MPE dá parecer favorável ao prefeito Eduardo Vasconcelos: em coletiva de imprensa ele reafirmou que sempre esteve confiante na Justiça

  • Brumado Urgente
  • 03 Dez 2019
  • 20:08h

O prefeito Eduardo Vasconcelos foi muito firme em suas declarações (Foto: Brumado Urgente)

O recurso movido pelo prefeito Eduardo Vasconcelos (PSB) e o seu vice Édio Pereira (PC do B) no caso do processo de cassação promovida pela Justiça Eleitoral de Brumado teve o provimento do recurso confirmado em parecer do Ministério Público Eleitoral, o qual foi assinado pelo procurador regional eleitoral Cláudio Gusmão. Diante dessa sinalização positiva, o prefeito deu uma coletiva de imprensa na tarde desta terça-feira (03), na qual ele expressou que “eu e Édio estávamos completamente tranquilos que esse processo avante. A nossa confiança na justiça apontou sempre para isso”. Mostrando muita segurança, ele discorreu que “o processo teve uma análise de inconsistência das denúncias, ou seja, pelo parecer, nós ficamos muito confiantes na tendência da absolvição em segunda instância” e emendou dizendo que “foi o ministério público eleitoral local que levantou a bola para que a justiça ensejasse a cassação, mas, agora, numa estância maior, foi dado provimento ao nosso recurso, o que faz a sintonia fina com a tendência popular de aprovação que foi expressa maciçamente nas urnas em 2016”. 

Acompanhado do seu vice, Édio Pereira, o prefeito de Brumado expressou sua confiança na absolvição em segunda instância (Foto: Brumado Urgente)

Questionado se pode estar existindo algum tipo de perseguição à sua gestão, Eduardo foi enfático ao afirmar que “existem os que querem o poder, simplesmente pelo poder, então, eles vão para o vale tudo, mas, nós de forma diferente, queremos o bem da coisa pública e o progresso de nosso município, que vive momentos muito positivos e isso incomoda e provoca esse tipo de ação que acaba atrapalhando o crescimento de Brumado, pois temos que perder tempo para nos dedicarmos à nossa defesa em denúncias tão inconsistentes como essa, quando poderíamos estar trabalhando ainda mais para a continuidade de nosso projeto desenvolvimentista”.

Processo
Cassação
Provimento
Recurso
MPE
Eduardo Vasconcelos
Édio Pereira

Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.