Autoridades anunciam morte de médico chinês que alertou sobre coronavírus; hospital nega

  • G1
  • 06 Fev 2020
  • 17:09h

(Foto: Divulgação)

A morte do médico chinês Li Wenliang, oftalmologista do Hospital Central de Wuhan, foi anunciada nesta quinta-feira (6) durante uma reunião da Organização Mundial da Saúde (OMS). A informação também foi divulgada pelo veículo estatal chinês CGTN, em seu perfil em inglês no Twitter.Entretanto, mais tarde em um post na rede social Weibo, o hospital anunciou que ele está internado na UTI. O post do canal estatal que anunciava a morte foi deletado. Ao lamentar a morte, o diretor executivo da OMS, Mike Ryan, não chegou a informar a fonte da informação. Li Wenliang é apontado como um dos primeiros a identificar a existência do surto do novo coronavírus e alertar as autoridades. O médico de 34 anos foi um dos oito médicos que a polícia chinesa investigou sob acusação de "espalhar boatos" relacionados ao surto. Ele é casado e tem uma filha de cinco anos. Estamos muito tristes com a morte do doutor Li Wenliang", disse Mike Ryan, diretor executivo da OMS. "Precisamos celebrar o trabalho que ele fez no surto de 2019-nCoV."


Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.