BUSCA PELA CATEGORIA "Religião "

Luto na música Gospel: cantora Fabiana Anastácio morre após luta contra Covid-19

  • Redação
  • 04 Jun 2020
  • 09:19h

A cantora Fabiana Anastácio morreu na madrugada desta quinta-feira (4) após ficar internada em razão de infecção pela Covid-19. A artista estava internada há cerca de uma semana em um hospital de São Paulo e havia sido encaminhada para a UTI após apresentar complicações da doença. Pelas redes sociais, amigos de Fabiana lamentaram a morte precoce. A cantora Shirley Carvalhaes enviou os sentimentos para a família da artista através das redes sociais. – Hoje tivemos uma grande perca em nosso cenário musical, uma grande amiga foi morar com Jesus e fazer parte das Mansões Celestiais, nós do ministério Shirley Carvalhaes prestamos nossos sentimentos a toda a Família pela grande perda, não é fácil perder alguém assim, estaremos orando e intercedendo para que o Senhor Jesus conforte o corações de todos – escreveu a assessoria de Shirley. Na última nota sobre o estado de saúde da cantora, divulgada pela equipe de Fabiana ainda na quarta-feira (3), o quadro de saúde da artista era estável, mas ela apresentava dificuldade para respirar.  – Ela continua na UTI do hospital aqui em Sa?o Paulo. Seu quadro geral ainda e? esta?vel mas com um pouco de dificuldade pra respirar. Lembrando que essa dificuldade tem haver com seu peso, ou seja, a recuperac?a?o toda tem a tende?ncia de ser mais lenta por causa disso. Continuamos em orac?a?o e contando com essa corrente de orac?a?o que se espalhou pelo Brasil e outros pai?ses – relatou o comunicado. Intérprete de hits pentecostais como Sou Eu e Adorarei, a cantora Fabiana Anastácio foi diagnosticada com coronavírus junto com o marido, o pastor Rubens Nascimento, que também apresentou sintomas, mas foi liberado do hospital para repousar em casa.

“Não tenham medo!” é a mensagem do Apocalipse

  • Carta Capital
  • 14 Mai 2020
  • 10:22h

(RIA SOPALA / PIXABAY)

Nos últimos dias a palavra “Apocalipse”, conectada com a hashtag #fimdomundo, ganhou as mídias sociais. Isto foi estimulado pelo clima catastrófico em torno da pandemia global de coronavírus somado a um tal barulho no céu que foi ouvido em diferentes partes do mundo e à erupção do vulcão Krakatoa (Indonésia), que havia provocado um tsunami mortal em 2018. A esta perspectiva se juntam as mensagens de alguns pregadores religiosos que fazem uma leitura terrorista do tempo que estamos vivendo. Da boca e do teclado deles saem afirmações como: a covid-19 é maldição de Deus, ela cumpre um propósito, um recado de Deus; o coronavírus é um anjo da morte de Deus que veio para fazer justiça contra o comunismo, a liberação da homossexualidade e as “sujeiras” da TV e do cinema; Deus está prestes a expurgar muitos pecados do planeta com este vírus, ainda há tempo de arrependimento. Não é a primeira vez (e possivelmente não será a última) que a ideia de um deus vingativo é relacionada ao Apocalipse e ao fim do mundo. O imaginário coletivo está povoado destas ideias e a cada catástrofe partilhada por mais de um continente, ele é acionado. Isto é resultado de uma compreensão de deus baseada em ideologias de domínio e retribuição, e numa leitura equivocada do livro da Bíblia denominado Apocalipse. A palavra vem do grego e não quer dizer destruição ou fim do mundo, mas sim “revelação”. Apocalipse é a revelação, “véu tirado”, ação que torna possível enxergar o que está escondido. No caso do livro bíblico, temos um texto na forma de carta, pela qual Deus revela aos seguidores de Jesus coisas que eles não conseguiam enxergar diante de momentos muito difíceis de perseguição e morte pelo Império Romano. É a revelação divina de fatos de um presente que deveriam ser compreendidos e vividos com a memória do passado e com a projeção do futuro.

A autoria do Apocalipse é atribuída ao apóstolo João (ou a um de seus seguidores), que, segundo o próprio livro, era um preso do Império na Ilha de Patmos. Nesse sentido, João não estava fazendo previsões para o nosso futuro. Ele escreveu para os cristãos daquele tempo (cerca de 90 anos depois de Jesus) que estavam sofrendo, como ele, a perseguição dos romanos. A intenção era animar as comunidades para que elas não desistissem e continuassem fiéis ao caminho de Jesus. Ele falou do futuro próximo daqueles grupos, de que Deus não deixaria tanto sofrimento por tanto tempo.

A perseguição do Império Romano resultava do fato de que o imperador era o Senhor do Mundo, como um deus (Apocalipse 13 e 14), enquanto os cristãos diziam o contrário: “Jesus é o Senhor dos Senhores!” (Apocalipse 10 e 17). Este não era um conflito apenas conceitual já que todos deviam prestar culto ao imperador (Apocalipse 13. 8-15). Assim, ajudado pela religião, o imperador montou todo um sistema que controlava a vida do povo (Apocalipse 13) e que explorava as pessoas pobres para manter o luxo das elites (Apocalipse 18).

Para os cristãos, Deus é um só e, por causa disso, ele é Pai de todas as pessoas, então todas são irmãs. Por isso, em nome da sua fé, eles procuravam viver como irmãos: colocavam seus bens em comum, diziam que todos eram iguais, condenavam os ricos que exploravam os trabalhadores, não apoiavam o sistema injusto do Império Romano (tudo isto está expresso nas páginas do Novo Testamento da Bíblia). As comunidades diziam: “Jesus é o Senhor e a nossa vida é cumprir a vontade dele!” mas, fora delas, quem dominava era o Imperador de Roma. Daí tanta perseguição!

Há muita coisa difícil de compreender no Apocalipse pois a carta foi escrita de forma enigmática, com palavras e símbolos que só os cristãos poderiam decifrar, pois diziam respeito à situação de perseguição em que se encontravam. Assim, ela pode ser enviada da prisão. Para se entender hoje tantas imagens, números, símbolos, só mesmo conhecendo a memória da caminhada do povo com Deus (no Antigo Testamento) e mergulhando na realidade vivida por aquelas pessoas, naquele momento e lugar, muito diferente da nossa.

O Apocalipse, portanto, não é nem nunca foi uma previsão de acontecimentos do nosso futuro. Tanto é que o fim do mundo já foi muitas vezes previsto com base nele e não aconteceu. Porém, é uma mensagem de ânimo para cristãos que estavam sofrendo muito naquele tempo e lugar e precisavam de esperança de que o sofrimento iria terminar logo. “Não tenham medo!” é expressão recorrente em todo o livro.

De qualquer forma, as palavras do Apocalipse para aquelas pessoas servem para nós. Quando a carta foi escrita, muita gente desistia de manter sua fé por causa do sofrimento, com medo dos romanos ou porque pensava que as dificuldades não tinham solução. O texto serve, portanto, para encorajar a resistirmos diante das mazelas experimentadas hoje.

Serve também para alertar sobre o “Anticristo”, aquele que engana os cristãos como se fosse o Cristo, ensinando e praticando valores contrários a ele, com base no egoísmo, na violência e na falta de amor e misericórdia, em apoio ao Império.

O Apocalipse diz que mesmo no sofrimento é preciso ficar firmes, não se deixar dominar pelo medo, que paralisa e fragiliza, pois a justiça vai ser realizada e a paz será plena! Para isto, é preciso tirar o véu que não permite enxergar o presente, livrar-se de todo engano que esconde a realidade. Isto significa ver o coronavírus como desafio à saúde pública e a políticas econômicas mais justas e inclusivas. Representa tirar o véu que esconde a destruição do meio ambiente pelos Impérios de hoje e desenvolver mais cuidado com ele. Implica identificar os Anticristos que usam a fé para manter sistemas que geram morte, especialmente daqueles que os Impérios excluem por classe, raça, gênero e etnia. Isto é revelação do presente para alimentar o futuro com muita esperança de dias melhores.

CONTINUE LENDO

Valdemiro Santiago é alvo de notícia-crime por vender “feijão mágico” contra covid-19

  • Informações do Congresso em Foco
  • 11 Mai 2020
  • 11:06h

(

O pastor Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial de Deus, é alvo de uma notícia-crime por "possível prática de estelionato". A ação foi impetrada pelo Ministério Público Federal (MPF), por meio da Procuradoria Regional da República da 5ª Região no Recife (PE). Em vídeo divulgado em diversas páginas da internet, o pastor aparece anunciando sementes de feijão com supostos poderes de curar a covid-19. Conforme ressalta o MPF, o pastor não fala explicitamente em pagamento, mas emprega a palavra-código “propósito”, desta maneira, as vítimas não fariam pagamentos, mas “propósitos”. Segundo a ação, apesar do disfarce linguístico, o intuito está claro: os fiéis devem pagar valores predeterminados para obter feijões mágicos que poderão curá-los da covid-19, mesmo em casos graves. Em material divulgado pelo MPF, o órgão ressalta que o pastor reforça a ideia de que "não basta ter fé nem ser seguidor do líder religioso, pois não há a possibilidade de fiéis sem condições econômicas receberem o produto". As sementes só serão entregues àqueles que exibirem comprovante de pagamento. "Para o MPF, está claro o uso de influência religiosa e da mística da religião para obter vantagem pessoal (ou em benefício da IMPD), induzindo vítimas em erro, pois não há evidência conhecida de cura da Covid-19 por meio de alguma divindade nem por ingestão ou plantação de feijões mágicos. Segundo a comunicação, o pastor praticamente debocha da boa-fé de seus seguidores, informando que as sementes germinarão e na planta estará escrito “Sê tu uma bênção” – que é o slogan místico-publicitário da organização religiosa", diz material divulgado pelo órgão. O procurador regional da República Wellington Cabral Saraiva, autor da notícia-crime, destaca que nas denominações cristãs – tradição em que se insere a IMPD –, o mercantilismo religioso sempre foi prática reprovável. “Negociar favores espirituais parece incompatível com a afiliação religiosa com a qual o noticiado Valdemiro Santiago aparentemente se identifica”, diz o procurador. O MPF esclarece que não pretende interferir na liberdade religiosa "nem criminalizar a contribuição econômica de fiéis para a igreja, pois elas têm despesas que precisam ser custeadas". Porém, segundo o órgão, não se pode, a título de liberdade religiosa, permitir que indivíduos "inescrupulosos ludibriem pessoas vulneráveis e firam a fé pública". “Não se trata de coibir as pessoas em geral de professar a fé que desejarem e de cultuar as divindades de sua preferência, na forma de sua escolha. Trata-se de impedir que determinados indivíduos se valham desse conjunto de crenças para obter vantagem econômica ilegítima, valendo-se da crendice alheia, mediante sofisticados esquemas publicitários, psicológicos e tecnológicos”, diz a notícia-crime. Wellington Saraiva ressalta que o pastor se tornaria personalidade mundial se realmente pudesse ou soubesse como prevenir ou curar casos da infecção pelo novo coronavírus. “Se ele não fosse líder religioso interessado apenas em obter dinheiro de vítimas incautas, ofereceria essa solução não apenas àqueles que pudessem lhe pagar, mas a toda a humanidade. Nisso estaria passo importante da religação entre o homem e suas divindades, que caracteriza as religiões”, declarou. Os maiores cientistas do mundo inteiro estão atrás da cura para a covid-19. A doença já infectou, 145.328 brasileiros e matou 9.897 pessoas. No mundo, são 3.855.812 mil infectados e 265.862 vítimas fatais.

Justiça proíbe igreja de Malafaia de realizar cultos durante pandemia

  • Redação
  • 10 Abr 2020
  • 15:49h

(Foto: Reprodução)

A Justiça do Rio de Janeiro determinou na quinta-feira (9), que a Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo — liderada por Silas Malafaia — não realize cultos durante a pandemia do coronavírus. De acordo com o portal G1, a decisão é do desembargador Agostinho Teixeira, do Tribunal de Justiça do RJ, que acolheu recurso do Ministério Público. Em caso de descumprimento, a igreja pode ser multada em R$ 10 mil. Segundo o magistrado, não se discute “se a fé é essencial à existência humana nem se os templos prestam serviços imprescindíveis”. Mas afirma que o distanciamento social é necessário. “Penso que, nesse estado de crise, sem precedentes, as igrejas também devam suspender as suas atividades presenciais, resguardando assim a saúde e o direito fundamental à vida”, determinou Agostinho Neto. A ação é um desdobramento de um pedido do Ministério Público, no mês passado, para que templos religiosos se abstivessem de promover cultos durante a pandemia. Na ocasião, o juiz Marcello de Sá Baptista rejeitou, e o Ministério Público recorreu. No recurso, o MP sustenta que o pastor Silas Malafaia teria manifestado publicamente a intenção de descumprir as medidas restritivas de aglomeração de pessoas.

Bolsonaro coloca templos religiosos e lotérica como serviços essenciais durante Covid-19

  • Redação
  • 26 Mar 2020
  • 11:23h

Novo decreto também torna essenciais serviços como fiscalização do trabalho, geração e transmissão de energia | Foto: Brumado Urgente Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em decreto publicado nesta quinta-feira (26) ampliou a lista de serviços considerados como essenciais durante o combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), doença que ele considera uma “gripezinha”. No último domingo (26), a Caixa anunciou a suspensão dos sorteios da Loteria Federal por três meses. O presidente comentou sobre as atualizações que faria durante a noite de quarta (25), por meio de seu perfil no Twitter. “No Brasil existem 12.956 casas lotéricas e 2.463 se encontram fechadas por decretos estaduais ou municipais. Para que possam funcionar em sua plenitude, atualizei, nessa data, o Decreto 10.282”, escreveu. Segundo o novo decreto do presidente, “atividades religiosas de qualquer natureza, obedecidas as determinações do Ministério da Saúde”. Muitos estados estavam restringindo a abertura de templos religiosos para evitar a aglomeração e a reunião de muitos idosos, grupo considerado de risco.

Papa Francisco aceita pedido de renúncia do cardeal de Salvador Dom Murilo Krieger

  • Redação
  • 11 Mar 2020
  • 02:25h

(Foto: Reprodução)

O Papa Francisco aceitou o pedido de Dom Murilo Krieger e concedeu ao religioso a aposentadoria do cargo. Em seu lugar, quem assume o posto é o cardeal Dom Murilo da Rocha, que será o 28º Arcebispo de Sede Primacial da Igreja no Brasil, passando a administrar o apostólico da Arquidiocese de Salvador a partir desta quarta-feira (11). O pedido de renúncia de Dom Murilo foi feito ainda em 2018, ao completar 75 anos, idade considerada pela igreja para que os arcebispos se aposentem. Com a aceitação do pedido, ele encerra seu legado de 9 anos no comando da primeira arquidiocese do Brasil.

 

Igreja Missões do Evangelho Pleno Lança Campanha “Família Eu Acredito Nesse Projeto”

  • Divulgação
  • 10 Mar 2020
  • 10:07h

(Divulgação)

A Igreja Missões do Evangelho Pleno (IMEP), lança nesta terça-feira (10), a campanha “Família Eu Acredito Nesse Projeto”. A campanha acontecerá durante 05 terças-feiras em todos os templos da Igrejas Missões do Evangelho Pleno, em Brumado. Não existe nada mais, absolutamente, importante, nesta vida, do que o cuidado com a família. A família que é um projeto de Deus. Você que tem um familiar que está nas drogas, álcool, depressivo, ou problemas no Lar, desempregado ou problema na justiça, venha e coloque seu projeto diante de Deus e veja que Ele responderá. Rua Coronel Tibério Meira nº 447, Centro Brumado.

“Os filhos são um presente de Deus; eles são uma verdadeira bênção. Os filhos que o homem tem na sua mocidade são como flechas nas mãos de um soldado”. Salmos 127: 3, 4.

Câmara de Vereadores sediará a Semana Espírita de Brumado 2020; evento terá início hoje (07)

  • Brumado Urgente
  • 07 Mar 2020
  • 10:03h

(Divulgação)

Um dos eventos mais importantes do calendário religioso de Brumado terá a sua edição 2020, desta feita trazendo uma temática desafiadora para os dias atuais onde a frieza espiritual é uma das marcas, o tema “Amor Imbatível Amor” irá ser explorado de forma muito positiva nas palestras e seminários que irão acontecer. A Semana Espírita de Brumado será realizada na Câmara de Vereadores de Brumado e terá início neste sábado (07). A vasta programação (confira abaixo) terá palestrantes renomados, além da Semaninha Espírita e a Feira do Livro. O evento se encerrará no dia 14 com o renomado conferencista mineiro Claudio Medeiros de Montes Claros.

(Divulgação)

Campanha da Fraternidade 2020: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele”

  • Redação
  • 26 Fev 2020
  • 18:04h

(Divulgação)

Foi divulgado o vídeo oficial da Campanha da Fraternidade 2020, cujo tema é “Fraternidade e vida: dom e compromisso” e o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34). A produção apresenta experiências de cuidado com a vida em suas várias dimensões encontradas Brasil afora e poderá ser utilizado para auxiliar as reflexões sobre a temática proposta pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para a Quaresma de 2020. Segundo a editora Edições CNBB, que prepara os materiais da Campanha da Fraternidade, o vídeo oferece um panorama completo, com todo o referencial necessário “para viver, difundir e praticar os preceitos desta edição da CF”. E, neste ano, não será colocado um DVD à venda, mas oferecido diretamente às comunidades. “Além de uma abordagem fundamentada para cada um dos pilares: ‘Viu, Sentiu e Cuidou’, o vídeo auxiliará nossas comunidades na divulgação e aprofundamento do tema e do lema da Campanha, bem como na assimilação da relevância do assunto para a nossa sociedade”, lê-se na descrição do vídeo no Youtube. Os pilares citados nesta explicação referem-se à parábola do Bom Samaritano, que inspira e ensina o compromisso de cuidar do dom da vida. O secretário executivo de Campanhas da CNBB, padre Patriky Samuel Batista, ressalta as diversas ações de cuidado em favor da vida promovidas pela Igreja em várias partes do Brasil e também “as diversas situações onde a vida tem sido descuidada e necessita de uma intervenção evangélica fruto de um coração convertido pela Palavra de Deus”. O vídeo intercala experiências de cuidado com a vida com frases de Santa Dulce dos Pobres, segundo padre Patriky, “a grande inspiradora, boa samaritana para os dias atuais”, exemplo de que “Vida doada é vida santificada”. “Conheça o vídeo, divulgue na sua paróquia, nas suas comunidades a fim de estabelecermos uma grande corrente do bem, que Deus abençoe e vos faça muito felizes!”, desejou padre Patrky.

LBV completa 70 anos de trabalho no Brasil

  • Ascom | LBV
  • 06 Fev 2020
  • 11:53h

(Divulgação)

Com mais 82 unidades de atendimento, a Instituição promove educação e assistência social para milhares de crianças, jovens, adultos e idosos.

 Em 1° de janeiro de 1950, Dia da Paz e da Confraternização Universal, nascia na cidade do Rio de Janeiro/RJ, Brasil, a Legião da Boa Vontade (LBV). Por isso, 2020 será um marco histórico para colaboradores, voluntários, amigos, parceiros e de todos os que compartilham desse Ideal da Boa Vontade, que há 70 anos promove a Caridade Completa: a do corpo e da Alma.
 
A Instituição atua em todo o país, por meio de 82 unidades de atendimento: são Centros Comunitários de Assistência Social, abrigos para idosos, escolas de Educação Básica e escola de capacitação profissional. Em 2019, a LBV alcançou a marca de 13,6 milhões de atendimentos e benefícios, impactando mais de 300 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social. Também beneficiou mais de 40 mil famílias somente no Natal, com cestas de alimentos não perecíveis e entregou, no início do ano letivo, 19 mil kits de material escolar para crianças e jovens em todo o país.
 
Ao longo do ano, milhares de atividades foram realizadas para crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos e gestantes com foco na música, na dança, no esporte, no meio ambiente, na cidadania, na educação, na alimentação, na saúde, na geração de renda, no trabalho, na comunicação, na segurança e na garantia de direitos, visando à melhoria da qualidade de vida dessas pessoas, de suas famílias e da comunidade onde vivem. Ações de reflexão, palestras e rodas de conversa também contribuíram para mudar destinos e transformar para melhor muitas histórias de vida.
 
Solidariedade sem fronteiras

Com o apoio de todos os que acreditam no seu trabalho, a LBV continua sua luta no enfrentamento aos desafios mundiais em prol das populações mais vulneráveis do país e incentivando valores como ética, solidariedade, compaixão, esperança e cidadania. Cabe ressaltar estas palavras do diretor-presidente da Legião da Boa Vontade, José de Paiva Netto: “Quando administramos, devemos fazê-lo oferecendo o melhor de nós hoje. Contudo, sempre mirando o futuro, a almejar uma comunidade, um país, enfim, um mundo pacificado pelo esforço das pessoas de Boa Vontade. Isso quer dizer: agir de forma eficaz no presente, para que o amanhã seja a glorificação do que ousamos realizar agora”.
 
Conheça a LBV e ajude a multiplicar a Boa Vontade nos corações! Saiba mais acessando: www.lbv.org.br.

50% dos brasileiros são católicos, 31%, evangélicos e 10% não têm religião, diz Datafolha

  • 13 Jan 2020
  • 12:11h

Pesquisa Datafolha publicada nesta segunda-feira (13) pelo jornal "Folha de S.Paulo" aponta que 50% dos brasileiros são católicos, 31%, evangélicos, e 10% não têm religião. Ainda de acordo com o levantamento, as mulheres representam 58% dos evangélicos e são 51% entre os católicos.A pesquisa foi feita nos dias 5 e 6 de dezembro do ano passado, com 2.948 entrevistados em 176 municípios de todo o país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Religião dos brasileiros

  • Católica: 50%
  • Evangélica: 31%
  • Não tem religião: 10%
  • Espírita: 3%
  • Umbanda, candomblé ou outras religiões afro-brasileiras: 2%
  • Outra: 2%
  • Ateu: 1%
  • Judaica: 0,3%

Religião por sexo

Católicos:

 

  • Mulher: 51%
  • Homem: 49%

Evangélicos:

 

  • Mulher: 58%
  • Homem: 42%

Religião por cor

 

Católicos:

 

  • Parda: 41%
  • Branca: 36%
  • Preta: 14%
  • Amarela: 2%
  • Indígena: 2%
  • Outras: 4%

 

Evangélicos:

 

  • Parda: 43%
  • Branca: 30%
  • Preta: 16%
  • Amarela: 3%
  • Indígena: 2%
  • Outras: 5%

 

 

Religião por idade

 

Católicos:

 

  • 16 a 24 anos: 13%
  • 25 a 34 anos: 17%
  • 35 a 44 anos: 18%
  • 45 a 59 anos: 26%
  • 60 anos ou mais: 25%

 

Evangélicos:

 

  • 16 a 24 anos: 19%
  • 25 a 34 anos: 21%
  • 35 a 44 anos: 22%
  • 45 a 59 anos: 23%
  • 60 anos ou mais: 16%

 

Religião por escolaridade

 

Católicos

 

  • Fundamental: 38%
  • Médio: 42%
  • Superior: 20%

 

Evangélicos

 

  • Fundamental: 35%
  • Médio: 49%
  • Superior: 15%

 

Renda

 

Católicos

 

  • Até 2 salários mínimos: 46%
  • De 2 a 3 salários mínimos: 21%
  • De 3 a 5 salários mínimos: 17%
  • de 5 a 10 salários mínimos: 9%
  • Mais de 10 salários mínimos: 2%

 

Evangélicos

 

  • Até 2 salários mínimos: 48%
  • De 2 a 3 salários mínimos: 21%
  • De 3 a 5 salários mínimos: 17%
  • de 5 a 10 salários mínimos: 7%
  • Mais de 10 salários mínimos: 2%

 

Região do país

 

Católicos

 

  • Sudeste: 45%
  • Sul: 53%
  • Nordeste: 59%
  • Centro-Oeste: 49%
  • Norte: 50%

 

Evangélicos

  • Sudeste: 32%
  • Sul: 30%
  • Nordeste: 27%
  • Centro-Oeste: 33%
  • Norte: 39%

ARTIGO DE NATAL | Como o nascimento de Jesus Cristo nos ajuda a entender o amor de Deus?

  • Por Paul Anderson
  • 24 Dez 2019
  • 17:06h

(Imagem Ilustrativa)

Perto do início do Livro de Mórmon, o profeta Leí descreve um sonho para sua família. O ponto focal deste sonho é “uma árvore cujo fruto era desejável para fazer alguém feliz” ( 1 Néfi 8:10 ). 

Todo personagem do sonho é definido por sua resposta à árvore. Leí prova a fruta e imediatamente quer compartilhá-la com sua família. Outros personagens ignoram a árvore, lutam para encontrá-la ou zombam das pessoas que comem o fruto.

A árvore representa o amor de Deus, como Néfi, filho de Leí, aprende em uma visão subsequente. Como ele aprende essa verdade? Ao conectá-lo com o nascimento de Jesus Cristo.

Na visão de Néfi, o Espírito do Senhor mostra a mesma árvore que seu pai viu. Quando Néfi expressa seu desejo de entender o que a árvore representa, a cena muda imediatamente. Na cidade de Nazaré, ele vê uma bela virgem. Um anjo explica para ele que essa virgem é a mãe do Filho de Deus.

A cena muda, e Néfi vê a mesma virgem, com uma criança nos braços. O anjo identifica essa criança como “o Filho do Pai Eterno” e depois pergunta a Néfi: “Sabe o significado da árvore que seu pai viu?” ( 1 Néfi 11:21 )

Eu amo este momento. O anjo não tenta conectar todos os pontos para o aluno. Ele fornece algumas informações relevantes com uma breve explicação e, em seguida, permite que o aluno descubra como as informações estão relacionadas à sua pergunta original. A resposta de Néfi indica que ele entende:

Sim, é o amor de Deus, que se derrama no coração dos filhos dos homens; portanto, é o mais desejável acima de todas as coisas ( 1 Néfi 11:22 ).

O anjo reafirma a resposta de Néfi: “Sim, e os mais alegres para a alma” ( 1 Néfi 11:23 ).

Como Néfi, podemos entender e apreciar melhor o amor de Deus ao nos lembrarmos do nascimento de Seu Filho. A irmã Bonnie L. Oscarson fez o seguinte desafio em um discurso do Devocional de Natal:

Ao celebrarmos o nascimento de Jesus Cristo nesta temporada, celebremos também tudo o que Seu nascimento simboliza, especialmente o amor. Quando vemos pastores, lembremo-nos de ser humildes. Quando vemos homens sábios, lembremo-nos de ser generosos. Quando vemos a estrela, lembremo-nos da Luz de Cristo, que dá vida e luz a todas as coisas. Quando vemos um bebê pequeno, lembremo-nos de amar incondicionalmente, com ternura e compaixão. Que possamos abrir as portas de nossos corações e alcançar aqueles que nos rodeiam que são solitários, esquecidos ou pobres de espírito. Ao contemplarmos o exemplo e o infinito sacrifício do Salvador, também consideremos como podemos ser mais semelhantes a Cristo em nossas associações com familiares e amigos, não apenas durante esta temporada, mas durante todo o ano (“O Natal é Amor CristãoDevocional de Natal de 2014).

Hoje, lembrarei que o nascimento de Jesus Cristo pode me ajudar a sentir o amor que Deus tem por mim e por todos os seus filhos.

Atitudes para uma vida financeira saudável

  • 17 Dez 2019
  • 19:44h

Uma palestra que vai ajudar você a identificar a fonte de seus problemas financeiros  e te mostrará meios de investir seu dinheiro sem correr riscos, além de apresentar dicas espetaculares de como administrar seus ganhos. Quinta Feira 19h na sede das Assembleias de Deus em Brumado o palestrante Olnei Lisboa estará ministrando sobre finanças, subordinado ao tema: ATITUDES PARA UMA VIDA FINACEIRA SAUDÁVEL. Um assunto do interesse de todos, ricos ou pobres, afinal todos de alguma forma são administradores financeiros, bons ou ruins mas são, sendo assim não importando com questões sociais, financeira ou crenças religiosas as portas da Assembleia de Deus estão abertas para todos os cidadãos brumadenses que desejam aprender sobre os mais diversos assuntos e agora mais especificamente sobre finanças, afirma Renato Santos, secretario de missão e evangelismo da instituição.

A mudança que você almeja deve começar na tua mente

  • Renato Santos
  • 17 Dez 2019
  • 16:27h

Renato Santos Foto:(Jeude Teixeira)

Nós somos seres que lutamos contra a solidão, a ansiedade e a depressão, queremos aceitação, mas muitas vezes buscamos de forma tão errada que afastamos ao invés de promover aproximação. A nossa mente é de fato muito complexa e nossa formação obviamente a levou a ser o que ela é, mas a grande magia nisso tudo é que podemos remodelar a nossa mentalidade. Podemos ver o mundo com uma nova visão, contemplar a beleza em pessoas que jamais pensaríamos que teriam alguma coisa para oferecer, e de fato todos têm. Procure um psicólogo, um pastor, um psicanalista, alguém que possa te orientar nesse processo, leia bons livros que possa te conduzir nesse processo de mudança.

Não desista, mude sua forma de pensar, trabalhe a sua mentalidade, trabalhe duro, da mesma forma que você trabalha para colocar o alimento em sua mesa, trabalhe para transformar a sua vida, ou melhor a sua mente.

Para pedidos de oração entre em contato: 9 98273309

LBV entregará mais de 30 toneladas de alimentos para famílias no sertão baiano

  • Ascom | LBV
  • 10 Dez 2019
  • 15:19h

(Foto: Ascom | LBV)

A iniciativa faz parte da Campanha Natal Permanente da LBV, que, neste ano, entregará mais de 40 mil cestas de alimentos em todo o Brasil. Nesta quarta-feira (11), a Legião da Boa Vontade (LBV) iniciará a entrega das cestas de alimentos para famílias que sofrem com os efeitos da estiagem no sertão baiano. Serão beneficiadas as seguintes localidades: 11/12 - Sobradinho (Povoados Algodões Novos, Velhos e Correnteza) e Juazeiro (Povoados Baraúnas e Manga e Cruz); 12/12 - Curaçá (Aldeia Altamira Atikum Bahia e Povoado Jatobá) Uauá (Povoado Arraial); 13/12 - Uauá (Povoados Santana, Umbuzeiro, Sítio do Meio, Sítio Zacarias).  Além destas comunidades, serão contempladas também as famílias que vivem em vulnerabilidade social em Feira de Santana, Ipirá e assistidas pela Instituição em Salvador, Lauro de Freitas e Itabuna. A iniciativa faz parte da Campanha Natal Permanente da LBV, que, neste ano, entregará mais de 40 mil cestas de alimentos em todo o Brasil. Só na Bahia, serão doadas 86 toneladas de alimentos, impactando mais de 16 mil pessoas com a Campanha. Quer saber como presentear uma dessas famílias? Acesse agora www.lbv.org e doe quantas cestas puder! Siga, curta e compartilhe as ações da LBV nas redes sociais no endereço: LBVBrasil no Facebook, no Instagram e no YouTube.