Madeline Stuart: primeira modelo profissional com Síndrome de Down

  • 25 Mar 2018
  • 16:00h

Com 21 anos, Madeline Stuart se destaca nas passarelas das principais Semanas de Moda desde 2015, sendo a primeira modelo profissional com Síndrome de Down. “Eu absolutamente amo isso!”, diz ela. “Sinto-me orgulhosa e feliz quando estou na passarela. É a melhor sensação do mundo. Infelizmente tem havido muita rejeição ao longo do caminho, o que é difícil, mas eu continuo trabalhando duro e tentando quebrar essas barreiras”, contou ela em entrevista recente para a jornalista Mariah Martinez, do site “Medium”. O desejo de se tornar modelo começou em 2014, quando a australiana foi a um desfile de moda na cidade de Brisbane com a sua mãe, Rosanne. Por ela estar um pouco acima do peso e pelas dificuldades de se locomover nas aulas de dança e esportes, Madeline passou por uma série de mudanças de hábito, encorajada pela mãe. “Madeline seguiu um processo de reeducação alimentar e começou a fazer exercícios seis dias por semana com um personal trainer, cortou o fast food da alimentação e começou a nadar uma hora por dia. Ela não perdeu peso para se tornar modelo, mas se tornou modelo quando perdeu peso ao se sentir fortalecida e confiante para se exibir”, explicou Rosanne em entrevista ao Daily Mail. Hoje, com 23kg a menos, a jovem se considera mais saudável do que era antes. De acordo com o site Pure People, a modelo conta que, para se manter constantemente em forma, ela escreve tudo o que come e também tem um medidor para contar seus passos, e explica que o medidor a encorajou a se movimentar mais. “Perder peso não é fácil, mas vale a pena estar em forma e saudável para viver uma vida mais longa”, explicou ela. Em 2015, depois da reeducação alimentar da filha, Rosanne criou um perfil para Madeline nas redes sociais para mostrar o antes e depois da filha, fazendo dela um exemplo para outros jovens seguirem os seus sonhos. Depois de viralizar na internet, Madeline se tornou notícia em vários países como Estados Unidos, Reino Unido e Austrália. A partir daí, começou a desfilar em grandes eventos como as Semanas de Moda de Nova York, Paris e Londres, Runway Dubai e Semana da Moda Mercedes Benz. Hoje, além de modelo, a jovem é embaixadora da escola de dança “Inside, Outside, Dance Ensemble” e em fevereiro do ano passado, lançou a sua própria linha de roupas, chamada “21 Reasons Why”. Madeline também é um símbolo da luta das pessoas com Down. “Viver com uma deficiência não te impede de realizar seus sonhos. Pessoas com deficiências são capazes e merecem as mesmas oportunidades como qualquer outra”, diz ela.


Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.