Eclipse com 'superlua' será visível hoje no Brasil; saiba como observar

  • 20 Jan 2019
  • 20:16h

Foto: Bay Iismoyo/AFP Photo

Na madrugada da próxima segunda-feira (21), o Brasil poderá ver um eclipse lunar total – quando Sol, Terra e Lua se alinham e nosso planeta faz sombra sobre o satélite. O fenômeno será parecido com o que vimos em julho de 2018, mas poderá ser observado por mais tempo em todas as cidades do país. O eclipse começa à 00h36 (21h36 de Nova York). O fase da umbra – quando a sombra do Sol começa a ser observada na Lua tem início à 01h33 (22h33 de Nova York). Às 03h12, o satélite estará na fase total máxima. A fase parcial segue até às 04h50 (01h50 de Nova York) e tudo termina às 5h48. Diferente de um eclipse solar total – quando o que é "escondido" é o Sol – a observação da versão lunar não exige um óculos de proteção. A visão da Lua é a olho nu. Um binóculo ou uma luneta simples podem ajudar. É mais fácil de assistir em áreas menos iluminadas – campos e praias – e com o horizonte livre "Quando o eclipse começar, a Lua vai estar alta. Mas quando a fase total começar, ela já vai estar no lado oeste do céu, e é pra lá que as pessoas precisam olhar", disse Josina Nascimento, pesquisadora do Observatório Nacional.

'Está querendo lutar pela vida', diz mãe do ator Caio Junqueira, internado após acidente

  • 20 Jan 2019
  • 19:09h

Foto: TV Globo / Bob Paulino

O ator Caio Junqueira, que sofreu um grave acidente de carro, no Aterro do Flamengo, abriu os olhos e, mesmo sedado, tentou se levantar da cama neste sábado (19), surpreendendo os médicos do Hospital Miguel Couto, na Gávea, Zona Sul do Rio. "Isso mostra que ele está querendo lutar pela vida", disse ao G1 a mãe do ator, que pediu para não ter o nome divulgado. Ela contou que os médicos tiveram que aumentar a sedação do filho para que ele não se levantasse: "O médico falou assim: 'ele é um touro, ele é muito forte'. Caio ainda apresentou febre alta neste sábado, o que levou os médicos a trocar seus medicamentos. Eles esperam uma melhora já no domingo pela manhã, segundo a mãe. O ator ainda precisará passar por várias cirurgias em função dos traumas que sofreu durante o acidente. "Tem que dar tempo a ele. Ele está muito traumatizado. Não é fácil ele chegar lá, abrir o olho, entender tudo", disse a mãe. Os médicos proibiram a visitação para evitar que Caio se agite. "Mas ele está bem e está reagindo." Ainda neste sábado, a Secretaria Municipal de Saúde informou que Caio "permanece em estado grave". O irmão do ator, Jonas Torres, conversou com G1 na quinta (17) e disse que o quadro de Caio era "delicado". Amigos do artista pediram doações de sangue para ele nas redes sociais. Caio Junqueira interpretou Neto, o aspirante 06, no filme "Tropa de elite". Um dos últimos trabalhos do artista foi a série "O Mecanismo", inspirada nas investigações da Operação Lava Jato.

Secretária Municipal de Saúde de Brumado parabeniza todos os farmacêuticos pela passagem do seu dia

  • 20 Jan 2019
  • 18:34h

Foto: Reprodução

A data em homenagem aos farmacêuticos foi proposta inicialmente em 1941, partindo do Farmacêutico Oto Serpa Grandado. O dia e mês foram escolhidos tendo como referência a data de fundação da Associação Brasileira de Farmacêuticos (ABF), que na época era considerada a maior instituição que representava a categoria no Brasil. Muitos anos depois, em 2007, o CFF reconheceu o dia 20 de janeiro como o Dia do Farmacêutico (Resolução CFF 460/07). E em 2010, essa data foi definitivamente oficializada em todo o Brasil através da Lei Federal 12.338/2010.E para celebrar essa data. A Secretaria Municipal de Saúde de Brumado aproveita para parabenizar todos os farmacêuticos brumadenses e os de toda a microrregião, pela passagem do seu dia. Os farmacêuticos são peças extremamente importantes na construção de um modelo de saúde que a sociedade espera, por isso, ficam aqui todos nossos reconhecimentos.

Brumado: Taisan Auto homenageia o VW Fusca

  • 20 Jan 2019
  • 18:28h

O seu melhor revendedor multimarcas para Brumado e região, a Taisan Auto, homenageia o VW Fusca, um ícone da indústria automobilística mundial. O bom e velho “fusquinha”, que fez e ainda faz parte da vida de muitos brasileiros, é um dos veículos mais admirados já produzidos no Brasil. A sua história se confunde com a própria história da expansão da indústria automobilística brasileira, o início da produção do Fusca no país foi um divisor de águas do setor. Há fuscas que valem mais no mercado do que mesmo um carro 0 km, são aqueles exemplares raros e conservadíssimos que são verdadeiras joias em forma de carros.

Após aprender ginástica olímpica na internet, baiano de 11 anos é aprovado no Bolshoi e mãe realiza ações para pagar mudança a SC

  • G1
  • 20 Jan 2019
  • 17:00h

Foto: Arquivo Pessoal

Sem nunca ter feito aulas de balé, o baiano Gabriel Serrano, de 11 anos, foi aprovado no Bolshoi, no ano passado, e está prestes a se mudar para Joinville (SC), onde está localizada a sede da escola no Brasil. Para isso, a mãe dele, que é confeiteira, desenvolveu uma série de atividades para arrecadar dinheiro. Além da viagem, o montante irá custear os primeiros dias da família na nova cidade. Gabriel é do município de Seabra, na região da Chapada Diamantina. O menino é o mais novo de quatro irmãos. Apenas a irmã mais velha de Gabriel, que tem 21 anos e estuda artes na Universidade Federal da Bahia (Ufba), em Salvador, não irá para Santa Catarina. O garoto prodígio e os outros dois irmãos - um menino de 14 anos e uma menina de 16 - irão começar uma nova vida, ao lado da mãe, Andrea Serrano. A nova rotina inclui, além das aulas no Bolshoi - que são restritas a Gabriel -, outras escolas e uma casa nova. "Eu iria mandar ele sozinho, mas depois achei que não era adequado, por conta da idade dele e da rotina, que é rigorosa. Achei melhor a família ir junto, para, além de tudo, dar suporte emocional para ele", contou Andrea. Gabriel viaja no dia 1º de fevereiro. As aulas no Bolshoi e na nova escola começam no dia 11. No dia 21, os irmãos do menino e a mãe dele se mudam. "Vou com ele agora, volto para a Bahia, e depois volto para Santa Catarina com os outros dois irmãos. Terei uma semana lá para alugar uma casa", contou. Neste começo, Andrea Serrano estima precisar de R$ 10 mil. Além de vaquinha virtual, um jantar beneficente e outras atividades foram criadas para arrecadar o dinheiro. Na internet, mais de R$ 7 mil já foram doados. "A gente precisa da ajuda porque não temos fundos. Eu trabalho no dia a dia para nos manter . Não posso deixar de trabalhar", disse Andrea. A mãe de Gabriel conta que, apesar de nunca ter feito aulas de balé, o garoto faz atividades musicais, teatrais e físicas, como circo, há mais de 5 anos. Como se não bastasse, o menino aprimorou o potencial físico com movimentos de ginástica olímpica, que desenvolveu sozinho após assistir vídeos na internet. O talento do menino foi reconhecido pelo Bolshoi no ano passado. Uma amiga da família, que tem uma escola de dança em Seabra, sugeriu que Gabriel participasse da seletiva, junto com uma aluna dela. A professora acompanhou os meninos. Contudo, somente Gabriel passou. As seletivas ocorreram em duas etapas: a primeira, realizada em Ilhéus, no sul da Bahia; e a segunda, em Joinville (SC). Na modalidade na qual Gabriel competiu não era necessário conhecimento em balé. A conquista do garoto é motivo de orgulho para a família, em especial para a mãe coruja. "Eu não esperava que ele fosse ser aprovado, mas o menino sempre foi bom. Não é porque é meu filho não. Se fosse de outra pessoa eu falava. Depois que o nome dele saiu na lista de selecionados, a gente comemorou. Todo mundo ficou feliz. É uma coisa dificil e ele conseguiu", conta Andrea Além de Gabriel, um outro garoto baiano foi selecionado no Bolshoi, sem nunca ter feito balé. Ele participou da primeira seletiva de última hora. A irmã iria concorrer a uma vaga, mas a família se atrasou e a menina perdeu a seletiva. Com isso, surgiu a ideia de inscrever o garoto. Jhonatan de Araújo, de 10 anos, mora em Salvador com os pais e três irmãos. A família também vai se mudar para Joinville (SC) neste ano. Para conseguir o dinheiro necessário, eles montaram um esquema parecido com o da família de Gabriel: uma vaquinha virtual. A vaquinha, que será encerrada na segunda-feira (21), tinha o objetivo de arrecadar R$ 10 mil. Contudo, mais de R$ 38 mil já foram doados para a família.

Conquista: Professor da Uesb morre após carro capotar em rodovia

  • G1
  • 20 Jan 2019
  • 15:00h

Um homem de 62 anos, professor da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), morreu depois que o carro em que ele estava capotou, na tarde de sábado (19), na rodovia BA-634, entre as cidades de Itambé e Ribeirão do Largo, no sudoeste do estado. O professor Helder Francisco Ferreira trabalhava no campus de Itapetinga. Outras três pessoas estavam no veículo, entre elas duas crianças, mas nenhuma ficou ferida. Segundo testemunhas, o professor teria perdido o controle da direção do veículo, que capotou. Através de nota, a Uesb lamentou a morte do professor e decretou três dias de luto oficial.

Confira nota na íntegra:

É com pesar que a Uesb informa o falecimento de Hélder Francisco Ferreira, analista universitário, zootecnista, lotado no Laboratório de Produção de Semente desde 1998, no campus de Itapetinga. Por conta do falecimento, a Universidade decreta, por meio da Portaria 0029/2019, luto oficial por três dias, nos campi de Itapetinga, Jequié e Vitória da Conquista. O velório acontece neste sábado, 19, na cidade de Itapetinga, na Pax Perfeição, a partir das 23 horas.

Neste momento de dor, a Uesb manifesta sua solidariedade aos familiares e amigos do servidor.

Baiano cria HQs de heróis negros com orixás e história Yorubá: 'Legado das civilizações africanas'

  • 20 Jan 2019
  • 13:03h

Foto: Hugo Canuto/Reprodução

Filmes, animações e séries de heróis como Pantera Negra, Cyborg (Teen Titans) e Luke Cage ascenderam debates sobre a representatividade entre os heróis nos últimos anos. Como instrumento para reforçar o empoderamento negro nas histórias em quadrinhos (HQs), o quadrinista baiano Hugo Canuto criou os “Contos dos Orixás”.Parte de um projeto que adapta os mitos e lendas sobre as divindades da África Ocidental, as histórias retratam os orixás em linguagem artística e com respeito às tradições dos povos Yorubás – civilização existente no continente africano, onde ficam atualmente a Nigéria e partes do Benin e do Togo.Entre os protagonistas das HQs, por exemplo, está o Rei Xangô, o senhor do trovão. A história conta ainda com Obatalá (outro nome para Oxalá), que criou o mundo com a ajuda dos irmãos. Orixás guerreiros como Ògún, o senhor do ferro, e Oxóssi, o caçador, também são retratados.De acordo com Canuto, a jornada para criar os Contos dos Orixás teve uma inspiração: “O legado das civilizações africanas que moldaram minha terra de origem, a Bahia e sua ancestralidade, representadas aqui pelos Itan, conjunto de narrativas ligadas aos Orixás, arquétipos milenares de força, coragem e sabedoria”.Para construir o projeto, o quadrinista trabalhou por cerca de dois anos e meio, ao lado de sacerdotes, acadêmicos e outros autores que compartilharam saberes. Além do estudo, ele fez cursos de língua e cultura Yorubá, e usou como referência obras de Pierre Verger, Edson Carneiro e Lydia Cabrera.Apesar das referências aos elementos ligados aos orixás, como por exemplo: Oxum, a rainha dos rios e cachoeiras; Iansã, a senhora dos ventos e tempestades, e Yemanjá, a senhora das águas, os Contos dos Orixás não se tratam diretamente de uma obra religiosa.“Os contos não falam sobre o Candomblé, a Umbanda, Santeria ou Ifá, seus ritos, fundamentos iniciações e segredos, mas buscam fazer um recorte respeitoso com foco na cultura Yorubá, assim como os mitos e histórias dos orixás”.No planejamento inicial, as histórias tinham 60 páginas. Hoje, a revista tem o dobro de folhas, no formato americano de HQs. A publicação dos Contos dos Orixás começou a ser viabilizada de forma independente, a partir de um financiamento coletivo, o chamado “crowdfunding”.“Ao longo do tempo de produção, senti a necessidade de ampliar o conteúdo para contar a história que desejava. Assim, dobramos o tamanho da revista, tendo a versão final o total de 120 páginas. Isso exigiu mais tempo na elaboração, visto que, do roteiro até a arte, o processo se deu de maneira autoral”, contou Hugo.O projeto foi disponibilizado na plataforma Cartase e, com o apoio e iniciativa do público, até a publicação desta reportagem, já havia arrecadado 784% da meta que era de R$ 20 mil [a campanha já arrecadou R$ 144.867 ]. Quem deseja apoiar o quadrinista pode fazer contribuições a partir de R$20. As recompensas vão desde revistas impressas e exemplares autografados a ilustrações e outros itens.Durante a primeira campanha, em 2017, o quadrinista subsidiou, em R$25, o preço de 500 exemplares para os apoiadores. O valor do quadrinho atualmente é de R$45.As duas primeiras tiragens tiveram cerca de quatro mil exemplares, e foram lançadas em pré-venda na Comic Con Experience (CCXP), em dezembro do ano passado. O lançamento oficial será na noite de terça-feira (22), com uma palestra e noite de autógrafos no Teatro Sesi, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador."Nosso projeto possui um braço social, que busca fazer da arte um instrumento de transformação"."Assim, em ambas as campanhas, determinamos que uma parte dos exemplares seja doada para terreiros, instituições de ensino e de promoção da cultura afro-brasileira, na Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo", explicou Hugo.Como parte do braço social que envolve Canuto e os Contos dos Orixás, exemplares da revista foram distribuídos para educadores, que também costumam usar as 16 artes da representação dos orixás, principalmente em Salvador.“No geral, a maioria usa as imagens disponibilizadas na página e, de maneira orgânica, aplicam em suas disciplinas de história, geografia, artes", ponderou."O trabalho se tornou um instrumento natural de empoderamento e afirmação por parte do público, o que muito nos alegra”.

Sudoeste: Homem é flagrado com pássaros silvestres em caminhão de carga

  • G1
  • 20 Jan 2019
  • 11:01h

Foto: Divulgação/PRF

Um homem de 48 anos foi flagrado transportando 28 aves silvestres em um caminhão de carga no km 931 da BR-116, trecho da cidade de Encruzilhada, no sudoeste da Bahia.De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o flagrante ocorreu durante abordagem policial no final da tarde de sexta-feira (18). A polícia disse que os animais estavam presos em quatro gaiolas sujas, com fezes e um dos pássaros já estava morto.A PRF ainda informou que os animais são das espécies popularmente conhecidas por cardeal, sofrê, pássaro preto e papa-capim.Questionado, o motorista de 48 anos informou que comprou os pássaros silvestres na área externa de um posto de combustível na cidade de Feira de Santana por R$ 300. O motorista foi ouvido e liberado. Ele não apresentou a documentação exigida por órgãos ambientais para a criação dos animais e responderá na Justiça com base na Lei Ambiental 9.605/1998.As aves foram encaminhadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) em Vitória da Conquista, também no sudoeste da Bahia e quando estiverem aptas, serão devolvidas ao habitat natural.

Cratera na Bahia cresce quase 4m e chega a 89,5m de comprimento; causa da erosão ainda é desconhecida

  • 20 Jan 2019
  • 09:06h

Foto: OrtoPixel – Soluções com Drones, Geotecnologias e Arquitetura

cratera que se abriu perto da vila de Matarandiba, na cidade de Vera Cruz, Ilha de Itaparica, na Bahia, cresceu quase 4 metros de comprimento, segundo informações da Dow Química, empresa multinacional americana que atua na área onde o buraco surgiu. Na última divulgação do tamanho da cratera, em novembro do ano passado, ela tinha 86 metros de comprimento e 36 de largura. Já os dados atualizados apontam 89,5m de comprimento, 40,9m de largura. Assim como na última medição, apenas a profundidade diminuiu devido ao acúmulo dos detritos que caem com o crescimento do buraco. Com isso, a profundidade passou de 40 para 36,4 metros. A Dow informou que ainda não há detalhes das causas da cratera e segue com os estudos para a descoberta de como surgiu o sinkhole, fenômeno geológico conhecido como "vazio subterrâneo", em Matarandiba. A primeira parte dos resultados das avaliações tem prazo previsto de conclusão no segundo trimestre de 2019. A empresa informou que o aumento do comprimento da cratera é esperado até a completa estabilização do terreno, uma vez que, sob o ponto de vista técnico, a tendência é que as bordas da erosão fiquem do mesmo tamanho que o fundo dela. Quando as bordas superiores estiverem com o mesmo perímetro da parte inferior deve haver uma estabilização, diz a empresa. A Dow ressaltou que a comunidade de Matarandiba está segura, de acordo com os resultados do estudo geomecânico divulgado no final de novembro, conduzido pela consultoria independente alemã Institute for Geomechanics (IFG), referência mundial no tema. Entretanto, como medida preventiva, foram instaladas tecnologias que oferecem informações em tempo real dos movimentos do subsolo na área, como satélite de alta precisão que permite monitorar e recuperar a história da movimentação do solo em toda a região da ilha. Também foram instalados micro sensores para monitorar qualquer movimento e possibilidade de novas ocorrências. Desde o início do acompanhamento, nenhuma variação geológica foi identificada, informou a empresa.

Crianças morrem e adultos ficam feridos em acidente na Bahia; veículo ficou destruído

  • G1
  • 20 Jan 2019
  • 07:04h

Foto: Ubiratan Passos/TV Bahia

Duas crianças, de 9 e 11 anos, morreram na madrugada deste sábado (19), após um acidente no km 101 da BA-099, próximo a praia de Subaúma, no Litoral Norte da Bahia. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), além das crianças, ao menos três adultos estavam no veículo e ficaram feridos. As vítimas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhadas para o Hospital Dantas Bião, em Alagoinhas. A polícia ainda não tem informações das causas do acidente, informou apenas que o carro foi encontrado em uma área de mata e que foi possível notar que o motorista colidiu em uma árvore. Com o impacto da batida o carro ficou destruído e até o teto ficou bastante retorcido. Os corpos foram retirados do local. Ainda não há informações sobre sepultamento, nem estado de saúde dos sobreviventes.

Vídeo de cadela buscando pão 'sozinha' na padaria viraliza na internet

  • 19 Jan 2019
  • 19:35h

Facebook/Reprodução

O vídeo de uma cadela da raça golden retriever buscando pão "sozinha" em uma padaria de Sorocaba (SP) acabou repercutindo na internet. Até a manhã deste sábado (19), uma das postagens com o vídeo acumulava mais de 800 mil visualizações. Nas imagens é possível ver o momento que a cadela sai da padaria com uma sacola na boca e segue o percurso de volta para casa. Depois, ela para em frente ao portão da residência, que abre e ela entra para entregar a sacola com pão para a sua tutora. Diante da repercussão do vídeo, o G1 conversou com um dos proprietários da cadela - que se chama Mel e tem 4 anos. O empresário Reinaldo Rodrigues, de 65 anos, contou à reportagem que está surpreso com essa fama repentina da sua companheira de estimação. "Eu não esperava essa repercussão. Quem grava os vídeos da Mel sou eu, depois elaboro um trabalho simples de edição, através de um aplicativo para celular. Mas eu só compartilho os vídeos entre poucos amigos, da escola. Eles devem ter repassado para outras pessoas", conta. Segundo Reinaldo, o post com o vídeo da Mel na padaria que bombou na internet - e acumula mais de 800 mil visualizações até a manhã deste sábado - não é dele. "Uma outra pessoa recebeu o vídeo por um aplicativo e resolveu compartilhar. Essa pessoa que postou e elaborou o texto [do anúncio da postagem]". O G1 também conversou com a responsável pela publicação no Facebook, a nutricionista Regina Miguel. Ela conta que recebeu o vídeo com a descrição pelo WhatsApp e achou interessante compartilhar com os seus seguidores. "Publiquei pelo fato de um animal fazer parte do planejamento da família. Nem imaginava que iria bombar", garante.

Disputa por mercado ilegal de estética leva mulher a mandar matar a rival e depois o assassino dela, diz polícia

  • 19 Jan 2019
  • 17:36h

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A disputa territorial pelo mercado ilegal de preenchimento do corpo com silicone terminou com um assassinato por encomenda e a queima de arquivo do homem que executou o crime. A história foi descoberta pela Polícia Civil, que prendeu duas mulheres no Rio nesta sexta-feira (18). Segundo a investigação, Fernanda Silva de Almeida, conhecida como Fernanda Bumbum, e Marcilene Soares Gama, a Leni, falsa médica que aplicava silicone industrial nas clientes, disputavam o mercado clandestino de procedimentos estéticos no Rio e na Baixada Fluminense há meses. Marcilene foi assassinada no dia 22 de julho de 2017 e seu corpo foi encontrado no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio. Fernanda foi presa dentro de casa, em Nova Iguaçu, nesta sexta-feira (18). Segundo o delegado Daniel Rosa, da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense, as investigações revelaram que as duas mulheres vinham trocando ameaças há bastante tempo. A "guerra do silicone" começou a ficar violenta quando, segundo a polícia, Fernanda contratou Diego Luiz Teodoro dos Santos, de 29 anos, um de seus clientes, para matar Leni. De acordo com a investigação, o plano de Fernanda Bumbum para eliminar sua principal concorrente contou com a ajuda de uma amiga, Natália Alves de Souza, de 33 anos. O papel de Natalia na trama teria sido se aproximar de Marcileni e ganhar a confiança da vítima. Natalia reuniu fotos e outras informações, como o endereço e a rotina de Marcilene. Para concluir o assassinato da rival, como informou o delegado que investiga o caso, Fernanda entregou a Diego R$ 10 mil, a arma do crime e disse que ele ainda poderia ficar com qualquer objeto de valor da casa de Marcileni. No dia 22 de julho de 2017, Diego foi flagrado por câmeras de segurança indo em direção à casa de Marcilene, com a desculpa que queria fazer algumas aplicações de silicone no corpo. Segundo as investigações, Diego arrastou Marcilene pelas escadas do prédio. Em seguida, os dois entram no carro onde Marcilene foi morta com dois tiros na cabeça. O corpo de Leni foi abandonado numa rua do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. No dia seguinte, Fernanda mandou matar Diego como queima de arquivo, de acordo com a polícia. O pai de Diego colaborou com as investigações. Ele revelou que o filho tinha contado com Fernanda e que havia matado Marcilene a mando de Fernanda. "Ele me mostrou a arma. Eu tomei um susto, passei mal. E ele me narrou que tinha cometido o crime com a Leni. Me narrou toda a dinâmica. Como ele chegou, como ele foi, como ele entrou, como ele abordou. Ele narrou que tinha sido contratado por esta mulher chamada Fernanda", contou o pai de Diego. Natalia foi presa na cidade de Lucelia, no interior de São Paulo. Fernada também foi presa nesta sexta-feira (18), em casa, em Nova Iguaçu.

Após ser preso em flagrante por violência doméstica, lutador é encontrado morto em presídio

  • 19 Jan 2019
  • 15:43h

Foto: Reprodução/Facebook

Um homem foi encontrado morto na Cadeia Pública de Porto Alegre na madrugada de quinta-feira (17). Segundo a Polícia Civil, o lutador de Artes Marciais Mistas (MMA) Leandro Frois Lopes, de 32 anos, havia sido preso em flagrante na noite de quarta (16) após uma briga com a esposa. Ele era suspeito de ter agredido a companheira. Conforme o boletim de ocorrência, a mulher relatou que havia sido agredida com tapas e esganadura, e que tinha marcas no pescoço. Ela informou aos policiais que queria representar criminalmente pela prisão do homem e fazer o pedido de Medida Protetiva de Urgência (MPU). Os envolvidos foram encaminhados pela Brigada Militar para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), onde o flagrante foi registrado e uma fiança de R$ 5 mil foi estipulada para Leandro ser solto. Ainda na delegacia, a polícia solicitou que o defensor público que estava de plantão no Palácio da Polícia atuasse na defesa de Leandro, por ele estar sem advogado. Ao G1, a Defensoria Pública informou que o defensor que atenteu o suspeito o questionou sobre o pagamento da fiança, e ele respondeu que não tinha o valor. Assim, o defensor fez um pedido de liberdade, que foi enviado ao Poder Judiciário. Como o valor não foi pago, Leandro foi encaminhado para o sistema prisional durante a madrugada, onde aguardaria a decisão do juiz plantonista. Segundo a polícia, horas depois, a Brigada Militar comunicou que Leandro havia se matado no presídio. O delegado Rodrigo Reis vai investigar o caso. "Vamos ouvir testemunhas e com laudo de necropsia saberemos [se ele se matou]". Uma advogada que conhece a família, e que prefere não ser identificada, contou ao G1 que um policial militar falou para a mãe de Leandro não pagar a fiança e ficar com defensor público em vez de contratar um advogado. Segundo ela, o policial havia dito que Leandro não ficaria preso por muito tempo. Ao G1, o 11° Batalhão da Polícia Militar (BPM) informou que dois agentes, um homem e uma mulher, atenderam a ocorrência e que em nenhum momento eles sugeriram que não era para pagar fiança. A BM acrescentou que os familiares de Leandro perguntaram quanto tempo ele ficaria preso e que o próprio Leandro disse que, por ser réu primário, não ficaria preso muito tempo. A mãe de Leandro publicou no Facebook que o enterro do filho ocorre na tarde desta sexta no Cemitério Parque Jardim da Paz. O G1 não conseguiu contato com familiares.

Caraíbas: Garotinha de 5 anos morre afogada

  • Blog do Rodrigo Ferraz
  • 19 Jan 2019
  • 14:50h

(Foto: Blog do Rodrigo Ferraz)

Uma garotinha de apenas 5 anos morreu vítima de afogamento na Fazenda Lagoa Grande, em Caraíbas, distante cerca de 60 km de Vitória da Conquista. Segundo informações obtidas pela nossa reportagem, a garotinha estava em um rio quando aconteceu o afogamento. O nome da menina não foi divulgado. O corpo foi velado e sepultado em Anagé.

 

Policiais militares enviados ao Ceará para combater onda de ataques voltam para a Bahia

  • 19 Jan 2019
  • 12:52h

Foto: SSPDS/Divulgação

Os 100 policiais militares baianos que foram enviados ao Ceará para ajudar no combate à onda de crimes e ataques em cidades cearenses voltaram para a Bahia neste sábado (19). De acordo com a Polícia Militar, a tropa chegou ao Batalhão de Choque, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, no início da manhã. Ainda segundo a PM, os militares saíram de Fortaleza na sexta-feira (18). Os PMs baianos foram enviados ao Ceará no último dia 4 de janeiro, após o decreto assinado pelo governador da Bahia Rui Costa, que atendeu a uma solicitação do governador do Ceará, Camilo Santana.