Tanhaçu: Jovem que espancou ex-namorada em Guará, SP, é morto em confronto com a polícia

  • G1
  • 02 Dez 2019
  • 08:08h

( Foto: Reprodução/EPTV)

O jovem suspeito de espancar a ex-namorada, de 15 anos, em novembro, em Guará (SP), foi morto em confronto com a Polícia Militar, em Tanhaçu, no interior da Bahia. Segundo a PM, Francisco Felipe da Silva, de 25 anos, estava com a prisão preventiva decretada pela Justiça, e foi localizado na sexta-feira (29) em Ourives, distrito do município baiano. Ele teria resistido à ordem e prisão e disparado tiros contra os policiais, que reagiram e atiraram contra o suspeito. De acordo com a PM, o rapaz foi socorrido e levado a uma unidade de saúde da região, mas não resistiu aos ferimentos. A Polícia Civil de Guará havia instaurado um inquérito contra Silva pelos crimes de ameaça, lesão corporal e violência doméstica. Segundo a família da adolescente, o rapaz era agressivo e ciumento. Após ser atacada pelo ex, a jovem sofreu fraturas nos braços e ferimentos na cabeça. Ela permaneceu internada por duas semanas na Santa Casa, mas já recebeu alta e deverá passar por cirurgia nesta segunda-feira (2), segundo a família. Silva estava desaparecido desde a madrugada de sábado (16), quando invadiu a casa da família da ex e a espancou com uma barra de ferro. Ele ainda tentou atear fogo ao imóvel e agrediu o padrasto da jovem, que também ficou ferido. Na época, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que a Polícia Civil realizava diligências para prender o jovem. Dois dias após o crime, a Justiça mandou prender o suspeito. Segundo a Polícia Militar, o jovem é natural de Valença, no Piauí. Na sexta-feira, os policiais baianos, em parceria com agências de inteligência das PMs de São Paulo, Minas Gerais, Piauí e Bahia, conseguiram localizar o foragido em Tanhaçu. A PM informou que, ao visualizar as equipes policiais, Silva ignorou a ordem para se entregar e passou a atirar contra os oficiais, que revidaram, atingindo o suspeito. Apesar de ter sido socorrido e levado a uma unidade de saúde local, ele não resistiu. Com o agressor, segundo a polícia, foram apreendidos um revólver calibre 38, cinco projéteis deflagrados, uma intacta e três reservas. Também foram achados dois tabletes de maconha, pesando aproximadamente 400 gramas. Ainda não há informações sobre o local onde Silva será enterrado.


Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.