Brumado mantém média diária de registros positivos da Covid-19 nos últimos dias; nesta terça-feira foram 08

  • Brumado Urgente
  • 30 Jun 2020
  • 18:04h

(Fotocomposição: Brumado Urgente)

Os números da Covid-19 em Brumado tiveram uma alta neste mês de junho, que já tem a configuração de pico da doença no município, o que vem sendo negado pela SESAU, projetando que o pico deva ser nesse mês de julho, já que com o aumento de fluxo de pessoas, especialmente de outros locais, devido aos festejos juninos, essa é uma previsão plausível. Segundo novo boletim divulgado pela SESAU nesta terça-feira (30), mais 08 casos foram registrados, já se aproximando de 200 casos da doença. São 52 pacientes estão em tratamento, com 131 curados e 01 hospitalizado e 36 aguardando resultado, além dos 3 óbitos já registrados.

(Divulgação: SESAU Brumado)

Não deu nem para esquentar a cadeira: Decotelli deixa MEC após revelações falsas em currículo

  • Redação
  • 30 Jun 2020
  • 17:33h

(Foto: Reprodução)

O novo ministro da Educação, Carlos Decotelli, anunciou nesta terça-feira (30) o seu pedido de demissão do Ministério após cinco dias de nomeação do cargo pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Segundo o site do jornal Folha de S. Paulo a demissão foi a maneira que o governo federal encontrou para encerrar a crise criada por causa das irregularidades no currículo lattes divulgado por Decotelli. Agora o MEC volta a cogitar para o cargo de ministro o secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, o ex assessor do Ministério da Educação, Sérgio Sant’Ana e o conselheiro do Conselho Nacional de Educação (CNE), Antonio Freitas. Antonio é pró-reitor da Fundação Getúlio Vargas e aparecia no currículo de Decotelli como orientador do doutorado que ele afirmou ter realizado, mas foi desmentido pela própria FGV. Em uma declaração na noite de segunda-feira (29), Decotelli negou que havia plágio em seu currículo e negou a saída do ministério.

Site da Caixa Econômica Federal registra instabilidade nesta terça (30)

  • Agência Brasil
  • 30 Jun 2020
  • 17:24h

Instituição confirmou problema e informou que instabilidade ocorreu por conta de aperfeiçoamentos para dar conta ao volume de acessos | Foto: Reprodução

Os clientes da Caixa Econômica Federal que usaram o site do banco enfrentaram instabilidades nesta terça-feira (30). Desde o início da manhã, correntistas relataram dificuldades em fazer consultas e concluir transações. A instituição confirmou o problema, mas informou que a instabilidade se deveu à adoção de aperfeiçoamentos para dar conta do crescimento de volume de acessos nos últimos meses. Segundo o banco, o serviço já foi normalizado nesta tarde. “A Caixa informa que registrou intermitência no Internet Banking em virtude da implementação de melhorias para atender ao crescimento do volume de acessos simultâneos. Os acessos já estão normalizados”, informou a assessoria de imprensa da instituição.

COMUNICADO A SOCIEDADE

  • Renato Santos
  • 30 Jun 2020
  • 16:56h

A OMESB (Ordem de Ministros Evangélicos do Sudoeste Baiano) vem através de nota esclarecer, que mesmo não concordando com o fechamento das igrejas,  acata decisão publicada no decreto n° 5.293 emitido pelo município no dia 25 de Julho de 2020 que suspende os efeitos dos decretos municipais publicados anteriormente, N°s 5.259/2020, 5.262/2020 e 5.266/2020.

Em reunião com as lideranças evangélicas da cidade, ficou decidido que as igrejas que fazem parte da OMESB, se manterão fechadas, em primeiro momento até a decisão judicial que está prevista para ser tomada dia 09 de Julho, quando será definido pela justiça se os serviços denominados não essências serão ou não reativados. Manteremos o seguimento informado sobre as decisões que influenciam direta e indiretamente a igreja do Senhor e toda sociedade brumadense.

Clóvis Fraga

Presidente

 

Departamento de comunicação e Marketing

Aeroporto Glauber Rocha volta a funcionar amanhã (01)

  • Redação
  • 30 Jun 2020
  • 15:29h

(Foto: Reprodução)

Aos poucos os serviços vão sendo normalizados em Conquista. Um deles é o aeroporto Glauber Rocha, que volta a receber voos nesta quarta-feira (1º), apenas com a empresa GOL. Segundo o empresário José Maria Caires, em entrevista concedida nesta terça-feira (30) ao programa Redação Brasil, a marca vai oferecer voos para São Paulo e Salvador. A expectativa é que a Azul volte a operar em agosto.

Polícia investiga morte de empresário dentro de Hillux

  • Informações do Blog do Léo Santos
  • 30 Jun 2020
  • 14:19h

(Foto: Blog do Léo Santos)

A Polícia Civil já deu início as investigações da morte do empresário Eduardo Sousa Pereira Júnior, 41 anos, vítima de disparos de arma de fogo na noite de ontem (29) na Zona Leste de Vitória da Conquista. O crime chocou a cidade. 

Quase tudo certo: as eleições vão ser mesmo adiadas para novembro

  • Levi Vasconcelos
  • 30 Jun 2020
  • 11:42h

E se as eleições forem adiadas, 40 dias a mais vão fazer diferença? Seja como for, a eleição vai ocorrer em plena pandemia | Foto: Brumado Urgente Conteúdo

E até outubro, como estará a pandemia no Brasil? Os nossos governantes estarão dando sinais de que estão ganhando a parada? A situação é parecida com a de hoje ou estaremos numa situação descontrolada em calamidade plena?

A resposta aí seria uma exercício de futurologia, mas o ministro Luís Barroso, presidente do TSE, reuniu os presidente do Senado, David Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e especialistas, inclusos virologistas e infectologistas. A posição é unânime: ganhar tempo é fundamental.

Dá cá

E se as eleições forem adiadas, 40 dias a mais vão fazer diferença? As autoridades trabalham com a tese de que a partir do fim de julho, a curva vai começar a cair.

Mas seja como for, a eleição vai ocorrer em plena pandemia. E Barroso diz que esse é o xis da questão:

— Precisamos de tempo, sim, para organizar eleições em condições tão excepcionais como essa.

Transformar essa determinação de Barroso em lei é o nó do gargalo. Mas as reações do Centrão, especialmente de PL, PP e Republicanos, os que mais resistiam, aplacaram. O deputado Elmar Nascimento (DEM), que é a favor do adiamento, diz que o acordo está quase selado.

Pelo que está posto, os prefeitos, que estão em campanha dose dupla, contra a Covid e a eleitoral, ganharão uma compensação de R$ 6 bilhões por causa das perdas do FPM. É o ‘dá cá’.

Convenções remotas

Os que dizem que a sociedade em rede acelerou a pavimentação do caminho do futuro ganham mais um argumento: o leque de atos oficiais gerados e paridos pela via remota se amplia com a definição, pelo TSE, das regras para os partidos realizarem suas convenções partidárias.

Os pontos-chave da questão são dois:

1 – As atas serão registradas no módulo Sistema de Candidaturas (CANDex), do próprio TSE.

2 – Para o quórum das convenções, vão valer assinaturas eletrônicas, como hoje nas urnas, no ato de votar.

Conforme as regras atuais, com o primeiro turno em 4 de outubro, o prazo das convenções é de 20 de julho a 5 de agosto.

Se a PEC do Adiamento passar, como tudo indica, o prazo muda para entre 31 de agosto e 6 de setembro.

Pandemia à parte, o sistema remoto veio para ficar.

Região: Suspeito de assassinar, esquartejar e desovar corpo de jovem em uma mala morre em confronto com a polícia

  • Informações do Sudoeste Bahia
  • 30 Jun 2020
  • 09:32h

(Foto: Reprodução)

Um homem identificado como Isaias Lima Batista de Jesus, de 34 anos, suspeito de assassinar, esquartejar e dispensar o corpo de um jovem em uma mala morreu na noite do último sábado (27), em uma troca de tiros com a Rondesp em Vitória da Conquista, na região sudoeste da Bahia. De acordo com informações da polícia, ele estava em uma residência quando recebeu a guarnição a tiros. Houve um confronto e ele acabou sendo atingido. Isaías foi levado para o hospital, mas não resistiu e veio a óbito. A polícia afirma que ele era suspeito de ter assassinado o jovem Lucas Eduardo de Menezes Morais, 21 anos. O corpo do rapaz foi encontrado esquartejado dentro de uma mala no Anel Viário de Vitória da Conquista, em março desse ano. O rapaz estava desaparecido e a família iniciou as buscas após não conseguirem contato com o jovem.

Projeto de Lei 17/2020 que trata do empréstimo consignado para os servidores municipais é aprovado em segunda votação; bancada de situação votou contra

  • Ascom | CMB
  • 30 Jun 2020
  • 09:18h

As discussões foram intensas, mas, no final o projeto foi aprovado (Foto: AScom | CMB)

O atual momento da Câmara de Vereadores de Brumado é de intensos debates, o que acaba tendo um certo equilíbrio de forças entre situação e oposição. Os projetos apresentados são objeto de muita discussão, muitas vezes acaloradas. Foi assim na noite desta segunda-feira (29), onde o Projeto de Lei 017/2020, que foi para a segunda votação, o qual acabou sendo o centro das discussões. O projeto, de autoria da maioria dos vereadores, tratava da questão dos empréstimos consignados aos servidores públicos municipais, os quais teriam o respectivo desconto na folha de pagamento. Segundo os vereadores de situação, a votação era inócua, porque a lei já está em vigência. A oposição argumentou que mesmo em vigência existiam muitas restrições, principalmente porque o prefeito teria o direito de vetar. Foi insinuado inclusive que poderia estar existindo favorecimentos à instituição financeira, o que, com a nova votação iria ser desfeito, já que não poderia mais existir o veto por parte do chefe do executivo. No final, o projeto foi aprovado pela maioria e irá entrar em vigor permitindo assim que os servidores públicos municipais tenham acesso ao empréstimo consignado, o qual tem o teto de 30% do salário.

Agências dos Correios passam a renegociar dívidas via Serasa

  • Redação
  • 30 Jun 2020
  • 07:38h

(Foto: Brumado Urgente Conteúdo)

A partir desta segunda-feira (29), os devedores com o nome inscrito na Serasa poderão renegociar os débitos atrasados ou negativados em mais de 7 mil agências dos Correios espalhadas por todo o Brasil. Com descontos que podem chegar a 90%, os refinanciamentos podem ser feitos diretamente nos guichês de atendimento. Segundo a Serasa, a parceria com os Correios é importante para ajudar a parcela da população sem acesso à internet. O processo é rápido. Basta o consumidor ir à agência mais próxima com o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e algum documento oficial com foto e pedir o serviço Serasa Limpa Nome no balcão. A consulta e a impressão do boleto para o pagamento levarão de dois a cinco minutos. Esse é o terceiro serviço oferecido pela Serasa nas agências dos Correios. Atualmente, o cliente também pode verificar a situação do CPF por meio do serviço Meu Serasa e analisar o CPF, o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) e a pontuação na Serasa de terceiros por meio do serviço “Você Consulta”. A consulta aos dados de terceiros permite proteger o consumidor de fraudes e de prejuízos com quem se deseja fazer uma negociação. Relançado há quase dois anos, o Serasa Limpa Nome fechou mais de 9,7 milhões de acordos e concedeu mais de R$ 344 bilhões em descontos na plataforma. Além das agências dos Correios, o serviço de renegociação está disponível no site da Serasa e nos pontos de atendimento da empresa. Para usar os serviços da Serasa nos Correios, o consumidor precisa pagar taxas de administração. Cada dívida renegociada custa R$ 3,60. A impressão da segunda via de boletos custa R$ 2,60 por acordo. O serviço Meu Serasa, de autoconsulta, custa R$ 14. O serviço Você Consulta, para análise de dados de terceiros, cobra R$ 21,60.

Prefeito de Conquista afirma que se o comércio não for aberto os prejuízos serão incalculáveis

  • Redação
  • 30 Jun 2020
  • 07:32h

(Foto: Reprodução)

A Prefeitura de Vitória da Conquista entregará hoje na Vara da Fazenda Pública, a defesa contra Ação Civil Pública, do Ministério Público, que solicitou a revogação do Decreto do prefeito Herzem Gusmão (MDB), que ampliou a flexibilização de atividades comerciais na cidade. “Espero que seja indeferido o pedido do MP que vai impor prejuízos incalculáveis a economia do município. A nossa gestão está preocupada com vidas preciosas, e a nossa cidade, possui a menor taxa de mortalidade das grandes cidades de todo Nordeste do Brasil. Na Bahia somos outro grande exemplo. Menor registro de óbitos e casos, entre algumas cidades com população menor que a nossa Vitória da Conquista”, vem declarando o prefeito Herzem Gusmão.

Sem recomposição, 'prefeituras fecharão portas antes do fim do ano', diz Eures Ribeiro

  • BN
  • 29 Jun 2020
  • 19:44h

Foto: Divulgação

A crise provocada pela pandemia do novo coronavírus acertou em cheio as receitas municipais. Em Brasília, para cobrar a prorrogação da compensação de perdas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) até dezembro, o prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro (PSD), presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) e vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), revela que “ou a União faz a recomposição ou as prefeituras fecharão as portas antes do fim do ano”.

Segundo o gestor, as perdas de arrecadação dos municípios brasileiros este ano são estimadas em R$ 74 bilhões e devem inviabilizar serviços essenciais no momento em que a população mais necessita da administração pública. Ribeiro desembarcou na capital federal nesta segunda (29) com a tarefa de comprometer os deputados a pressionarem o Planalto, para estender a Medida Provisória 938/2020 até o final deste ano. A medida prorrogaria até dezembro de 2020 a compensação de recursos da variação nominal negativa do FPM, que já vigora de março a junho.

Ribeiro diz que os gestores municipais defendem que esse auxílio financeiro ao FPM seja mantido como garantia de receita no mesmo patamar de arrecadação de 2019. “Já estamos em Brasília, em contato com os deputados, para deixá-los cientes da quebradeira geral que vem por aí. É preciso uma decisão urgente para evitar o caos fiscal nos municípios”, defendeu Ribeiro. 

O vice-presidente da CNM acrescenta que o momento é oportuno para levantar o debate. “O Congresso está pautando a prorrogação das eleições deste ano ao custo de US$ 4 bilhões. Se podemos organizar o pleito, é sinal que temos recursos para garantir serviços básicos. Até porque, sem recursos, o vírus vai contaminar também o debate político. Numa crise dessas, não tem gestor que faça milagres e os adversários vão cair para cima”, avaliou Ribeiro.

Boletim Epidemiológico Covid-19 - Edição 29/06/2020 – Brumado.

  • Ascom | PMB
  • 29 Jun 2020
  • 19:38h

(Divulgação: SESAU)

Nesta segunda-feira , 29 de junho de 2020, o município de Brumado registra 178 casos confirmados da Covid-19, o novo coronavírus. O número representa 9,33% do total de 1.906 notificações. Entre os diagnósticos: 2 internações, 3 óbitos, 50 pacientes em tratamento e 125 recuperados. No momento, 45 ainda aguardam resultado laboratorial e 601 já foram descartados. As notificações suspeitas abrangem pacientes com quadros de síndromes gripais diversas, dentre os quais alguns se encaixam nos critérios para realização do exame RT-PCR ou via teste rápido. Estes últimos estão sendo usados de forma criteriosa, em casos excepcionais, como estratégia para ampliar e tornar mais eficaz o enfrentamento à pandemia no município. 

 

Decotelli demonstra preocupação com permanência e posse no MEC

  • BN
  • 29 Jun 2020
  • 18:41h

Foto: Marcos Corrêa / PR

Desde que teve o nome anunciado como novo ministro da Educação na semana passada, revelações sobre o currículo de Carlos Alberto Decotelli tem vindo a tona. O novo titular do MEC incluiu informações equivocadas no currículo, e este fato tem gerado incertezas sobre a permanência dele no comando da pasta, de acordo com informações apuradas pela Folha de S. Paulo. 

A reportagem traz que Decotelli teve o nome publicado como ministro em edição extra do Diário Oficial na quinta-feira (25). A cerimônia de posse do cargo, agendada inicialmente para esta terça-feira (30), ainda não estava confirmada até o fim da manhã desta segunda-feira (29).

A apuração da Folha ainda indica que o próprio Decotelli está demonstrando certa insegurança e preocupação com a permanência. O novo ministro citou para interlocutores que percebia perseguição da imprensa.

Defensoria pede ao CNJ a não realização de audiência de custódia por videoconferência

  • Redação
  • 29 Jun 2020
  • 11:56h

(Foto: Reprodução)

A Defensoria Pública da Bahia (DP-BA), junto com outras 152 instituições, pediu ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) a não realização de audiências de custódia por videoconferência durante a pandemia do coronavírus. A possibilidade de realização das audiências de forma virtual estava pautada para a última semana, mas foi retirada da pauta do plenário do CNJ.  “A principal qualidade da audiência de custódia é o fato de que o réu está ali, presencialmente, frente a frente com o juiz, o defensor e o promotor. Essa presença contraria o discurso que trata o acusado como alguém estranho, alguém de fora da sociedade ou até como um monstro e mostra que quem está sendo julgado ali é um ser humano. Por isso, não faz sentido realizar um ato que tem este cerne por videoconferência, o que esvazia completamente o diferencial do ato. Fazer uma audiência de custódia por videoconferência significa esvaziar o seu sentido”, explicou o defensor público geral da Bahia, Rafson Saraiva Ximenes.  No ofício, as instituições lembram que a Resolução nº 213/2015, do próprio CNJ, destaca que “a condução imediata da pessoa presa à autoridade judicial é o meio mais eficaz para prevenir e reprimir a prática de tortura no momento da prisão”. “Assim, audiência de custódia não cumpre sua função precípua quando realizada por meio virtual, tanto por não ser possível ao magistrado identificar adequadamente indícios da prática de tortura, como por não garantir que o ambiente em que a pessoa presa estará quando ouvida seja livre de interferências externas, garantindo-se um mínimo de segurança para um relato desembaraçado e verdadeiro”, destacam as instituições, em um dos trechos do ofício. As entidades solicitam ao CNJ, a realização de debates públicos, a manutenção do artigo 19 da minuta da Resolução – que veda a possibilidade de realização destas audiências por videoconferência, que seja proposto um cronograma para retomada gradual das audiências de custódia de forma presencial, além de ser obrigatório o cumprimento do artigo 8º da Recomendação 62/2020 do CNJ junto aos Tribunais de Justiça – sobre a adoção de medidas que permitam a verificação da ocorrência de tortura ou maus tratos no momento da prisão.