Semana começa triste com o rebaixamento do Bahia e Vitória à Série B

  • Da Redação
  • 08 Dez 2014
  • 07:13h

(Foto: Reprodução)

O futebol baiano ficará sem representante na elite em 2015. Bahia e Vitória foram rebaixados na tarde deste domingo, 7, e disputarão um dos maiores clássicos do Páis na Série B. Em uma situação menos complexa que a do arquirrival tricolor, o rubro-negro precisava apenas ganhar o Santos, no Barradão, e torcer contra o Palmeiras diante do Atlético-PR, em São Paulo, para permanecer na 1º Divisão, mas voltou a tropeçar em casa e foi derrotado por  1 a 0. Já o Esquadrão que também precisava vencer o seu jogo diante do Coritiba, no Couto Pereira, e torcer para o rival Vitória e Palmeiras não ganharem na rodada chegou a ficar na frente do placar, mas levou a virada: 3 a 2. O resultado que derrubou a dupla à Segundona saiu do empate do Palmeiras com o Atlético-PR por 1 a 1, na Allianz Arena. Ao lado de Bahia e Vitória, também foram rebaixados o Botafogo e o Criciúma. A queda dos clubes baianos encerra um período de sete anos seguidos com pelo menos um representante do Estado na elite do futebol nacional. A última queda dos dois juntos aconteceu em 2005, quando foram rebaixados para a Série C. A dupla Ba-Vi voltou à Série A no ano de 2013. Foram 11 anos sem disputar um clássico na 1º Divisão.

Miami com dendê: baiano arrasa com food truck de acarajé nos EUA

  • Rafael Lemos
  • 07 Dez 2014
  • 14:15h

Carlinhos chegou aos Estados Unidos numa missão religiosa. Foi lá que se descobriu cozinheiro e, desde então, trabalha em um food truck. (Fotos: Carlos Martinez/Divulgação)

Você já pensou em comer acarajé nos Estados Unidos? Pois lá existe um food truck com o bolinho de feijão, abará, vatapá, caruru e mais um monte de baianidades. O dono disso tudo é o cozinheiro Antônio Carlos Encarnação, 45 anos, o Carlinhos do Acarajé, que representa a culinária brasileira na terra do Tio Sam. Carlinhos nasceu no bairro do Garcia, em Salvador. Aos 5 anos de idade foi iniciado no candomblé, no terreiro de Gum Wtacum Uzerê, em Encarnação de Salinas, pelo bisavô paterno que era pai de santo. Começou a trabalhar com 14 anos, foi vendedor em uma bomboniere, secretário na Arquidiocese de Salvador e até office-boy. Depois, aos 23 anos, se mudou para o Rio de Janeiro. Fez adereços para escolas de samba, roupas para quadrilhas juninas e também foi voluntário de um bloco de samba carioca. Carlinhos é formado em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia (Ufba). Ele chegou a participar de peças, mas foi na cozinha que fez sua maior arte. Influenciado pela família, aprendeu a cozinhar desde a infância com a avó materna Maria Augusta. Ele cozinhava apenas em encontros familiares e eventos do terreiro. Percebeu que podia ganhar dinheiro com a culinária já nos Estados Unidos, quando começou a promover encontros em sua casa, em Miami.

“Em 2000, aos 31 anos ,uma missão religiosa me chamou para os Estados Unidos. Meu orixá Obaluayê me orientou que fosse para Massachusetts cuidar de uma criança que, na época, tinha 7 anos”, explica. Por conta da missão,  morou por quatro anos no estado. Depois de cumprida, foi para Miami e abriu um food truck de culinária brasileira, que vende de comida baiana a coxinha.

Tudo começou a partir da “farra do acarajé”, evento que fazia todo mês em casa para clientes brasileiros. É a eles que Carlinhos deve seu sucesso em terras norte-americanas. Com saudade do Brasil,  mais de 40 pessoas se reuniam na farra e também ajudavam na divulgação do trabalho.

Como a casa não estava mais dando conta de receber tanta gente, o baiano fez parceria com um casal de amigos, Joselito e Diana Costa, e viraram sócios em um food truck. No veículo, vendem pão delícia, quibe, coxinha, brigadeiro e comida feita com dendê.

Além disso, é bom caprichar para manter a boa sorte, já que o bolinho não é oferecido só para os mortais. “Eu preparo cada acarajé como se fosse uma oferenda para orixás”, afirma. Os deuses têm abençoado: Carlinhos recebe uma média de 200 encomendas mensais.Bênção internacional - Para ser sucesso de vendas na região, o cozinheiro explica que “o segredo é entender a saudade do brasileiro de seu país de origem”. Mas outras preocupações mais práticas, como a qualidade do material, não devem ser esquecidas - já que o cuidado com o alimento é cobrado pelo governo para que ele possa manter o food truck.

Ao longo do tempo, conquistou clientes fiéis, inclusive de outros passaportes, como cubanos, argentinos, venezuelanos, mexicanos, dominicanos e norte-americanos. “Os estrangeiros não tiveram rejeição alguma à culinária baiana. Muito pelo contrário,  a aceitação é muito grande. O americano tem o costume de querer aprender, experimentar”, conta.

Tudo é feito aos poucos: como os americanos não são acostumados à pimenta baiana, Carlinhos previne cada um antes de deixar o acarajé apimentado. Já os clientes de outras nacionalidades fazem uma comparação com comidas de seus países. O acarajé, por exemplo, é comparado ao falafel, comida comum no Oriente Médio.

O trabalho que dá -  A rotina nos Estados Unidos não é fácil. Carlinhos trabalha no food truck de sexta-feira a domingo e o trabalho começa às 5h da manhã. De segunda a quinta, ele vai às feiras africanas e asiáticas em busca de ingredientes para fazer comida baiana. Apesar de estar em um país diferente, ele afirma que não tem dificuldade para encontrar nenhum produto.

Durante o dia,  prepara as receitas que serão vendidas no tabuleiro. Para o acarajé, primeiro quebra, lava e coloca de molho o feijão- fradinho. Depois prepara a pimenta. Faz a salada vinagrete e a massa e, por último, põe o azeite de dendê, junto com a cebola, para fritar. Esse processo leva de 8 a 10 horas.

Além do acarajé, Carlinhos também vende bobó e moqueca de camarão, pão- delícia, bolos de aipim e milho-verde, coxinha de frango, quibe. O cardápio completo pode ser visto na página no Facebook, que tem seu nome.

Por lá - O acarajé e o abará custam U$ 5 (R$ 12,50). Carlinhos diz que, em comparação, “não é mais caro que no Brasil, muito pelo contrário, é mais barato. Levando-se em conta os preços dos materiais, que são muito mais caros, e a qualidade, nunca reclamaram, pois sabem a dificuldade de conseguir comer o melhor acarajé do mundo”.

Por enquanto, ele afirma que irá continuar morando nos Estados Unidos. Mas, nas férias, sempre retorna à Bahia, para seu sítio em Mar Grande, na Ilha de Itaparica. Carlinhos ainda é fiel ao candomblé e frequenta terreiros nos Estados Unidos. Lá, é pai de santo e conhecido como Carlinhos de Oxalá. Ele joga búzios e faz banhos de ervas. Mas as cerimônias mais importantes só são feitas no Brasil.

CONTINUE LENDO

MP entra com ação contra o Estado por falta de remédio contra anemia falciforme

  • Da Redação
  • 07 Dez 2014
  • 11:38h

(Foto: Reprodução)

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) ajuizou ação na quinta-feira (4) contra o Estado da Bahia por conta da falta de remédio contra a anemia falciforme por mais de 30 dias para 81 pacientes de Mata de São João. O MP pede liminar para antecipação de tutela contra o Estado por conta da interrupção do fornecimento do medicamento hidroxiureia à Fundação de Hematologia da Bahia (Hemoba), que fazia a distribuição. O MP recebeu denúncia da situação através da mãe de uma criança que tem a doença. A própria Hemoba confirmou a falta do medicamento, que é de fornecimento obrigatório pelo Sistema Unico de Saúde (SUS), segundo portaria do Ministério da Saúde. A promotora Luiza Amoedo pede que a Justiça determine em caráter liminar que o Estado forneça pelo menos 243 frascos do remédio em prazo máximo de cinco dias, contados a partir da decisão - três para cada um dos 81 usuários da comarca. A promotora pede ainda determinação judicial para garantir a disponibilização regular da medicação e a condenação do Estado a pagar indenização por danos morais aos usuários. A promotora alega que o MP notificou o Estado "sucessivas vezes" e não houve retorno. A Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) informou que a indústria responsável por fabricar o medicamento informou através de comunicado em outubro que tinha dificuldades para comercializar o remédio e que o problema acontece nacionalmente.

Leão quer manter escrita sobre o Peixe para se salvar

  • Moysés Suzart
  • 07 Dez 2014
  • 11:18h

(Foto: Reprodução)

Se depender da freguesia do Santos no Barradão, a primeira parte da missão de permanecer na Série A vai ter sucesso. Fica faltando apenas o Palmeiras desafinar  e não vencer o Atlético Paranaense para que o ano termine menos pior do que já está. O time é limitado, mas tem chance de manter escrita. Nos últimos cinco jogos em casa diante do Santos, o Vitória venceu todos. É a equipe da Série A com a pior sequência de tropeços no templo rubro-negro. Apenas Inter e Sport chegam perto. Ambos perderam os últimos quatro encontros na Toca. Apesar da freguesia, o Santos fez história no Barradão. Foi o primeiro time a marcar um gol no santuário do Leão, justamente na estreia do estádio. No dia 11 de novembro de 1986, o Vitória inaugurou sua nova casa diante dos santistas, que empataram em 1 a 1 e balançaram a rede pela primeira vez, com o atacante  Dino. Porém, depois daquele jogo, o Santos passou a ser uma presa relativamente fácil para o Vitória. Dos 11 jogos, o representante baiano teve 75% de aproveitamento, vencendo oito e perdendo duas. No primeiro embate oficial, válido pelo Brasileirão de 1995, o Leão deu seu cartão de boas vindas com uma goleada de 4 a 0. Os tentos foram de Cleison, Adoílson e  Paulinho Kobayashi (2). Gol é uma coisa que o Vitória não economiza quando tem a visita do Alvinegro Praiano. A média de comemorações do Leão diante dos paulistas é de 2,36, por jogo. Mais que o dobro dos gols do Santos aqui: média de 1 por encontro. Em apenas um jogo o Vitória marcou somente um tento. Foi justamente no primeiro triunfo da sequência invicta, em 2008. Nos últimos cinco triunfos diante dos paulistas, o Leão anotou 15 tentos, média de 3 por jogo. Dinei balançou a rede em duas partidas da série invicta. No primeiro e último triunfo. Dever de casa- Dinei não atua no domingo, 7, para aumentar a freguesia, mas os demais sabem da importância de manter a escrita. Para continuar na Primeira Divisão, é obrigação vencer a sexta seguida contra o Santos na Toca. Caso contrário, o rebaixamento é certo, independentemente do que ocorrer no jogo do Palmeiras. "Vai ser difícil, mas nada no futebol é impossível e sabemos disso. Primeiro temos que vencer o Santos, com escrita ou não,  antes de pensar no jogo do Palmeiras. Vamos procurar fazer nossa parte em casa, junto da torcida. O grupo está confiante na possibilidade de se salvar do rebaixamento, mesmo sabendo das dificuldades", assegurou Cáceres, que se despede do Vitória no domngo, após dois anos. No Leão,  a maioria no elenco condenou a atitude de David Braz, ex-Vitória e atualmente no Santos, que alegou o desejo de receber mala branca para vencer o Vitória no Barradão, consequentemente rebaixando o Leão. "Eu não iria entrar em campo para vencer qualquer equipe pensando em dinheiro. Nós temos que defender as cores do Vitória e deixar as outras equipes que falem em mala branca ou recebem mala branca. Isso é problema deles", disse o meia Marcinho.

Uso correto da bicicleta ajuda a evitar lesões

  • Luana Almeida
  • 07 Dez 2014
  • 10:30h

Márcia Meneses percebeu que as dores que sentia na coluna diminuíram após o uso constante da bike | Eduardo Martins | Ag. A TARDE

O bom tempo, a proximidade do verão e o início das férias são um convite à prática de esportes ao ar livre, como o ciclismo. No entanto, antes de sair por aí a pedalar, é preciso estar atento ao uso correto da bicicleta. De acordo com dados do estudo Ergonomia Aplicada ao Design de Bicicletas, desenvolvido pela Universidade de São Paulo (USP), cerca de 30% dos ciclistas brasileiros -  profissionais ou amadores -  sofrem ou já sofreram de dores na coluna e ou problemas musculares por conta do uso indevido  do equipamento. O levantamento aponta que, entre as consequências mais comuns da prática incorreta estão lesões musculares, hérnias de disco, artroses, tendinites, incontinência e infecções urinárias e até problemas de ereção. Especialista em osteopatia, o educador físico e fisioterapeuta Marcelino Lima alerta, também, para o aparecimento de dores na região lombar, cervical, nos joelhos e na panturrilha. Para evitar problemas músculo-articulares,  ele recomenda que os ciclistas, sobretudo os que só praticam o esporte de forma eventual, observem  a altura e condições do banco (selim), a distância do guidom e o tamanho do quadro. "O mercado possui uma variedade de bicicletas, das mais simples às mais equipadas. Porém, é possível obter conforto ao pedalar após ajustes simples", afirma.

Adaptação

Regular a altura do selim é a medida que o especialista considera como fundamental ao conforto e à saúde. "Um banco muito baixo requer que se dobre ainda mais o joelho, o que pode acabar machucando-o, além de causar lesões no quadril", diz Marcelino Lima.

Para fazer o ajuste, basta se posicionar ao lado da bike e erguer o banco até a altura do osso da bacia. "Nesse tamanho, o ciclista vai tocar o chão apenas com a ponta do pé", esclarece.

É preciso estar atento também ao conforto do banco: "O selim não pode ser muito duro, pois pode ocasionar a compressão do nervo pudendo, na região genital", explica.

O fisioterapeuta recomenda, ainda, que o ciclista mantenha a coluna ereta durante todo o tempo de pedalada.
"É comum, ao pedalar, flexionar   a coluna para frente de forma excessiva. Se posicionar bem sobre o veículo é a melhor maneira de evitar  dores", completa.

Reabilitação

Embora o ciclismo possa ser um vilão para a saúde de quem pratica o esporte de forma inadequada, quem o utiliza  de forma correta percebe melhoras significativas no tratamento para dores na coluna e musculares.

A designer Márcia Meneses, 41, usa a bicicleta como meio de transporte desde 2009, quando decidiu vender o carro. Depois que começou a pedalar com mais frequência, as dores decorrentes de uma hérnia de disco melhoraram significativamente.

Márcia sempre foi esportista, mas dispunha de pouco tempo para  exercitar-se por conta do trabalho. "Eu passava muito horas sentada. Quando comecei a usar mais a bicicleta, percebi  que as dores  provocadas pela hérnia reduziram bastante", relata.

Para  sentir-se mais confortável, a designer optou por  uma bike sem marchas - que, segundo ela, parece ser mais leve - e teve todo o cuidado de adaptá-la de acordo com a própria estatura.

"Me preocupo, também, com a postura. Como pedalo por toda a cidade, procuro permanecer numa posição ereta", afirma.

O ciclismo foi a recomendação do ortopedista do aposentado João Jorge Araújo, 64, para tonificar os músculos da perna após passar sete meses sem se exercitar por conta de uma cirurgia.

"Sentia que não tinha muita firmeza ao caminhar. A bicicleta me deu mais força e segurança", afirma.

 

Dicas básicas para ciclistas eventuais

Selim – Antes de montar, verifique se o banco está compatível com sua altura. Posicione-se ao lado da bike e erga o selim até o osso da bacia

Conforto – Opte por bancos confortáveis. Caso a bicicleta disponível não possua um selim acolchoado, use revestimento de gel, disponível em lojas de acessórios para ciclismo

Compra – Ao comprar uma bicicleta, verifique com o vendedor se o tamanho do quadro é apropriado para sua estatura. Prefira comprar em lojas especializadas

Tipo de bike – Antes de comprar, saiba a real utilização da bicicleta. Para lazer, opte pelas mais simples. Para o uso como meio de transporte, prefira as urbanas com marchas

Exercícios – Antes de começar a pedalar, faça alongamentos  simples

CONTINUE LENDO

Como é que pode?: Mulher sai de casa para colocar o lixo e acaba atropelada e morta pelo trem

  • Correio
  • 07 Dez 2014
  • 10:13h

Foto: Reprodução/Portal Itiúba

Uma mulher de 53 anos morreu após ser atropelada por um trem em Itiúba, região nordeste da Bahia, a 390 quilômetros de Salvador. O acidente aconteceu no fim da tarde deste sábado (6). De acordo com informações da polícia, Verônica Rosa da Silva, deixou a casa onde morava para jogar o lixo fora. Ela tentava atravessar a linha do trem, que fica no fundo do local onde mora, para chegar ao outro lado, onde fica o depósito de lixo. A vítima chegou a conseguir jogar as sacolas fora, mas foi atingida quando retornava em direção ao portão da residência. Segundo a polícia, o maquinista tentou parar o trem que carregava minério, mas não conseguiu.Verônica, que tinha problemas psicológicos, morreu na hora e o corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica da cidade de Senhor do Bonfim.

Em decorrência ao Dia da Justiça, não haverá expediente do Poder Judiciário nesta segunda-feira (08)

  • Brumado Urgente
  • 07 Dez 2014
  • 09:29h

Em decorrência do Dia da Justiça, o Fórum de Brumado terá as suas atividades suspensas nesta segunda-feira (08) (Foto: Daniel Simurro | Brumado Urgente)

Todas as unidades do Poder Judiciário do Estado da Bahia terão seus expedientes suspensos nesta segunda-feira (8), devido à comemoração do Dia da Justiça. Apenas estarão em funcionamento serviços essenciais, o Plantão Judiciário de 1º e 2º Grau, o Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais dos Subdistritos da Capital e as Varas da Infância e da Juventude. As unidades de Serviço de Atendimento Judiciário (SAJ), também funcionarão normalmente seguindo o funcionamento dos postos do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC).

Boninal: Bando armado explode caixas eletrônicos, mas não consegue levar o dinheiro

  • Informações do Blog do Braga
  • 07 Dez 2014
  • 08:11h

(Foto: Blog do Braga)

Caixas eletrônicos de uma agência do Banco do Brasil do município de Boninal, a cerca de 540 km de Salvador, foram explodidos na madrugada deste sábado (6). De acordo com a Polícia Militar, seis homens fortemente armados chegaram ao município em um veículo. A PM afirma ainda que os bandidos tentaram explodir três caixas eletrônicos, mas só conseguiram danificar dois aparelhos. Após a explosão, o grupo fugiu em direção ao distrito de Brejo Luiza de Brito. Em seguida, eles abandonaram e queimaram o veículo na pista.

Pesquisa mostra que viciados em pornografia tendem a ficar preguiçosos e sem apetite sexual

  • Da Redação
  • 07 Dez 2014
  • 08:05h

Viciados em pornografia tendem a ser mais preguiçosos e ter a libido diminuída aponta a pesquisa (Foto: Reprodução)

Se você gosta de ver filmes pornôs, cuidado: de acordo com uma pesquisa realizada pelo instituto alemão Max Planck, em Berlim, assistir esses conteúdos pode deixar a pessoa mais preguiçosa e até diminuir o ímpeto sexual. Os cientistas entrevistaram 64 homens e fizeram a seguinte pergunta: “com que frequência vocês assistem pornografia?”. Depois, os cérebros de todos os voluntários foram escaneados enquanto eles viam algumas imagens de pornográficas e outras sem conotação sexual. E o resultado foi imediato: o striatum, região do cérebro associada ao sistema de recompensa, era menor entre os consumidores mais ativos de conteúdo pornô. E, consequentemente, essa área funcionava com menos intensidade quando viam imagens de sexo. De acordo com a pesquisa, como o sistema de recompensa é o que deixa o indivíduo mais disposto, o excesso de pornografia pode ser o responsável pela preguiça e falta de impulsos sexuais. Porém, os pesquisadores afirmaram que essa relação ainda não foi comprovada. Talvez os maiores consumidores de pornografia já sejam naturalmente mais preguiçosos.

Operação Brasil Integrado: 67 são presos e mais de 600 kg de drogas são apreendidos na Bahia

  • Informações da Polícia Civil
  • 06 Dez 2014
  • 12:55h

(Foto: Divulgação Polícia Civil)

A operação Brasil Integrado, que aconteceu em todo país, prendeu 67 pessoas na Bahia, 42 em flagrante e 25 cumprindo mandados de prisão. Participaram da ação 1.700 policiais, entre as forças de segurança estaduais e federais. A Força Nacional também agiu nas cidades de Buerarema, Una e Ilhéus. Na Bahia, foram montados 58 pontos com barreiras policiais. Nestes locais, foram apreendidos 560 kg de maconha, 31,3 kg de cocaína, 20 kg de crack, 997 comprimidos de drogas sintéticas. Foram destruídos 39 mil pés de maconha. A polícia apreendeu na Bahia 26 armas de fogo, 140 munições de diversos calibres, 12 veículos e 24 objetos eletrônicos (relógios, telefones, balanças).

Para escapar, Bahia terá de superar o 'carrasco' Alex

  • Vittor Villar
  • 06 Dez 2014
  • 12:05h

Elenco tricolor realizou último treino do ano no Fazendão antes da viagem a Curitiba | Divulgação l E.C. Bahia

Muito se engana quem pensa que o jogo de domingo, 7, não vale mais nada para o Coritiba, já livre de qualquer risco de rebaixamento. O confronto, que pode selar a queda do Bahia, será também a despedida do meia Alex, um dos maiores ídolos da história do Coxa. Aos 37 anos, o camisa 10 pode se aposentar com a fama de legítimo carrasco do Esquadrão. Afinal, foram oito partidas contra o Tricolor em sua carreira, e nenhuma derrota: quatro triunfos e quatro empates. Não para por aí. Ao longo desses oito confrontos, o meia balançou as redes nove vezes. A fama de carrasco começou em 1996, quando, aos 19 anos, fez dois gols no triunfo por 4 a 1 pelo Brasileiro. No ano seguinte, brilhou nos jogos que eliminaram o Bahia da Copa do Brasil. Tudo isso pelo Coxa. Não custa lembrar que o craque, em outro momento festivo, já foi protagonista de uma partida que marcou o rebaixamento do Tricolor: a derrota para o Cruzeiro, por 7 a 0, na Fonte Nova, em 2003. Ainda hoje, os tricolores lembram de cada um dos gols do camisa 10 naquela partida - ainda que com dificuldade, afinal, foram cinco. O craque comemorava, aos 26 anos, o brasileiro conquistado antecipadamente.

 

 

Ciente da pressão que terá de enfrentar, o técnico do Esquadrão, Charles Fabian, também rasga elogios a Alex: "Primeiro que ele não é ídolo só do Coritiba, mas ídolo de todo mundo que aprecia bom futebol", disse. "Um jogador à moda antiga, de qualidade e inteligência fora dos comum", completou. Para o comandante tricolor, faltam mais atletas como Alex no Brasil. "É uma pena que está encerrando a carreira, porque vai fazer muita falta um cara como ele". Para o confronto de vida ou morte para o Tricolor, o Coxa promete casa cheia. Na sexta, 5, no primeiro dia de vendas dos ingressos, as bilheterias do Couto Pereira já amanheceram lotadas. O último treino do ídolo, na manhã deste sábado, 6, terá portões abertos para a torcida. Os torcedores do Coxa  também prometeram a tradicional 'rua de fogo', como é conhecida a multidão com sinalizadores nas mãos para receber os ônibus das duas equipes. Charles quer que os jogadores ignorem o cenário de festa para os torcedores do Coxa e mantenham a postura aguerrida do time, como aconteceu nos últimos jogos. "Quero que a gente jogue da mesma forma que jogamos contra Grêmio e  Atlético-PR. Vamos para Curitiba com um time de pegada, um time brigador, que não enxerga bola perdida", disse. "O jogo se define muito pelo estado como ele se inicia. Quando a bola rolar, vamos ver como nosso jogadores se apresentam. Espero que seja dessa forma".

CONTINUE LENDO

Aécio convoca povo a ir a protesto por impeachment de Dilma

  • Da Redação
  • 06 Dez 2014
  • 08:42h

(Foto: Reprodução)

O senador e candidato derrotado à Presidência Aécio Neves (PSDB-MG) postou, na tarde desta sexta-feira, em seu perfil no Facebook um vídeo no qual convoca a população a participar de mais um protesto pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Marcado para as 15h deste sábado, no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp), na avenida Paulista, em São Paulo, o evento já conta com mais de 100 mil confirmados no Facebook. “Venha manifestar sua indignação!”, diz a página criada para o protesto. No vídeo postado por Aécio, o senador não fala em impeachment e trata o protesto como um ato contra as denúncias de corrupção. “Nós já dizíamos que o escândalo da Petrobras é o maior caso de corrupção do Brasil. Mas a coisa não parar de crescer, e agora nós estamos sabendo que não era apenas na Petrobras. Portanto, mais do que nunca nós temos que estar mobilizados”, diz Aécio. Este será o quarto protesto contra Dilma. Além do impeachment, uma parte dos manifestantes defende intervenção militar no País. Em seu vídeo, Aécio pede que a democracia seja respeitada. “Vamos, portanto, pacificamente, respeitando os limites da democracia, para as ruas. E neste sábado, no Masp, na avenida Paulista, em São Paulo, haverá um grande encontro em favor da democracia, em favor da ética, em favor de um Brasil melhor. Isso nós temos e eles não têm: a capacidade de nos mobilizarmos e a capacidade a capacidade de continuar lutando para mudar o Brasil”, afirma o tucano.

Igaporã: moradores fazem manifestação cobrando melhorias na BR 430

  • Sudoeste Bahia
  • 05 Dez 2014
  • 18:24h

Foto: Gilson Alves / Sudoeste Bahia

Manifestantes interditaram a rodovia BR 430, entre os municípios de Caetité e Igaporã, na manhã desta sexta-feira, 05. O protesto foi realizado com carros atravessados na pista, galhos de mato e pneus queimados. O bloqueio ocorreu no trevo que dá acesso ao Município de Tanque Novo. O movimento de protesto reivindica a recuperação completa da pista, que recebeu a última reforma em 1990. O estado precário coloca em risco os usuários que trafegam pelo trecho diariamente. Os populares protestaram também contra uma recente operação tapa buraco realizada pelas prefeituras de Caetité e Igaporã, pois entendem que somente um serviço de recuperação completo poderá resolver os graves problemas enfrentados pela população. Segundo a liderança do movimento, outros protestos serão realizados até que as autoridades atendam às reclamações. As polícias Militar e Rodoviária Estadual acompanharam todo o movimento que foi finalizado por volta das 11 horas da manhã.

Tragédia na BA-046: duas pessoas morrem em grave acidente com três carros

  • Informações do Iaçu Notícias
  • 05 Dez 2014
  • 16:42h

Foto: Reprodução/Iaçu Notícias

Duas pessoas morreram e outra ficou ferida em um grave acidente na manhã deste sexta-feira (5), na rodovia BA-046, que liga os municípios de Iaçu e Milagres, a 230 km de Salvador. De acordo com o site Iaçu Notícias, as vítimas não tiveram suas identidades divulgadas e os veículos ficaram totalmente destruídos. Os corpos só puderam ser retirados dos carros com a chegada de uma equipe do Corpo de Bombeiros ao local do acidente.

Alessandro Lôbo: 'Estamos muito tranquilos e confiantes na vitória'

  • Daniel Simurro | Brumado Urgente
  • 05 Dez 2014
  • 15:01h

O atual presidente do Legislativo, vereador Alessandro Lobo afirma estar muito tranquilo e confiante na sua reeleição (Foto: Daniel Simurro | Brumado Urgente)

As eleições para a presidência do Poder Legislativo de Brumado, diferentemente de anos anteriores, se mostram muito disputadas e, a cada dia, apresentam novos episódios e desdobramentos. Diante do momento final, onde os ânimos estão alterados, a disputa se mostra cada vez mais intensa, tanto que já saiu do “octógono” do parlamento e foi para as rais da Justiça, já que a chapa de oposição a atual, entrou com um mandato de segurança alegando que a chapa composta pelo atual presidente estaria impedida de concorrer à reeleição, sob a alegação de ter apresentado a mesma composição da atual, ou seja, os membros da mesa diretora são os mesmos. Buscando esclarecer a questão, o Brumado Urgente falou com o atual presidente, vereador Alessandro Lôbo, que, muito firme, declarou que “estamos muito tranquilos com relação a este fato, pois é de conhecimento de todos que nos últimos dez anos ocorreu a reeleição da mesa diretora com os mesmos componentes, a exemplo das gestões anteriores de Leonardo Quinteiro Vasconcelos e do atual prefeito Aguiberto Lima Dias”. Ele ainda fez questão de relatar, para subsidiar sua afirmação que “além destes fatos, existe, sobretudo, o respaldado da Lei Orgânica, que através de Emenda nº 14, de 2004  reza que “Nas eleições para composição da mesa inicial de cada legislatura, bem como na sua renovação, poderão concorrer quaisquer vereadores, ainda que tenham participado da Mesa, ocupando o mesmo cargo. E encerrou destacando que “então, fica claro que estamos dentro das normas que regem o Legislativo, o que nos deixa muito confiante com a nossa reeleição. Como já disse estamos resguardados pela Lei que rege este parlamento e sugiro para aqueles que querem induzir o Poder Judiciário ao erro, a se atualizarem, para que não percam o bonde da história e fiquem para trás”, concluiu. 

O documento que daria total legitimidade à chapa da situação (Reprodução)