Brumado Urgente

Brumado Urgente


Baianas de acarajé têm profissão incluída na Classificação Brasileira de Ocupações

Domingo | 16.07.2017 | 10h00


(Foto: Denise Paixão/G1)

A profissão de baiana de acarajé foi incluída na lista de Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) na sexta-feira (14). A informação é da prefeitura de Salvador, que participou da assinatura do termo de estudo técnico, no dia 16 de junho, por meio da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ). Representantes do Ministério do Trabalho e da Associação das Baianas, também participaram da assinatura do termo no mês passado. Com a atividade reconhecida, as baianas de acarajé passam a ter todos os direitos garantidos na lei, como as outras profissões. Elas vão poder tirar carteira de trabalho como baianas de acarajé, já que antes eram registradas como "cozinheiras". Elas também vão poder se cadastrar como microempreendedoras e pegar empréstimo em bancos ou cooperativas. De acordo com a presidente da Abam, Rita Santos, essa reivindicação das baianas de acarajé é desde 2009. Apenas em Salvador, o reconhecimento da profissão deve beneficiar cerca de 3.500 baianas de acarajé, segundo estimativa da Associação das Baianas de Acarajé, Mingau e Receptivo da Bahia (Abam). Desde 2005, as baianas são reconhecidas como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.