Comunicação de Luto: Morre em Barreiras a jornalista Bruna Pires

  • Redação
  • 08 Out 2019
  • 11:55h

(Foto: Reprodução Redes Sociais)

O jornalismo baiano está de luto. Faleceu ontem (07), na cidade de Barreiras, a jornalista Bruna Pires. A notícia foi confirmada pela assessoria do Hospital do Oeste, onde ela estava internada desde o dia 22 de setembro. Bruna foi vítima de um acidente perto da entrada do aeroporto de Barreiras, onde outros 5 carros estavam envolvidos. No acidente a mãe de Bruna Pires,  Elisabeth Pires morreu na hora. A irmã Bianca Pires e a sobrinha receberam alta logo depois, mas ainda sente as consequências do acidente. As demais vítimas tiveram ferimentos  leves e médios e estão se recuperando em casa, sem uma gravidade aparente. A família ainda não divulgou quando será o velório e o enterro da jornalista.

Uma trajetória rápida e intensa

Bruna tinha 31 anos e atuava na imprensa de Barreiras desde quando se formou no curso de jornalismo da UNIFASB, ela trabalhou em algumas assessorias de imprensa, mas foi na TV Oeste, no departamento de jornalismo, que teve seu potencial jornalístico relevado ao mundo, passou pelo  acervo de imagens da Rede Bahia ( CEDOC ), produtora e editora do departamento de jornalismo. Muito criativa e intuitiva, ela era bem relacionada com as suas fontes e tinha um tom do jornalismo moderno, digital e imediato. Bruna foi uma menina no seu jeito de ser, sempre com uma tirada jovial com roupas estilosas, sempre compondo um look, como ela dizia. Bruna foi mulher quando foi para o desafiador o mercado de trabalho e o enfrentou com garra. Bruna era jornalista, pois nessa profissão onde ela descobriu o sentido da busca e trato com a notícia.

Uma luta pela vida

Desde o acidente dia 22, Bruna estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do Oeste, sempre em estado delicado e sobrevivendo com ajuda de aparelhos e do trabalho médico. Na última semana, uma tentativa de reação foi feita pela equipe médica, alguns avanços foram conseguidos, até animando aos familiares e amigos, mas a ação foi insuficiente deixando uma grande lacuna nas esperanças de uma recuperação. Nesta segunda-feira, depois de muita luta, Bruna partiu deixando saudades para aqueles que conheceram seu jeito menina e alegre de ser.

 

Jornalismo
Bahia
Luto
Barreiras
Bruna Pires

Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.