Casos de coronavírus entre padres e bispos volta a crescer com reabertura de igrejas

  • Redação
  • 04 Ago 2020
  • 08:30h

(Foto: Reprodução)

A reabertura de templos religiosos ou mesmo ampliação do número de pessoas permitidas em cultos fez o número de casos do novo coronavírus entre padres e bispos dar um novo salto. Nessa nova onda, o vírus, que provoca a Covid-19, alcanço inclusive religiosos famosos, como dom José Negri, bispo de Santo Amaro que concelebra as missas com o padre Marcelo Rossi. Ele foi internado em São Paulo para se tratar da doença. Dom Fernando Figueiredo, que antecedeu dom José Negri na diocese e se mantém próximo do padre Marcelo Rossi, também está com Covid-19, mantendo isolamento em casa. Até a última sexta-feira (31), de acordo com balanço divulgado pela Comissão Nacional dos Presbíteros (CNP), vinculada à CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), pelo menos 415 padre diocesanos já tinham sido contaminados pelo novo coronavírus, o que representa um aumento de 11% em relação a um levantamento publicado apenas dois dias antes, que registrava 368 padres infectados. A volta das celebrações tem trazido tensão. Muitos padres permanecem com suas paróquias fechadas. A recomendação da Igreja Católica é que cada líder religioso decida se abre ou não o templo religioso. Com informações da coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo.


Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.