Febre Chikungunya poderá ser transmitida também pelo Aedes aegypti

  • Informações da Agência Estado
  • 10 Abr 2014
  • 09:23h

A febre chikungunya tem sintomas semelhantes aos da dengue (Foto: Reprodução)

Velho conhecido dos brasileiros, o Aedes aegypti pode se tornar transmissor de mais uma doença no País, além da dengue e da febre amarela. Pesquisa do Instituto Oswaldo Cruz, publicada no Journal of Virology, mostra que os insetos que circulam por aqui têm alta capacidade para transmitir a febre chikungunya, provocada por vírus de mesmo nome que circula por 40 países e chegou recentemente ao Caribe. O trabalho, realizado em parceria com o Instituto Pasteur, mostrou que além do A. aegypti, o Aedes albopictus têm potencial elevado de disseminar a febre. A preocupação dos pesquisadores é maior com a proximidade da Copa do Mundo, com o aumento de turistas no País. A febre chikungunya tem sintomas semelhantes aos da dengue – dor de cabeça, febre alta, dor muscular. O que diferencia as doenças são as fortes dores nas articulações, que em alguns casos pode durar meses. O chikungunya também não provoca alterações sanguíneas, como queda de plaquetas, que leva à forma hemorrágica, no caso da dengue. Os pesquisadores começaram a investigar a transmissão do vírus depois que foram registrados os primeiros casos no Brasil, em São Paulo e no Rio, a partir de 2010. Os infectados haviam visitado a Indonésia, mas a doença não se espalhou pelo País. “Nos perguntamos se os nossos mosquitos, nas Américas, não eram suscetíveis. Fizemos o estudo com amostras de cepas isoladas na África, e em regiões dos oceanos Índico e Pacífico. Quando estávamos terminando o estudo – e concluímos o potencial de transmissão -, começou o surto nas ilhas francesas do Caribe”, afirmou o pesquisador do laboratório de Hematozoários do Instituto Oswaldo Cruz, Ricardo Lourenço, que coordenou o estudo. “Estamos muito assustados de o vírus se espalhar pelo Brasil. Porque além de termos os mosquitos transmissores, temos uma população suscetível, que nunca teve contato com esses anticorpos”.

 

Tribunal Regional Eleitoral testa 615 urnas na Bahia

  • Noemi Flores, Tribuna da Bahia
  • 10 Abr 2014
  • 09:13h

(Foto: Reprodução)

A Bahia já testou  615 urnas durante o I Simulado Nacional de Urnas de 2014 para as eleições de outubro, quando o brasileiro votará  para a Presidência da República, Senado, Câmara Federal e Estadual. Os testes foram realizados desde segunda-feira e terminaram ontem no Centro de Apoio Técnico (CAT), do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) , localizado em Pirajá (BR-324). De acordo com o chefe da Seção de Logística e Voto e Informatizado (Sevin), Livio Ara, “foi testado em março cerca de 10% de todas as urnas, para se ter uma previsão do que pode acontecer de falha”, explicou. Em relação aos resultados finais, Ara afirma que ainda não se tem um saldo total dos principais defeitos apresentados “porque anotamos tudo e só no final da votação simulada, os dados serão enviados para equipe técnica do TRE-BA, que irá fazer a totalização dos votos”. Para os testes não foram inseridos nomes de personalidades importantes, como em outros anos já aconteceu. Desta vez a opção foi por nomes estrangeiros e de difícil pronúncia. Para a realização destes testes foram cedidos dois servidores de cada Zona eleitoral da Capital totalizando 40 pessoas que participaram da equipe. “A equipe ficou no CAT simulando os votos nas urnas para testar o funcionamento”, explicou o Coordenador de Suporte e Voto Informatizado do TRE-BA, André Cavalcante. De acordo com o Calendário Eleitoral 2014, da Justiça Eleitoral, instituído pela Resolução 23.390/2013, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) os eleitores têm até 7 de maio para regularização da situação eleitoral.

 

Justiça Eleitoral mantém cargo de prefeita e vice de Coaraci

  • 10 Abr 2014
  • 09:04h

Os mandatos da prefeita de Coaraci, Josefina Maria Castro Alves (PT) e de seu vice, Sérgio Fraife (PP), foram mantidos por determinação do juiz Izaqueu Lourenço da Silva Junior, da 135ª Zona Eleitoral, que julgou improcedente o pedido de cassação feito pelo Ministério Público Federal (MPF). As duas ações civis públicas impetradas pelo MPF, com base em relatórios da Controladoria Geral da União (CGU), acusava a prefeita de fraudes em licitações e utilização irregular de verba pública em 2009. Josefina afirma que ela e seu vice estavam tranquilos quanto à decisão. "Sempre pautamos nossa ação baseado na ética e na legalidade”.

Nunca vi um Brasil tão esculhambado (A IncomPeTência)

  • Por Arnaldo Jabor
  • 09 Abr 2014
  • 16:43h

(Imagem Ilustrativa)

Nunca vi o Brasil tão esculhambado como hoje. Perdoem a palavra grosseira, mas não há outra para nos descrever. Já vi muito caos no País, desde o suicídio de Getúlio até o porre do Jânio Quadros largando o poder, vi a morte de Tancredo na hora de tomar posse, vi o País entregue ao Sarney, amante dos militares. Vi o fracasso do Plano Cruzado, vi o escândalo do governo Collor, como uma maquete suja de nossos erros tradicionais, já vi a inflação a 80% num só mês, vi coisas que sempre nos deram a sensação fatalista de que a vaca iria docemente para o brejo, de que o Brasil "sempre" seria um país do futuro. Eu já senti aquele vento mórbido do atraso, o miasma que nos acompanha desde a Colônia, mas nunca vi o país assim. Parece uma calamidade pública sem bombeiros, parece um terremoto ignorado. Por que será? É óbvio que não é apenas o maluco governo do PT, mas também as marolas que ele espalha, os nós frouxos de uma política inédita no País que nem atam nem desatam. Agora, tudo vai muito além da tradicional incompetência que sempre tivemos: linear, a boa e velha incompetência pública de sempre. Dá até saudades. A incompetência de agora é ramificada, "risômica", em teia, destrutiva, uma constelação de erros óbvios que eu nunca tinha visto. No dia a dia só vemos fracassos, obras que não terminam, maquiagem de números, roubalheiras infinitas e danosas, vemos o adiamento de tudo por causa das eleições. Tudo vai explodir em 2015, o ano da verdade feia de ver. O mal que essa gente faz ao País talvez demore muitos anos pra se reverter.

Mas, aqui, não quero falar da corrupção, burocracia, clientelismo e outras mazelas. Como é o "rationale" que usam para justificar o desmembramento do País que estão a executar? Quais são as principais neuroses da velha cabeça da esquerda, suas doenças infantis, etc.? Interessa ver o mapa do inconsciente petista. Interessa ver a incompetência dessa gente que conheço desde a adolescência, quando participava das infindáveis reuniões políticas para "mudar" o País - muito cigarro e a sensação de viver uma "missão profunda". As discussões sem-fim: "Questão de ordem, companheiro!", "o companheiro está numa posição revisionista" ou "a companheira está sendo sectária em não querer dar para mim". Os fins eram magníficos, os diagnósticos tinham pontos corretos, mas, no fim das madrugadas, alguém perguntava: "O que fazer?" (como queria Lenin...). Aí, todo mundo embatucava. Ninguém sabia nada. E tentavam agir, mas só apareciam erros desastrosos e a incapacidade de organização concreta; mas, tudo era desculpado pela arrogância de quem se achava na "linha justa". O povão era usado para a "boa" consciência, o povão era o salvo-conduto para a alma pacificada, sem culpas - o povão era nossa salvação. Pensávamos: "Um dia eles serão 'homens totais', 'sujeitos da história', enquanto os mendigos vomitavam no meio-fio - os que a gente chamava com desprezo de "lumpens". O ponto de partida da incompetência é se sentir competente. A incompetência atual é competente como nunca. O homem "bom" do partido não precisa estudar nem Marx nem nada, apenas derramar sua "missão" para o povo. Administrar é coisa de burguês, de capitalista. E dá trabalho, é chato pacas examinar estatística, analisar contratos da PTbrás, tarefas menores, indignas de líderes da utopia. Para eles, o Estado é o pai de tudo. Logo, o dinheiro público é deles, a empresa pública é deles, roubar é "desapropriar" a grana da burguesia. Os petistas se sentem "bons". Eles são o 'Bem' e o resto é ou massa de manobra, a massa atrasada, ou "elementos neoliberais da direita". Ser o Bem te absolve; é irresistível entrar para um partido assim. É prato feito para os narcisistas da pesada ou psicopatas - nada melhor do que um partido do "bem" para a arrogância descarada e legitimação de qualquer roubo e a mentira. Outra doença infantil (ou senil) é a permanência de (não riam...) de Hegel nas mentes da "esquerda". O filósofo que formou Marx continua nos corações petistas. Por esse pensamento, qualquer erro é justificável por ser uma "contradição negativa", ou seja, qualquer cagada (perdão...) é o passo inicial para um acerto que virá, um dia. Como escreveu o filósofo Carlos Roberto Cirne Lima em Depois de Hegel, de 2006, Hegel tem a tendência muito forte de dizer que tudo que "é", a rigor, tinha que ser. Hegel diz que para entender a história é preciso afastar a contingência. Hegel vai provocar o grande erro de Marx de que a história é inexorável e que, portanto, a revolução comunista é um momento da história, que necessariamente vai acontecer. Esse é o primeiro grande erro de Hegel. E Cirne Lima reclama: "Nenhum lógico lê nosso trabalho porque ele trata de Hegel, e nenhum hegeliano o lê porque é lógica". Assim, se organiza a burrice, a estupidez (notem que falo do "id" petista), a negação de qualquer facticidade, a adoção só de ideias gerais, dedutivas, o desejo de fazer o mundo caber num ideário superado ('aufheben'). Daí a desconfiança no mercado, nos empreendedores, contra todos que trabalham indutivamente, com o mistério das coisas singulares no centro da sociedade civil que eles veem como uma anomalia atrapalhando o Estado. Os esquerdistas se sentem parte de uma dinastia desde Stalin - as palavras e conceitos ainda são usados. E, como no tempo do Grande Irmão, há o desejo de apagamento do sujeito ou seja, nem a morte tem importância para sujeitos que viram objetos. Vide Coreia. Até o assassinato pode ser absolvido como uma necessidade histórica. Um dia, um companheiro (que morreu há pouco...) me disse: "Não tema a morte. Marx disse que somos seres sociais. O indivíduo é uma ilusão. Para o comunista, a morte não existe". E eu sonhei com a vida eterna. Essas são algumas das doenças mentais que estão levando o Brasil para um pântano institucional. Temos que nos salvar desse determinismo suicida. Se houver a vitória de Dilma ou a volta de Lula estaremos, como diria Hegel, fo&#dos - numa 'contradição negativa' que vai durar décadas para ser "superada".

CONTINUE LENDO

CEMNAS COC realizará bazar beneficente em 13 de abril na praça da Prefeitura

  • Assessoria de Comunicação CEMNAS COC – Izidy Ramel Comunicação
  • 09 Abr 2014
  • 16:05h

(Divugação)

Com o compromisso de desenvolver ações que demostrem o quão importante é exercer a cidadania, não apenas no momento de cobrar direitos, como também de cumprir deveres, o CEMNAS COC, mais uma vez, criou um projeto social, que vai beneficiar instituições de caridade de Brumado. No dia 13 de abril, próximo domingo, a escola realizará um bazar solidário, com produtos de qualidade, na praça Coronel Zeca Leite, conhecida como praça da prefeitura, a partir das 17h00. O valor arrecadado com a venda de todos os produtos será repassado para instituições de caridade da nossa cidade. Não perca a oportunidade de presenciar tal realização tão nobre. Participe você também desta tarde especial, pois atos de cidadania precisam ser abraçados por toda a sociedade.CEMNAS COC – a escola que sempre desenvolve projetos que envolvem toda a comunidade!

 

Segundo estudo do setor de micrologia da Ufba, água de garrafões traz riscos à saúde

  • Brumado Urgente
  • 09 Abr 2014
  • 14:27h

(Foto: Reprodução)

A segurança de estar bebendo água limpa, criteriosamente fiscalizada, tanto na fonte, quanto nas empresas de envase, pode cair por terra caso o produto não tenha o armazenamento devido. Em todo o Estado da Bahia, não é difícil encontrar os garrafões de 20 litros comercializados em qualquer estabelecimento, muitas vezes expostos a poeira, sujeira, e em contato direto com o chão e com outros produtos. Mesmo os recipientes de 1litro e 500 ml vendidos nos supermercados e até nas sinaleiras, precisam de cuidados no manuseio para que as características da água mineral não sejam modificadas. É o que explica a farmacêutica bioquímica de alimentos Clícia Capibaribe Leite, coordenadora do Laboratório de Microbiologia de Alimentos e Água da Faculdade de Farmácia da Ufba. 
 

Dica da Semana do Rei do Som

  • Rei do Som
  • 09 Abr 2014
  • 12:38h

(Imagem Ilustrativa)

As principais freqüências de um aparelho de som são divididas em cinco, dez ou doze faixas de regulagem. Elas se referem ao nível de graves, médios e agudos nas músicas, enfatizando cada uma das freqüências de acordo com a preferência do usuário. Confira abaixo as principais divisões que encontramos nos aparelhos de som mais comuns.

  Faixa de 16 Khz: Agudos super delicados. 
  Faixa de 8 Khz: Agudos comuns. 
  Faixa de 4 Khz: Agudos estridentes.
  Faixa de 2 Khz: Médios. 
  Faixa de 1 Khz: Médios. 
  Faixa de 500 Hz: Médio-graves. 
  Faixa de 250 Hz: Médio-graves. 
  Faixa de 125 Hz: Graves normais. 
  Faixa de 64 Hz: Sub graves. 
  Faixa de 32 Hz: Sub graves extremos

Esta dica visou melhorar um pouco o conhecimento do usuário na questão da equalização do som automotivo. Faça uma visita à loja Rei do Som e conheça a nossa linha de produtos de qualidade. 

Domésticos: patrões serão multados por não assinar carteira

  • Informações da Agência Brasil
  • 09 Abr 2014
  • 12:20h

(Foto: Reprodução)

A presidenta Dilma Rousseff sancionou a lei que prevê o pagamento de multa de um salário mínimo, atualmente R$ 724, caso o empregador não assine a Carteira de Trabalho do empregado doméstico. A Lei 12.964 foi publicada hoje (9) no Diário Oficial da União. A possibilidade de pagamento de multa em caso de infração passa a valer em agosto deste ano, 120 dias após a publicação desta quarta-feira. A nova legislação inclui um dispositivo que dispõe sobre a profissão de empregado doméstico, da década de 70. Segundo o artigo adicionado, as multas e os valores estabelecidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) para os demais trabalhadores passarão a valer também para os domésticos, caso o empregador não anote na Carteira de Trabalho a data de admissão e a remuneração do funcionário. De acordo com a CLT, uma empresa - ou, no caso do trabalhador doméstico, o empregador - que não registrar em carteira a contratação terá de pagar um salário mínimo por funcionário não registrado. A multa dobra caso haja reincidência. Conforme entendimento da Justiça do Trabalho, um empregado doméstico tem de exercer atividades em determinada residência pelo menos três vezes por semana para que seja estabelecido o vínculo empregatício e passem a valer as regras trabalhistas. Caso contrário, trata-se de diarista, em que não há obrigatoriedade de formalização por meio de Carteira de Trabalho.

Guanambi: Revenda de motos continua sem dar explicações sobre suposto calote

  • Por Bonny Silva
  • 09 Abr 2014
  • 11:48h

(Foto: Bonny Silva)

Mesmo diante de uma enxurrada de queixas na polícia, onde clientes da DN Motos afirmam ter adquiridos produtos daquela empresa e não tê-los recebidos a empresa não se manifestou até o momento como vai ficar a situação dos seus clientes. Várias tentativas de falar com a gerência da empresa foram feitas e em nenhuma vez foi dada informação. Há cerca de duas semanas, um advogado na Delegacia de Polícia informou que devido a uma série de problemas, foi necessário um levantamento da real situação, para que fossem dadas as explicações e consequentemente as soluções. Contudo diante do crescente número de pessoas que se sentem lesadas, nossa reportagem esteve na empresa e mais uma vez não encontrou ninguém responsável da empresa que pudesse apresentar qualquer posicionamento oficial da DN Motos, lá foi encontrado um pequeno panfleto onde é admitido que a empresa passa por dificuldades, pedindo um “pouco de paciência” pois uma equipe fazendo uma avaliação para encontrar a solução. 

Vereador Zé Carlos de Jonas faz solicitação urgente visando a mobilidade rural

  • Daniel Simurro / Brumado Urgente
  • 09 Abr 2014
  • 10:46h

O vereador ouviu atentamente os apelos da comunidade sobre a importância da obra (Foto: Assessoria Parlamentar)

O vereador José Carlos de Jonas (PT) continua tendo na sua agenda de trabalho a zona rural como foco de suas ações parlamentares, sendo ele um dos vereadores brumadenses mais atuantes nesse sentido. Ele que representa várias comunidades rurais é conhecedor profundo da realidade do homem do campo, o que faz com que a grande maioria das suas indicações e requerimentos seja direcionada para a zona rural. Desta feita, na última sessão da Câmara de Vereadores de Brumado, ele entrou com uma indicação com urgência ao prefeito Aguiberto Lima Dias (SDD) para que seja construída uma Passagem Molhada ligando as comunidades de Boi Morto e Agristim, as quais pertencem ao Distrito de Ubiraçaba. Segundo a justificativa apresentada pelo parlamentar, a construção tem que ser feita em caráter de urgência, pois os moradores relatam um grande sofrimento na época das chuvas. Segundo José Carlos de Jonas “essa é uma obra de grande importância que irá beneficiar aproximadamente 400 famílias” e ainda alega que “como vi se iniciar o período da estiagem o momento de construir a passagem molhada é agora. Creio que o prefeito que vem se mostrando muito sensível às demandas do meio rural atenderá a nossa indicação”. Segundo informações colhidas pelo Brumado Urgente o chefe do executivo acolheu imediatamente a indicação e já teria ordenado o início das obras. 

O vereador ao lado do ex-vereador Manoel Borges se inteirando das grandes demandas do Distrito de Ubiraçaba (Foto: Assessoria Parlamentar)

Lua de Sangue será visível no céu na próxima semana

  • Com informações do Terra
  • 09 Abr 2014
  • 09:23h

As luas de sangue serão um grande espetáculo em Brumado (Foto: Daniel Simurro / Brumado Urgente)

Na próxima semana será possível ver o eclipse lunar conhecido como “lua de sangue”, este ano o fenômeno vai acontecer quatro vezes até o mês de setembro. A informação da NASA sobre o eclipse desta terça-feira (8) quando Marte, Terra e Lua se alinham, ganhou destaque por anteceder as “luas de sangue”. As luas de sangue são interpretadas por religiosos de todo o mundo como sinais do fim dos tempos, já que no livro de Joel o fenômeno é citado como um precedente para “o terrível dia do Senhor” (Joel 2:31). As quatro luas de sangue já foram vistas por três vezes em mais de 500 anos: Em 1493, durante a Idade Média, quando os judeus foram expulsos pela Inquisição Católica na Espanha; em 1949, quando o Estado de Israel foi estabelecido na Palestina e 1967 durante a Guerra dos Seus Dias entre Árabes e Israelenses. Já o fenômeno chamado como “oposição de Marte” acontece uma vez a cada 778 dias, sua aparição será hoje no período da noite. Já a primeira lua de sangue estará visível no céu no dia 15 de abril e a última no dia 28 de setembro.

Dias Toffoli é eleito presidente do Tribunal Superior Eleitoral

  • Informações da Agência Brasil
  • 09 Abr 2014
  • 09:19h

O ministro Dias Toffoli foi eleito ontem (8) presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele vai substituir o ministro Marco Aurélio, que deixará a presidência no mês que vem, quando completará quatro anos no tribunal, prazo de permanência no TSE. Toffoli vai comandar as eleições presidenciais de outubro. O vice-presidente será o ministro Gilmar Mendes. A posse será no dia 13 de maio. A votação foi simbólica, pelo fato da presidência ser ocupada por ordem de antiguidade entre os três ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que também compõem o TSE. Além de Toffoli, Mendes e Marco Aurélio também pertencem ao Supremo. Também fazem parte do TSE dois ministros oriundos do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e dois membros da advocacia. Toffoli foi empossado como ministro efetivo do TSE em maio de 2012. Ele nasceu em Marília (SP), no dia 15 de novembro de 1967. Formou-se em direito, em 1990, na Universidade de São Paulo (USP), e especializou-se em direito eleitoral. Em 1995, ele começou a atuar como assessor parlamentar do PT. Também foi advogado do PT nas campanhas eleitorais do ex-presidente Lula em 1998, 2002 e 2006. Toffoli também ocupou o cargo de advogado-geral da União.

Terceirizados protestam trancando escolas estaduais e impedindo aulas

  • porKelly Cerqueira / TB
  • 09 Abr 2014
  • 07:30h

Com salários e benefícios como auxílio transporte e alimentação atrasados, funcionários terceirizados de escolas públicas estaduais paralisaram as atividades nesta terça-feira (8), o que impediu a execução das aulas em pelo menos três instituições de ensino em Salvador. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Pública do Estado da Bahia (Sindilimp), cerca de 30 mil alunos ficaram sem aulas em todo o estado por conta da paralisação. Em Salvador, a paralisação atingiu a Universidade do Estado da Bahia, as escolas estaduais Landulfo Alves, Hamilton de Jesus Lopes, Anísio Teixeira, Rotary e o Colégio Central.Já no interior, o diretor do Sindilimp, Edson Conceição Araujo, afirma que o movimento também teve adesão nas cidades de Juazeiro, Itabuna, Conquista, Alagoinhas, Catu e Pojuca. Para esta quarta-feira, novas manifestações estão previstas nas mesmas instituições e devem ter a adesão dos profissionais terceirizados das escolas modelo espalhados em todo o estado. “Das 129 empresas terceirizadas que prestam serviço ao estado, pelo menos, 30 estão em atraso com os pagamentos”, afirmou o sindicalista.  Na manhã de ontem, representantes do Sindilimp impediram a entrada dos terceirizados colocando correntes nos portões, mas, de acordo com a administração das escolas onde ocorreram os protestos, alunos e professores também foram barrados, o que atrapalhou o andamento das aulas. No Colégio Central, um funcionário terceirizado utilizou uma marreta para quebrar os cadeados que impediam a entrada dos alunos, no entanto, mais de 50% das turmas ficaram sem aulas. Em algumas escolas a manifestação dos terceirizados contou com o apoio de parte dos alunos, que seguraram cartazes em frente à instituição, ocupando duas faixas do trânsito. “Não é justo que as tias trabalhem ser receber o salário. Pra copa o estado tem dinheiro”, bradou a estudante Susiane Barbosa. Ainda de acordo com o Sindilimp, dentre as empresas inadimplentes estão a Delta, MAP, Aliança, Assemp, Monkal, HD, Chave Forte. Alguma delas chegam a estar em atraso há mais de dois meses. Um dos casos mais graves é o da funcionária do Serviço de Atendimento da Educação (SAC/Edu) do Comércio Cátia de Almeida. Ela diz ter cumprido quatro meses de licença maternidade sem receber os benefícios e afirma ainda já completar um mês de trabalho pela Assemp, também sem receber. “Mesmo estando trabalhando, estou sobrevivendo com o dinheiro da pensão alimentícia”, desabafou. Situação parecida foi denunciada por uma dupla de auxiliares de limpeza do Landulfo Alves, que preferiu não se identificar. “A gente trabalha para a Delta. Temos quase dois meses sem receber. No final das contas, estamos pagando para trabalhar”, afirmaram. Elas também acusaram a empresa de pagar o 13º salário do ano passado atrasado.

 

Apesar da pressão André Vargas diz que não irá renunciar

  • Blog do Camarotti
  • 09 Abr 2014
  • 06:40h

O deputado ao lado da presidente Dilma (Foto: Reprodução)

Numa mensagem de celular enviada para um interlocutor, o deputado licenciado André Vargas, vice-presidente da Câmara, disse que mantém a disposição de não renunciar. “Não mudarei de posição”, escreveu Vargas em mensagem à qual o Blog teve acesso. Durante o dia, o deputado petista foi pressionado a renunciar para evitar constrangimentos ao partido em razão da denúncia de envolvimento com o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal, acusado de lavagem de dinheiro. Até o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou a dizer, em entrevista a blogueiros, que o PT é que "paga o pato” e disse que Vargas deve explicar os fatos. Internamente, as correntes petistas Mensagem e Democracia Socialista têm defendido a renúncia de André Vargas.

Governo libera R$ 1,5 bilhão para custeio de municípios

  • Informações da Agência Brasil.
  • 09 Abr 2014
  • 06:28h

(Foto Ilustrativa)

O governo liberou nesta terça-feira (8) R$ 1,5 bilhão de ajuda financeira para custeio dos municípios. É a segunda parcela de um total de R$ 3 bilhões prometidos pela presidenta Dilma Rousseff durante a Marcha dos Prefeitos, em julho do ano passado. O primeiro pagamento foi feito em setembro de 2013. Pelo Twitter, a presidenta disse que o dinheiro já está disponível na conta das prefeituras e que os recursos deverão ser usados para garantir a melhoria dos serviços públicos nos municípios. “Todos nós – governo federal, Estados e prefeituras – temos o compromisso de responder às demandas por melhores serviços públicos, mais médicos, mais educação, mais transporte de qualidade, mais segurança”, escreveu Dilma em sua conta pessoal na rede social.