BUSCA PELA CATEGORIA "Polícia"

Conquista: Professor de capoeira baleado não resiste e morre, diz polícia

  • BRF
  • 18 Set 2020
  • 14:44h

(Foto: Reprodução)

A 78ª Companhia Independente de Polícia Militar confirmou que o professor de capoeira baleado no Bairro Jardim Sudoeste, em Vitória da Conquista, na manhã desta sexta-feira (18) não resistiu e morreu. Ele foi identificado como Wesley. De acordo com a PM, o óbito foi confirmado pela equipe do Samu 192, que estava no local para atender a ocorrência. A Delegacia de Homicídios vai investigar o caso. Ninguém foi preso.

Mirando a Bahia, maior operação contra desvio de energia recupera 3,5 milhões de kWh

  • Redação
  • 17 Set 2020
  • 13:32h

Foto: Divulgação/Coelba

Uma megaoperação conjunta contra desvios milionários de energia elétrica mobilizou as polícias de quatro estados do Brasil. No total, 23 empreendimentos de setores produtivos situados na Bahia, em Pernambuco, no Rio Grande do Norte e no Mato Grosso do Sul foram alvos da maior ação já realizada no País para combater fraudes e furto de energia.

A operação recuperou mais de 3,5 milhões quilowatts-hora (kWh) de energia. Nas ações, 12 pessoas foram autuadas em flagrante ou encaminhadas para prestar esclarecimentos. A investigação policial foi desencadeada a partir de denúncias apresentadas pelas distribuidoras da Neoenergia, controladora da Coelba e um dos maiores grupos do setor elétrico brasileiro.

A operação simultânea nos quatro estados teve como foco principal indústria do ramo de laticínio, fábricas de cerâmica, comércios e propriedades rurais. Ação contou com a participação de mais de 50 policiais e as irregularidades foram constatadas por peritos de criminalísticas. Furto de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro e a pena para o responsável pela prática ilegal pode chegar a oito anos de reclusão.

A Bahia concentrou a maioria dos alvos da operação. Peritos criminais e agentes da Polícia Civil do Estado identificaram furto de energia em 12 propriedades como grandes fazendas de irrigação e plantação de café e cultivo de camarão nos municípios de Juazeiro, Valença, Teixeira de Freitas, Paulo Afonso e Senhor do Bomfim.

As equipes desativaram redes elétricas construídas clandestinamente e recuperaram 2,3 milhão de kWh de energia, equivalente ao consumo de energia de 20 mil residências durante um mês inteiro. Cinco pessoas foram autuadas em flagrante e encaminhadas à delegacia.

Na ação realizada em Pernambuco, a perícia identificou desvio de energia em uma fábrica de artefatos cerâmicos, na cidade de Lagoa de Itaenga. O consumo que deixou de ser medido e foi recuperado é suficiente para abastecer mais de 5,4 mil residências por um mês. No ato da inspeção, o proprietário da fábrica foi abordado pela Polícia Civil e flagrado com a posse ilegal de duas armas de fogo, sendo autuado em flagrante pelos crimes de furto de energia e posse ilegal de armas.

No Rio Grande do Norte, equipes técnicas da concessionária, com apoio da Polícia Militar, identificaram e desativaram ligações clandestinas de energia elétrica em uma fazenda de beneficiamento de leite localizada no Sítio Fechado, zona rural de Florânia, Região do Seridó, e em bares da praia de Genipabu, no município de Extremoz, na Grande Natal. Em Genipabu, três pessoas foram levadas para prestar depoimentos. Na ação de Florânia, uma pessoa foi encaminhada à delegacia de Caicó.

Na operação do Mato Grosso do Sul, foram identificadas cinco fraudes em três fábricas de cerâmicas e em dois comércios da cidade de Brasilândia. A ação recuperou 450.000 kWh, energia suficiente para abastecer 2,6 mil residências durante um mês. Três pessoas foram presas em flagrante.

PF deve investigar contratos de cooperativa com outros municípios baianos

  • Francis Juliano
  • 15 Set 2020
  • 17:12h

(Foto: Divulgação PF)

Além de Jequié e Feira de Santana, a cooperativa [Ativacoop] deve ser investigada pela atuação em outros municípios do estado. A organização foi alvo de mandados de busca e apreensão nesta terça-feira (15) no âmbito da Operação Guia de Papel da Polícia Federal. A ação resultou em novo afastamento do prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira, por 60 dias. Gameleira já sofreu três afastamentos: dois por operações da PF e uma pela Câmara de Vereadores.  Segundo informou ao Bahia Notícias o delegado federal Jorge Vinicius Gobira Nunes, a apuração em outras cidades vai ficar a cargo das divisões regionais da PF. Sem contar a relação com as prefeituras de Jequié, Feira de Santana e Maragogipe, o Bahia Notícias conseguiu apurar que só em 2019 a organização firmou contratos com os municípios de Cabaceiras do Paraguaçu, Santo Antônio de Jesus, Tanquinho, Milagres e Santanópolis. O delegado informou ainda que não ocorreu nenhuma prisão durante a deflagração da Guia de Papel. Os investigados na Operação responderão pelos crimes de desvio de verbas públicas, fraude a direitos trabalhistas, fraude à licitação e organização criminosa. 

Bandidos morrem em confronto com a Rondesp

  • Redação
  • 15 Set 2020
  • 14:19h

(Foto: Divulgação SSP | Bahia)

Cinco bandidos mortos e um ferido, na madrugada desta terça-feira (15), em uma grande operação contra o crime que a Polícia Militar realiza na região da Costa do Descobrimento. Dos que morreram, dois têm ligação direta com a morte de um cabo PM, domingo (13) à noite, em Porto Seguro, segundo informou a polícia ao RADAR 64. O desfecho da ação começou um pouco antes das 16h, no bairro Quinto Centenário, em Santa Cruz Cabrália. Os policiais foram ao local verificar denúncia sobre quatro bandidos armados em um carro modelo Meriva. Na entrada do bairro, a quadrilha recebeu a polícia a tiros. A PM revidou. Houve confronto. Um dos bandidos foi baleado. Em meio ao tiroteio, o bando – inclusive o homem que ficou ferido -, abandonou o Meriva. Logo em seguida, os criminosos roubaram o carro de uma mulher, com o qual conseguiram fugir. Um pouco antes das 2h da madrugada, os bandidos deixaram o comparsa ferido no hospital público da cidade de Itapebi. Os policiais deram início às buscas naquela região. Foi montada uma barreira em uma estrada vicinal às margens da BR-101, no município de Itagimirim. Ao se deparar com a polícia, os bandidos tentaram furar o bloqueio. Houve nova troca de tiros. Os três marginais foram atingidos. Eles chegaram a ser socorridos ao Hospital Regional de Eunápolis, mas acabaram morrendo. Os corpos estão no IML, sem identificação. Luiz Fernando Rocha Santos, 18 anos, o que foi baleado pela polícia em Cabrália, foi transferido de Itapebi para o hospital público de Eunápolis.

Livramento: jovem presa com tabletes de maconha ia fazer entrega para um taxista

  • Informações do G1/BA
  • 15 Set 2020
  • 08:40h

Material foi encontrado com jovem, que foi presa ao transportar 10 tabletes de maconha em ônibus na Bahia — Foto: Divulgação/SSP-BA

Uma jovem de 18 anos foi presa em flagrante ao transportar 10 tabletes de maconha, na BR-030, na região da cidade de Malhada, oeste da Bahia, na tarde de segunda-feira (14). Ela estava em um ônibus interestadual, com a droga escondida na mala. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), policiais da Companhia Independente de Policiamento Rodoviário (CIPRv) abordaram o ônibus que havia saído de São Paulo (SP) para a cidade de Boninal, na região da Chapada Diamantina. Durante a revista, o cheiro forte de maconha chamou a atenção dos policiais, que fizeram a fiscalização e localizaram a jovem. Abordada, ela confessou que a droga estava com ela. A jovem não teve identidade divulgada. Ela contou que receberia R$ 1.000 para levar a droga até a cidade de Livramento de Nossa Senhora, onde entregaria o entorpecente a um taxista. A jovem e a droga foram levadas para a Delegacia do município de Brumado, onde o caso foi registrado.

Jequié: Polícia Federal de Conquista realiza Operação 'Guilda de Papel'

  • Informações da PF
  • 15 Set 2020
  • 08:23h

(Foto: Divulgação PF)

A Polícia Federal deflagra na manhã desta terça- feira, 15/09/2020, a Operação Guilda de Papel, que visa à repressão aos crimes de fraude à licitação, fraude a direitos trabalhistas e desvio de verbas públicas em Jequié, segunda maior cidade do sudoeste baiano.

As investigações se iniciaram em 2019, a partir de representações formuladas por vereadores de Jequié, relatando que uma “Cooperativa” teria vencido uma licitação para o fornecimento de mão de obra terceirizada para prestação de serviço para diversas secretarias do município de Jequié. Segundo as representações, a aludida “Cooperativa” na verdade seria uma empresa intermediadora de mão de obra, travestida de Cooperativa, e estaria cobrando do município de Jequié valores bastante superiores àqueles que eram pagos para os prestadores de serviço, inclusive verbas fictícias, além de estar cobrando pela prestação de serviços de pessoas que jamais teriam integrado os quadros da Cooperativa.

Após a análise pela Polícia Federal do Pregão Presencial 016/2018, apurou-se que o município de Jequié celebrou com a “Cooperativa” um contrato no importe de R$ 29.264.658,72 (vinte e nove milhões, duzentos e sessenta e quatro mil, seiscentos e cinquenta e oito reais e setenta e dois centavos), para o fornecimento de profissionais para todas as secretarias do município.

Verificou-se também que o referido pregão previu em seu edital que a licitação seria realizada na modalidade “Lote Único”, em contrariedade ao que preceituam a CGU e o TCU, tendo sido constatado um manifesto direcionamento da licitação, de maneira a favorecer a “Cooperativa”, que acabou se sagrando vencedora do referido certame.

E, após a colheita das provas reunidas ao longo da investigação, restou apurado ainda que a pessoa jurídica investigada: A) não se tratava de uma cooperativa, mas sim de uma empresa intermediadora de mão de obra, fato reconhecido inclusive formalmente pela fiscalização da Gerência Regional do Trabalho e Emprego (nova denominação do antigo MTE); B) possuía como “cooperados” pessoas de todas as ocupações possíveis, tais como técnicos de nível superior, pedreiros, cuidadores em saúde, auxiliares de serviços gerais, merendeiras, etc.; C) não efetuava o pagamento do mínimo das verbas trabalhistas impostas pela legislação aos seus supostos “cooperados” – sendo que alguns deles chegavam a receber uma remuneração inferior a um salário mínimo – e nem fornecia EPIs aos trabalhadores; D) cobrava junto ao município verbas ilegais, a título de “seguro”, “avanços sociais”, “reserva desligamento cooperado”; E) cobrou do município de Jequié pela prestação de serviços de pessoa que nunca integrou os quadros da suposta Cooperativa.

Foram feitas análises pela CGU, a qual constatou que determinadas verbas cobradas pela “Cooperativa” junto ao município de Jequié eram de fato ilegais. Todos esses aspectos apontam a ocorrência de fraude à licitação, frustração a direitos trabalhistas e superfaturamento e desvio de verbas públicas em Jequié, no que diz respeito a essa contratação. Na data de hoje estão sendo cumpridos 10 mandados de busca, e seis medidas cautelares diversas da prisão, inclusive o afastamento do prefeito de Jequié pelo prazo de 60 dias, expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1a Região. A ação ocorre no próprio município de Jequié e em Feira de Santana, com a participação de cerca de 45 policiais federais.

O nome da operação, Guilda de Papel, remete ao conceito histórico de “guildas”, que eram associações que, na Idade Média, agrupavam indivíduos de mesma profissão ou ofício, visando a assistência e proteção aos seus membros, sendo, em certo sentido, precursoras das atuais cooperativas. E Guilda de Papel porque, muito embora a principal pessoa jurídica investigada se denomine como cooperativa, não se enquadra em tal conceito, sendo na verdade uma empresa intermediadora de mão de obra e uma cooperativa apenas “no papel”.

Os responsáveis pelas condutas delitivas investigadas serão indiciados pela prática dos crimes previstos no art. 90 da Lei no 8.666/93, art. 203 do CódigoPenal, no art. 1o, inciso I do Decreto-Lei no 201/67 e no art. 2o da Lei no 12.850/2013.

PM é morto a tiros no sul da Bahia e suspeita é de que ataque seja retaliação contra ações policiais

  • Informações do G1/BA
  • 14 Set 2020
  • 10:07h

Cabo Clodoaldo foi atacado a tiros quando chegava em casa, acompanhado da esposa — Foto: Reprodução/TV Bahia

Um policial militar foi morto a tiros na noite de domingo (13), quando chegava em casa, em Porto seguro, cidade do sul da Bahia. O PM estava acompanhado da esposa, que não foi atingida no ataque. O crime ocorreu no bairro Vila Parracho, e a vítima foi identificada como cabo Clodoaldo. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi ao local, mas o PM já estava morto. Segundo a polícia, após o ataque, a esposa do PM enviou um áudio com pedido de socorro, dizendo que o ataque foi realizado por seis criminosos. A policia disse que, provavelmente, o ataque foi uma retaliação por caus ade operações policiais recentes na cidade, que resultaram na apreensão de várias armas. Cabo Clodoaldo era lotado no 8º Batalhão da Polícia Militar de Porto Seguro, mas atuava na cidade de Santa Cruz Cabrália, vizinha a Porto.

 

Metralhadora antiaérea capaz de furar blindagens é apreendida durante ação policial na Bahia

  • Informações do G1/BA
  • 14 Set 2020
  • 07:17h

Metralhadora antiaérea capaz de furar blindagens é apreendida durante operação em Belmonte, na Bahia. — Foto: SSP-BA / Divulgação

Uma metralhadora antiaérea calibre 50, capaz de furar blindagens foi apreendida durante uma operação das policias Federal e Militar, em Belmonte, cidade do sul da Bahia, neste domingo (13). Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), armamento pertence a grupo que enterrou R$ 740 mil em terrreno em Poprto Seguro. . A ação deste domingo teve como objetivo combater a organização criminosa, que, segundo a polícia, tem envolvimento com com tráfico de drogas, homicídios e roubos a bancos. Ainda de acordo com a secretaria, além do armamento, quatro fuzis calibre 5,56, uma submetralhadora calibre 9mm, 750 munições e quatro coletes balísticos também foram encontrados na operação.

Caetité: PRF apreende 89 kg de pasta base de cocaína na BR-030

  • 13 Set 2020
  • 11:40h

(Foto: Divulgação PRF)

A PRF, em mais uma ação exitosa, prendeu um homem de 40 anos e apreendeu aproximadamente 89 kg de pasta base de cocaína, em Caetité, a 100 km de Brumado, na noite desta sexta-feira (11). A ação aconteceu na altura do quilômetro 262 da BR-030. Tudo começou quando uma equipe da PRF abordou a camioneta Renault/Duster, de cor prata e placas de Aracaju (SE), com 01 ocupante. Segundo apurou o site Achei Sudoeste, na entrevista, o motorista apresentou intenso nervosismo e informações desencontradas nas respostas, o que elevou o grau de suspeita. Desconfiados, os PRFs decidiram aprofundar a fiscalização no carro e encontraram 90 tabletes da pasta base, escondidos em um compartimento oculto do porta-malas. Questionado, o condutor disse que recebeu a droga em Janaúba (MG) e entregaria em Aracaju (SE). Informou que lhe foi entregue R$ 2 mil para as despesas de viagem e ganharia mais R$ 5 mil quando deixasse o produto ilícito no estacionamento de um supermercado. Essa foi mais uma ação de sucesso da PRF na Bahia, causando um prejuízo de quase R$ 10 milhões de reais ao narcotráfico, promovendo a prosperidade da Nação e garantindo a segurança pública. O preso, o veículo e carga ilícita foram levados para a delegacia de polícia para lavratura do flagrante e demais procedimentos cabíveis. 

Metralhadora, revólver e munições encontrados com facção em Dom Avelar

  • Rádio Sociedade da Bahia
  • 12 Set 2020
  • 11:44h

(Foto: Divulgação SSP | Bahia)

Uma ação liderada pelo Comando de Policiamento Regional (CPR) Central localizou, na noite de sexta-feira (11), metralhadora, revólver e munições. Os armamentos estavam com integrantes de uma facção, no bairro de Dom Avelar, em Salvador. O Centro Integrado de Comunicações (Cicom) repassou para as equipes do CPR Central (47ª CIPM e Rondesp Central) a denúncia de homens armados, na Rua dos Redentoristas. Rapidamente as guarnições foram até o local e o grupo armado fugiu, abandonando uma metralhadora calibre 9mm, um revólver calibre 38, munições e uma capa de colete balístico. Os materiais apreendidos foram apresentados na Central de Flagrantes.

OAB de Conquista flagra falso advogado realizando atendimento, ele foi preso

  • Ascom | OAB
  • 11 Set 2020
  • 15:42h

(Foto: Reprodução)

Em ação da Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção Vitória da Conquista, foi preso na manhã desta sexta-feira (11), um suposto bacharel em direito atuava ilegalmente como advogado em Poções-BA.

A operação ocorreu após a OAB receber denúncias sigilosas de clientes sobre a suposta prática irregular da advocacia.

No escritório, o homem negou ser advogado e confessou apenas a atendimento jurídico, o que legalmente constitui a prática do exercício ilegal da profissão. A prisão foi feita em flagrante no escritório localizado na Rua Olímpio Rolim, n°200, no centro de Poções.

A ação foi executada por representantes da OAB com o apoio da Polícia Militar. O suspeito está sendo encaminhado para o Distrito Integrado de Segurança Pública (DISEP) em Vitória da Conquista, onde estará à disposição da Justiça.

A ação foi operacionalizada pela Comissão de Fiscalização do Exercício Profissional, com o apoio da Comissão Defesa das Prerrogativas da OAB Subseção Vitória da Conquista.

O possível advogado (a) envolvido na atividade ilícita deve ser encaminhado ao Tribunal de Ética e Disciplina da OAB. A OAB Subseção Vitória da Conquista continuará acompanhando o caso para que o referido escritório se abstenha de praticar quaisquer atos inerentes e privativos a advocacia, ou qualquer forma de angariação ou captação de clientela. Ascom – OAB

Ipiaú: Adolescente acusa pai de agredi-la por não aceitar orientação sexual dela

  • Redação
  • 10 Set 2020
  • 18:44h

Foto: Reprodução / Giro em Ipiaú

Uma adolescente, de 16 anos, de Ipiaú, no Sudoeste, acusa o pai de a ter espancado por conta de ela ser lésbica. A avó da jovem foi quem procurou a Polícia Civil nesta quarta-feira (9) para denunciar o caso. Segundo o Giro em Ipiaú, na delegacia, a menor confirmou as agressões e afirmou que teriam ocorrido em mais de uma vez porque o pai não aceitava a orientação sexual dela. A adolescente disse que o homem usava uma “bainha de facão” para agredi-la. O último episodio teria ocorrido na segunda-feira (7). Ao site, o delegado Rodrigo Fernando, que investiga o caso, declarou que o pai da adolescente já foi intimado, mas não foi informado quando o acusado irá depor. Após relato na delegacia, a vítima foi encaminhada para ficar com a avó materna. Ela ainda deve fazer um exame de corpo de delito como parte do inquérito policial. Uma medida protetiva também foi solicitada para evitar novas agressões.

Advogado baiano é alvo de operação da PF que apura desvios no sistema S

  • BN
  • 09 Set 2020
  • 08:20h

(Foto: O Impacto)

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (9), uma operação para investigar suposto esquema de tráfico de influência no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Tribunal de Contas da União (TCU) com desvio de recursos públicos do Sistema S.

Entre os alvos de mandados de busca e apreensão está o advogado baiano Tiago Cedraz, filho do ministro do TCU, Aroldo Cedraz. Os advogados do ex-presidente Lula, Cristiano Zanin e Roberto Teixeira, são acusados de liderar o esquema. Os dois já se tornaram réus pelo caso.

Em 2018, a Polícia Federal deflagrou fase da Operação Registro Espúrio para investigar supostos desvios de valores da Conta Especial Emprego e Salário (CEES) na casa de Cedraz (veja aqui). 

De acordo com a Folha de S.Paulo, o advogado Frederick Wassef, ex-defensor da família do presidente Jair Bolsonaro, também é alvo de busca e apreensão nesta manhça. Ele é alvo de investigação sob suspeita de peculato e lavagem de dinheiro numa outra frente de supostos desvios.

A PF ainda tem como alvo os escritórios de parentes de ministros do STJ e do TCU no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Brasília. Entre eles firmas do ex-ministro César Asfor Rocha (STJ) e seu filho Caio Rocha. 

As medidas foram autorizadas pelo juiz Marcelo Bretas, responsável pela Operação Lava Jato no Rio de Janeiro. Para o MP-RJ, os denunciados desviaram R$ 151 milhões do Sistema S do Rio.

Os procuradores afirmam que Zanin e Teixeira montaram, junto com Diniz, uma estrutura jurídica para que todos os recursos do Sesc/Senac Rio fossem repassados aos escritórios por meio da Fecomércio, entidade privada que não é submetida à fiscalizaçãodo Conselho Federal, do TCU e da Controladoria Geral da União.

Os desvios começaram após o Conselho Fiscal do Sesc Nacional detectar em 2011 uma série de irregularidades na sua gestão no Sesc fluminense. O órgão federal era comandado por Carlos Eduardo Gabas, ex-ministro das gestões Lula e Dilma Rousseff.

Zanin e Teixeira foram procurados por meio do advogado Fernando Hargreaves no início de 2012. Em depoimento aos procuradores, Diniz declarou que o objetivo da contratação dos advogados era “comprar uma solução política”.

Caminhoneiro é preso na BR-116 com 400 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai

  • Ascom | PRF
  • 08 Set 2020
  • 09:36h

Caminhoneiro é preso na BR-116 com 400 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai — Foto: Divulgação/PRF-BA

Um homem de 35 anos foi preso na BR-116, no trecho da cidade de Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia, com uma carga de 400 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai. O material estava escondido no interior da carroceria de um caminhão. O caso aconteceu no domingo (6), mesmo dia em que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) fez outra apreensão, de 250 mil maços. Segundo a PRF, os cigarros foram encontrados enquanto os agentes fazia a fiscalização do veículo. Depois que o material foi encontrado, os agentes da PRF consultaram o sistema e constataram que o caminhoneiro já possuía passagem pela polícia por contrabando. O homem contou que os cigarros foram carregados em São Paulo e seria levado para uma cidade do Nordeste, que não foi detalhada. Ainda segundo a PRF, o homem disse ter recebido R$ 2 mil pelo transporte. Ele foi preso em flagrante e levado, junto com a carga, para a Polícia Federal em Vitória da Conquista. O suspeito deve responder pelo crime de contrabando.

Bahia é o segundo estado com mais policiais disputando eleições, aponta levantamento

  • BNews
  • 06 Set 2020
  • 15:24h

(Foto: Alberto Maraux/SSP-BA)

Na Bahia, 102 policiais civis vão concorrer a cargos legislativos nas eleições municipais deste ano. O número é superior ao da última eleição de 2016, quando 92 agentes pediram afastamento. Este ano, em todo o Brasil, mais de dois mil policiais e militares vão disputar um cargo de prefeito, vice-prefeito ou vereador. Os números são de um levantamento feito pelo jornal GLOBO. 

A Bahia é o segundo estado do país com maior participação de agentes da segurança nas eleições, fica atrás apenas de Minas Gerais (138) e à frente de São Paulo (90) — os dois estados citados não enviaram à reportagem dados completos sobre as candidaturas. Em 14 unidades da federação, o quantitativo é maior do que há quatro anos.

Salvador tem uma representante da segurança pública concorrendo ao cargo maior do Palácio Tomé de Souza. Major Denice foi escolhida pelo governador Rui Costa para representar o partido dos Trabalhadores na disputa com o Democratas, de Bruno Reis, principal adversário. Na capital baiana, a candidata tenta desconstruir a imagem truculenta que a farda carrega no estado.