federal e MPF (Foto: MPF/ Divulgação )

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF) realizaram uma operação nesta segunda-feira (17) para investigar atividades ilegais no aeródromo "Ninho das Águias", em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia. Conforme a PF, foram cumpridos mandados de busca e apreensão no local e na casa de quatro pessoas que são investigadas na ação. Ninguém foi preso. Segundo a polícia, o aeródromo funciona, sem licença ambiental, em um terreno pertencente à União, em um bioma da Mata Atlântica. O local fica BA-263, no povoado Goiabeira, próximo ao Aeroporto Pedro Otacílio Figueiredo, em Vitória da Conquista.

As investigações apontam que o aeródromo operava intensamente no período da noite, com pousos e decolagens realizados sem a autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Para a polícia, isso reforça a suspeita de que o local estava sendo usado para facilitar a realização de crimes, como tráfico de drogas. Conforme o MPF, quatro homens, entre eles três pilotos, que eram responsáveis pela administração do espaço também são alvo da operação. Segundo o Ministério Público Federal, um dos homens investigados detém a posse do terreno onde fica o aeródromo e foi identificado como um dos responsáveis pelas atividades ilegais realizadas no local. De acordo com a polícia, os beneficiários originais dos lotes teriam sido expulsos e quem tomou posse do terreno foi um homem que o alienou ilicitamente a um dos investigados. A PF informou que, a partir do que foi apreendido durante a operação, a Polícia Federal e o MPF darão seguimento às investigações para adotar as medidas judiciais cabíveis. Conforme o Ministério Público Federal, os suspeitos são investigados por tráfico de drogas, por desmatamento de Mata Atlântica, usurpação de terra pública e por impedir o tráfego aéreo. O MPF informou que há dois pedidos na Justiça Federal referentes ao aeródromo. Um deles é do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), que solicita reitegração de posse do terreno, já que a área é destinada à reforma agrária. O outro pedido é do Ministério Público Federal, que solicitou o fechamento do local por causa dos danos ambientais. Ainda não há decisão dos pedidos, informou o MPF. Os nomes dos investigados na operação não foram revelados. Representantes da Anac também participaram da ação no aeródromo.

CONTINUE LENDO

Google Brasil abre inscrições para programa de estágio

  • 17 Out 2016
  • 16:03h

Mural do escritório do Google Brasil, em São Paulo (Foto: Amanda Demetrio/G1)

Google Brasil abriu as inscrições para seu programa de estágio Google Business Internship. As oportunidades são para o escritório da empresa, em São Paulo. Os candidatos devem concluir a graduação em dezembro de 2017. Os estudantes aprovados vão participar de um processo de imersão em diferentes áreas da companhia. Com duração de seis meses (julho a dezembro), o programa inclui treinamento com várias equipes de Googlers, desenvolvimento de ações de grande impacto e muita diversão. O ponto central é oferecer as habilidades necessárias para ser bem sucedido na indústria de tecnologia, deixando uma marca duradoura em seu time e em todo o Google. Além do trabalho nas equipes, o estágio no Google envolve responder questões interessantes e de grande impacto social, como a diversidade. Com o processo seletivo online, estudantes de todo o país podem se candidatar.Além de ter energia para transformar o mundo à sua volta, o candidato também precisa ter disponibilidade para morar em São Paulo no período do programa. As inscrições para o programa vão até o dia 2 de dezembro pelo endereço eletrônico: https://www.google.com/about/careers/jobs#!t=jo&jid=/google/business-intern-2017-brazil-s%C3%A3o-paulo-state-of-s%C3%A3o-paulo-brazil-1854260040&.

Brasileiros que estudam nos EUA darão mentoria para alunos da rede pública

  • 17 Out 2016
  • 14:02h

Estudantes brasileiros de Harvard, Yale e Stanford vão dar mentoria gratuita a alunos da rede pública brasileira (Foto: Divulgação)

Cerca de 40 estudantes brasileiros das universidades Harvard, Yale e Stanford, nos Estados Unidos, vão oferecer mentoria gratuita a alunos de escolas públicas ou bolsistas em escolas particulares. A segunda edição do Brasilitas tem inscrições abertas até o dia 31 pelo site brasilitas.org. Segundo os jovens, cerca de 20 projetos serão contemplados com a mentoria gratuita. O objetivo do programa, de acordo com os mentores voluntários, não é ajudar alunos do ensino médio a conseguir uma vaga de graduação em universidades americanas, mas oferecer a experiência dos brasileiros que estudam lá fora no desenvolvimento de projetos no Brasil. Segundo Gabriel Saruhashi, um dos mentores da edição de 2016 do programa, todas as mentorias serão oferecidas de forma gratuita. O programa, que no ano passado teve a participação apenas de estudantes de Harvard, agora conta com o apoio dos clubes de brasileiros de Harvard, Yale e Stanford, além de outras organizações. Os estudantes tentam buscar patrocínio para gastos com o desenvolvimento dos projetos. Para se inscrever, é preciso preencher um formulário e produzir três redações, além de produzir um curto vídeo "vendendo" a ideia de projeto. Segundo os organizadores, também podem participar estudantes que já tenham algum projeto em andamento.

Farmácia Economize +: Medicamentos com até 70% de descontos

  • 17 Out 2016
  • 10:13h

Realiza Seguros

  • 17 Out 2016
  • 10:02h

Locais de prova do Enem 2016 saem dia 18 de outubro, diz Inep

  • 17 Out 2016
  • 07:01h

(Foto: Divulgação)

O  cartão de confirmação com o local de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 estará disponível aos candidatos a partir do dia 18 de outubro. A informação é da diretora de gestão de planejamento do Ministério da Educação, Eunice Santos, que esteve nesta quarta-feira (5) em São Paulo para a cerimônia que marcou o início da distribuição das provas no 4º Batalhão de Infantaria em Osasco.As informações estarão disponíveis pelo aplicativo do Enem do governo federal, pelo site, e além disso, o ministério enviará e-mail aos inscritos, de acordo com Eunice. Assim como no ano passado, os cartões não serão impressos e só estarão disponíveis na versão digital.Nesta quarta, a presidente do Inep, Maria Inês Fini, assinou a autorização para expedição das provas. Caminhões saíram de Osasco levando os pacotes para a distribuição, que será feita pelos Correios com escolta policial. São 75 mil malotes, fechados por lacres eletrônicos, que serão distribuídos para 1,7 mil cidades. Neste ano, todos os candidatos, no momento em que assinarem a lista de presença dentro das salas, terão de passar pela biometria (reconhecimento das digitais) para evitar fraudes. Segundo o governo federal, 22 mil servidores federais vão trabalhar como certificadores com o coordenadores de prova em cada ponto de aplicação.