BUSCA PELA CATEGORIA "Saúde"

Sábado tem novo Dia D de vacinação contra a poliomielite

  • 29 Ago 2015
  • 09:38h

Na Bahia, devem ser imunizadas contra a doença 955.471 crianças | FOTO: Reprodução |

Neste sábado (29) acontecerá mais um Dia D de Vacinação contra a Pólio na Bahia. A decisão foi tomada em função da baixa procura pela vacina nos postos de vacinação no estado. Para se ter uma ideia, a campanha nacional começou no dia 16 e prosseguirá até o dia 31, coordenada pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), conseguiu imunizar até hoje pouco mais de 50% da população alvo, que é formada por crianças de seis meses a menores de cinco anos. Na Bahia, devem ser imunizadas contra a doença 955.471 crianças. Dessas, já tomaram a vacina 480.623. De acordo com a Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde, este ano, o Ministério da Saúde determinou que 95% da população alvo, ou seja, no mínimo 907.698 crianças, devem ser imunizadas contra a doença no estado.

 Em Salvador serão 350 pontos de vacinação que ficarão instalados em locais estratégicos e de fácil acesso à população, tais como supermercados, shoppings, escolas, creches, escolas, associações, igrejas, terminais rodoviários e estações de transbordo. Além disso, também a Secretaria Municipal de Saúde de Salvador (SMS) instalará pontos de vacinação no Elevador Lacerda e na Biblioteca Central nos Barris. O funcionamento será das 8 às 17h. Nos centros e postos municipais estarão disponíveis todas as vacinas que fazem parte do calendário nacional de vacinação da criança. A Sesab espera que os pais ou responsáveis não deixem de levar seus filhos para vacinarem contra a pólio e atualizarem o calendário vacinal. Além disso, A SMS também estará administrando doses de Vitamina A para os menores de cinco anos. Esta é a 36ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o 26º ano sem casos da doença no país, estando livre do poliovírus desde 1990. De acordo com o Ministério da Saúde, até que aconteça a certificação mundial de erradicação desse agente infeccioso, todas as ações devem ser mantidas, portanto é muito importante a continuidade desse trabalho que visa evitar a reintrodução do vírus selvagem da poliomielite no país.

CONTINUE LENDO

Ministério da Saúde lança versão digital do cartão SUS

  • 28 Ago 2015
  • 11:19h

(Foto: Reprodução)

A versão digital do Cartão SUS está disponível para download a partir desta quinta-feira, 27, segundo o Ministério da Saúde. Além do número do cartão, o aplicativo contém informações sobre a saúde do paciente, como o Índice de Massa Corporal (IMC), alergias medicamentosas e alimentares, exames realizados e medicamentos de uso contínuo. Após baixar o aplicativo, o usuário deve informar o CPF, a data de nascimento e um endereço de e-mail. A ferramenta apresenta os dados da pessoa e permite o preenchimento de informações que vão desde o tipo sanguíneo até os profissionais que fazem as consultas e os resultados de exames de pressão e glicemia. "O registro do conjunto de informações por meio da identificação do usuário é extremamente importante porque, a partir das informações reunidas, será possível acompanhar melhor a saúde dos pacientes e garantir uma atenção ainda mais adequada aos brasileiros que utilizam a rede pública de saúde", informou o ministério em nota.

 

O aplicativo Cartão SUS Digital pode ser baixado por pessoas com celulares com sistema Android, na Play Store, e deve chegar à Apple Store em novembro. De acordo com o ministério, o novo aplicativo também é uma medida de economia de recursos. "Segundo a pesquisa Mobile Report, da Nielsen IBOPE, 68,4 milhões de pessoas utilizam a internet por meio de um smartphone no Brasil, o que resultaria também em uma economia importante, uma vez que não será necessária a mídia plástica e o cartão estará disponível a um clique do usuário e do serviço de saúde. Apenas em 2014, o Ministério da Saúde destinou R$ 4 milhões para a compra de mídias plásticas."Embora contenha o nome, o número do cartão e o CPF do usuário, o Cartão SUS Digital deve ser apresentado nas unidades de saúde com um documento com foto.

CONTINUE LENDO

Todas as faculdades de Medicina serão vistoriadas pelo MEC, diz ministro Janine

  • 27 Ago 2015
  • 19:00h

(Foto: Ilustração)

Todas as faculdades de Medicina do País deverão ser vistoriadas a partir de março por equipes do Ministério da Educação para verificar se critérios de funcionamento estão sendo atendidos de maneira adequada. A medida foi citada nesta quarta-feira (26) pelo ministro Renato Janine Ribeiro como uma das ações adotadas pelo MEC para garantir a qualidade dos cursos na área. Pela regra atual, a visita obrigatória era feita somente a instituições que tivessem obtido conceito inferior a 3, a cada três anos. "Todos sabem como é delicado o ensino de Medicina. É preciso observar não só higiene absoluta, mas a existência e condições de equipamentos, material de consumo, se procedimentos seguidos por funcionários e alunos", afirmou o ministro. "Tudo isso será avaliado". Ainda não está definida qual será a periodicidade das visitas. "Feita esta primeira rodada, vamos definir qual será o padrão para novos ciclos", acrescentou o ministro. Ontem, o Conselho Federal de Medicina (CFM) criticou os critérios do governo para abertura de novos cursos de Medicina. 

A maior queixa era a flexibilização das regras que estabelecem uma proporção mínima entre número de alunos, leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) e equipes de Saúde da Família. O CFM afirma que portaria de abril torna genérica as recomendações. Janine Ribeiro rebateu as críticas e citou ainda a avaliação seriada, determinada na Lei do Mais Médicos, de alunos ao longo do segundo, quarto e sexto ano, como um exemplo do rigor na área. A avaliação dos alunos será feita a partir do próximo ano. "Não procedem as críticas de leniência. Haverá uma rigidez muito grande", garantiu. O ministro da Saúde, Arthur Chioro, também citou ontem a avaliação de alunos como exemplo do cuidado do governo com a qualidade dos novos cursos de Medicina. Ele atribuiu as críticas sobretudo ao corporativismo.

CONTINUE LENDO

Bahia precisa imunizar quase 600 mil crianças contra pólio

  • 26 Ago 2015
  • 11:51h

(Foto: Reprodução)

Até o final da campanha de vacinação contra poliomielite, na próxima segunda-feira (31), ainda precisam ser vacinadas 596,9 mil crianças na Bahia. De acordo com balanço do Ministério da Saúde divulgado nesta terça (25), o estado imunizou 37,5% da meta de 955,4 mil crianças, ou seja, um total de 358,5 mil. "É fundamental que pais e responsáveis levem as crianças para receber a vacina até o dia 31 de agosto, para mantermos a pólio erradicada no Brasil. Até mesmo aquele pai que perdeu a caderneta, e não se lembra quando foi a última dose, deve ir a um posto de vacinação. Como a campanha serve como reforço da vacinação, todas as crianças devem ser levadas às unidades de saúde para continuarem protegidas da paralisia infantil", orientou o secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Antônio Carlos Nardi. Em Salvador, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) registrou pouco mais de 73 mil crianças vacinadas, o que representa cobertura de 48% do público alvo estimado. No próximo sábado (29), a SMS promove um Dia D da campanha, quando cerca de 350 pontos de vacinação serão instalados em locais estratégicos como shoppings, supermercados, escolas, creches, associações, igrejas, terminais rodoviários e estações de transbordo, além de pontos focais como a Biblioteca Central e o Elevador Lacerda.

Sesab realiza conferências de saúde em todos os municípios baianos

  • 25 Ago 2015
  • 11:03h

(Foto: Divulgação)

Com a Conferência Municipal de Saúde do município de Cabaceiras do Paraguaçu, realizada nesta segunda-feira (24), a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) registrou a conclusão de 100% das etapas municipais da 9ª Conferência Estadual de Saúde da Bahia (Conferes). As propostas discutidas e aprovadas por gestores, trabalhadores e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) dos 417 municípios baianos serão  levadas a 9ª Conferes, que acontecerá em outubro, em Salvador, com o tema "Saúde Pública de Qualidade para Cuidar Bem das Pessoas: Direito do Povo Brasileiro". Nas conferências municipais, os representantes são escolhidos entre todos os seguimentos da sociedade, representada através de movimentos sociais, representantes de classes e usuários do sistema. Até esta segunda-feira, 6.950 propostas foram cadastradas no Sistema de Cadastro dos Relatórios Finais das Conferências (Sicarf).

Profissionais de quatro municípios baianos são treinados para captação de córneas

  • 24 Ago 2015
  • 20:03h

(Foto: Reprodução)

O Banco de Olhos da Bahia realizou, no último final de semana, o II Curso de Atualização em Coleta de Amostra Sanguínea em Doadores de Córnea. Com o objetivo de evitar descartes de córneas doadas, por inadequabilidade da amostra para testagem sorológica, o curso teve módulo teórico realizado na Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba), e módulo prático realizado no Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IML). Foram capacitados 10 captadores dos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Vitória da Conquista e Salvador, treinados pelo oftalmologista Jorge Paulo Araújo de Oliveira, do Banco de Olhos da Bahia.

Café aumenta a possibilidade de sobrevivência ao câncer de intestino, diz estudo

  • 18 Ago 2015
  • 20:01h

(Foto: Reprodução)

O consumo habitual de café poderia aumentar as possibilidades de sobreviver ao câncer de intestino e proteger os pacientes de reincidências, informa estudo divulgado pela publicação britânica Journal of the Clinical Oncology.  Um grupo de cientistas descobriu que os pacientes que recebiam tratamento e que consumiam altas doses de café, quatro ou mais xícaras por dia, tinham cerca de 42% menos possibilidades de registrar reincidência da doença que aqueles que não consumiam a bebida. O estudo também mostrou como os pacientes que bebiam café tinham 33% menos possibilidades de morrer de câncer que os demais pacientes.

 

O médico Charles Fuchs, diretor do Centro de Câncer Gastrointestinal de Boston, nos Estados Unidos, afirmou ter comprovado que “os consumidores de café têm um risco menor de desenvolver câncer, além de que a sobrevivência e as possibilidades de cura aumentam consideravelmente”. Apesar dos resultados do estudo, Fuchs mostrou-se cauteloso com os potenciais benefícios do café como tratamento alternativo para os doentes de câncer de intestino. “Se bebe café habitualmente e está sendo tratado de câncer do intestino, não deixe de beber, mas se não é um consumidor habitual e se pergunta se deve começar, primeiro consulte o seu médico”, declarou o pesquisador. Ainda que seja a primeira vez que um estudo relaciona o consumo de café à redução do risco de reincidência de câncer, investigações prévias indicaram que a bebida poderia proteger contra vários tipos de tumores malignos, incluindo os melanomas, o câncer de fígado e o de próstata avançado.

CONTINUE LENDO

Anvisa suspende venda e uso de medicamento contra hipertensão

  • 12 Ago 2015
  • 14:04h

(Foto: Reprodução)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou, em publicação no Diário Oficial da União desta quarta-feira (12), a suspensão em todo o território nacional da fabricação, distribuição, divulgação, comercialização e uso do medicamento Vasopril comprimido, 5 e 10 mg, fabricado pela empresa Biolab Sanus Farmacêutica Ltda. O produto é utilizado para tratamento de hipertensão. De acordo com o texto, os registros do medicamento foram cancelados pela Anvisa desde 2013. 

Enzima bacteriana que ‘come’ nicotina pode ajudar fumantes a abandonarem vício

  • 11 Ago 2015
  • 16:34h

(Foto: Reprodução)

Um estudo realizado por cientistas do The Scripps Research Institute (TSRI), em San Diego, na Califórnia, parece ter encontrado uma nova arma no combate ao vício em nicotina. Chamada NicA2, a enzima bacteriana impede que a substância chegue ao cérebro, fazendo que com a sensação de prazer associada a hábitos de tabagismo diminua. O autor do estudo, o professor de química Kim Janda, membro do Instituto Skaggs de Biologia Química do TSRI, afirma que, apesar de estar em fase inicial, os resultados da pesquisa até agora são promissores. A enzima já demonstrou que tem as propriedades necessárias para servir como uma terapia anti-tabagista. 

Ela também ofereceria uma alternativa para os fumantes que desejam abandonar o vício, já que estudos têm mostrado que as terapias atuais falham com cerca de 80% a 90% dos tabagistas. Segundo Janda, a bactéria age com uma espécie de Pac-Man, um dos mais famosos jogos de videogame da história, comendo a nicotina. Os pesquisadores testaram as qualidades terapêuticas da enzima. Primeiro, combinaram uma amostra de sangue com uma dose de nicotina equivalente à encontrada em um cigarro. Quando os cientistas adicionaram a enzima, o tempo que a nicotina permaneceu ativa no organismo humano caiu de duas a três horas para apenas 9 a 15 minutos. Uma dose mais elevada da enzima, com algumas modificações químicas, poderia reduzir a sobrevida da substância ainda mais e impedi-la de alcançar o cérebro. Agora, o próximo passo do estudo, segundo seu criador, será alterar a composição bacteriana da enzima, o que ajudará a diminuir os possíveis problemas imunológicos e elevar seu potencial terapêutico.

CONTINUE LENDO

Caxumba: Doença contraída por Neymar pode deixar homens inférteis

  • por Renata Farias
  • 11 Ago 2015
  • 14:49h

(Foto: Reprodução)

O recente diagnóstico do jogador Neymar chama atenção para uma doença com a qual os homens, especialmente, precisam tomar cuidado: caxumba. Além do jogador do Barcelona, a enfermidade também atingiu parte da população brasileira nos últimos meses. Nas cidades do Rio de Janeiro e Belo Horizonte, foram registrados surtos de caxumba. No entanto, a população de Salvador não tem motivo para se assustar no momento. De acordo com o subcoordenador da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Enio Soares, o número de diagnósticos no município está dentro do esperado. Foram registrados 24 casos em 2014 e, até julho de 2015, são 11 casos. "Para ser considerado surto, depende da situação epidemiológica da doença. O surto é registrado quando há uma elevação inesperada de casos", explicou. 

A doença gera uma preocupação maior na população masculina devido a possíveis complicações, como a inflamação dos testículos. "Aproximadamente de 20% a 30% dos homens com caxumba podem apresentar aumento da bolsa escrotal devido à inflamação. Isso pode levar à infertilidade", afirmou Soares. Segundo ele, não maiores complicações para as mulheres além do aumento das glândulas. Causada por um vírus da família dos Paramyxovirus, a caxumba atinge pessoas não vacinadas, principalmente aquelas com baixa imunidade. "Pacientes portadores de HIV, por exemplo, são mais suscetíveis à doença, assim como usuários de corticoides e gestantes. Em pessoas que tomaram a vacina há muito tempo, a resposta imunológica vai caindo. É preciso que a imunização seja atualizada", disse o subcoordenador. Sem tratamento específico, a enfermidade pode ser transmitida por contato com a saliva de infectados. Portanto, a imunização é a principal forma de cuidado.

CONTINUE LENDO

Campanha de Vacinação contra Poliomielite será iniciada neste sábado em todo o estado

  • 11 Ago 2015
  • 07:04h

(Foto: Reprodução)

A 36ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite acontece em 417 municípios baianos a partir deste sábado (15). De acordo com determinação do Ministério da Saúde, devem ser vacinadas 95% das crianças que compõem o público alvo, ou seja, no mínimo 907.698 crianças de seis meses a menores de cinco anos devem ser imunizadas contra a poliomielite. No entanto, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) pretende vacinar, de forma indiscriminada, 955.417 crianças. O órgão informou que, para a multivacinação, a campanha deverá atualizar o esquema vacinal de acordo com o calendário básico de vacinação na caderneta de saúde das crianças menores de cinco anos. Este é o 26º ano sem casos da doença no país, que está livre do polivírus desde 1990. Segundo o Ministério da Saúde, até que aconteça a certificação mundial de erradicação desse agente infeccioso, todas as ações devem ser mantidas, portanto é muito importante a continuidade desse trabalho que visa evitar a reintrodução do vírus selvagem da poliomielite no país. A vacina estará disponível nos centros e postos municipais. (BN)

Tríplice epidemia: Ministério da Saúde autoriza repasse de R$ 1,6 mi para Sesab

  • 10 Ago 2015
  • 14:03h

(Foto: Reprodução)

O Ministério da Saúde autorizou, em publicação do Diário Oficial da União desta segunda-feira (10), repasse de R$ 1,6 milhão para ações emergenciais de controle e prevenção da dengue, chikungunia e zika vírus na Bahia. De acordo com o último boletim da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), publicado na última quinta-feira (6), foram registrados 53,5 mil casos suspeitos de dengue, 41,6 mil de zika vírus e 11,7 mil de chikungunya entre janeiro e o começo de agosto. As três doenças já compõem uma tríplice epidemia no estado. À Agência Brasil, a superintendente de Vigilância e Proteção à Saúde, Ita de Cácia, afirmou que o repasse de recursos foi em resposta a uma solicitação do governo do Estado, a partir da necessidade de melhorar as ações de enfrentamento à doença. Ao todo, foram solicitados ao Ministério da Saúde R$ 15 milhões para realizar ações que incluem compra de teste rápido para detecção da febre chikungunya e de material para o controle do Aedes aegypti, mosquito transmissor das três doenças. 

Para Ita, entre as ações emergenciais necessárias está promover a capacitação de profissionais de controle de endemias e profissionais de saúde dos municípios para que casos graves sejam imediatamente identificados e tratados. "Esses recursos são necessários não só por conta da dengue, mas pelas outras duas epidemias que estão em curso. Se fossemos somar os casos das três, que são transmitidas pelo mesmo vetor, daria um número muito grande. Nós não conhecemos bem ainda como a chikungunya e a Zika vírus vão se comportar. Tanto que, em relação à zika, logo no início, achamos que seria uma virose mais branda. Foi quando começaram a aparecer os casos de complicações neurológicas", explicou a superintendente, referindo-se aos casos da Síndrome de Guillain-Barré que surgiram principalmente entre pessoas que tiveram antes sintomas de doenças causadas pelos vírus. Até o momento, a Sesab notificou 57 casos da síndrome.

CONTINUE LENDO

Brasil deve atingir meta de controle da hanseníase este ano, afirma coordenadora

  • 08 Ago 2015
  • 08:44h

(Foto: Reprodução)

O Brasil deve atingir este ano a meta de controlar a hanseníase como um problema de saúde pública, afirmou a coordenadora do Programa Nacional de Eliminação da doença, Rosa Castália Soares. Ano passado, a meta nacional registrada no País foi de 1,27 casos a cada 10 mil habitantes. Embora a estatística geral esteja próxima do compromisso assumido pelo País, (menos de um caso a cada 10 mil habitantes) especialistas dizem que a doença não pode ser considerada controlada. "Alguns Estados apresentam um número muito significativo de casos, como Maranhão", disse o presidente da Associação Internacional de Hanseníase, o brasileiro Marcos Virmond. "Levará ainda cerca de 50 anos para que o problema esteja totalmente controlado no País", completou.

 

Ele cita dois fatores para a dificuldade no controle da doença: a falta de capacitação de profissionais e problemas econômicos. "É uma doença ligada à pobreza. Basta lembrar que, na Europa, os casos foram controlados mesmo antes da existência de um tratamento", completou. Caracterizada pelo aparecimento de manchas e falta de sensibilidade nas áreas afetadas, a hanseníase muitas vezes é confundida por profissionais de saúde com micoses ou, em casos mais avançados, com problemas reumáticos. "São poucos os dermatologistas que associam o sintoma à doença. Eles estão mais preocupados com botox."Professor da Universidade Federal do Pará, Cláudio Salgado, teme que o alcance da meta de um caso a cada 10 mil habitantes desmobilize as ações de prevenção e controle da doença em regiões que ainda necessitam de investimento e melhoria no atendimento. "Como falar que uma doença está controlada se ainda identificamos casos em crianças?". Rosa, no entanto, descarta o risco de desmobilização. "Houve uma melhoria significativa no atendimento, na capacidade de identificação de casos. Isso vai ser mantido", garantiu. Ela lembra que o Brasil assumiu o controle de Doenças Tropicais Negligenciadas que ainda são endêmicas até 2020. "São sete no País. O controle é feito em bloco", completou.

CONTINUE LENDO

Aparelhos para redução de gordura são suspensos pela Anvisa

  • 07 Ago 2015
  • 14:03h

(Foto: Reprodução)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou, nesta quinta-feira (6), a suspensão da fabricação e distribuição dos produtos Critotec Criolipólise e Lipocavitaçao, Criotec Portátil, Criolipólise e Lipocavitação, Cavitec Lipocativição e Radiofrequência e Membrana para Criolipólise. A medida ainda proíbe a divulgação e comercialização dos produtos no site da empesa Lipotec. Anunciados como redutores de gordura, os produtos serão apreendidos e inutilizados. Segundo a Agência Brasil, clínicas de estética e sites femininos explicam na internet que a criolipólise é o "novo método de esculpir o corpo". A Anvisa afirmou que nenhum dos produtos tem o registro, documento que deve ser pedido pela agência reguladora e que é concedido ou não depois de análise sobre a eficácia e a segurança do produto. Procurado pela Agência Brasil, o sócio da empresa que importa o produto no Brasil e responsável pelo site, Ivan Latalisa de Sá, disse que o portal é apenas uma forma de a empresa fazer pesquisa de mercado. Segundo ele, o produto não é vendido no país. (Bahia Notícias). 

Vacina contra ebola tem êxito em teste e pode acabar com surto, diz OMS

  • Uol Notícias
  • 31 Jul 2015
  • 19:05h

Pesquisador trabalha na produção de vacina contra o vírus ebola no Instituto The Jenner em Oxford, na Inglaterra

O mundo está pela primeira vez prestes a ser capaz de proteger os seres humanos contra o ebola, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta sexta-feira (31), após dados de um teste na Guiné mostraram que uma vacina foi 100 por cento eficaz. Os resultados iniciais do estudo, que testou a vacina VSV-ZEBOV, da Merck e da NewLink Genetics, em cerca de 4.000 pessoas que estiveram em contato próximo com um caso de ebola confirmado, mostrou 100 por cento de proteção após dez dias. Os resultados foram descritos como "notáveis" e "virada no jogo" por especialistas em saúde. "Acreditamos que o mundo está prestes a ter uma vacina eficaz contra o ebola", disse a especialista em vacinas Marie Paule Kieny, da OMS, em uma entrevista à imprensa em Genebra. A vacina pode agora ser usada para ajudar a acabar com o pior surto de ebola já registrado até hoje, que matou mais de 11.200 pessoas na África Ocidental desde que foi detectado em dezembro de 2013.

 

A diretora-geral da OMS, Margaret Chan, disse que os resultados, publicados online na revista médica The Lancet, são um "desdobramento extremamente promissor". "Esta vai ser uma virada de jogo", disse ela a jornalistas. "Vai mudar a gestão do atual surto de ebola e de futuros surtos." Esse e outros experimentos de imunização foram acelerados com enorme esforço internacional de pesquisadores para conseguirem testar terapias e vacinas enquanto o vírus ainda estava circulando com força. "Sabíamos que era uma corrida contra o tempo e que o experimento tinha de ser realizado sob as circunstâncias mais difíceis", diz John-Arne Röttingen, chefe da área de controle de doenças infecciosas no Instituto Norueguês de Saúde Pública e presidente do grupo de acompanhamento do experimento. A entidade beneficente Médicos sem Fronteiras (MSF), que vem liderando a luta contra o ebola na África Ocidental, está agora apelando para que a VSV-ZEBOV seja levada aos outros focos do surto, Libéria e Serra Leoa, onde a entidade diz que poderia quebrar cadeias de transmissão e proteger os trabalhadores de saúde na linha de frente do atendimento aos doentes. (Reportagem adicional de Tom Miles, em Genebra, e Ben Hirschler, em Londres)

CONTINUE LENDO