Brumado Urgente

Brumado Urgente


Anvisa pede a consumidores que denunciem repelentes que não funcionam

Domingo | 10.01.2016 | 16h04


(Foto: Reprodução)

A Agência nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu nesta sexta-feira (8) um comunicado em que solicita aos consumidores que denunciem casos de repelentes que não funcionam. “Caso você perceba sinais claros de picada de mosquito tais como inchaço, coceira ou mancha avermelhada na pele antes do fim da proteção descrita no rótulo, o repelente pode ter falhado”, afirma a nota. Os repelentes têm sido utilizados pela população contra o mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika – esta tem tido maior atenção por conta dos casos de microcefalia em recém-nascidos de gestantes infectadas. A agência reguladora também pediu que os consumidores denunciem reações inesperadas ao produto, como irritação na pele. Os alertas podem ser feitos pelos pelo email ouvidoria@anvisa.gov.br e pelo telefone 0800-642 9782. Todos os repelentes vendidos no Brasil devem ser registrados na Anvisa, o que garante que o produto funciona e não faz mal à saúde.

Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.