Por maioria de 2/3, Poder Legislativo aprova Projeto de Admissibilidade e processo de impeachment do prefeito de Brumado é aberto

  • Redação
  • 07 Jul 2020
  • 09:17h

A sessão contou com a presença dos grupos pró e contra o processo (Foto: Brumado Urgente)

O Poder Legislativo de Brumado teve uma sessão histórica na noite desta segunda-feira (06), onde foi votado e aprovado o Projeto de Admissibilidade que dará prosseguimento às denúncias apresentadas contra o prefeito Eduardo Vasconcelos. Antes da sessão, na parte externa, houve aglomerações de pessoas, que gritavam palavras de ordem contra ou a favor do projeto.

As discussões foram intensas (Foto: Brumado Urgente)

A Casa da Cidadania adotou todas as medidas restritivas e reduziu o número de pessoas que compareceram. De forma democrática os dois grupos, bem divididos, contra e a favor do impeachment, ostentando cartazes e faixas se manifestaram, dando um clima mais tenso à sessão que contou com a presença da Polícia Militar para conter possíveis excessos.

O líder do prefeito, vereador Santinho fez uma defesa veemente contra o projeto (Foto: Brumado Urgente)

O presidente Léo Vasconcelos consultou os seus pares e ficou decidido que a sessão teria pauta única para discutir e votar o referido projeto. Após a leitura das denúncias apresentadas, os vereadores defenderam os seus posicionamentos, sob vaias e aplausos dos grupos presentes e, no final, o projeto de admissibilidade foi aprovado por 9 votos a 4, ou seja, 2/3 dos parlamentares como reza o regimento interno.

O suplente de vereador, Girson Ledo votou a favor do projeto de cassação (Foto:: Brumado Urgente)

Diante disso, após a aprovação, foi nomeada a comissão que irá dar prosseguimento às investigações das denúncias, a qual foi escolhida por sorteio ficando como presidente Luiz Carlos Palito, como relator José Carlos de Jonas e como membro ilka Abreu. O prazo é de 90 dias para aprovação ou não do processo de impeachment do prefeito Eduardo Vasconcelos, que hoje tem minoria na casa e que teve ainda o impedimento do voto do seu filho Dudu Vasconcelos, o qual foi substituído pelo suplente Girson Ledo, que votou a favor da abertura do processo.

Tristeza em Coquista e repercussão nacional: Mãe e filho recém-nascido morrem de coronavírus

  • Informações do Pimenta
  • 07 Jul 2020
  • 08:09h

(Foto: Reprodução)

A Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista confirmou ontem (06) a morte de um recém-nascido prematuro com 12 dias de vida e que havia testado positivo para o novo coronavírus.  A mãe, que possuía quadro de insuficiência cardíaca e hipertensão, foi o 19º óbito ocorrido no município, no dia 30 de junho. A mulher faleceu devido a complicações no quadro de saúde após uma cesárea de urgência. Já o recém-nascido morreu na  quarta-feira ( 1º) de julho, em Salvador, onde estava internado. Ele foi contabilizado hoje pela Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista como 21º  óbito pela doença no município. Segundo dados oficiais, em pouco mais de quatro meses de notificações, 934 pessoas se contaminaram com o Novo Coronavírus em Vitória da Conquista. Hoje, a Secretaria Municipal de Saúde divulgou que mais 108 pacientes, que testaram positivo e estavam sob monitoramento, recuperaram-se da infecção, elevando para 710 recuperados. Outros 203 estão em recuperação, ainda com possibilidade de transmissão (12 internados e 191 em tratamento domiciliar). Atualmente, a rede SUS do município dispõe de 86 leitos exclusivos para tratamento da Covid-19, sendo 46 enfermarias e 40 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Neste momento, os leitos são ocupados por 46 pacientes de Vitória da Conquista e outros 17 municípios. Também estão hospitalizados no município do sudoeste moradores de Livramento de Nossa Senhora, Jaguaquara, Nova Canaã, Iguaí, Itapetinga, Ilhéus, Planalto, Itapebí, Barra do Choça, Guanambi, Malhada de Pedras, Valença, Caravelas, Jequié, Planalto, Ibicuí e Anagé. 

 

Inscrições para o Sisu começam nesta terça-feira (07)

  • Redação
  • 07 Jul 2020
  • 08:02h

(Foto: Brumado Urgente Conteúdo)

Os estudantes que participaram da edição de 2019 do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) devem ficar atentos porque as inscrições para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada) começam nesta terça-feira (7). Até sexta-feira (10) serão oferecidas mais de 51 mil vagas em instituições de ensino superior do País, e, pela primeira vez, além dos cursos de graduação presenciais, o Sisu 2020.2 vai ofertar vagas na modalidade a distância (EaD). Além de ter feito o Enem de 2019, os interessados não podem ter zerado a redação. Estudantes que fizeram o exame na condição de treineiros também não podem participar. Inscrições podem ser feitas por meio do site do Ministério da Educação (MEC)

Com pacientes longe das UTIs no interior, epidemia deve matar mais

  • Fernando Canzian | Folhapress
  • 06 Jul 2020
  • 19:23h

(Foto: Reprodução)

O aumento dos casos do novo coronavírus no interior do Brasil tem levado os infectados a chegar aos grandes centros urbanos com prognósticos bastante negativos de recuperação. Nas últimas semanas, a curva de infecções e mortes no interior ganhou força, obrigando gestores nos estados a aumentar a oferta de leitos de UTI e os meios de locomoção de doentes. Ao contrário de quando a epidemia se concentrava nas capitais, os doentes do interior tendem a receber tratamento inicial mais precário e demoram para entrar em atendimento intensivo, quando necessário - o que aumenta o número de óbitos. "Cada vez mais os infectados do interior chegam em estado crítico aos hospitais com UTI. Sem acesso direto a leitos, eles têm de enfrentar horas de viagem até a internação", diz Suzana Lobo, presidente da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib) e diretora do Hospital de Base de São José do Rio Preto, no interior paulista.

Embora as 27 capitais brasileiras agrupem 24% da população, elas têm quase a metade dos leitos de UTIs para adultos no país.

Já as unidades disponíveis no interior estão concentradas em cidades com mais de 100 mil habitantes (cerca de 300 municípios).

Isso leva a que apenas 6% das cidades do Brasil tenham leitos de UTI - e que aproximadamente 100 milhões de pessoas vivam em locais sem esse tipo de atendimento.

Correm maior risco 32 milhões de brasileiros (três vezes a população de Portugal, por exemplo) que residem em 3.670 municípios com até 20 mil habitantes.

Em condições normais, a concentração de leitos não traz grandes dificuldades e acompanha outros países, embora sem as dimensões continentais do Brasil.

O problema agora é que a Covid-19 se espraia com mais força e tem matado mais gente no interior, como mostra levantamento do DeltaFolha.

"Sobretudo no Norte e no Nordeste, a distribuição das UTIs é muito desigual, o que obriga transportar muitos doentes graves em condições não ideais", diz Ederlon Rezende, conselheiro da Amib e diretor do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo.

Roraima, por exemplo, não tem leitos de UTI para adultos no interior do estado, de acordo com levantamento feito pela Amib.

No Amazonas, a proporção entre os leitos de UTI em Manaus e no interior é de 541 para 14. Em Sergipe, há 317 leitos em Aracaju e apenas 42 no interior do estado.

Em Pernambuco, onde quase 60% dos leitos de UTI estão concentrados na capital Recife, o governo estadual vem transferindo ventiladores para respiração mecânica e monitores da capital para as cidades do interior.

No Recife, que chegou a ter filas de 300 pessoas esperando por leitos, a epidemia refluiu, e agora ataca principalmente as cidades menores do estado - além de se espalhar com intensidade para pequenas comunidades do sertão.

"Com Caruaru e Bezerros em 'lockdown', e a taxa de infecções caindo no Recife, a corrida agora é para equipar o interior", afirma Marcos Gallindo, coordenador de UTI Pública do hospital Agamenon Magalhães, na capital pernambucana.

Segundo Daniel Soranz, pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz, o problema adicional provocado pela interiorização da Covid-19 é que o desempenho clínico dos hospitais de baixa complexidade é falho - o que contribui para a piora do paciente antes que ele chegue a uma UTI.

"Além da capacidade resolutiva inicial muito baixa, se não houver depois uma ambulância de transporte avançado [mais bem equipada], o quadro do paciente piora muito".

Soranz afirma que as cidades do interior também não têm capacidade laboratorial para a realização de testes do tipo RT-PCR -do tipo molecular e mais confiável- para triagem criteriosa de casos suspeitos.

De acordo com Magda Almeida, diretora de Medicina Rural da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC), que reúne 47,7 mil equipes de atenção básica no país, são três as deficiências do sistema nos municípios menores do Brasil: dificuldade de reconhecimento precoce da doença (não só da Covid-19), estabilização dos doentes graves e seu transporte para centros de referência.

No Ceará, onde ela também atua na secretaria de Vigilância e Regulação do estado, o esforço tem sido levar leitos de UTI com respiradouros para o interior.

Na falta de médicos intensivistas nessas localidades, as equipes fazem teleconsultas com profissionais dessa área em Fortaleza, que monitoram pacientes e equipamentos por via de smartphones.

O fato de o Ministério da Saúde não ter até hoje um mapa nacional localizando onde estão as UTIs com leitos disponíveis -uma promessa feita na gestão de Luiz Henrique Mandetta- também dificulta a distribuição de pacientes do interior para os grandes centros.

"Muitas vezes há leitos ociosos em cidades maiores que fazem fronteira com outro estado onde há demanda por internação. Mas os sistemas não conversam", diz Ederlon Rezende, da Amib.

Apesar de também enfrentar problemas com a falta de leitos neste momento, a distribuição nos estados do Sul e do Sudeste do Brasil é mais equilibrada.

São os casos dos estados de São Paulo e do Rio. Em Minas Gerais, as cidades menores têm mais que o dobro de leitos em relação a Belo Horizonte - herança de uma rede hospitalar antiga.

"Uma melhor distribuição de leitos permite o remanejamento de pacientes entre municípios, se necessário", afirma Mirella Oliveira diretora clínica da UTI do Centro Hospitalar do Trabalhador em Curitiba.

No Paraná, com 2.046 leitos do interior e 678 na capital, não há muitos casos de doentes sendo transferidos para Curitiba -mas sim no interior do próprio estado".

CONTINUE LENDO

Itapetinga: Defensoria move ação para obrigar prefeitura a acolher moradores de rua

  • Sudoeste Digital
  • 06 Jul 2020
  • 18:34h

(Foto: Reprodução)

A Defensoria Pública da Bahia ingressou com uma ação civil pública contra o Município de Itapetinga para que promova imediatamente o acolhimento provisório da população em situação de rua, diante da pandemia do coronavírus. Anteriormente, a Defensoria buscou resolver a situação sem precisar acionar a Justiça. Ao menos 17 pessoas estão em situação de rua na cidade.Embora em meados de abril a Secretaria de Desenvolvimento Social tenha indicado que realizaria o acolhimento em escola municipal, enviando fotografias e apontando que o lugar estaria sendo preparado para receber o público, logo em seguida, alegando não ter condições de oferecer segurança, a implementação do abrigo provisório foi descartada. Ainda em abril, a Defensoria Pública se reuniu com representante da Secretaria, do Creas e o procurador geral da cidade para resolver a questão. Na ocasião, o município alegou a impossibilidade financeira para tratar da questão e não se demonstrou interessado em perseguir soluções. Desde então, mais nenhuma informação foi prestada pela administração municipal e nenhuma medida foi efetivamente aplicada. Na ação, a Defensoria recorda que ainda no começo de abril o município teve seu estado de calamidade pública aprovado pela Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) e pode descumprir as metas fiscais prevista na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Isto lhe possibilita adquirir empréstimos de forma compulsória com a união, prorrogar e parcelar suas dívidas e contratar obras e serviços sem licitação, entre outras prerrogativas. A Defensoria também lembra que o município recebeu socorro emergencial pelo Congresso Nacional para conter a pandemia.

Nesse sentido, a Defensoria pede a implementação de uma série de medidas para lidar com a situação, especialmente aquelas que assegurem o abrigamento emergencial em condições sanitárias adequadas ao enfrentamento do coronavírus.

Além disso, pede que seja mantido em funcionamento todos os equipamentos e serviços que atendem esta população, assim como se disponibilize materiais de proteção e higiene, como máscaras e álcool em gel, para a mesma.

Outro pedido é para disponibilizar espaços específicos para os moradores de rua quem se enquadra em grupo de risco da Covid-19. Também requer o fornecimento de alimentação nestes espaços e a realização periódica de testes para diagnóstico da doença.

A Defensoria assevera, entretanto, que não seja realizada nenhuma internação compulsória de pessoas em situação de rua. Além disso, pede que sejam suspensas, imediatamente, quaisquer ações de confisco de pertences desta população. A ação é assinada pelo defensor Gustavo Linhares Rodrigues

Brumado: Novo boletim mostra 46 casos ativos, 170 curados e 219 confirmados

  • Brumado Urgente
  • 06 Jul 2020
  • 17:49h

(Divulgação SESAU)

Nesta segunda-feira, 05 de julho de 2020, o município de Brumado, segundo novo boletim emitido pela SESAU, chegou a 217 casos confirmados da Covid-19, o novo coronavírus. Entre os diagnósticos não há ninguém internado no momento, o número de óbitos estacionado em 03 e 46 casos ativos e 170 curados. No momento, 49 pessoas ainda aguardam resultado laboratorial e 686 já foram descartados. As notificações suspeitas abrangem pacientes com quadros de síndromes gripais diversas, dentre os quais alguns se encaixam nos critérios para realização do exame RT-PCR ou via teste rápido. Estes últimos estão sendo usados de forma criteriosa, em casos excepcionais, como estratégia para ampliar e tornar mais eficaz o enfrentamento à pandemia no município.

Prefeito de Conquista fala em criar uma frente de defesa de prefeitos da região em favor de Eduardo Vasconcelos

  • Redação
  • 06 Jul 2020
  • 16:50h

Herzem Gusmão em visita a Brumado, onde conheceu toda a estrutura educacional do município | Foto: Brumado Urgente

Mostrando ser cada vez mais um forte aliado do chefe do executivo brumadense, o prefeito de Vitória da Conquista, terceira maior cidade do estado da Bahia, Herzem Gusmão, confirmou mais uma vez a sua parceria ideológica, ao afirmar, se preciso for, que irá criar uma frente de prefeitos da região para sair em defesa de Eduardo Vasconcelos. Ele também voltou a mencionar os grandes esforços que vem sendo feito em prol da Educação de Brumado, citando que “é o único município que tem 100% das escolas funcionando em Tempo Integral, o que é um grande exemplo para todos e que deve ter o reconhecimento por esse planejamento tão arrojado”. Ele ainda destacou que “Eduardo é um gestor compromissado com o futuro e essa forma que encontraram para tirar ele do cargo por meio de um processo de impeachment chega a ser inaceitável, já que, ao que tudo indica, é movida pelo ódio e por interesses individuais, deixando o coletivo de lado”.  E finalizou dizendo que “então, se preciso for iremos convocar uma frente de prefeitos da região para que esse processo não vá adiante, pois conhecemos o trabalho e a dedicação do prefeito Eduardo, que, como já disse, é um dos melhores prefeitos do país”.  

Sesab muda protocolo e passa a recomendar internação precoce de pacientes com Covid-19

  • Redação
  • 06 Jul 2020
  • 16:46h

(Foto: Brumado Urgente Conteúdo)

Pacientes portadores de comorbidades com suspeita ou confirmação de infecção pelo novo coronavírus deverão ser internados mais precocemente na Bahia. A recomendação  partiu Centro de Operações de Emergência em Saúde da Bahia (Coes) e passa a valer já nesta segunda-feira (6). A recomendação conta com a assinatura do secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, que divulgou um vídeo em que explica o motivo e o objetivo da mudança de protoloco. De acordo com o titular da Sesab, a intenção é prevenir o agravamento de quadros clínicos, especialmente em relação aos casos com comorbidades associadas. "Para que consiga dessa forma evitar que os pacientes cheguem muito tarde ao hospital, nós temos observado que os pacientes estão chegando tardiamente e indo direto para UTI", explicou Vilas-Boas. O grupo de risco para a Covid-19 a que a recomendação tem como foco inclui diabéticos, hipertensos, portadores de doenças cardíacas, pulmonares ou renais, imunosuprimidos, além de obesos, gestantes e maiores de 60 anos. A Sesab informa que, inicialmente, mais de 350 leitos clínicos estarão disponíveis para estes pacientes, entre as gestões estadual e municipal. A Nota Técnica 71 está disponível no site da secretaria (veja aqui).  Nela constam orientações aos profissionais de saúde, sobretudo, os médicos da rede pública de saúde.  Ainda conforme a Secretaria da Saúde da Bahia, consideram-se casos suspeitos de Covid-19 pessoas que apresentem sintomas como febre, tosse, coriza, dor de garganta, dispneia, perda de olfato ou paladar, diarréia associada à dor abdominal e/ou sintomas respiratórios, e conjuntivite. Havendo quaisquer alterações clínicas, laboratoriais ou descompensação clínica da doença de base (comorbidade), recomenda-se a internação hospitalar para uma monitorização e acompanhamento.

Rui e Neto, adversários unidos contra a Covid, dão boa lição a Bolsonaro

  • Levi Vasconcelos
  • 06 Jul 2020
  • 15:56h

Bolsonaro e cia. deveriam vir à Bahia tomar lições de civilidade | Foto: Reprodução

Pergunta Luciano César Vieira dos Reis, o Maroto, leitor amigo, se eu acho que essa proximidade entre Rui Costa e ACM Neto na pandemia pode dar em casamento.

Maroto prezado, já deu, a depender do ponto de vista que se olhe. Partido político é uma roupa que se veste. Tirou uma, botou outra, tudo no mesmo. As pessoas se aproximam mesmo, em partidos e na vida de modo geral, é por afinidades de propósitos (bons ou maus). E na hora de encarar um problema sério, eles, adversários na política, se afinaram na luta.

Se a pergunta inclui o casamento político, aí convém lembrar que eles vestem camisas diferentes. E duelam pelo comando do Estado. Justamente por causa disso é que surpreendem.

Exemplo baiano

Sem essa de fazer exercícios de xeretagem ou de estar pintando mortais comuns de santos. Pesquisas refletem em números realidades pulverizadas que são traduzidas em palavras. E bom governante se mede pelo índice de acertos. Eis a questão: um olhar detalhado sobre elas mostra Rui e Neto com altos índices de acertos.

O melhor do caso tem duas pontas bem afiadas. A primeira é na saúde, uma questão tão vital para a sociedade, foi a gota para eles jogarem as suas diferenças de lado, lamentavelmente fazendo da exceção o que deveria ser a regra.

E a segunda é conceitual, oportuna nestes momentos de louvação do ódio. Bolsonaro e cia. deveriam vir à Bahia tomar lições de civilidade.

Anagé inicia 1º dia de lockdown; município tem 22 casos confirmados de Covid-19 e 01 morte

  • Redação
  • 06 Jul 2020
  • 15:22h

(Foto: Brumado Urgente Conteúdo)

Começou nesta segunda-feira (06) o primeiro dia de lockdown em Anagé, distante de Vitória da Conquista 50 quilômetros. No último final de semana a Secretaria de Saúde do município identificou mais onze pacientes da COVID-19 por meio da realização do teste rápido, totalizando 22 casos no município, sendo que desses 01 foi a óbito. Com a confirmação dos novos pacientes, a Prefeitura Municipal de Anagé publicou o Decreto nº 39, que determina a suspensão total das atividades em Anagé. Todos os novos pacientes confirmados apresentam faixa etária entre cinco e 55 anos, sendo oito homens e três mulheres e estão em constante monitoramento pela equipe de saúde. A maioria dos casos é da zona rural do município, sendo apenas três confirmados da sede. Com o novo decreto, que entrou em vigor nesta segunda-feira (06), a gestão definiu a suspensão de todas as atividades econômicas não essenciais, formal e informal, incluindo ambulantes e feirantes, como medida de enfrentamento ao Coronavírus para conter a transmissão. Os serviços essenciais como as farmácias, serviços de saúde de urgência e emergência, postos de combustíveis, funerárias, distribuidoras de gás e água em sistema de delivery, órgãos públicos encarregados da realização de atividades essenciais e provedores de internet, poderão funcionar em horário normal. Os supermercados, mercados, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros, quitandas, restaurantes e lanchonetes funcionarão apenas em sistema de delivery Todos esses serviços listados como essenciais, poderão funcionar cumprindo as regras sanitárias de uso de máscara, higienização e não aglomeraçã A Prefeitura de Anagé mantém o pedido para que a população fique em casa, evitando aglomerações e respeitando as medidas anunciadas pelos decretos municipais, para que essa pandemia seja vencida. A medida de lockdown deve seguir até o dia 13 de julho.

 

Não sabemos onde isso vai parar, diz Rui ao repetir que Brasil ‘debochou’ da pandemia

  • Alexandre Santos
  • 06 Jul 2020
  • 15:11h

(Foto: Reprodução)

O governador Rui Costa (PT) afirmou que o Brasil ocupa hoje o “vergonhoso” posto de segundo país do mundo com mais mortes por Covid-19 porque debochou da gravidade da doença desde o início da pandemia. Até agora, o país soma mais de 64 mil óbitos e 1,6 milhão casos em decorrência da doença –os EUA, que lideram o ranking, registram 129.576 mortes e 2.841.906 infectados. As declarações do governador foram dadas na manhã desta segunda-feira (6), em uma entrevista coletiva no município de Rafael Jambeiro, onde inaugurou obras em uma rodovia. “Acho que o Brasil errou muito no enfrentamento do coronavírus. Não é à toa que o Brasil está em segundo lugar em número de mortes, segundo lugar em número de contaminados no mundo. Nó não somos a segunda população do mundo, o que mostra que alguma coisa está errada”, disse o governador. Sem mencionar nomes, Rui Costa voltou a criticar o presidente Jair Bolsonaro (sem parido), cuja conduta é a de minimizar o novo coronavírus. Ao lançar mão de uma metáfora, o governador disse que, numa guerra ou no esporte, quando se menospreza um adversário, é alto o risco de se “perder a batalha”. Toda vez que você faz deboche, brincadeira do adversário, você sofre um sério risco de perder a batalha, de perder aquele enfrentamento que você está tendo. E o brasil brincou, fez deboche com o vírus, disse que era uma gripezinha, minimizou, e hoje nós pagamos um preço muito alto. Daqui a pouco, estamos com 70 mil mortos no Brasil, infelizmente, segurando o título vergonhoso de vice-campeão de mortes. É um triste título que o Brasil carrega e não sabemos até onde isso vai parar”, lamentou o governador.

MP aciona cinco municípios por falta de transparência nos gastos públicos referentes ao enfrentamento da Covid-19

  • Cecom | MP
  • 06 Jul 2020
  • 14:03h

(Foto: Reprodução)

Cinco ações civis públicas que buscam efetivar a política de transparência no âmbito da administração pública foram ajuizadas pelo Ministério Público estadual contra os municípios baianos de Poções, Mirante, Bom Jesus da Serra, Boa Nova e Caetanos. Nos documentos, o promotor de Justiça Ruano Leite destaca que os municípios não estão dando a devida e efetiva publicidade às informações relativas aos gastos públicos e às medidas de assistência à saúde adotadas para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Ele solicita à Justiça concessão de medida liminar, que determine aos municípios a disponibilização imediata das informações relativas às ações de enfrentamento da Covid-19 e às contratações ou aquisições realizadas O promotor de Justiça explica que objetivo é que os dados sejam publicados em site específico de cada Município. Entre eles, devem constar o número de leitos de enfermaria e de UTI disponíveis no Município; o número de casos de COVID-19 notificados, em investigação, confirmados, em recuperação e curados, mantendo-se os registros históricos; a quantidade de aparatos de testagem disponíveis; o quantitativo de testes realizados com os respectivos resultados; número de óbitos; taxa de isolamento social; e a estimativa do pico da contaminação. As informações devem ser atualizadas e publicadas diariamente, bem como divulgadas em linguagem de fácil compreensão pelo cidadão, inclusive com a utilização de gráficos. Segundo Ruano Leite, um cidadão apresentou notícia de fato à Promotoria de Justiça de Poções relatando “a inexistência de linguagem de acessível compreensão nos dados divulgados pelo município”. Ele afirmou que a linguagem é “extremamente técnica, sem objetividade, incompreensível ao cidadão comum, sendo que, em muitos casos, é preciso conhecimento contábil para identificação da fonte de custeio e da origem do empenho”. O MP solicita ainda que os municípios sejam obrigados a publicar o quantitativo de respiradores disponíveis, a quantidade de materiais e insumos existentes e ainda não disponíveis, mas já adquiridos, para o enfrentamento da pandemia. Além disso, que apresentem o plano de contingenciamento atualizado e o conjunto de medidas para sanar eventuais defasagens de materiais, insumos e equipamentos necessários ao tratamento de pacientes com a Covid-19; que também informem sobre a publicação do protocolo de aplicação de medidas sanitárias proporcionais, esclarecendo previamente à população quais os critérios que serão adotados para a deflagração das escalas de distanciamento social e da paulatina retomada das atividades, que deverão ser baseadas no cenário epidemiológico e em critérios específicos. Diversas outras medidas são previstas nas ações para que a população tenha acesso às informações em sítio oficial específico na rede mundial de computadores, em linguagem de fácil compreensão e acessível. 

Receita Federal diz que vendas em junho cresceram 10,3%

  • Redação
  • 06 Jul 2020
  • 11:30h

Média diária de vendas no último mês foi a maior de 2020 | Foto: Reprodução

A média diária de vendas com nota fiscal eletrônica (NFe) atingiu R$ 23,9 bilhões em junho, o maior patamar de 2020. As vendas tiveram resultado 15,6% maior que o mês de maio e 10,3% superior ao de junho de 2019, informou a Receita Federal. Na comparação com o mês anterior, a queda de abril foi seguida de aumentos de 9,1% em maio e de 15,6% em junho. De acordo com a Receita, o movimento agregado da NFe capta, principalmente, as vendas entre empresas de médio e grande porte, bem como as vendas não presenciais de empresas para pessoas físicas.

Vendas semanais – Segundo a Receita, dados das vendas semanais indicam recuperação gradual. No total, após o pico de R$ 180 bilhões na última semana de maio, as semanas de junho mostraram vendas superiores a R$ 150 bilhões, exceto a semana do feriado de Corpus Christi (R$ 137 bilhões). A última semana de junho registrou vendas de R$ 177 bilhões.

Comércio eletrônico – A Receita informou que em 2020, o comércio eletrônico teve vendas crescentes em quantidade e em volume, com tendência de elevação intensificada a partir de março. Em relação ao mesmo mês de 2019, a média diária de vendas apuradas com a NFe em 2020 cresceu 20,6% em março, 17,5% em abril, 37,4% em maio e 73,0% em junho.

Herzem Gusmão sai em defesa do prefeito Eduardo Vasconcelos

  • Brumado Urgente
  • 06 Jul 2020
  • 10:39h

O prefeito de Conquista, Herzem Gusmão enalteceu o trabalho do gestor brumadense (Foto: Brumado Urgente Conteúdo)

Diante da possibilidade de abertura ou não do processo de impeachment que pode resultar na cassação do mandato do prefeito Eduardo Lima Vasconcelos (PSB), o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, saiu em defesa do gestor brumadense. Os dois comungam do conceito, assim como um grande número de prefeitos brasileiros, que os recursos do Fundeb podem ser utilizados para melhorar estradas e o sistema de água para beneficiar os alunos da zona rural. Tão logo tomou conhecimento da possibilidade da votação da admissibilidade ou não do processo, Herzem fez questão de engradecer o trabalho do chefe do executivo brumadense citando que “Eduardo Vasconcelos é grande exemplo para o Brasil como prefeito. Estive recentemente em Brumado e comprovei o trabalho revolucionário que vem sendo feito por meio da educação, onde todas as escolas funcionam em tempo integral e com salas de aula climatizadas, então acredito que o bom senso prevalecerá”. Herzem ainda fez questão de acentuar que “embora eu não tenha maioria na Câmara Municipal, os vereadores conquistenses não votam contra a cidade e não perseguem ninguém e espero que assim seja em Brumado”.

Legislativo de Brumado informa que sessão de hoje (06) será somente para votação do andamento ou não das investigações das denúncias apresentadas contra chefe do Executivo

  • Ascom | CMB
  • 06 Jul 2020
  • 10:10h

(Foto: Ascom | CMB)

Visando esclarecer as dúvidas que acabaram confundindo a opinião pública brumadense sobre a votação da admissibilidade e prosseguimento das denúncias apresentadas contra o chefe do Poder Executivo, a presidência da Câmara de Vereadores informa que a sessão desta segunda-feira (06) não irá determinar uma possível retirada imediata do prefeito municipal em face das supostas irregularidades apresentadas, mas, sim, somente o andamento ou não da investigação, ou seja, não há motivos para aglomerações de pessoas. Outro fato a ser observado é a obrigatoriedade dos vereadores fiscalizarem a coisa pública, então, diante disso, os parlamentares irão cumprir a sua função de legisladores ao analisar o andamento ou não das investigações apresentadas.