BUSCA PELA CATEGORIA "Religião "

Baianos reverenciam Iemanjá

  • Bahia Todo Dia
  • 02 Fev 2014
  • 08:41h

(Foto: A Tarde)

Para reverenciar Iemanjá, muitos baianos acordaram na madrugada deste domingo (2) para levar suas oferendas à Rainha do Mar. Logo no início da manhã, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador, centenas de baianos e turistas já tomam conta da Rua da Paciência. Filas para levar os presentes já ultrapassam a altura do Largo de Santana. Como é ano eleitoral, devemos ver a passagem de muitos políticos durante os festejos, que devem acontecer até o final da tarde deste domingo.Também devem marcar presença vários segmentos organizados da sociedade, que levam suas bandeiras e reivindicações na festa.

 

Papa deseja maior presença da mulher na Igreja e nas famílias

  • G1
  • 26 Jan 2014
  • 09:15h

O Papa Francisco disse neste sábado (25) que espera ampliar espaços para uma presença feminina mais extensa e incisiva na Igreja, mas que não se pode esquecer o papel insubstituível da mulher na família para a transmissão às gerações futuras de sólidos princípios morais e de fé. O pontífice pronunciou estas palavras na audiência concedida hoje na Sala Clementina do Vaticano às participantes do 29º Congresso Nacional do Centro Italiano Feminino, que completou 70 anos. Francisco lembrou "a contribuição vital das mulheres na sociedade, em particular com sua sensibilidade e intuição em favor do outro, dos fracos e indefesos". Disse ter se alegrado também ao ver muitas mulheres que compartilham certa responsabilidade na assistência aos sacerdotes no acompanhamento de pessoas, famílias e grupos, como na reflexão teológica, e espera "ampliar espaços para uma presença feminina mais extensa e incisiva na Igreja". No entanto, estes novos espaços e responsabilidades, segundo o papa, "não podem nos fazer esquecer o papel insubstituível da mulher na família". "As qualidades de delicadeza, peculiar sensibilidade e ternura, das quais é rica a alma feminina, representam não só uma força real para as vidas das famílias, mas uma realidade sem a qual a vocação humana seria irrealizável", declarou o pontífice.

Papa diz que casamento gay é 'desafio educativo' da Igreja Católica

  • Da Redação
  • 05 Jan 2014
  • 09:25h

Foto: Reprodução

O Papa Francisco afirmou, em Assembleia Geral da União dos Superiores Generais, no Vaticano, que os diferentes ambientes familiares da sociedade atual, como crianças que vivem com pais separados e casais homossexuais, “um desafio educativo” para a Igreja Católica. De acordo com a revista “La Civiltá Cattolica”, o pontífice disse aos superiores generais dos institutos religiosos que estejam atentos para “não fornecer” a essa nova geração uma “vacina contra a fé”. “Me lembro do caso de uma menina que estava muito triste confessou para a sua professora: ‘a namorada da minha mãe não gosta de mim’. A quantidade de crianças que estudam em nossos colégios e que tem pais separados é muito elevada. As situações que vivemos hoje, portanto, nos impõe novos desafios. Às vezes são, inclusive, difíceis de compreender. Como falar de Cristo para esses meninos e meninas? Como falar de Cristo para uma geração que muda?”, declarou. O tema família será o foco da Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos, que se realizará em outubro, no Vaticano. Como preparação, a Santa Sé enviou um questionário às conferências episcopais de todo o mundo com perguntas sobre casamento gay e divórcio: “Que atenção pastoral podemos dar a quem escolhe viver em uma união dessas?”, “Qual é a atitude das igrejas locais frente ao Estado como promotor de uniões civis de pessoas do mesmo sexo?”.

Oração aumenta o autocontrole e estabilidade emocional, comprova estudo

  • Brumado Urgente
  • 03 Jan 2014
  • 07:07h

(Foto: Reprodução)

Um novo estudo mostra como orar ajuda as pessoas a manter o autocontrole e melhora a estabilidade emocional. As pessoas se voltam para a oração “como uma resposta de enfrentamento para as altas pressões da vida e são recompensados com o aumento da força e da capacidade de resistir à tentação”, explicam os pesquisadores. Descobertas anteriores mostraram que, quando as pessoas se esforçam para controlar suas emoções e pensamentos, aumenta o risco de explosões de agressividade e consumo excessivo de álcool ou comida. Contudo, o estudo deste ano, realizado por psicólogos alemães da Universidade de Saarland e da Universidade de Mannheim, descobriu que a oração de fato ajuda as pessoas a manter o autocontrole. Os autores da pesquisa recrutaram 79 pessoas, que reuniu 41 cristãos, 14 ateus, 10 agnósticos e 14 pertenciam a outras religiões. Os participantes tinham um tempo antes dos testes para orar tão intensamente quanto possível. Em outros estudos, ficou comprovado a ligação da oração com níveis reduzidos de infidelidade e consumo de álcool. Desta vez os testes incluíam a medição de reações diante de vídeos e de testes escritos. “O breve período de oração pessoal potencializou o exercício de autocontrole”, foi a conclusão da equipe no estudo cujos resultados foram publicados no Journal of Experimental Social Psychology. “Estes resultados são consistentes e contribuem para um crescente compêndio de trabalhos que comprovam os efeitos benéficos da oração.”

Parem as guerras, pede Papa Francisco em apelo de ano-novo

  • Reuters.
  • 02 Jan 2014
  • 07:08h

Foto: Divulgação

O Papa Francisco fez um discurso fervoroso de Ano Novo pela paz nesta quarta-feira, dizendo que o coração da humanidade parece ter se extraviado e que muitas pessoas ainda estão indiferentes à guerra, à violência e à injustiça. O pontífice, que escolheu seu nome papal tendo como inspiração São Francisco de Assis, o santo que é o mais associado à paz, solicitou que o mundo ouça “o pedido pela paz” proveniente das pessoas que estão sofrendo. “O que está acontecendo nos corações dos homens? O que está acontecendo no coração da humanidade?”, disse ele a dezenas de milhares de pessoas na Praça de São Pedro, no dia em que a Igreja Católica Romana celebra seu Dia Mundial da Paz. “É hora de parar!”, disse, desviando de seu texto preparado. Francisco falou da janela do Palácio Apostólico, com visão para a Praça de São Pedro, que os papas tradicionalmente utilizam para seus discursos. Ao contrário de seus antecessores, o Papa Francisco não usou o apartamento espaçoso que se encontra atrás da janela desde sua eleição em março, evitando a pomposidade e preferindo viver em pequenos aposentos na casa de hóspedes do Vaticano.