Lula é interrogado em processo da Lava Jato que apura reformas feitas em sítio de Atibaia

  • 14 Nov 2018
  • 11:08h

Foto: Nelson Almeida/AFP e Reprodução/TV Globo

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) será interrogado, em Curitiba, nesta quarta-feira (14). A audiência – referente a um processo da Operação Lava Jato – está marcada para as 14h, no prédio da Justiça Federal.Esta será a primeira vez que o ex-presidente deixará a Superintendência da Polícia Federal (PF), onde está preso desde abril.A oitiva será conduzida pela juíza federal Gabriela Hardt. Lula é réu nesta ação penal. Ele responde pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.Conforme o Ministério Público Federal (MPF), o ex-presidente recebeu propina de empresas como a OAS e a Odebrecht por meio da reforma e decoração no sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), que frequentava com a família. Outras 12 pessoas são rés neste processo.Os valores foram repassados ao ex-presidente em reformas realizadas no sítio, de acordo com os procuradores do MPF. Segundo a denúncia, as melhorias no imóvel totalizaram R$ 1,02 milhão. Lula nega as acusações e afirma não ser o dono do imóvel, que está no nome de sócios de um dos filhos do ex-presidente. O empresário Fernando Bittar, um dos donos do sítio, responde por lavagem de dinheiro. Interrogado pela Justiça, na segunda-feira (12), Bittar disse que achava que Lula faria o pagamento das obras na propriedade. O pecuarista José Carlos Bumlai, que é amigo de Lula e réu por lavagem de dinheiro nesta ação penal, também será interrogado nesta quarta-feira.

Luto: 'Devastada', diz nota da deputada Ivana Bastos sobre morte do assessor Jerrian Cunha

  • VCN
  • 14 Nov 2018
  • 10:07h

(Foto: VCN)

Natural do município de Boninal, na Chapada Diamantina, Jerrian Cunha Silva, 28 anos, trabalhava como assessor da deputada estadual Ivana Bastos (PSD), em Salvador, há oito meses. Estudante de Ciências Sociais da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), ele teve a trajetória interrompida na noite dessa segunda-feira (12), quando foi assassinado a tiros em Narandiba, bairro em que morava. O crime aconteceu na Avenida Edgar Santos, por volta de 19h, quando o assessor parlamentar retornava da Assembleia Legislativa (Alba), no CAB. Conforme o chefe de gabinete de Ivana Bastos, Marcílio Seixas, Jerrian havia acabado de descer do ônibus que transporta funcionários da Alba, quando foi surpreendido pelos assassinos. A mochila e o celular dele foram levados.“Há um ônibus que faz os roteiros e a informação que temos é de que quando ele desceu do ônibus, não sabemos em que circunstância, foi atacado por dois homens. Soubemos só hoje dessa tragédia”, relatou ao Correio, acrescentando que o jovem estava dado como “desaparecido” desde a noite anterior. Ainda de acordo com Marcílio, Jerrian trababalhava na equipe de comunicação de Ivana Bastos, que está em um evento na China. “Ivana não soube ainda. Estamos todos muito chocados, impactados com tudo isso, é difícil acreditar. Ele foi nomeado no início do ano, mas acredito que ele já morasse aqui há algum tempo”, comentou. A deputada, no entanto, se manifestou na noite desta terça-feira (13) através das suas redes sociais. “Não há palavras para descrever essa dor, mas há muito sobre o que dizer de Jerrian. Um jovem gigante na política, que tinha um futuro brilhante já reservado”, comenta a parlamentar. Veja na íntegra:

A deputada Ivana Bastos e toda a sua equipe estão devastadas com a notícia do precoce falecimento do amigo e assessor parlamentar Jerrian Cunha. Não há palavras para descrever essa dor, mas há muito sobre o que dizer de Jerrian. Um jovem gigante na política, que tinha um futuro brilhante já reservado. Mesmo com pouco tempo nessa terra, ele escreveu a sua história com palavras de sabedoria, e contribuiu imensamente para o crescimento de todos ao seu redor com a sua alegria e determinação. Como assessor parlamentar e liderança política da Chapada Diamantina, ele foi o grande incentivador de ações que mudaram a vida de homens e mulheres da região. Sempre seguindo o que seu lema dizia: “coragem pra fazer, força pra trabalhar”. Essa tragédia o arrancou de todos nós e do seu sonho de ajudar as pessoas através da vida pública. Agora, essa estrela vai brilhar no céu e sei que continuará olhando por sua gente. Não mediremos esforços para esclarecer todos os fatos desse crime bárbaro. Nesse momento de dor imensa, transmito os nossos sentimentos aos familiares e demais amigos. Jerrian Cunha, presente!l

Convênio para aumentar produção de mamona na Bahia vai beneficiar mais de mil famílias da região semiárida

  • G1
  • 14 Nov 2018
  • 09:09h

Foto: Secretaria de Desenvolvimento Rural

Mais de mil famílias serão beneficiadas com o convênio que foi assinado para dinamizar a produção de mamona na região semiárida da Bahia. O investimento total é de R$ 2,5 milhões. Ao todo, serão 6.600 hectares plantados, com uma produção de 500 quilos de mamona por hectare, ao ano. O convênio é entre a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à SDR, e a Cooperativa Mista de Produção, Aquisição e Serviço, do estado da Bahia (Coopersertão), no âmbito do projeto Bahia Produtiva. A expectativa é que, com a implantação do projeto, o aumento da produção seja de 30%, com ações que incluem desde a produção de sementes certificadas, que serão distribuídas aos beneficiários; o uso do trator, com implementos agrícola; a construção de galpões, para armazenamento da produção; e a utilização de equipamentos para o beneficiamento da mamona. Além disso, terá um contrato para a comercialização da produção com a Petrobrás Bio Combustíveis. O documento foi assinado na última sexta-feira (9), na sede da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), em Salvador. O convênio irá beneficiar 1.100 famílias de cooperados e quatro entidades vinculadas, envolvendo jovens, mulheres, comunidades quilombolas, assentados da reforma agrária, que tem na mamona a principal fonte de renda. A ação, que integra o Edital de Alianças Produtivas Territoriais, é voltada para o fortalecimento da produção de mamonas nos Territórios de Identidade Piemonte da Diamantina, Piemonte do Paraguaçu, Chapada Diamantina e Irecê, localizados na região semiárida da Bahia.

Mais de 22 mil menores cumprem medidas socioeducativas no Brasil, diz CNJ

  • 14 Nov 2018
  • 08:09h

Foto: CNJ

Um levantamento do Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e das Medidas Socioeducativas (DMF), do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), indica que mais de 22 mil jovens presos nas 461 unidades de medidas socioeducativas em funcionamento em todo o país. O documento inclui apenas os adolescentes que cumprem medidas de internação em "regime fechado", e não os que cumprem outras medidas, como a semiliberdade e a liberdade assistida. A internação é a opção mais rigorosa só pode durar até três anos. São Paulo é o estado com maior número de menores internados, com mais de 6,4 mil. Entretanto, no Acre é o que tem a maior proporção de jovens segregados. São 545 menores presos, ou 62,7 a cada 100 mil habitantes. Na Bahia, há 556 menores custodiados com sentença.

TSE dá 3 dias para Bolsonaro esclarecer 'inconsistências' em contas da campanha

  • 14 Nov 2018
  • 07:03h

Foto: Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo

O ministro Luís Roberto Barroso, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), intimou nesta terça-feira (13) a campanha do presidente eleito, Jair Bolsonaro, a prestar esclarecimentos, em até três dias, sobre 23 "inconsistências" na prestação de contas do presidente eleitoapresentada na última sexta (9). As supostas irregularidades foram apontadas por técnicos da Assessoria de Exame de Contas Eleitorais e Partidárias (Asepa) do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Relator no TSE das contas de campanha, Barroso terá que submeter o procedimento a julgamento no plenário do tribunal eleitoral. Ainda não há data marcada para a Corte analisar o caso. A diplomação de Bolsonaro está marcada para o dia 10 de dezembro. Para receber o diploma, os candidatos eleitos precisam estar com o registro de candidatura deferido e as contas de campanha julgadas – não necessariamente aprovadas. Os técnicos do TSE apontaram 23 "inconsistências" que envolvem indícios de impropriedade (erro formal ou dados inexatos) e indícios de irregularidade (suspeitas na prestação), além da falta de documentos e pediram que a campanha enviasse mais documentos, como contratos e comprovações de serviços e gastos. Barroso considerou "pertinentes" os pedidos e notificou a campanha a apresentar os esclarecimentos. "São pertinentes as diligências propostas pela Assessoria de Exame de Contas Eleitorais e Partidárias . Diante do exposto, determino a intimação do candidato Jair Messias Bolsonaro, [...] para, no prazo de 3 (três) dias, complementar dados e documentação e/ou prestar esclarecimentos / justificativas, com vistas ao saneamento dos apontamentos", diz trecho da decisão.

Cego acusado de matar mulher grávida a facadas na Bahia é condenado a mais de 16 anos de prisão por júri popular

  • 13 Nov 2018
  • 20:42h

Foto: Site Acorda Cidade

homem cego suspeito de matar a mulher dele, que estava grávida, com uma facada no pescoço durante uma briga em Feira de Santana, a 100 km de Salvador, foi condenado por júri popular a 16 anos e três meses de prisão em regime fechado, por homicídio duplamente qualificado. A sentença foi proferida na tarde desta terça-feira (13), após julgamento que durou mais de 8h. O julgamento de Teodulo Ferreira dos Santos, que começou por volta das 8h e foi encerrado pouco antes das 17h, foi realizado no Fórum Desembargador Filinto Bastos, em Feira de Santana. Ele está preso desde a época do crime, em julho de 2017. A defesa do acusado informou, logo após a sentença, que vai recorrer da decisão.

Estudante da Uneb e assessor parlamentar, jovem de 28 anos é assassinado a tiros

  • G1
  • 13 Nov 2018
  • 19:32h

Foto: Reprodução/Facebook

Um jovem de 28 anos que era estudante de Ciências Sociais da Universidade Estadual da Bahia (Uneb) e assessor parlamentar da deputada estadual Ivana Bastos (PSD) foi assassinado a tiros em Salvador. Jarrian Cunha Silva foi abordado por dois homens em uma moto quando passava pela Avenida Edgar Santos, no bairro de Narandiba. O crime ocorreu por volta das 19h de segunda-feira (12), nas imediações da ladeira que dá acesso ao bairro Cabula VI. Ainda não há informações sobre a autoria e motivação do crime, que, segundo a Polícia Civil, está sendo investigado pela 2ª Delegacia de Homicídios (DH/Central), do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Nas redes sociais, amigos da vítima lamentaram o crime. "Porque vc se foi tão cedo amigo? Tantos sonhos e um futuro brilhante enterrados pela violência e pela insegurança!", postou um internauta. Outro conhecido da vítima disse que ele tinha planos para entrar para a política. "De forma corvarde foi assassinado após ser vítima de um suposto assalto, que tem suspeitas de execução em Salvador", destacou. Até por volta das 18h30 desta terça-feira (13), o corpo da vítima permanecia no Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Salvador. Ainda não há informações sobre data e local de velório e sepultamento do jovem, que era natural da cidade de Boninal, na Chapada Diamantina, mas que residia em Salvador. O G1 entrou em contato com o gabinete da deputada Ivana Bastos e foi informado que ela está em uma viagem à China. O partido da deputada emitiu uma nota nas redes sociais em que lamenta a morte do jovem.

Cientistas mulheres pedem inclusão de período de licença-maternidade no currículo Lattes

  • 13 Nov 2018
  • 18:11h

Foto: Carolina Dantas/G1

Um grupo de pesquisadoras enviou ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) uma carta com diferentes reivindicações para trazer mais igualdade de acesso e concorrência das mulheres às bolsas e financiamentos científicos no Brasil. Um dos pedidos é a inclusão do período de licença-maternidade no currículo Lattes, uma forma de sinalizar um possível "buraco" na produção durante o período pós-parto e evitar qualquer comparação injusta com os homens cientistas em processos seletivos. O documento foi assinado pela professora Pâmela Mello Carpes, da Unipampa, que chamou a atenção dos colegas ao colocar a seguinte frase no Lattes: "Mãe de um filho de 14 anos, é atuante na causa das mulheres na ciência". A pesquisadora faz parte de um grupo de mulheres cientistas que está tentando chamar a atenção para uma queda iminente na produção científica durante o período de licença-maternidade – e como isso pode influenciar negativamente na carreira de pesquisadoras. Eloah Rabello Suarez fez pós-doutorado na Universidade Harvard. Pesquisa uma das áreas mais promissoras no tratamento de câncer no mundo: a terapia genética. Isso não foi o suficiente porque ela tem um "buraco" na publicação de artigos científicos. Essa queda na produção coincide com outra parte importante de sua vida: ela é mãe de primeira viagem e, para os órgãos de financiamento de projetos, o tempo em que não produziu para cuidar do bebê interfere na hora de concorrer com outros pesquisadores, mesmo que sejam homens. "A gente percebe que não existe uma compreensão muito grande das mulheres no meio científico com relação à licença-maternidade. A gente tem até vergonha de falar às vezes", disse Eloah. Pamela, a pesquisadora que chamou a atenção por colocar sua licença no Lattes, acabou sendo modelo para outras cientistas. Elas viraram um grupo que passou a acrescentar o período de licença-maternidade no currículo Lattes – a primeira tentativa de sinalizar para órgãos de financiamento porque há uma queda nas publicações por seis meses. Em palestra sobre o assunto em setembro deste ano, Pamela lembra outros dados do IBGE de 2017 sobre as horas de trabalho doméstico de homens e mulheres no Brasil. Independente da renda e da idade, as mulheres cuidam mais da casa que os companheiros, pais, irmãos. São tarefas como cozinhar, lavar, cuidar das roupas, limpar, fazer compras. Quando a renda não chega a R$ 1 mil, elas chegam a trabalhar mais de 10 horas por dia. E com a chegada da maternidade, manter a rotina científica fica ainda mais difícil.

Bolsonaro diz que deve manter gestão do ensino superior no Ministério da Educação

  • 13 Nov 2018
  • 17:06h

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasi

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) afirmou nesta terça-feira (13) que deve manter a gestão do ensino superior no Ministério da Educação. Havia possibilidade de o ensino superior ficar sob a gestão do Ministério da Ciência e Tecnologia, para o qual já foi indicado o astronauta, Marcos Pontes. Bolsonaro deu a declaração antes de encontro com o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro João Batista Brito Pereira, em Brasília. É a segunda vez que Bolsonaro retorna à capital depois de eleito. Ele foi questionado sobre o destino do ensino superior em seu governo, se manteria a área no MEC ou se a colocaria na alçada da pasta da Ciência e Tecnologia. "A princípio vai ser mantido no Ministério da Educação", respondeu. Bolsonaro chegou a Brasília nesta terça. Durante a manhã, ele despachou com assessores e futuros ministros no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), onde está funcionando o governo de transição. No início da tarde, ele esteve com a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber.

Conquista: Homem é preso com R$ 30 mil em notas falsas; suspeito disse à polícia que comprou 'dinheiro' por R$ 1 mil

  • G1
  • 13 Nov 2018
  • 16:07h

Foto: Divulgação PRF

Um homem de 44 anos, que não teve a identidade revelada, foi preso em flagrante em um ônibus R$ 30 mil em notas falsas, na BR-116, em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia. O suspeito foi preso depois de uma fiscalização da Polícia Rodoviaria Federal (PRF), no KM-830, em um ônibus que fazia a linha Ribeirão Preto (SP) x Salvador. A abordagem ocorreu no domingo (11). Ainda segundo a PRF, o homem ficou nervoso ao perceber a presença da polícia no veículo. Na ação, foram encontradas 300 cédulas de R$ 100 reais com indícios de falsificação. O falso dinheiro estava enrolado em roupas na bagagem do homem. Durante a abordagem, o suspeito informou que adquriu o dinheiro pelo valor de R$ 1 mil, e que repassaria as notas em feiras de cidades do interior da Bahia. O homem foi levado para o Presídio Regional de Vitória da Conquista. Ainda de acordo com a PRF, o suspeito já foi flagrado anteriormente com notas falsas e responde a ação penal no estado de São Paulo.

Caixa suspende contratações na faixa 1,5 do Minha Casa, Minha Vida

  • 13 Nov 2018
  • 15:12h

Foto: Secundo Rezende/ TV Gazeta

Caixa Econômica Federal(CEF) suspendeu, por falta de recursos, a contratação de novas unidades do programa Minha Casa Minha Vida na faixa 1,5, que enquadra famílias com renda mensal de até R$ 2,6 mil. A linha utiliza recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para conceder crédito imobiliário a juros abaixo dos praticados pelo mercado a famílias de renda mais baixa. Em comunicado, o banco informou que o orçamento para esta modalidade foi esgotado e o programa será retomado nesta faixa "a partir do início de 2019". O orçamento do Minha Casa, Minha Vida para 2018 é de R$ 57,4 bilhões. Até o momento, a Caixa informou que foram contratadas cerca de 4,7 milhões de unidades habitacionais. Veja quais são as faixas de renda do Minha Casa, Minha Vida

Faixa Renda máxima
1 R$ 1,8 mil
1,5 R$ 2,6 mil
2 R$ 4 mil
3 R$ 7 mil

UESB abre amanhã (14) inscrições para vestibular 2019 com 1.186 vagas no sudoeste

  • 13 Nov 2018
  • 14:05h

Foto: Brumado Urgente

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) abre, na quarta-feira (14), as inscrições para o vestibular 2019. O prazo termina no dia 2 de dezembro, exclusivamente, pela internet. Segundo informações da universidade, são 47 cursos de graduação, com 727 vagas para o primeiro período letivo de 2019 e 459 para o segundo período. Acesse aqui o edital.Metade dessas vagas são disputadas em ampla concorrência, e a outra metade é destinada aos candidatos cotistas. Além disso, a universidade disponibiliza três vagas adicionais por curso para quilombolas, índios ou pessoa com deficiência (uma por categoria). Entre as opções de curso, são 22 licenciaturas e 25 bacharelados, distribuídos nos três campi. A lista completa de graduações disponíveis por campus pode ser conferida no site da Uesb. As provas serão aplicadas nos dias 20 e 21 de janeiro, nas três cidades onde a Uesb tem campus: Itapetinga, Jequié e Vitória da Conquista. Os candidatos irão fazer provas objetivas e uma redação. As provas objetivas serão divididas em Português (Língua Portuguesa e Literatura Brasileira), Língua Estrangeira, Matemática, Ciências Humanas (História, Geografia e Conhecimentos Contemporâneos) e Ciências da Natureza (Física, Química e Biologia). No ato de inscrição, o candidato deve escolher a opção de língua estrangeira: Inglês, Francês ou Espanhol.

Técnicos do TSE apontam 'inconsistências' nas contas da campanha de Bolsonaro

  • Notícias ao Minuto
  • 13 Nov 2018
  • 13:04h

Adriano Machado / Reuters

A área técnica do Tribunal Superior Eleitoral concluiu na noite desta segunda-feira (12) a análise preliminar da prestação de contas da campanha de Jair Bolsonaro (PSL) e apontou 17 indícios de irregularidade na documentação entregue pela equipe do presidente eleito. Com isso, os técnicos pedem que o ministro-relator, Luís Roberto Barroso, dê prazo de três dias para que a equipe de Bolsonaro encaminhe documentos e esclarecimentos sobre os 17 itens levantados, além de outros seis temas em que apontam inconsistências. Entre os problemas listados pela equipe de análise de prestação de contas está o descumprimento de prazos para informe à Justiça Eleitoral de receitas e gastos, inconsistências entre dados informados pela campanha e aqueles registrados em órgãos oficiais e recebimento de doações de fontes vedadas. Há ainda a afirmação de que a AM4, maior fornecedora da campanha de Bolsonaro, não tem autorização da Justiça Eleitoral para fazer arrecadação de doações pela internet, maior fonte de recursos da campanha do capitão reformado. Os técnicos também querem que a campanha informe os advogados que atuaram para Bolsonaro. A campanha registrou ter gasto R$ 50 mil com serviços advocatícios da Kufa Sociedade de Advogados, mas não prestou informações sobre os outros que atuaram na campanha. Além disso, não há na prestação informações sobre a prestação de serviços contábeis. Reportagens da Folha de S. Paulo mostraram a campanha de Bolsonaro omitiu dados da prestação de contas do primeiro turno. Algumas das informações também não foram apresentadas na prestação final das contas da campanha, entre elas o trabalho de um dos principais advogados da campanha, Tiago Ayres. "Ao efetuar o exame das manifestações e da documentação entregues pelo candidato, em atendimento à legislação eleitoral, foram observadas inconsistências ou registros na prestação de contas, relatados a seguir, para os quais se solicitam esclarecimentos e encaminhamento da documentação comprobatória", diz o parecer, que lista 17 indícios de irregularidade e 6 de inconsistência. Com informações da Folhapress.

Brasil: Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante

  • G1
  • 13 Nov 2018
  • 12:01h

Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

O ex-prefeito da cidade de Baraúna, no Curimataú da Paraíba, foi morto pelo pai após ser confundido com um assaltante na noite desta segunda-feira (12). De acordo com a Polícia Civil, Alyson Azevedo tinha 37 anos e foi até a casa do pai, Adilson Azevedo, também ex-prefeito da cidade, depois de ser chamado por vizinhos porque uma fumaça estava saindo da casa dele e ninguém conseguia acordá-lo. Alyson correu até a casa do pai e tentou arrombar a porta. Nesse momento, o pai atirou de dentro da casa contra o filho achando que se tratava de um assalto. Alyson Azevedo foi baleado no peito, chegou a ser levado para o Hospital de Picuí, mas não resistiu e morreu. A fumaça que saía da casa e chamou a atenção dos vizinhos era de uma panela que estava no fogão. O pai, Adilson Azevedo, vai prestar depoimento à polícia nesta terça-feira (13) sobre o caso. Alyson Azevedo foi eleito prefeito da cidade de Baraúna em 2008, pelo MDB, enquanto seu pai, Adilson Azevedo, foi o candidato eleito das Eleições 2000, pelo mesmo partido, na época ainda PMDB.

Bolsonaro anuncia general Fernando Azevedo e Silva para ministro da Defesa

  • 13 Nov 2018
  • 11:06h

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) anunciou nesta terça-feira (13) que indicou para o cargo de ministro da Defesa o general da reserva Fernando Azevedo e Silva. Bolsonaro confirmou a indicação por meio do Twitter logo após chegar a Brasília. O presidente eleito pousou na manhã desta terça na base área para uma nova rodada de conversas com autoridades. Azevedo e Silva foi chefe do Estado-Maior do Exército e passou para a reserva neste ano. Atualmente, o general assessora o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli. Com a escolha de um general, Bolsonaro mantém um oficial-general de quatro estrelas (topo da carreira) à frente do Ministério da Defesa. O atual ministro é o também general Joaquim Silva e Luna. O presidente eleito chegou a anunciar o general Augusto Heleno para a Defesa, porém optou por colocar o militar no Gabinete de Segurança Institucional.