BUSCA PELA CATEGORIA "Segurança"

Unidades da PM na Bahia contarão com 289 novas viaturas

  • 03 Nov 2020
  • 15:27h

ntrega foi feita na manhã desta terça em ato com o governador Rui Costa e o secretário Maurício Barbosa (Segurança Pública) | Foto: Alberto Maraux/SSP-BA

Unidades territorias e especializadas da Polícia Militar em Salvador, na região metropolitana e no interior do estado contarão com 289 novas viaturas. Os veículos foram entregues na manhã desta terça-feira (3), de forma simbólica, pelo governador Rui Costa e pelo secretário de Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa. O evento foi realizado no estacionamento do Centro de Operações e Inteligência (COI) da SSP, no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Os novos veículos fazem parte de um contrato de locação. Anualmente, os carros são substituídos e, em caso de acidente ou problema mecânico, as também são trocados. “Passamos a usar esse modelo de gestão da frota operacional, empregada em ações de inteligência, preventiva, repressiva e investigativa”, disse Barbosa durante a cerimônia.

Em 2019, Bahia registra 32% de casos de feminicídios a mais que em 2018

  • Redação
  • 20 Out 2020
  • 10:23h

Dados estão no Anuário Brasileiro de Segurança Pública | Foto : Marcello Casal Jr./Arquivo/Agência Brasil

A Bahia registrou, no ano passado, 101 crimes de feminicídio, segundo os dados divulgados ontem (19) pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública. O número indica um crescimento de 32% em comparação ao registrado pelo estado em 2018. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), nos primeiros sete meses deste ano, 77 mulheres foram vítimas desse tipo de crime. Apenas em outubro, três casos de agressão e feminicídio ocorridos em diferenets regiões da Bahia ganharam destaque. No domingo (18), uma idosa de 74 anos foi encontrada morta dentro de casa em um condomínio de luxo, na região da Avenida Luís Viana Filho (Paralela), em Salvador. O suspeito do crime é o marido dela, de 82 anos, que foi preso em flagrante e autuado por feminicídio. Na última semana, foram divulgadas imagens de um homem agredindo uma mulher com socos no rosto, em Ilhéus, no sul do estado. Ele já responde por outros 10 crimes de violência contra a mulher. Além disso, no início do mês, a policial militar Sylvia Rafaella Gonçalves Pereira, de 38 anos, foi morta pelo companheiro, na cidade de Ibotirama, oeste baiano. 

Feira: Policiais de presídio paralisam atividades em protesto contra diretor de unidade

  • BN
  • 09 Out 2020
  • 08:45h

(Foto: Reprodução)

Policiais Penais do Conjunto Penal de Feira de Santana vão paralisar as atividades nesta sexta-feira (9). Segundo o Acorda Cidade, o Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (Sinpesb) declarou que a manifestação ocorrerá em repúdio ao diretor da unidade prisional, Allan Araújo. De acordo com o presidente do sindicato, Reivon Pimentel, no dia 24 de setembro todos os servidores foram mantidos em situação de cárcere privado durante cerca de 40 minutos sob ordem do diretor. A representação disse que a paralisação foi decidida durante assembleia da categoria realizada no dia 1° de outubro. Pimentel declarou que esperou resposta do diretor até esta quinta-feira (8). Como não houve declaração do diretor do presídio eles decidiram manter a paralisação para esta sexta. 

Identificadas duas mulheres e um homem assassinados em Iguaí

  • BRF
  • 21 Mai 2020
  • 15:28h

(Foto: Reprodução)

Na manhã desta quinta-feira (21), três pessoas foram encontradas assassinadas a tiros, em uma estrada vicinal entre as cidades de Iguaí e Ibicuí, na região Sudoeste. O crime ocorreu em uma localidade conhecida como Doutor Carlos. As vítimas foram identificadas como Reinara da Silva Santos, Jaqueline Ataíde Santos e Maicon Breno dos Santos Pereira. Diversas munições de calibres variados foram encontradas no local. Moradores da região relataram ter ouvido tiros, mas ninguém identificou suspeitos. Policiais da Delegacia Circunscricional de Iguaí investigam o caso.

 

Bahia: PMs, bombeiros e agentes civis recebem 10 mil pistolas austríacas

  • Redação
  • 07 Mai 2020
  • 19:01h

SSP investiu R$ 21 milhões no armamento com o objetivo de "combater a criminalidade" | Foto: Elói Corrêa/GOVBA

Dez mil pistolas Glock foram entregues, nesta quinta-feira (7), às polícias Militar, Civil, Técnica e ao Corpo de Bombeiros, pelo secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, em solenidade simbólica realizada na Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP), em Salvador. O investimento é de R$ 21 milhões e, segundo o secretário, vale para “combater a criminalidade”. Ainda conforme a pasta, a entrega não reuniu servidores, apenas representantes de cada órgão que recebeu o equipamento, para não haver aglomeração e evitar a propagação da Covid-19. Também foram entregues seis novas viaturas, sendo quatro para a Ronda Maria da Penha, uma para a Ronda Escolar e outra para o Batalhão de Polícia Rodoviária. “É um dia muito especial para a segurança pública em geral, pois conseguimos entregar uma das pistolas consideradas mais seguras do mundo para equipar as nossas forças de segurança. Foi um longo processo para a conclusão da compra e agradecemos ao governador Rui Costa pelo recurso. A Bahia é pioneira na aquisição de um lote deste tamanho com recursos próprios”. O secretário comentou que realizou uma visita à fábrica da Glock, na Áustria, onde verificou a qualidade e a durabilidade da arma e a linha de produção, além de testar o armamento. “Isso nos deu muita segurança para realizar a compra. A Polícia Militar está recebendo seis mil pistolas; a Polícia Civil, cerca de 3,5 mil armas. Esse é um primeiro passo para que esse armamento chegue a todo o nosso efetivo”. Barbosa acrescentou também que a compra também tem como objetivo preservar vidas. “A intenção é preservar vidas e reduzir a criminalidade. Para isso buscamos o que há de melhor no mercado para oferecer aos nossos policiais”.

Justiça libera mais de 800 presos por causa do coronavírus

  • Informações do G1/BA
  • 28 Mar 2020
  • 08:06h

A previsão, de acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária, é de que na segunda eles sejam liberados | Foto: Reprodução

Mais de 800 detentos foram liberados de unidades penitenciárias baianas devido ao surto do Covid-19 no Estado. A medida foi confirmada pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), na sexta-feira (27) após decisões judiciais. De acordo com a Seap, a liberação não é generalizada. Os juízes estão analisando os casos de presos que cumprem pena em regime semiaberto, que têm autorização de trabalho, que estão em prisão administrativa ou saída temporária.Serão liberados também, os detentos que fazem parte do grupo de risco, são eles os maiores de 60 anos e os que possuem doenças graves ou crônicas.A Secretaria informa que não há um número preciso de quantos presos serão liberados na Bahia, mas a previsão é que na segunda (30) eles já sejam liberados.A soltura não significa isenção do processo. Apesar de estarem liberados dos presídios, eles continuam respondendo pelos crimes que cometeram.A secretaria não confirmou se os presos serão monitorados e terão que voltar para a detenção quando a situação se normalizar.

 

Coronavírus: governo determina suspensão das visitas nos presídios na Bahia

  • Redação
  • 18 Mar 2020
  • 07:56h

(Foto: Reprodução)

 governo da Bahia determinou que, por 15 dias, a partir da próxima quinta-feira (19), as portas dos presídios baianos estão fechadas para visitantes. A decisão foi determinada, nesta terça-feira (17), pelo governador Rui Costa (PT), como medida para conter o novo coronavírus.

De acordo com o sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb), durante reunião entre a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), o governador, e o Secretário da Seap, Nestor Duarte, foi esclarecido que as penitenciárias vão contar com materiais de prevenção como máscaras, luvas, álcool em gel e sabonete líquido para proteção dos servidores, que estarão disponíveis em breve. A medida deliberou ainda que todos os servidores e trabalhadores serão testados diariamente nas unidades prisionais, com o objetivo de evitar que os servidores assumam o plantão apresentando algum sintoma. As medidas devem ser publicadas no Diário Oficial, desta quarta-feira(18). “Continuaremos atentos às medidas destinadas à proteção dos servidores para garantirmos segurança para todos!”,destaca o presidente Sinspeb, Reivon Pimentel.

Novo decreto
Em novo decreto de medidas, a ser publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (18), consta ainda a suspensão de atividades por 30 dias no município de Prado. O primeiro decreto, em vigor desde terça-feira (17), contemplava os outros três municípios com casos confirmados de coronavírus (Salvador, Feira de Santana e Porto Seguro). Além da inclusão de Prado, o novo decreto estabelece a suspensão das aulas em academias de dança e ginástica nessas quatro cidades

Mais da metade dos suspeitos de feminicídio na Bahia seguem foragidos

  • Redação
  • 07 Mar 2020
  • 09:57h

Primeiro dia de 2020, 7h30 da quarta-feira (1°) e o corpo da jovem Adriele Souza Ribeiro, de 21 anos, foi encontrado na Rua Castelo Branco, no Parque Verde 1, em Camaçari, região metropolitana de Salvador. Conforme a polícia, o suspeito de cometer o crime é o companheiro dela, Marcos Vinicius Morais Oliveira, que fugiu do local e permanece foragido mais de três meses depois do crime. Quatro dias depois do corpo de Adriele ser achado, Tatiane da Silva Jesus, de 27 anos, foi morta a facadas, no município de São Gonçalo dos Campos, a cerca de 100 quilômetros de Salvador. O suspeito de cometer o crime também é o ex-companheiro da vítima e ele segue foragido. Os casos de Adriele Ribeiro e Tatiane Jesus foram os primeiros registrados no estado pelo G1 neste ano. Eles se assemelham a muitos outros noticiados quase todos os dias. Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), sete casos de feminicídio foram registrados em janeiro deste ano. Dois deles aconteceram na região metropolitana de Salvador e os outros cinco em cidades do interior. Desses, ao menos quatro suspeitos seguem foragidos da Justiça. A SSP ainda não divulgou os números do mês de fevereiro.

Ceará já registra 88 assassinatos durante greve de policiais

  • Redação
  • 22 Fev 2020
  • 17:04h

Ministros da Defesa e da Justiça vão ao estado na segunda-feira (24) | Foto: José Cruz/Agência Brasil

No quinto dia de motim de policiais militares (MP) no Ceará, um balanço divulgado neste sábado (22) pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) mostra que da 0h de quarta-feira (19) às 23h59 de ontem (21) foram registrados 88 assassinatos no estado. Os ministros Fernando Azevedo e Silva (Defesa), Sérgio Moro ( Justiça e Segurança Pública) e André Luiz Mendonça (Advocacia-Geral da União) desembarcam segunda-feira (24) em Fortaleza. A comitiva interministerial acompanhará a Operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) que está sendo realizada no estado para tentar conter a onda de violência. Desde a última quinta-feira (20), 150 agentes da Força Nacional e 2,5 mil soldados do Exército reforçam a segurança no Ceará. No comando da 10ª Região Militar, as autoridades terão informações sobre as atividades que estão sendo realizadas pelas Forças Armadas e pelos órgãos de segurança pública federais, estaduais e municipais. Os ministros também serão recebidos pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT). Até agora, o governo do Ceará afastou 167 policiais militares que participam da paralisação. O afastamento por 120 dias e a abertura de processos disciplinares foram divulgados no Diário Oficial do Estado de ontem (21). Os agentes investigados ficarão fora da folha de pagamento a partir deste mês de fevereiro. Os policiais também deverão entregar identificações funcionais, distintivos, armas, algemas, além de quaisquer outros itens que os caracterizem nas suas unidades.

Feminicídio cresce na Bahia e segue tendência nacional

  • Claudia Cardozo
  • 22 Fev 2020
  • 14:37h

(Foto: Reprodução)

Em 2019 a Bahia registrou 101 casos de feminicídio, 25 a mais do que no ano anterior. Em números absolutos, o estado é um dos que teve maior aumento. Seguem essa mesma linha São Paulo (182), Minas Gerais (136), e Rio Grande do Sul (100)  Os dado constam de um levantamento da Folha de S. Paulo, que verificou o aumento do feminicídio como tendência nacional. Dados de 2019 mostram que a estatística do feminicídio trilhou a contramão dos demais crimes violentos e cresceu 7,2% no país, com expansão expressiva em alguns estados. Conforme apuração do jornal, que consultou as 27 unidades da federação, 1.310 mulheres foram vítimas de violência doméstica ou por sua condição de gênero em 2019. Em 2018 haviam sido 1.222.  No relato das agressões constam espancamento, estrangulamento, uso de machado, pedra, pau, martelo, foice, canivete, marreta, tesoura, facão, enxada, barra de ferro, garfo, chave de fenda, bastão de beisebol, armas de fogo, mas, em especial, facas. O feminicídio virou qualificador do homicídio em 2015, elevando a punição de 6 a 20 anos para 12 a 30 anos. Os números mostram que em 2019 houve aumento de mais de 30% nos registros em São Paulo, Santa Catarina, Alagoas, Bahia, Roraima, Amazonas e Amapá. Só na região Norte houve recuo. Em números absolutos, São Paulo (182), Minas Gerais (136), Bahia (101) e Rio Grande do Sul (100) registraram o maior número de casos.

Vitória da Conquista-BA: Cerca 140 detentos ganham as ruas em “Saidão de Carnaval”

  • Redação
  • 15 Fev 2020
  • 17:41h

(Foto: Reprodução)

Cerca de 140 detentos, devem deixar o presídio Nilton Gonçalves, a partir desta quarta-feira (12), em Vitória da Conquista.Segundo as informações, a liberação dos presos que ganharam direito ao “saidão de carnaval” , ocorrerá em quatro etapas, saindo 35 por vez. A medida contempla presos que cumprem pena no regime semiaberto e que têm autorização de trabalho externo, saídas temporárias ou que já saíram em datas comemorativas nos outros anos. Para usufruir do saidão, o detento precisa de autorização nominal emitida pela Vara de Execuções Penais de Vitoria da Conquista.

Bahia é o estado com maior quantidade de mortes violentas em 2019 segundo o monitor da violência

  • Redação
  • 15 Fev 2020
  • 14:12h

(Foto: Reprodução)

Segundo dados divulgados nesta sexta-feira (14), pelo Monitor da Violência, uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, a Bahia foi o estado brasileiro que registrou a maior quantidade de mortes violentas em 2019. Em números absolutos, ao todo, o estado baiano registrou 5.099 mortes violentas (homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte) em 2019. Destas, 4.889 foram enquadrados como homicídio doloso, 143 como latrocínio e 67 como lesão corporal seguida de morte. O estado com a segunda maior quantidade de mortes violentas em 2019 foi o Rio de Janeiro, com 4.154 casos. Em seguida vieram Pernambuco (3.466) e São Paulo (3.209). Já com relação ao índice de mortes por 100 mil habitantes, a Bahia ocupa o sexto lugar no país, atrás do Rio Grande do Norte, Pernambuco, Acre, Sergipe e Roraima. Em comparação com 2018, a Bahia teve uma redução de 521 mortes violentas, quando o estado baiano registrou 5.620 casos, sendo 5.417 homicídios dolosos, 134 latrocínios e 69 lesões corporais seguidas de morte. Em 2019, apenas o último trimestre representou uma alta no número de mortes violentas, com relação a 2018. No 1º trimestre do ano passado, foram 1.745 casos, contra 2.028 em 2018; no 2º triestre de 2019, foram 1.647 mortes, contra 1.905 no ano retrasado; e no 3º trimestre de 2019, a Bahia registrou 1.707 mortes violentas, enquanto no ano anterior foram 1.687. No Brasil, o número de assassinatos caiu em 2019 em comparação com 2018. A redução foi registada em todos os estados, entretanto a Bahia e outros oito estado tiveram um aumento no último trimestre.

Realizado no Auditório do CEB o Fórum de Discussão "Crescer sem Violência"

  • Ascom | PMB
  • 04 Nov 2019
  • 18:17h

(Foto: Divulgação)

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania - SESOC, por meio do Centro de Referência de Assistência Social - CRAS Irmã Dulce e o Núcleo de Cidadania dos Adolescentes – NUCA, promoveu no dia 25/10/2019, no Auditório do Colégio Estadual de Brumado – CEB, um Fórum de Discussão com a temática “CRESCER SEM VIOLÊNCIA”, com aproximadamente 90 adolescentes e jovens.  Naquela oportunidade,  o Sr. Rafael Oliveira Araújo, Delegado Plantonista da Polícia Civil, mediou à temática do fórum enfatizando a importância da discussão  diante da realidade atual do município de Brumado; que traz registros de violência contra o público jovem, em suas diversas formas, como: bullying, feminicídio, suicídio, tráfico de drogas, violência no trânsito, etc.  Na sequência, a plenária fez diversos questionamentos sobre tema, no qual foram sanados tanto pelo Sr. Rafael quanto pelos demais  mediadores Sr. Leonardo Aguiar, Tenente da Polícia Militar;  Sr. Devaney Castro Sertão Júnior,  Representante do Tiro de Guerra; Sr. Antônio Faustino de Andrade Silva, Conselheiro Tutelar; Srª. Marcela Trindade, Psicóloga do CRAS Irmã Dulce;  Srª Queila Pereira, Advogada do CREAS Chico Xavier.  Marcaram presenças no evento a Srª. Celia Silva , Presidente do COMDICA e  Srª Denise Alves, Articuladora do Selo UNICEF do Município de Brumado. Nessa perspectiva, a atividade realizada contribuiu efetivamente para conhecimento do assunto, com a apresentação e discussão de todos os envolvidos.

MP-BA vai se pronunciar sobre paralisação parcial e estuda acionar judicialmente Prisco

  • Redação
  • 11 Out 2019
  • 10:04h

(Foto: Reprodução)

 Ministério Público da Bahia (MP-BA) vai se pronunciar, nesta sexta-feira (11), sobre a paralisação parcial de policiais militares. Segundo apurou o Bahia Notícias, o órgão estuda acionar judicialmente o deputado estadual Marco Prisco (PSC).
 Líder de suas greves na Bahia em 2012 e 2014 (saiba mais aqui), Prisco mais uma vez é responsável por uma tentativa de paralisar as atividades dos PMs no estado. O deputado estadual já foi preso duas vezes por causa de greves na Bahia. 
 Depois de ser preso em 2014, o social-cristão foi proibido pela Justiça Federal de ter contato com diretores das associações, inclusive da Aspra, e de frequentar quartéis. O deputado recorreu, mas o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e pelo Supremo Tribunal Federal (STF) negaram. 

Terror em Salvador: Bandidos atiram em ônibus com passageiros dentro; veja vídeo

  • Redação
  • 11 Out 2019
  • 08:46h

(Foto: Reprodução)

Os passageiros de um ônibus que circulava no bairro do Uruguai, em Salvador, levaram um susto na tarde desta quinta-feira (10). Um grupo de homens armados interceptou o veículo quando ele passava pela Rua Luiz Régis Pacheco, uma das principais vias do bairro, e fez disparos contra o carro com os passageiros dentro.