BUSCA PELA CATEGORIA "Polícia"

Riachão das Neves: 'Não vou perdoar nunca', diz garota de 15 anos abusada pela mãe

  • .Informações do G1
  • 19 Fev 2014
  • 12:12h

Garota e os irmãos eram abusados pela mãe, o amante e a esposa dele (Foto: Divulgação)

Não tinha escolha, minha mãe não falava nada, só pedia para 'mim' (sic) não falar nada. Eu não vou perdoar a minha mãe nunca. Que ela apodreça na cadeia, ela e ele, os dois", desabafou nesta terça-feira (18) a adolescente de 15 anos que sofreu abuso sexual da mãe, de um policial militar e da esposa dele, na cidade de Riachão das Neves, no oeste da Bahia. Mais quatro de seus irmãos foram violentados pelo grupo. A esposa do PM, que é pedagoga, é a única dos suspeitos já presos. A mãe das vítimas e o policial militar estão foragidos. Centenas de pessoas saíram às ruas da cidade em protesto emocionado em prol dos irmãos, que têm 6, 9, 12, 14 e 15 anos. A tia delas contou que a família ficou horrorizada quando a sobrinha mais velha contou o que aconteceu. "Eu peguei ela e levei para a casa do tio e ela começou a se abrir, falar que estava sendo abusada, sofrendo, ela e os irmãos, e pediu ajuda para gente, para que não deixasse mais ela voltar para a casa", descreveu. De acordo com a polícia, os três formavam uma espécie de triângulo amoroso e abusavam das crianças, todas filhas da amante, em orgias. Diversos materiais pornográficos, inclusive com cenas de sexo entre o trio e os menores, foram encontrados na residência do policial militar e também em sua fazenda. 

'A polícia está prendendo e a Justiça está soltando', afirma major Mascarenhas

  • Sudoeste Bahia
  • 18 Fev 2014
  • 12:22h

O major foi contundente em suas declarações (Foto: Reprodução)

Ao ser entrevistado pelo repórter Daniel Silva, da TV Aratu, O Major PM Arthur Mascarenhas, comandante da CAESG, em Vitória da Conquista, fez críticas ao Poder Judiciário, em relação a liberação de alvarás de soltura de criminosos perigosos na cidade, Mascarenhas revelou que de 50 a 60 são colocados em liberdade todo mês. Em um trecho da entrevista, o Major não poupou críticas a Justiça: “Controle de criminalidade se faz com policiamento ostensivo, duro e rigoroso, mas se faz também, sobretudo, com resposta dura do poder judiciário. É o que a gente não está encontrando aqui na cidade de Vitória da Conquista – onde a gente verifica um tamanho absurdo de liberações dos grandes líderes do tráfico de drogas e dos grandes autores de homicídios…”. O comandante da CAESG reconhece a fragilidade do sistema prisional. “Polícia por si só não tem controle de criminalidade. O controle passa também por mais rigor na liberação de alvarás de soltura”, acrescentou Mascarenhas. Para finalizar o Major disse estar “enxugando gelo” e repetiu o jargão “a polícia está prendendo e a justiça está soltando”.

Polícia Federal deflagra Operação Granfaloon que deverá prender ex-prefeitos de 9 cidades da região

  • Com informações do Correio da Bahia
  • 18 Fev 2014
  • 09:32h

Sede da Polícia Federal em Vitória da Conquista (Foto: Reprodução)

Uma operação em Vitória da Conquista e outras nove cidades no sudoeste da Bahia cumpre 13 mandados de prisão temporária e 36 mandados de busca e apreensão na manhã desta terça-feira (18). Realizada pela Polícia Federal da região, a Operação Granfaloon busca prender ex-prefeitos, empresários, ex-secretários municipais e ex-vice-prefeitos acusados de fraudarem licitações e desviarem recursos federais para as áreas de saúde, educação e transporte. De acordo com a polícia, um grupo de empresário se vinculava a prefeitos dos municípios de Belo Campo, Bom Jesus da Serra, Anagé, Caraíbas e Tremedal para fraudar contratos de prestação de serviços de transporte escolar e transportes diversos na região sudoeste, assim como contratos de prestação de serviços de gestão dos serviços de saúde municipais. A quadrilha simulava a existência de licitações e contratava empresas de fachadas que não tinham empregados, patrimônios e sedes. A Polícia Federal estima que foram desviados R$ 60.879.949,00 dos cofres públicos durante os anos de 2008 e 2012. As buscas e apreensões nas cidades de Belo Campo, Bom Jesus da Serra, Dário Meira, Encruzilhada, Paramirim, Poções, Planalto, Ribeirão do Largo, Tremedal e Vitória da Conquista.As investigações começaram depois que relatórios da Controladoria Geral da União apontaram o desvio e apropriação indevida de verbas públicas federais. Os acusados responderão pelos crimes de fraude em licitações, desvio de verba pública e formação de quadrilha. O resultado da Operação Granfaloon será apresentado em uma coletiva, marcada para às 11h, na sede da Delegacia da Polícia Federa em Vitória da Conquista.  

Pai do menino que filmou professora em atividade libidinosa pede arquivamento do inquérito

  • Sudoeste Bahia
  • 05 Fev 2014
  • 20:54h

O ato libidinoso aconteceu em Palmas de Monte Alto (Foto: Divulgação)

O caso da professora que foi filmada em atividades libidinosas com um aluno de 13 anos ganha cada vez mais repercussão na mídia, já que algumas correntes conservadoras exigem que a autora do sexo oral com o adolescente seja devidamente punida pelo crime de estupro de vulnerável. A professora que está se mantendo reservada, não querendo comentar o caso, já seria uma amiga da família, inclusive dormindo na própria casa sob a autorização do pai do garoto, João Rodrigues Nogueira, o qual declarou, na manhã desta quarta-feira (05), em seu depoimento à delegada titular do caso, Dra. Rosilene de Almeida Régis, que a professora não deve ser penalizada, já que ela foi uma amiga muito especial quando a sua esposa faleceu e nunca deixou transparecer nenhuma atitude estranha junto ao seu filho.  O pai do menino, porém, perdeu a calma e se irritou quando foi questionado sobre a sexualidade de seu filho ou se ele tinha entrado em depressão após a divulgação das imagens, esbravejante ele retrucou que “não sei de onde tiraram essa depressão dele, isso fica parecendo um ato de má fé. Meu filho continua sua vida normalmente, estudando e se relacionando com todos da mesma forma, como qualquer rapaz da idade dele faz”. Mesmo com as intenções de inocentar a professora Mônica Souza dos Santos, a delegada informou que o inquérito irá seguir normalmente, o qual, depois seguirá para análise da Justiça. 

Caetité: Polícia paulista apreende menor suspeito de ter assassinado um policial militar em SP

  • Sudoeste Bahia
  • 30 Jan 2014
  • 15:44h

A elucidação da chacina em Campinas é questão de honra para a alta cúpula da Polícia Civil de São Paulo (Foto: Terra)

Os tentáculos das facções criminosas que agem nos grandes centros do Brasil vêm se espalhando pela nação, e o sertão baiano vem fazendo parte deste roteiro que é denominado como interiorização da criminalidade. Os dados recentes da violência em Caetité demonstram que o município faz parte desta rota criminal, já que homicídios incomuns começam acontecer motivados pelo tráfico de drogas, resultado da influência direta de membros destas facções que começam a se instalar principalmente no meio rural.  Uma grande investigação feita pela Polícia de Campinas, São Paulo, que estava fechada a sete chaves, acabou vindo para Caetité, mas especificamente no Distrito de Maniaçu, e, no último final de semana, acabou apreendendo um menor, o qual é suspeito de ter participado do assassinato do policial militar Aride Luís dos Santos, que acabou, segundo a própria mídia paulista, uma grande chacina, onde doze moradores de bairros pobres daquela cidade acabaram sendo mortos, o que, na sequência resultou na prisão de vários policias militares que estão sendo acusados de serem os autores da chacina. A chacina ganhou as páginas policiais dos principais veículos de comunicação do Brasil e, agora, Caetité entra para essa rota, já que os indícios de o menor ter participado da morte do policial são muito grandes. O menor, que não tem ligação familiar com Caetité, estava escondido na casa de um conhecido e foi imediatamente transferido para Campinas onde deverá participar de acareações e de outras ações investigativas que devem esclarecer por completo o caso, que ganhou repercussão nacional e que teria, como elemento provocador, esse menor que veio se esconder na zona rural de Caetité.

Caetité: Cliente da Caixa Econômica Federal é vítima de golpe virtual

  • Sudoeste Bahia
  • 28 Jan 2014
  • 14:57h

(Imagem Ilustrativa)

Mesmo diante de todos os avanços tecnológicos que visam à proteção dos clientes bancários que utilizam os serviços do internet banking, com firewalls poderosos e uma quantidade de senhas cada vez maior, os hackers acabam sempre dando um jeito de burlar o sistema e aplicar os seus golpes lesando suas vítimas que, como presas fáceis, acabam caindo em seus esquemas. Diante desta parafernália digital da segurança, que vem tendo avanços significativos, a criatividade dos crimes virtuais continua dando muito trabalho para os engenheiros de sistemas, que, constantemente têm que criar novos dispositivos para impedir a ação dos hackers de plantão.  Uma denúncia de um novo golpe foi feita ao Sudoeste Bahia na noite desta segunda-feira (27), por volta das 20:30 horas, onde um caetiteense, cliente da Caixa Econômica Federal, que teve a sua identidade mantida em sigilo, relatou que foi vítima de um golpe virtual, o qual foi denunciado na mesma hora na agência bancária, mas que até o início desta manhã ainda estaria sem solução.  Segundo o relato, ele, como é de costume, faz suas negociações bancárias rotineiramente pelo internet banking, e, na noite de ontem, acessou normalmente a página inicial da referida instituição bancária, verificou o saldo, extrato e fez algumas transferências. Até ai tudo bem, mas, ao dar andamento num processo para pagamento de um boleto, digitando os dados do mesmo, quando, de repente, ao terminar de digitar a sua assinatura eletrônica, apareceu uma tela pequena com os seguintes dizeres: “aguarde um momento, estamos instalando uma atualização de segurança”. Para surpresa do cliente, o sistema travou e ficou instável e, logo em seguida, começaram a chegar mensagens em seu celular comunicando que várias transferências e pagamentos foram efetuados a partir de sua conta, totalizando 4 operações, as quais, ao todo, lesaram o cliente em cerca de R$ 3 mil.  Diante desses fatos, o cliente vítima do golpe se dirigiu a agência local da Caixa Econômica Federal na manhã desta terça-feira (28), sendo muito bem recebido pelo gerente que, ao analisar os fatos e os comprovantes, comunicou que em três dias os prejuízos serão ressarcidos, o que o deixou aliviado. Também foi comunicado que a direção da área de informática da Caixa irá tomar todas as providências para efetivar as devidas defesas virtuais contra esse tipo de golpe, evitando-se assim que novos clientes sejam lesados. 

Caetité: Primeiro homicídio de 2014 indica crescimento da criminalidade do município

  • Sudoeste Bahia
  • 16 Jan 2014
  • 00:12h

O jovem conhecido como Cris Paulista morreu no local (Foto: Sudoeste Bahia)

Os índices de violência que vêm crescendo de forma assustadora em toda a região são um sinal evidente de alerta para as autoridades que necessitam com urgência investir ainda mais em Segurança Pública, já que o setor tem sido um dos que mais tem sido alvo de críticas e preocupação. Caetité, apesar de ainda estar com um mapa da violência menor que outros municípios da região, vem também integrar esse crescimento de ocorrências da criminalidade, o que foi comprovado na noite desta quarta-feira (15), com o registro do primeiro homicídio do ano, onde um jovem acabou sendo alvejado com três tiros em uma típica ação de queima-de-arquivo. Segundo as primeiras informações colhidas pela equipe do Sudoeste Bahia, o jovem Cristiano de Jesus Cardoso (24), estava num bar do Bairro Buenos Aires num momento de lazer com amigos, quando acabou sendo alvo de uma execução, já que um elemento que estava na garupa de motocicleta desceu e deflagrou 3 tiros à queima-roupa, que atingiram o tórax e a cabeça, causando a morte instantânea do rapaz que era conhecido na vizinhança como Cris Paulista.  Ainda segundo informações preliminares colhidas junto à Polícia o homicídio tem indícios muito fortes de acerto de contas, já que os tiros na região craniana são características muito fortes do que se intitula no mundo do crime de “conferência”, ou seja, uma execução. As investigações já começaram imediatamente e equipe de policias já está na busca dos possíveis autores do homicídio que chocou os moradores do Bairro Buenos Aires, devido à violência como ele foi cometido.  

Juiz de Vitória da Conquista é vítima de sequestro relâmpago

  • Da Redação
  • 07 Jan 2014
  • 13:51h

Sebastião Martins Lopes, coordenador do curso de Direito da Faculdade Independente do Nordeste (FAINOR) e juiz titular da 1ª Vara do Trabalho de Vitória da Conquista oi vítima de um sequestro relâmpago no último dia 23 de dezembro. De acordo com o magistrado, ele esteva no estacionamento de um supermercado do bairro Candeias quando foi surpreendido por homens armados. O magistrado ficou duas horas e meia em poder dos bandidos. Os sequestradores colocaram um capuz na cabeça do juiz, e o tiraram do carro e o colocaram em outro carro. Segundo o juiz, os bandidos  pegaram todos os seus cartões de crédito, sacaram dinheiro.  "Uma experiência dessas, com certeza, altera a nossa rotina. Infelizmente é muito difícil impedir que coisas como essas ocorram. Quando os bandidos querem assaltar, assaltam mesmo. Só Deus para nos livrar. Moro aqui há 12 anos e nunca tinha passado por uma experiência dessas", diz. Além do dinheiro sacado das contas bancárias, os sequestradores também roubaram o veículo do juiz. A denúncia do sequestro foi registrada na delegacia local, mas nenhum dos criminosos foi preso. 

Desarticulado esquema que desviou mais de R$ 1 milhão de cinco cidades do interior

  • Informações da Ascom / PC
  • 03 Jan 2014
  • 15:47h

(Foto: Reprodução)

A Delegacia de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes (DREOF), deflagrou na manhã desta sexta-feira (3), a Operação Cesta do Povo que cumpriu mandados de busca e apreensão na casa de quatro ex-funcionários da Empresa Baiana de Alimentos (Ebal), envolvidos num esquema fraudulento que desviou mais de R$ 1 milhão, em cinco cidades do interior. O ex- gerente regional de vendas, Vilázaro Sampaio Souza, o ex-gerente da loja da Cesta do Povo de Jaguaquara, Edmo Carvalho Brito, o ex- coordenador de vendas da unidade de Feira de Santana, Edmilson de Oliveira Nascimento, e o ex-funcionário da Cesta, da cidade de Laje, Luis Fernando Barbosa da Silva, foram indiciados por fraude no sistema de preços e prejuízo ao erário. Segundo o titular da DREOF, delegado Oscar Vieira Neto, que coordenou às investigações iniciadas em abril de 2013, o quatro envolvidos alteravam os preços no sistema da Ebal e registravam grandes saídas de mercadorias com valores abaixo do tabelado pela empresa. Em seguida, os produtos eram repassados para pequenos comerciantes da região, que os revendiam. O desfalque foi registrado pela empresa entre os meses de dezembro de 2011 e março de 2013, nas lojas da Cesta do Povo de Jaguaquara, Entroncamento de Jaguaquara, Itiruçu, Maracás, Santa Inês e Laje. Vários computadores, smartphones e documentos foram apreendidos nas residências de Edmo, Luís, Vilázaro e Edmilson, todos demitidos em outubro de 2013. Os quatro ex-funcionários vão responder pelos crimes de peculato, alteração não autorizada do sistema e associação criminosa.

Paramirim: Polícia prende estuprador do beco

  • Da Redação
  • 19 Dez 2013
  • 15:32h

(Foto:Divulgação)

Uma ação das Polícias Civil e Militar de Paramirim culminou, nesta quarta-feira (18), no povoado de Cristais, na prisão de Clayton Gabriel Correia, de 20 anos, que estuprou e agrediu, na madrugada de sábado (14), uma mulher que tinha acabado de sair de uma festa de formatura naquela cidade. A vítima estava chegando em casa no momento do ataque. O celular da vítima estava com Clayton, assim como as roupas usadas durante o crime, que estavam no interior de uma mochila, encontrada na casa dele. O estuprador e os objetos dele foram reconhecidos pela vítima, que, mesmo abalada, prestou queixa naquela unidade, acompanhada de parentes. De acordo com as investigações, coordenadas pela delegada Maria Helena Tenório Teixeira, titular da DT/Paramirim, a vítima foi arrastada, sob a ameaça de ser morta, por Clayton, por volta das 3 horas da madrugada, para um beco sem saída, ao lado do cemitério da localidade. Autuado por estupro e por roubo pela delegada, Clayton segue custodiado naquela unidade, à disposição da Justiça.

Tentativa de Assalto a Casa Lotérica de Rio do Antônio foi frustrada pela Polícia Militar

  • Brumado Urgente
  • 08 Dez 2013
  • 10:03h

(Foto: Divulgação)

Operação realizada pela Polícia Militar dos municípios de Rio do Antônio e Malhada de Pedras, com o apoio de um agente da policia civil, sob o comando do Major Berlink, prenderam neste sábado (07) o assaltante Willian da Silva de Carvalho que em companhia de mais dois menores, todos de Ibiassucê, assaltaram as casas lotéricas e comércios de Rio do Antônio e Ibitira, além de uma farmácia em Caculé. Com eles foram aprendidos armas, drogas, dinheiro, filmadoras, celulares e máquinas digitais. Bem como uma das motocicletas usadas nos assaltos.

Vários objetos foram apreendidos (Foto:Divulgação)

Livramento: Polícia Militar frustra roubo a mão armada e prende bandido caculeense em flagrante

  • L12 Notícias
  • 07 Dez 2013
  • 10:28h

Paulo Roberto Barbosa Souza, natural de Caculé, foi preso em flagrante por roubo. Foto: L12 Notícias.

Na noite desta sexta-feira (06), por volta das 20h, a Polícia Militar de Livramento, sudoeste baiano, foi acionada via 190, onde o solicitante relatou que um comerciante que mora no centro da cidade, teria acabado de ser assaltado por um bandido que estava portando arma de fogo e agiu com bastante agressividade. Uma equipe da PM que estava em ronda nas proximidades, imediatamente se deslocou até o local, e conseguiu prender o bandido durante a fuga. Segundo a polícia, trata-se de Paulo Roberto Barbosa Souza, natural de Caculé e que estava foragido da Cadeia Pública de Livramento desde janeiro deste ano..Segundo a vitima, que teve o nome preservado, o bandido lhe abordou na porta de sua residência e, sob a mira do revolver, obrigou-lhe a entrar. Dentro da residência, o bandido teria amarrado e agredido a vítima, exigindo dinheiro. Após efetuar o roubo o bandido fugiu, a pé, com todo o dinheiro da vitima. Estava de posse do bandido o valor de R$95.000,00 (noventa e cinco mil reais) e um revólver calibre 38. O bandido e todo o material apreendido foram levados para a Delegacia de Polícia Civil. O acusado deverá responder criminalmente por roubo, fora outros crimes dos quais é acusado.

Durante rebelião, presos matam condenado por estuprar 42 mulheres empalado

  • Louise Lobato
  • 04 Dez 2013
  • 15:38h

Um homem condenado por violentar sexualmente 42 mulheres morreu durante uma rebelião de presos na delegacia de Morro do Chapéu, município da Chapada Diamantina. De acordo com a titular da delegacia de Irecê, que atua como substituta na delegacia da idade, o rapaz já tinha fugido da detenção e sido recapturado há cerca de 15 dias. "Ele também era foragido das delegacias de Barreiras e Luís Eduardo Magalhães", conta Lúcia Jansen. A rebelião começou por volta das 13h da terça-feira (3), quando os detentos começaram a reclamar da comida. "Eles estavam bastante agitados ontem por conta da situação em Várzea Nova. Estávamos só com quatro policiais aqui, o restante estava ajudando lá. Eu acredito que eles queriam fugir, mas aqui não tem como, só pela porta da frente", conta a delegada. "Depois de reclamarem da comida, eles atearam fogo nos colchões das celas, e conseguiram tirar as grades delas". A detenção conta com quatro celas, com capacidades para quatro presos em cada.

Uma briga irrompeu entre os detentos, e durante a confusão, Ednaldo Souza Bispo, 27 anos, foi agredido pelos outros presos. Mais conhecido como 'Peixe Frito', Ednaldo foi condenado por estuprar 42 mulheres em diversos municípios baianos - caso mais recente em que ele se envolveu foi registrado na cidade de Irecê, em setembro de 2013. "Ele tinha diversos problemas com a polícia desde muito jovem", relata Lúcia Jansen. "Primeiro ele se envolveu com as drogas, e depois passou a cometer estupros". Além de ser agredido e receber diversas pancadas na cabeça, Ednaldo também foi empalado com um pedaço de madeira. 'Peixe Frito' chegou a ser socorrido para o hospital municipal de São Vicente, e posteriormente transferido de ambulância para o Hospital Regional de Irecê. No entanto, Ednaldo não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã desta quarta-feira (4). O corpo dele foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) da região. Ainda conforme a polícia, a causa de morte do detento ainda não foi identificada, mas a suspeita é de que ele tenha tido um afundamento do crânio em decorrência da violência dos golpes recebidos. A morte de Ednaldo foi confirmada pelo Hospital Regional de Irecê. A rebelião só foi controlado horas depois. "Ficamos com medo de perder o controle da situação e pedimos o apoio da Polícia Militar. Ainda levou um tempinho até conseguirmos contê-los; e quando conseguimos, eles já estavam tentando abrir o último cadeado da detenção, que dá acesso a parte interna da delegacia", conta a delegada Lúcia Jansen.

CONTINUE LENDO

Caculé: Dois bandidos a mão armada assaltam agência dos Correios

  • InformeCidade
  • 29 Nov 2013
  • 16:05h

Por conta do assalto a agência permaneceu fechada durante todo o dia. (Foto: Aloísio Costa)

Mais um ato criminoso é registrado em Caculé e desta vez foi a agência dos Correios a vítima da ação de bandidos. Segundo informações de funcionários da agência, dois homens armados invadiram o local na manhã de hoje, 29, e anunciaram o assalto. O local estava com poucos clientes e os bandidos agiram sem violência. Em seguida fugiram em uma motocicleta. A agência encerrou o atendimento ao publico neste sexta-feira e os funcionários realizaram somente trabalho interno. Nos últimos anos os índices de furtos, roubos e assaltos em Caculé têm tomado proporções alarmantes e a população, a cada dia mais apreensiva, começa a questionar o que mudou ou que mudanças são necessárias para reverter este quadro em nossa cidade. A polícia, por outro lado, vítima de um sistema falho, se vê coagida e vulnerável à ação de meliantes que, sorrateiramente, praticam atos criminosos. Estes, quando sofrem a ação apreensiva da polícia, em alguns casos menores, reincidentes e até mesmo em flagrante, são acalentados pela mão branda da justiça que prende o pai de família que mata o ladrão e solta o ladrão que mata o pai de família. E é nessa discrepância de ideologias que ainda temos um poder público local visivelmente inerte a tal situação. Mas Caculé não para e o seu progresso é crescente e constante, enaltecido por quem tá de longe, por quem tá de fora e não sofre as consequências de um pai de família desempregado, de uma filha prostituída, de um garoto drogado. A questão de segurança pública em nossa cidade não pode simplesmente ser resolvida aumentando os muros da nossas casas, contratando seguranças particulares ou simplesmente fechando os olhos para não ver os crimes serem praticados ou manipulando as estatísticas sob o risco do “bicho” ser mais feio do que se pinta. Talvez já esteja mais do que na hora da sociedade civil e entidades representativas começarem a se manifestar e exigir das autoridades competentes e responsáveis que medidas urgentes sejam tomadas, antes que a próxima ocorrência aconteça.

Rio do Antônio: Polícia apreende 600 kg de explosivos e 378 bananas de dinamite

  • Informações do Correio.
  • 23 Nov 2013
  • 18:56h

Foto: Divulgação / PRF

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreenderam 600 quilos de explosivos de demolição do tipo granulado e 378 bananas de dinamite, além de 6,25 mil metros de cordel detonante, em Rio do Antônio (sudoeste da Bahia). Segundo os policiais, o material foi encontrado em um caminhão baú, com placas do estado do Paraná, no KM 025 da BR-030, na última sexta-feira (22). Ainda de acordo com a PRF, o veículo não estava com a sinalização regulamentar obrigatória e o condutor, de 27 anos, não possuía autorização para o transporte da carga de alta periculosidade. A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Polícia Judiciária de Caetité.