Bahia: Dívidas com a Saúde somam R$ 200 milhões. MP pede bloqueio das verbas do Estado

  • por Sandro Freitas / Evilásio Júnior
  • 10 Dez 2013
  • 06:29h

(Foto: Reprodução)

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) entrou com uma ação civil pública nesta segunda-feira (9) que pode resultar no bloqueio de 30% ou mais da verba de publicidade do governo da Bahia para 2014, estimada em R$ 147 milhões. A intenção do processo é de que o recurso seja usado para custear despesas da Secretaria Estadual de Saúde, que somam cerca de R$ 200 milhões. O Bahia Notícias teve acesso à ação, assinada pelas promotoras de Justiça Rita Tourinho e Patrícia Medrado, em que ambas apontam que o Executivo baiano tem utilizado verbas vinculadas – aquelas já comprometidas com determinadas áreas e programas – para pagar o custeio das contas do Tesouro, onde fica toda a receita do Estado que não tem vinculação direta. A ação é baseada em supostas irregularidades encontradas na Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). 

“Fica inviável controlar se o Estado da Bahia está efetivamente aplicando ou não os valores decorrentes das verbas vinculadas à área de Saúde, pois a dita maquiagem contábil traduz, na realidade, uma burla financeira [...] para cobrir despesas de outras áreas, por intermédio da utilização de uma mesma conta do Tesouro, sem que se proceda ao depósito em conta específica de verbas vinculadas à área da Saúde, revelando a utilização de um expediente ardiloso para que o Estado da Bahia se esquive da regra de aplicação e destinação das verbas vinculadas à Saúde”, diz a ação protocolada no Tribunal de Justiça da Bahia. O processo tem como base uma série de denúncias feitas por deputado estaduais da oposição à Procuradoria do Estado, como o presidente estadual do DEM, deputado estadual Paulo Azi, e o líder do bloco da minoria na Assembleia Legislativa, Elmar Nascimento (DEM). Com a análise das contas do governo do Estado de 2011, ambos apontaram que o Executivo “utilizou R$ 1,97 bilhão de Recursos Vinculados, todos com destinação legal específica, para cobrir insuficiência de caixa de Recursos Não Vinculados”. Segundo a ação do MP-BA, o próprio secretário da Fazenda da época, Luiz Alberto Petitinga, admitiu que verbas eram “realocadas”. “É inerente à gestão financeira dos recursos públicos e, ademais, à fiel execução das leis orçamentárias a possibilidade de composição e relocação das receitas públicas, ainda que vinculadas, as quais, por sua vez, serão efetivamente recompostas posteriormente”, respondeu Petitinga ao MP. A denúncia também utilizou como base uma matéria do BN. “O mesmo foi deflagrado a partir de reportagem publicada no site Bahia Notícias, intitulada ‘Fornecedores de hospitais prometem novo boicote à Sesab por dívida de R$ 150 milhões’”, diz a ação. Chamado para prestar esclarecimentos ao MP-BA, o chefe de Gabinete da Sesab, Washington Couto, confirmou que a Secretaria de Saúde enfrenta dificuldades para pagar as despesas em dia por conta “da falta de recursos no âmbito de todo Estado”. Consultado pelas promotoras, o conselheiro Pedro Lino, do Tribunal de Contas do Estado, confirmou que a dívida da Sesab, em 14 de novembro deste ano, era de aproximadamente R$ 200 milhões. “Entretanto, tais pagamentos estão sendo realizados indevidamente pela diretoria do tesouro, da Sefaz”, completou Lino, ao falar em “maquiagem” das contas. Ao fim da ação civil pública, as promotoras resumem o imbróglio com um alerta. “O Estado da Bahia está com Carta Branca para, verdadeiramente, destinar à área da saúde menos recursos do que deveria, ao tempo em que boa parte destes recursos pode estar, verdadeiramente, sendo desviada para outras áreas, daí a situação caótica de ausência de pagamento de fornecedores da área da Saúde do Estado, no valor de R$ 200 milhões”, afirmaram. Ao alegar que o setor no governo estadual está na “penúria” e que o Executivo “não cumpre sua parte no pacto federativo de assistência à saúde. “O pleito de tutela antecipada ora formulado na presente demanda sustenta-se na fácil percepção de que o bloqueio destes valores na área da saúde evita danos irreversíveis, porém privar momentaneamente a publicidade do governo e eventualmente outros programas cujas receitas não sejam constitucionalmente vinculadas, a critério do administrador, não gerará a mesma espécie de prejuízos”, conclui o texto do processo. Caso a Justiça aceite o pedido do MP-BA, além de depositar parte da verba em uma conta separada, os secretários da Saúde, Jorge Solla, e da Fazenda, Manoel Vitório, estariam sob pena de multa de R$ 100 mil, em caso de descumprimento.

CONTINUE LENDO

Brumado: Aprovação do novo Código de Obras e Urbanismo simboliza evolução do setor

  • Daniel Simurro / Brumado Urgente
  • 09 Dez 2013
  • 20:51h

Após várias discussões o novo código foi aprovado na noite desta segunda-feira (09) (Foto: Daniel Simurro / Brumado Urgente)

O Código de Obras e Urbanismo de Brumado se tornou, ao longo do tempo, um grande “nó” histórico, que teve no CIB – Centro Industrial de Brumado um de seus principais objetos de discussão, trouxe um grande impasse para os brumadenses, gerando muito discussão e embates entre os vereadores e as lideranças políticas locais. Na noit e desta segunda-feira (09), o projeto do novo código teve a sua segunda votação, sendo aprovado por unanimidade, após acordos de bastidores entre as duas bancadas.  “É um momento histórico para o nosso município, já que existiam falhas no projeto que veio para cá na última gestão e que, por isso, acabou sendo rejeitado. Agora, principalmente a questão do CIB foi resolvida, pois ele foi retirado do perímetro urbano, então, a população tem motivos para sobreviver”, ressaltou o vereador Zé Ribeiro (PT), que foi um dos críticos mais contumaz contra o projeto anterior. Então, a partir de 2014, o solo de Brumado e seu consecutivo zoneamento, serão regulados pelo novo Código de Obras. 

Abracadabra na Praça: Celebração e Consagração da Cultura da Capital do Minério

  • Daniel Simurro / Brumado Urgente
  • 09 Dez 2013
  • 18:37h

A apresentação do Grupo Topázio foi um dos pontos altos do evento (Foto: Daniel Simurro / Brumado Urgente)

A Cultura talvez seja a marca mais representativa de um povo, tanto que diz o ditado contemporâneo que “um povo sem cultura é um povo sem memória”, mas quem foi à Praça Coronel Zeca na noite deste domingo (08), com certeza, conferiu de perto a grande diversidade cultural da capital do minério, na quinta edição do Abracadabra na Praça, que reuniu um grande público para participar do maior evento da cultura integrada de Brumado. Dezenas de entidades culturais se apresentaram no anfiteatro da praça, comprovando o grande talento dos artistas brumadenses. Dois dos maiores destaques foram a apresentação do Coral da Terceira Idade, que cantou musicas natalinas, emocionando o grande público presente e também o Grupo Topázio, que foi muito aplaudido durante a apresentação do Samba de Roda e do Maculelê. O evento, que teve no ativista cultural Paulo Esdras a sua referência, hoje se consolida, mostrando que todos os integrantes do Abracadabra escreveram uma nova página da Cultura de Brumado, deixando um forte legado para as próximas gerações.  

O Coral do Grupo da Terceira Idade trouxe o clima natalino (Foto: Daniel Simurro / Brumado Urgente)


Tanhaçu: Vem Aí o Ensaio de Verão I

  • Por Phelipe Brito
  • 09 Dez 2013
  • 16:50h

Divulgação

Liderada por Fred Sampaio, vocalista e instrumentista de 21 anos, a Banda Zero77 vêm se apresentando em diversos eventos expressivos do interior da Bahia e estado de Minas Gerais, conquistando admiração das pessoas por onde passa com sua identidade musical e dinâmica com o público tanto no palco como no trio elétrico. Seu repertório é inspirado nas obras clássicas dos grandes artistas do axé e de outros ritmos que fazem sucesso no Brasil como o Sertanejo Universitário, Arrocha, Reggae e versões do Pop Internacional. Além é claro, da participação do DJ Daniel Simurro que em pouco mais de 4 anos de carreira, vem se firmando entre os grandes nomes da E-Music na região e na Bahia. Mulher terá preço especial de apenas R$ 10, 00 e Homem R$ 15,00 Venha começar o verão em Grande Estilo, na SD Eventos em Tanhaçu-Ba Não vai ficar de fora né? Então vem que tem !

MPF/BA: Ex-prefeito de Piripá/BA e mais cinco são condenados por improbidade

  • 09 Dez 2013
  • 16:15h

A pedido do Ministério Público Federal (MPF) em Vitória da Conquista, a Justiça Federal condenou o ex-prefeito do município de Piripá/BA, a 630 km de Salvador, Luciano Ribeiro Rocha, os ex-secretários de Obras, Jesuíno Pereira da Silva, de Educação, Ebenezer da Silva Arcanjo e de Administração, Raimundo Muniz Fernandes, o ex-tesoureiro da cidade, Edmar Ribeiro da Silva, e a empresa “Organiza Assessoria Municipal” por improbidade administrativa. Os réus fizeram mau uso de recursos públicos federais repassados ao município pelo Ministério da Saúde (MS), frustraram processos de licitação e forjaram o pagamento de empresas que nunca foram contratadas pela prefeitura. De acordo com a ação civil pública, interposta pelo MPF, o ex-gestor, em conluio com os ex-secretários de Obras e Administração e a empresa Organiza Assessoria Municipal malversaram recursos vinculados ao Piso de Atenção Básica (PAB), desviando recursos que seriam destinados à aquisição de medicamentos e produtos hospitalares que seriam utilizados nas unidades de saúde do município. 

Os mesmos réus também desviaram e se apropriaram de mais de 126 mil reais, oriundos do Programa de Vigilância Epidemiológica e de verbas vinculadas ao convênio 3785/2001, firmado com o MS, que seriam destinadas à construção de 17 unidades sanitárias domiciliares no município. Destas, quatro sequer foram encontradas pela auditoria da Controladoria Geral da União (CGU) em 2005.Já em parceria com Ebenezer da Silva Arcanjo, o ex-prefeito, os ex-secretários de de Obras e Administração e a Organiza Assessoria Municipal, malversaram ainda cerca de 109 mil reais repassados por outro convênio firmado com o MS (1635/2002), destinado à construção de unidade municipal de saúde que também não foi localizada. Entre as diversas irregularidades realizadas pelos condenados, estão, ainda, a simulação de processos de pagamento a empresas que afirmaram sequer saber onde ficava o município de Piripá. Na realidade os cheques que realizavam pagamentos dos recursos eram nominais à prefeitura ou aos condenados. Sentença - Em função dos delitos cometidos, a Justiça Federal em Vitória da Conquista condenou todos os réus às sanções previstas pela Lei de Improbidade (8.429/92), como o ressarcimento do dano integral causado, em valor a ser corrigido; o pagamento de duas multas: sendo a primeira para reparação de dano moral coletivo, no valor de 100 mil reais, e a segundo no valor do dano ao erário, a ser calculado; e à proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos. Além disso, Luciano Ribeiro Rocha e Raimundo Muniz Fernandes foram condenados à suspensão dos direitos políticos por 15 anos e oito anos, respectivamente, e Ebenezer da Silva Arcanjo, Jesuíno Pereira da Silva e Edmar Ribeiro da Silva por cinco anos.Número para consulta processual: 2009.2053-2 – Subseção Judiciária de Vitória da Conquista.

CONTINUE LENDO

Lajedinho: Governador anuncia 16 mortos

  • Com informações do repórter Tony Silva
  • 09 Dez 2013
  • 15:08h

O governador e uma equipe do governo esteve em Lajedinho na tarde desta segunda-feira | FOTO: Roberto Vianna/Bocão News |

O governador Jaques Wagner foi nesta segunda-feira (9) conferir de perto a tragédia que se abateu sobre a cidade de Lagedinho, na Chapada Diamantina. Ao chegar ao local, o petista anunciou que o número de mortos no temporal aumentou para 16 pessoas. A maioria das vítimas é de mulheres e há ainda um desaparecido. Wagner anunciou que as quatro novas vítimas vêm de localidades mais distantes da sede do município e que demoraram para ser resgatados devido ao isolamento. O Corpo de Bombeiros precisou fazer incursões longas para trazer as vítimas, que deverão ser identificadas em breve. O governador classificou a situação como “gravíssima” e disse que a pedra de 16 pessoas em uma cidade com população de menos de 4 mil habitantes é proporcionalmente gigantesca. Para tentar amenizar o impacto da destruição causada pelas intempéries, o governador anunciou medidas emergenciais.  Primeiramente, equipes de Saúde da Sesab e da Vigilância Sanitária irão à cidade para socorrer as populações, evitando que as consequências da destruição tragam doenças e aumentem o número de vitimas. Logo após, será a vez de solicitar recursos do Ministério da Integração Nacional e o apoio da Secretaria Nacional de Defesa Civil em busca de reconstruir a cidade. O programa de Habitação Minha Casa Minha Vida, que já tem 40 casas no município, deverá ser adaptado para atender as famílias que perderam suas residências. 

Veredor Catoze comemora conquista do Sistema de Abastecimento de Água da Pompeia e Pebas

  • Daniel Simurro / Brumado Urgente
  • 09 Dez 2013
  • 13:02h

O vereador Catoze e o secretário Rui Costa conversando sobre a importância do sistema de abastecimento para a comunidade de Pompeia (Foto: Daniel Simurro / Brumado Urgente)

A construção do Sistema de Abastecimento da Comunidade de Pompeia e Adjacências é uma obra muito aguardada, já que irá beneficiar cerca de 300 famílias que vem sofrendo muito com os intensos períodos de estiagem dos últimos anos. Na manhã desta segunda-feira (09), a obra começou a sair do papel, com a assinatura da ordem de serviços pelo secretário Rui Costa, que esteve no município de Guanambi, para fazer uma prestação de contas do Governo do Estado, sobre as ações do Projeto de Convivência com o Semiárido e aproveitou para comunicar a comitiva brumadense também esta ação para o município e também entregar ao prefeito o documento, já que existe a parceria institucional entre as duas esferas do poder. O veredor Catoze, a ex-deputada Marizete Pereira, o vereador Zé Ribeiro e o suplente de vereador, Zé Luiz Ataíde (todos do PT) se fizeram presentes ao ato de assinatura, que representa outra grande vitória para os representantes do PT de Brumado, que já há mais de dois anos, vêm realizando visitas sistemáticas ao chefe de gabinete da Embasa, engenheiro Luiz Teles, para a construção do Sistema de Abastecimento da referida localidade. Tendo o mandato do deputado Waldenor Pereira (PT), como principal interlocutor junto ao Governo do Estado para a execução do projeto, as obras devem logo ser iniciadas, o que será um grande motivo de comemoração para as cerca de 1.500 pessoas que serão beneficiadas. 

Morte Anunciada: Brumado registra novo óbito causado pela Dengue

  • Daniel Simurro / Brumado Urgente
  • 09 Dez 2013
  • 11:02h

A realização recente de uma grande audiência pública para se discutir e alertar sobre os perigos da Dengue em Brumado já tinha projetado que a população ainda não está dando muito importância para o fato, já que a presença da comunidade foi muito baixa. Ainda alheia aos grandes perigos causados pela doença, a população brumadense parece ainda não fazer a sua parte, cobrando muito das autoridades, mas se esquecendo de que é uma luta de todos. Com a chegada do período chuvoso, as previsões de um surto de grandes proporções parecem cada vez mais reais, já que, houve a confirmação de mais um óbito causado pela doença, de um idoso de cerca de 80 anos que residia no Distrito de Vila Presidente Vargas. As planilhas da Vigilância Epidemiológica mostram que, somente nos primeiros seis meses do ano, foram registrados mais de 2.000 notificações, sendo confirmados 1.800, o que, pode fazer com que haja, em 2013, quase 4.000 casos da doença, o que colocaria Brumado entre as 10 cidades com maiores riscos no estado. Ainda segundo confirmações não oficiais, outro idoso, desta feita morador do Bairro Santa Tereza, - um dos que possui índices de infestação do vetor -, também teria morrido por causa da doença, somente faltando os laudos do Lacen para a confirmação, o que já seria o segundo óbito causada pela Dengue somente nos primeiros dias do mês de dezembro. A situação pode se agravar e as autoridades devem intensificar as ações de combate e a campanha de conscientização dos riscos da doença.   

Escola Artinfância realiza cerimônia de formatura dos alunos da turma de alfabetização 2013

  • Daniel Simurro / Brumado Urgente
  • 09 Dez 2013
  • 10:24h

A cerimônia culminou na tradicional valsa dos formandos (Foto: Marina Morais / Brumado Urgente)

A história de sucesso da Escola Artinfância vem sendo construída por meio de muito trabalho, dedicação e visão contextualizada dos novos parâmetros educacionais, tendo sempre a busca pela excelência do aprendizado. Com quase duas décadas de serviços prestados em Brumado, a instituição realizou mais uma Cerimônia de Formatura dos Alunos da Turma de Alfabetização 2013, num belo e emocionante evento que aconteceu na noiite deste domingo (08), no Salão de Festas do Clube Social de Brumado, que recebeu uma decoração temática muito especial, intitulada “O Brilho das Letras”, onde 30 formandos foram condecorados com diploma de conclusão do curso e muitas homenagens, numa linda cerimônia que contou com a participação de familiares, amigos e professores. Chamados carinhosamente de “pequenos mestres das letras”, os formandos não esconderam a sua alegria na hora do juramento, emocionando a todos, comprovando que a escola, além de preparar seus alunos para a longa jornada escolar, também busca transmitir as bases da Cidadania e a conscientização do patriotismo, o que também ficou patente, durante a execução do Hino Nacional Brasileiro. Um a um, os alunos foram sendo diplomados, juntamente com os padrinhos e pais, culminando na tradicional valsa da formatura.

 

O momento do juramento foi um dos mais emocionantes da cerimônia (Foto: Daniel Simurro / Brumado Urgente)
 

A diretora Regina Célia foi a mestra de cerimônias e ressaltou que “este é um dos momentos que mais nos emociona e nos incentiva a continuar a nossa jornada de educadora. É realmente muito prazeroso ver esses pequenos alunos estarem alfabetizados e prontos para seguir em frente em seus estudos”. Ela ainda destacou que “parabenizo cada formando e seus respectivos pais, que são nossos grandes parceiros. Um ótimo Natal e um Feliz 2014”. As matrículas para 2014 já estão abertas na sede da escola que fica situada na Rua Abílio Leite, 55, com telefone (77) 3441-2043.


Cooperativas de saúde montam esquema de propina em municípios baianos

  • Da Redação
  • 09 Dez 2013
  • 09:20h

Um esquema de irregularidades cobrança de propinas por parte de cooperativas médicas que atuam no estado da Bahia, entre elas a Coopermed, Cooperlife e Pró-Saúde – as duas últimas inclusive sem autorização para funcionar – foi revelado neste domingo (8) pelo Fantástico, da Rede Globo, que ocupou duas salas de um prédio comercial em Salvador e fez um repórter se passar por representante de um grupo de prefeituras. Nesse período, o jornalista recebeu várias propostas irregulares de cooperativas médicas e organizações que atuam na área da saúde. Todas as conversas foram gravadas por câmeras e microfones escondidos. Um dos casos mostrados foi da Cooperativa Baiana de Saúde (Cooba), contratada por sete municípios baianos, entre eles Araci. O repórter pede que Cláudia Gomes, diretora da cooperativa, considere um hospital com folha salarial de R$ 500 mil e pergunta o valor total do contrato. A executiva soma a folha, os impostos e a taxa administrativa da cooperativa. Em seguida, aparece a propina incluída no cálculo: “O contrato seria no valor de R$ 735 mil: R$ 500 mil é de folha. A gente paga a folha, o resto a gente paga de imposto e tem 7% da taxa administrativa. Desse valor aqui, se você quiser, dá para a gente botar 10% em cima de cada contrato”. Em 2012, o governo federal aplicou quase R$ 38 bilhões na saúde dos municípios brasileiros, dos quais R$ 16 bilhões em atendimento básico até o final do ano. Os recursos entram direto nas contas das prefeituras e a maioria decide usar o dinheiro na contratação de cooperativas médicas e organizações sociais, para que estas se encarreguem do serviço de saúde.

Vereador de Ibititá e criança são mortos a tiros em emboscada

  • Informações do Irecê Repórter
  • 09 Dez 2013
  • 07:45h

Foto: Reprodução

O vereador Ricardo Rodrigues Alencar (PRB), do município de Ibititá, no centro-norte baiano, foi morto na noite deste domingo (8) em uma emboscada, quando trafegava em uma estrada do povoado de Canoão, de acordo com a delegacia local. O veículo do vereador teria sido parado por homens a bordo de outro carro, que dispararam aproximadamente 20 vezes, segundo o site Irecê Repórter. Uma criança de 11 anos que viajava com o político, identificada como Reinato Alencar, também foi atingida pelos disparos e não resistiu. Eleito em 2012 com 550 votos, Ricardo de Reinato, como era mais conhecido, estava em seu primeiro mandato. Sua esposa, Marília Gabriela Martins, estava desaparecida desde outubro do ano passado. Nenhum suspeito foi preso até o momento

Cenas brutais encerram Brasileirão 2014 e mancham a imagem do 'País do Futebol'

  • Estadão Conteúdo
  • 09 Dez 2013
  • 06:25h

Torcedor fica em estado grave após ser agredido durante briga entre torcedores (Foto: Estadão Conteúdo)

Cenas de vandalismo e de violência brutal mancharam a imagem do País do futebol, que vai ser sede em 2014 da Copa do Mundo. Torcedores do Atlético-PR e do Vasco se enfrentaram neste domingo nas arquibancadas da Arena Joinville e quatro deles ficaram feridos com gravidade. Por pouco, não houve uma tragédia. As imagens mostradas pela TV e espalhadas em minutos por todo o mundo levaram ao desespero os atletas dos dois times. Rapazes eram pisoteados e linchados por rivais; outros, já desacordados, recebiam chutes no rosto e por todo o corpo. Houve também quem aplicasse com barras de ferro golpes em pessoas já caídas e sem condições de se defender. Não havia policiais militares na arquibancada. A segurança no local estava a cargo de agentes privados contratados pelo Atlético-PR. O confronto teve início aos 17 minutos de jogo - vencido pelo Atlético-PR por 5 a 1, o que rebaixou o Vasco à Serie B.

Grupos de torcedores se aproximaram de uma área “neutra” do estádio, onde não havia público, para começar a briga. No mesmo instante, os atletas deixaram a bola de lado e correram para próximo do local em que centenas de torcedores começavam a trocar socos e pontapés. O apelo maior partiu de jogadores do Atlético-PR. Na sequência, “torcedores” atleticanos encurralaram os do Vasco. Havia focos isolados de agressões, quando um torcedor do outro clube era capturado. Iniciava-se assim uma sessão de linchamento, transmitida ao vivo pela TV. A partida ficou interrompida por mais de 1 hora. O auge da confusão durou quase dez minutos, até a intervenção de policiais militares, munidos de armas que disparavam balas de borracha. Em meio ao conflito, podiam-se ver pais abraçando filhos pequenos, crianças, em busca de abrigo, de um local longe do alvo de policiais e dos agressores. Um helicóptero posou no gramado para socorrer um torcedor que parecia inconsciente. Os quatro atendidos no Hospital São José, em Joinville, foram William Batista, de 19 anos, com traumatismo craniano, Estevão Viana, de 24, com múltiplas lesões, Diogo Cordeiro, com corte no rosto, e Gabriel Ferreira Vitael, com hematomas. O primeiro caso é o mais grave. Mas, de acordo com o diretor de Unidade Técnica do hospital, Franco Haritch, nenhum dos quatro corria risco de morte. O clima de animosidade entre as duas torcidas teve início fora da Arena de Joinville. Nos arredores do estádio, houve registro dos primeiros confrontos, mas a PM agiu com rigor e conseguiu impedir que alguém saísse machucado. O jogo em Joinville se deu por causa da perda de dois mandos de campo do Atlético-PR, em razão de distúrbios provocados por sua torcida no clássico disputado contra o Coritiba em 6 de outubro. Durante a paralisação, o Vasco insistiu com o árbitro Ricardo Marques Ribeiro que a partida não fosse reiniciada. O Atlético-PR, que já vencia por 1 a 0, pressionou no sentido contrário. Com a chegada de mais PMs e a ocupação da arquibancada e do gramado por dezenas deles, pôde-se ver um pouco de futebol. Mas o jogo ficou manchado pela violência.

CONTINUE LENDO

Sobe para 10 número de mortos em tragédia provocada por chuvas fortes em Lajedinho, na Bahia

  • (Foto: Jornal da Chapada)
  • 09 Dez 2013
  • 06:15h

Correio

Subiu para 10 o número de mortos na tragédia provocada pelas fortes chuvas que atingiram o município de Lajedinho, a 446 quilômetros de Salvador, na Chapada Diamantina, entre 22h30 e 0h de sábado (7) e deixou a cidade inundada. Os corpos de sete mulheres e um menino de 4 anos já foram identificados até a noite deste domingo (8). Os outros três corpos foram encontrados no final da tarde e no início da noite de hoje, na zona rural do município, mas não tiveram os nomes divulgados. Entre as vítimas já encontradas estão Valéria Cruz Lima, o filho dela Tarcio Lima dos Santos, de 4 anos, Luiza Santos Lima, Cátia Fernanda de Jesus Santos, Sirlene Santos da Silva, 16 anos, Valdete Maria de Jeusus, 40, Ilza Calvacante da Silva, 68 e Olívia Andresa de Jesus. Pelo menos 150 pessoas ficaram desabrigadas. Segundo informações da Defesa Civil, 70 casas foram destruídas e 90% da área comercial da cidade foi afetada. Segundo o técnico da Defesa Civil, Paulo Sergio Menezes, os moradores estão recebendo orientações em caso de situação de risco. "Estamos com duas equipes para fazermos o documento para pedir ajuda e  orientando a população a constuirem casas na parte alta da cidade", disse. 

Os desabrigados estão alojados na Escola Municipal Ana Lúcia  e recebem alimentos e remédios. A Defesa Civil forneceu 190 cobertores para os prejudicados. Alguns órgãos públicos como a Secretaria de Ação Social, Correios e a Prefeitura de Lajedinho foram afetados com a água da chuva e vários arquivos foram perdidos. A casa do prefeito da cidade também foi destruída. "Ele ficou preso dentro de casa com a esposa e o sobrinho e tentou até escapar pelo telhado da área de serviço. Ele só conseguiu ser resgatado pela população depois que a chuva passou e o nível de água abaixou", relata a secretária de saúde do município, Graziane Sena. Ainda de acordo com a secretária de saúde de Lajedinho, pelo menos 7 pessoas seguem desaparecidas, segundo levantamento feito entre os próprios moradores. Em nota, o governador Jaques Wagner (PT) disse que está acompanhando os desdobramentos da tragédia ocorrida em Lajedinho. "Não há nada que possa amenizar a dor pela perda de tantas vidas, porém, neste momento de aflição, quero me solidarizar com os familiares e toda a população da cidade. O governo coloca à disposição das vítimas os recursos possíveis para minimizar seu sofrimento. Peço aos baianos que se mobilizem para ajudar os moradores de Lajedinho", disse o governador. Segundo a professora Maiara Amorim, que trabalha na cidade há dois anos, a parte mais baixa da cidade é a mais afetada pelas inundações. "Algumas casas a gente só ve o alicerce. O resto a água levou tudo", relata. Maiara conhecia Valéria Cruz Lima, uma das vítimas da tragédia: "Ela era conselheira tutelar da cidade. O marido dela, comerciante da cidade conhecido como Reginaldo, e um filho de quatro anos morreram com a inundação. Só restou uma filha de 11 anos", lamenta a professora.

 

 

CONTINUE LENDO

Aprovados em concurso da PM aguardam promessa de convocação do governo

  • Brumado Urgente
  • 09 Dez 2013
  • 06:00h

Divulgação

Dois mil candidatos aprovados no último concurso da Policia Militar da Bahia ainda aguardam a promessa de convocação por parte do governo. As provas foram realizadas no dia 09 de dezembro de 2012, com a expectativa de inicio de curso para o dia 17 de julho deste ano, conforme previsto em edital. Como a data não foi cumprida, várias pessoas ligadas ao meio político procuraram o Secretário de Segurança Pública para maiores informações. Maurício Barbosa deu expectativa de início do curso para segunda quinzena de novembro, data que também não foi cumprida. A revolta dos aprovados aumentou quando no dia 12 de novembro, em sua pagina pessoal no facebook o Comandante Geral da PM parabenizava os mesmos e dizia que no dia posterior a tão sonhada convocação iria ser publicada no Diário Oficial da Bahia, quando na verdade foi publicado uma lista provisória dos aprovados e reprovados. Diante de tantas promessas várias pessoas pediram demissão de seus respectivos emprego confiando nas datas fornecidas pelo governo e estão até o momento sem trabalhar. Circula nas redes sociais uma petição pedindo mais clareza e exigindo a convocação dos aprovados.

Comerciante brumadense leva oito tiros e morre em tentativa de assalto no interior de São Paulo

  • Daniel Simurro / Brumado Urgente
  • 08 Dez 2013
  • 14:55h

(Foto: Malavolta Jr)

A violência desenfreada no Brasil faz inúmeras vítimas todos os dias, enlutando famílias, entristecendo lares e preocupando os que ficam, já que o sentimento de desproteção é cada vez maior. Desta feita, na manhã deste domingo (08), um brumadense acabou engrossando as estatísticas, tendo sua morte de uma forma brutal. Segundo informações colhidas pelo Brumado Urgente, o comerciante Osman Francisco dos Santos (48), o qual saiu de Brumado há cerca de 10 anos para Bauru/SP, era proprietário de uma padaria na Vila Dutra (local do crime) e, por volta das 10:00 horas da manhã, recebeu oito tiros de uma pistola 9mm numa tentativa de assalto. Os suspeitos, dois homens em uma moto Falcon, foram implacáveis e, ao que tudo indica, como deve ter existido resistência ao assalto, objetivaram tirar a vida da vítima, que, recebeu também dois tiros na região do cérebro, vindo a falecer no próprio local.