Mulher é presa por suspeita de guardar seis armas e quase 900 munições em fundo falso de armário, em Goiânia

  • G1
  • 06 Dez 2019
  • 17:09h

(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Uma mulher de 30 anos foi presa suspeita de guardar seis armas e quase 900 munições no apartamento em que mora, no Residencial Eldorado, em Goiânia. Uma das pistolas pertencia a um policial civil que foi furtado. A Polícia Militar acredita que o armamento era de uma facção criminosa e a mulher seria a “guardiã”. “Essa mulher é esposa de um indivíduo faccionado que se encontra recluso no nosso sistema prisional. Essas armas são usadas em crimes de homicídio, roubo e, depois, retornam para essa mulher”, disse o tenente-coronel Durvalino Câmara. Segundo a polícia, uma pessoa viu Cynthia Ferreira Damando de Oliveira em uma área comum do prédio com uma arma e fez a denúncia. A polícia explicou que, ao ser abordada, ela mesma indicou que as armas estavam no fundo falso de um armário. Quando a polícia verificou as armas, viu que uma era da Polícia Civil. “Essa arma foi furtada de um policial civil. Ele estava em momento de lazer e teve a arma furtada de dentro de sua mochila”, disse o PM. A mulher foi presa e levada para a delegacia para ser autuada por receptação, porte e posse de arma. As armas vão ser encaminhadas para a delegacia de homicídios para serem periciadas para saber se elas foram usadas em assassinatos que estão sendo investigados. A PM acredita que as armas era usadas em vários crimes.


Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.