BUSCA PELA CATEGORIA "Eleições 2020"

Vereador da região bota a boca no trombone e dispara que 'até calcinha deram aos eleitores, verdadeiros canalhas'

  • Redação
  • 02 Dez 2020
  • 10:55h

(Fotocomposição: Brumado Urgente)

Derrotado nas urnas, um vereadores da região sudoeste fez graves denúncias durante sessão na Câmara de Vereadores. Segundo o edil, foi uma eleição ‘muito difícil’. Ainda de acordo com o parlamentar, teve vereador eleito que até sutiã distribuiu no Bairro Ibirapuera. “Foi uma campanha horrível, uma verdadeira compra de votos, distribuindo cestas básicas, kits de combate ao coronavírus, são criminosos, quem recebeu esses benefícios deveria denunciar e ter a coragem". declarou. E finalizou de forma fulminante ao citar que são canalhas que compraram votos, pois até peças intímas foram dadas, pois além de sutíãs, calcinhas também foram distribuídas de forma descarada ”, disse.

PT recorre de decisão e acusa Herzém Gusmão de fornecer título de propriedade em troca de votos

  • Rafhael Marinho
  • 01 Dez 2020
  • 17:22h

A chapa Herzem e Sheila é alvo de ação eleitoral do PT | Foto: Divulgação

O Partido dos Trabalhadores afirma ter anexado ‘novas provas’ ao processo em que pede a cassação da chapa do prefeito reeleito, Herzem Gusmão (MDB), e de sua vice, Sheila Lemos (DEM), em Vitória da Conquista. No processo, ao qual o bahia.ba teve acesso, o PT acusa o emedebista de “fornecer título de propriedade” a eleitores, “inclusive cadastrando a população”. O ato teria como objetivo, de acordo com o partido, conquistar os votos desses eleitores, “utilizando a máquina pública municipal de forma indevida.”

Com isso, o PT pede que a Justiça Eleitoral reconsidere a decisão sobre busca e apreensão dos dispositivos eletrônicos dos acusados. Na decisão do último dia 23 de novembro, o juiz Leonardo Coelho Bonfim havia negado o pedido, mas enviou um despacho à Polícia Federal para que investigue o caso, conforme publicado na segunda-feira (30) pelo bahia.ba.

No documento enviado à 39º Zona Eleitoral, no dia 24 de novembro, o PT diz que o título de posse “está sendo entregue à luz do dia na Secretaria de Desenvolvimento Social”. Junto com o documento, está anexado um vídeo (assista abaixo) em que uma pessoa visita o suposto local onde está sendo fornecido o título de propriedade.

Nesse local, o homem não identificado recebe atendimento, e uma suposta funcionária da prefeitura confirma que está sendo entregue o título, ainda segundo a acusação do Partido dos Trabalhadores, e informa os documentos necessários. Na gravação, outro suposto funcionário da prefeitura diz “pra ganhar voto pra eleição”

Lúcio: pedido do PT para investigar campanhas de Herzem e Colbert é ‘factoide’

  • Matheus Morais
  • 01 Dez 2020
  • 08:31h

Para emedebista, investigação só fortalece nomes de Herzem Gusmão e Colbert Martins || Foto: Reprodução

O ex-deputado federal Lúcio Vieira Lima afirmou na manhã desta terça-feira (1º) que o pedido do PT para a Justiça investigar a campanha do prefeito reeleito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (MDB), e também de Feira de Santana, Colbert Martins, não passa de “factoide”.

Para o emedebista, as investigações vão mostrar que as campanhas de Herzem e Colbert foram “limpas”.

“Cada um tem o direito de fazer o que quiser. Vivemos em uma democracia. Só acho que isso vai fortalecer ainda mais os nomes de Colbert e Herzem, que são grandes vencedores. No final, essas investigações provarão que tudo isso são factoides políticos para atingir os dois. Vai fortalecer ainda mais esses dois prefeitos. Ambos tiveram triunfos expressivos nas duas maiores cidades do interior baiano”, disse ao bahia.ba.

Para Lúcio, as vitórias dos correligionários não foi surpreendente. “Na verdade, eu já esperava esse resultado pelo trabalho sério de Colbert e Herzem. Vi também o trabalho do presidente do MDB da Bahia, Alex Futuca. A gente só tem a agradecer o reconhecimento do povo com o MDB da Bahia, com o MDB brasileiro. As vitórias dos dois fecharam com chave de ouro a campanha do MDB nessas eleições”, avaliou o ex-parlamentar.

E na hora em que Lula vem morar na Bahia, eis que o PT de Rui é derrotado

  • Levi Vasconcelos
  • 30 Nov 2020
  • 16:46h

(Foto: Reprodução)

É evidente que ACM Neto tem o que festejar no ano da pandemia. Venceu bonito em Salvador e manteve Feira de Santana com Colbert Martins (MDB) e Vitória da Conquista com Herzém Gusmão (MDB). Nos três casos, o PT de Rui Costa perdeu. No primeiro, com Major Denice, uma invenção que não deu certo; no segundo e no terceiro com dois ícones históricos do partido, o deputado federal Zé Neto e o estadual Zé Raimundo. Isso acontece justamente no momento em que Lula vem morar na Bahia, a mais bem sucedida experiência do partido no Brasil. Óbvio que até 2022 a pauta nacional, com Bolsonaro no bolo, há muitas águas a rolar. Pode até ser que os dois acabem no mesmo palanque, mas na Bahia haverá disputa. E as urnas de Feira e Conquista têm tudo a ver.

“ACM Neto será o futuro governador da Bahia”, afirma prefeito reeleito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão

  • Luan Julião
  • 30 Nov 2020
  • 09:42h

(Foto: Reprodução)

O prefeito reeleito da cidade de Vitória da Conquista, no Sudoeste baiano, Herzem Gusmão (MDB), concedeu uma entrevista ao programa Sociedade Urgente da Rádio Sociedade, na manhã desta segunda-feira (30).

Durante a entrevista Herzem Gusmão criticou as gestões passadas da cidade, lideradas pelo PT, que segundo ele mesmo antes de Lula ganhar para presidência da república em 2002, Vitória da Conquista já era governada pelo Partido dos Trabalhadores.

“Nós conseguimos uma vitória aqui muito difícil, afinal de contas eu sempre falo, o PT chegou primeiro em conquista do que no Brasil, quando Lula chegou lá, ele já estava governando Conquista em 97, quando Jaques Wagner ganhou aqui, já era governado por ele [PT] desde 1997”, disparou o prefeito reeleito.

“Ganhamos as eleições pois a cidade avaliou e aprovou nossa gestão. Encontrei uma cidade que o plano diretor de desenvolvimento urbano estava ultrapassado, vencido desde 2002, a cidade não tinha um plano sequer, de meio ambiente, de mobilidade urbana, de transporte, a cidade sequer tinha um plano municipal de saneamento básico, não sei como eles conseguiram governar por 20 anos sem um planejamento estratégico. Nós trouxemos as melhores assessorias do Brasil, para sairmos da improvisação. Quando eu estava no microfone do rádio eu criticava que Vitória da Conquista crescia sem planejamento, eu não poderia repetir os erros de 20 anos”, completou

Ainda de acordo com Herzem, ACM Neto, atualmente prefeito de Salvador pelo segundo mandato será o futuro governador do estado da Bahia, tendo a vitória de Bruno Reis na capital baiana com um sinal disso, e afirma que a Bahia está cansada do Partido dos trabalhadores.

“ACM Neto é um grande eleitor, e considerado o melhor prefeito do Brasil. Essa vitória de Bruno Reis, que é mais expressiva entre as capitais do país, pode acreditar que Neto será o futuro governador da Bahia”, disse.  

“O recado está nas urnas, a sabedoria da população, essa cidade foi governada 20 anos pelo PT, 20 anos de desgoverno, de improvisação. É um partido [PT], um governo que se sustenta na propaganda, se alimenta de propaganda, inunda emissoras de rádio e televisão de propaganda, eu queria morar no estado da propaganda do PT. Como explicamos um estado campeão em pobreza, metade das piores cidades para morar está na Bahia, e vamos ficar sustentando o PT, chega, o PT vai descansar em 2022”, completou o Herzem Gusmão.

Conquista: Derrotado, Zé Raimundo diz que irá à Justiça Eleitoral contra posse de Herzem

  • Cris Santana, de Vitória da Conquista / Lula Bonfim
  • 30 Nov 2020
  • 07:53h

Zé Raimundo estava muito confiante para uma vitória nas urnas | Foto: Divulgação

O candidato derrotado no segundo turno em Vitória da Conquista, Zé Raimundo (PT), afirmou que irá à Justiça Eleitoral para impugnar a posse do vencedor Herzem Gusmão (MDB). Segundo o petista, em entrevista dada na noite deste domingo (29), o atual prefeito conquistense utilizou a máquina pública municipal em seu favor durante a campanha. “Essas eleições foram atípicas, não só em função da pandemia, que dificultou muito o processo de mobilização da campanha, que é a nossa marca de estar nas ruas, nas reuniões, nas mobilizações. E do outro lado, enfrentando um adversário que tinha a máquina pública na mão e utilizou de forma muito violenta e completamente fora da lei. Ameaçando de forma truculenta servidores, fazendo obras eleitoreiras, utilizando mecanismos que, com certeza, a Justiça vai apurar”, afirmou o petista. “Nós já fizemos denúncias e vamos denunciar mais uma vez na Justiça Eleitoral, pedindo a impugnação do candidato na sua posse. A Justiça irá avaliar. Mas, sem dúvida alguma, foi uma campanha em que a marca da utilização do dinheiro público ficou escancarada a todo momento”, complementou Zé Raimundo. Deputado estadual e ex-prefeito de Vitória da Conquista, Zé Raimundo obteve 46% dos votos válidos nas eleições deste domingo (29), totalizando 82.942 votos. O prefeito reeleito Herzem Gusmão, com 54%, registrou um total de 97.364 votos.

‘Novos ventos começam a soprar’, diz ACM Neto após vitórias em Feira e Conquista

  • Eduardo Dias
  • 30 Nov 2020
  • 07:09h

Foto: Sergio Duarte/bahia.ba

O prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas, ACM Neto, utilizou as redes sociais na noite deste domingo (29) para comemorar o resultado das eleições do segundo turno nas cidades de Feira de Santana e Vitória da Conquista, onde ele havia declarado apoio aos candidatos Colbert Martins e Herzem Gusmão, respectivamente. Os candidatos apoiados por Neto derrotaram nas urnas dois candidatos do Partido dos Trabalhadores (PT), Zé Neto, em Feira, e Zé Raimundo, em conquista. Ambos eram as últimas apostas do governador Rui Costa contra ele após perder a eleição em Salvador com a Major Denice Santiago. “As vitórias de Herzem, em Conquista, e de Colbert, em Feira, são simbólicas e confirmam que novos ventos começam a soprar em nosso estado. Ventos que mostram que os baianos estão preparados para construir um futuro ainda muito melhor”, disse Neto no Twitter

Depois de perder em cidades-chave, PT tenta entoar discurso de que não sai derrotado da eleição

  • Redação
  • 30 Nov 2020
  • 07:03h

Presidente do partido, Gleisi Hoffmann (PT-PR) afirma que legenda se recolocou em disputas relevantes e foi à final em mais municípios neste ano do que em 2016 | (Foto: Reprodução/ Facebook)

Depois de perder em 11 das 15 cidades no segundo turno, recebendo menos de 40% dos votos em seis delas, o PT tenta agora entoar o discurso de que não saiu derrotado nas eleições municipais de 2020.

Fora das capitais e fracassando em disputas, ficando como coadjuvante em locais-chave a exemplo de São Paulo, Porto Alegre e Fortaleza, o partido tenta colar a imagem em vitórias do PSOL, que teve bom desempenho no pleito deste ano.

Presidente da legenda, Gleisi Hoffmann (PT-PR) disse que a sigla se recolocou em disputas relevantes e foi à final em mais municípios neste ano do que no pleito passado — foram 7 no segundo turno de 2016. Diante do cenário, o ex-presidente Lula, por ora, silenciou.

Para Gleisi, ainda há efeito da onda anti-PT, com ataques que agora foram usados até por antigos aliados. “Em capitais onde o PSOL também chegou bem, como em SP e em Belém, é graças a uma história ligada ao petismo. O sentimento é de animação, não de euforia”, afirmou.

O líder do PT na Câmara, Ênio Verri (PT-PR), admite que o resultado efetivo, de só 4 vitórias, “é pouco” e que ele esperava mais. Em sua avaliação, porém, a esquerda sai vitaminada, com vitórias como em Maceió (PSB), Recife (PSB), Fortaleza (PDT) e Belém (PSOL), mostrando-se capaz de competir com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em 2022, desde que unida. Petistas viram no ato de Flávio Dino (PC do B-MA), neste domingo (29), o início de uma via de reconciliação, após o racha em Recife.

Eleições 2020: Justiça Eleitoral identifica mais de R$ 60 milhões em doações com indícios de irregularidade

  • Thiago Marcolini / Brasil 61
  • 29 Nov 2020
  • 09:23h

(Foto: Reprodução)

O Núcleo de Inteligência da Justiça Eleitoral identificou mais de R$ 60 milhões em doações com indícios de irregularidade nas prestações de contas dos candidatos aos cargos eletivos das eleições 2020. O valor representa aumento significativo em relação aos números do relatório anterior, cujas irregularidades somavam R$ 38 milhões.

Segundo o levantamento da Justiça Eleitoral, as doações mais freqüentes são feitas por pessoas sem emprego formal registrado - mais de R$ 33 milhões em um universo de 9.068 doadores. Na sequência, aparecem 1.981 doadores com renda incompatível com o valor doado, em doações que ultrapassam R$ 17 milhões.

Além disso, 925 fornecedores de campanha têm relação de parentesco com o candidato ou vice, recebendo, no total, mais de R$ 1,6 milhão. Os resultados desse levantamento de indícios de irregularidades já foram repassados aos tribunais e cartórios eleitorais como informação de inteligência e direcionamento da fiscalização das contas.

Aras defende que cassação por candidatura laranja deve atingir toda a chapa eleitoral

  • Política Livre
  • 27 Nov 2020
  • 10:23h

(Foto: Reprodução)

O procurador-geral da República Augusto Aras defendeu nesta quinta, 26, que a cassação de candidaturas deve atingir toda a chapa eleitoral do partido beneficiado por ‘laranjas’, pessoas que se lançam candidatas apenas para garantir o cumprimento de cotas. A manifestação foi enviada em uma ação movida pelo Solidariedade (SD).

O ponto em discussão é a exigência legal de que ao menos 30% das candidaturas dos partidos devem ser femininas e a punição prevista a quem usar ‘laranjas’ para burlar a lei. A legenda pede que seja dada interpretação de que somente as candidaturas laranja e aqueles que se beneficiaram delas devem ter os registros cassados. Para Aras, esse cenário é ineficiente e levaria ao fim da política pública afirmativa.

“Isso porque, se o indeferimento do registro recair apenas sobre as candidaturas laranjas, correr o risco de ser descoberto passa a valer a pena. É um incentivo para que os partidos infratores se beneficiem da própria torpeza”, afirmou. “Nesse sentido, tudo continuará como antes: poucas mulheres se candidatam verdadeiramente aos cargos eletivos e um menor número delas é eleita”.

A manifestação de Aras segue entendimento firmado em agosto do ano passado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). À época, a Corte cassou o mandato de seis dos 11 vereadores da Câmara de Valença do Piauí (PI) que se beneficiaram de cinco candidatas classificadas como laranjas, pois tiveram votação inexpressiva, não praticaram atos de campanha e nem tiveram gastos declarados nas prestações de conta.

O Solidariedade alegou que manter a punição a toda a chapa poderia até reduzir o número de mulheres eleitas, pois atingiria candidatas que não tem relação com as laranjas. Aras, no entanto, destacou que tal cenário ‘pode ocorrer ou não, a depender das circunstâncias de cada eleição’.

“Como também pode ocorrer, em consequência da referida cassação de registro, a eleição de um número maior de mulheres de outro partido político. O importante aqui não são os números concretos de cada certame eleitoral, mas a adequação, a necessidade e a proporcionalidade em sentido estrito da política pública como um todo”, afirmou.

O entendimento firmado pelo TSE no ano passado deve seguir de referência para a análise de casos semelhantes, como a investigação sobre candidatas laranjas do PSL em Minas Gerais e em Pernambuco. Foi nesta investigação que o ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antônio foi indiciado pela Polícia Federal e denunciado pelo Ministério Público Eleitoral em outubro de 2019.

Brumado Eleições 2020: Chapa do PDT poderá ser anulada pelo TSE e com isso a legenda corre o risco de perder a vaga conquistada

  • Brumado Urgente
  • 27 Nov 2020
  • 09:34h

(Fotocomposição: Brumado Urgente)

Algumas mudanças feitas pelo TSE para tornar o pleito eleitoral deste ano mais igualitário foi fixar o percentual mínimo de 30% para as candidaturas femininas, dando assim uma maior visibilidade às mulheres na política.

Em Brumado, os partidos buscaram atender em sua plenitude essa nova legislação, mas, uma possível irregularidade poderá fazer uma chapa partidária toda ser anulada pelo TSE, caso o fato seja apurado e comprovado.

A legenda em questão é o PDT – Partido Democrático Trabalhista, que conquistou uma das vagas a vereador, mas que teria inscrito uma candidatura que ainda não está deferida pela justiça eleitoral, a qual poderá ser motivo de cancelamento de toda a chapa, já que estaria em desacordo, justamente com o percentual mínimo de 30% de vagas femininas.

O caso em questão trata-se da candidata Ducilene da Silva Meira, a qual teria sido escolhida pelo partido para substituir Maria Aparecida Barros, que teve o pedido de registro indeferido.

O fato é que Ducilene não obteve um voto sequer, o que poderá configurar como candidatura laranja, que se ficar comprovado pelo TSE vai culminar no indeferimento.

Caso haja mesmo a condenação e a consequente queda da chapa, um novo coeficiente eleitoral vigorará e um novo candidato ocupará a vaga.

Vale ressaltar que todo o processo será desencadeado juridicamente, não podendo ser do dia para à noite. 

Políticos torram fundo eleitoral, mas guardam fundo partidário para 2022

  • Redação
  • 27 Nov 2020
  • 06:56h

Até agora foi usado pouco mais de 5% de fundo partidário, que deve destinar em torno de R$ 1 bilhão às legendas neste ano | Foto: Reprodução

Políticos que concorreram a algum carro de poder nas eleições municipais de 2020 torraram o fundo eleitoral, mas pouparam dinheiro do fundo partidário para as eleições de 2022. De acordo com a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, sobre o fundo eleitoral, que tem orçamento de R$ 2 bilhões, das 33 legendas, só o PRTB e o Novo, esse último amplamente financiado por empresários, recusaram a verba.Com relação ao fundo partidário, até agora candidatos declararam uso de pouco mais de 5% da verba do fundo, que neste ano deve destinar em torno de R$ 1 bilhão às legendas. Apesar de nem todo esse dinheiro ser passível de uso nas eleições, muitos partidos estão fazendo caixa para 2022, quando, além da Presidência da República, estarão em disputa a Câmara dos Deputados, um terço do Senado, os governos estaduais e as Assembleias Legislativas.

Vitória da Conquista: A TARDE/Potencial Pesquisa revela empate técnico entre Zé Raimundo (PT) e Herzem Gusmão (MDB)

  • Sertão Hoje
  • 26 Nov 2020
  • 17:07h

(Foto: Reprodução)

O jornal A TARDE divulgou o leevantamento A TARDE/Potencial Pesquisa, que indica um empate técnico entre os candidatos Zé Raimundo (PT) e Herzem Gusmão (MDB) na disputa do segundo turno em Vitória da Conquista, que será realizado no próximo domingo, dia 29. A pesquisa, realizada entre os dias 17 e 20 de novembro, com 600 entrevistas presenciais, tem margem de erro de 4 pontos percentuais e está registrada na Justiça Eleitoral com o nº BA-07163/2020.

Zé Raimundo está ligeiramente à frente na corrida, com 40% das intenções de voto, enquanto o emedebista aparece com 37%. O índice de eleitores indecisos é de 14%, não quiseram responder à pesquisa 6% dos eleitores. Os que pretendem votar em branco são 3% e 1% querem anular o voto. Foram 93% dos entrevistados que afirmaram que vão votar no segundo turno, 2% não pretendem votar, 5% não sabem se vão e 3% não quiseram responder. Considerando somente os votos válidos, Zé aparece com 51,95% das intenções de voto, enquanto Herzem tem 48,05%.

O levantamento também indicou o nível de confiança dos eleitores nas duas candidaturas. Para 97% dos eleitores de Zé Raimundo, não há possibilidade de mudança de voto; e 95% dos eleitores de Herzem Gusmão, também afirmaram que não mudarão o voto em hipótese alguma.

Zé Raimundo tem a preferência de eleitores do gênero feminino, com 45% contra 35% de Gusmão. Por outro lado, o emedebista lidera entre o segmento masculino, com a preferência de 40%, contra 38% do petista.

Herzem tem maior intenção de votos entre os eleitores com maior nível de escolaridade (44% x 41%) e Zé entre os com menor escolaridade (44% x 36%). Entre jovens com idade de 16 a 24 anos, Zé Raimundo se sai melhor em relação ao adversário (40% x 36%). Mas quando se trata de eleitores com 25 a 44 anos, Herzem Gusmão está à frente, com 41% contra 34% de Zé.

O candidato do MDB tem o melhor desempenho no segmento renda. Entre eleitores com rendimento de R$ 2.090 a R$ 5.225, o emedebista supera o adversário, com 38% contra 35%. Eleitores com renda acima de R$ 5.225 preferem também Herzem a Zé (46% x 34%. Mas, o petista é preferido por eleitores com rendimentos de até dois salários mínimos (45% x 34%).

Senado aprova aumento de penalidades para fraudes eletrônicas

  • Agência Brasil
  • 26 Nov 2020
  • 10:31h

Foto: Marcos Santos/USP Imagens

O Senado aprovou na noite de quarta-feira (25) projeto de lei (PL) que aumenta penas para quem comete fraudes eletrônicas. O código penal prevê o crime de furto como passível de pena de um a quatro anos. De acordo com o texto, as penas podem ir de três a seis anos de reclusão para quem cometer crimes de furto usando meios eletrônicos ou informáticos. O projeto segue para a Câmara dos Deputados.

O projeto é de autoria de Izalci Lucas (PSDB-DF). Segundo Izalci, a pandemia da covid-19 fez crescer a incidência desse tipo de crime no país e atingiu, inclusive, os beneficiários do auxílio emergencial. Izalci havia proposto uma previsão de pena maior, de quatro a oito anos, mas foram reduzidas no relatório aprovado em plenário.

O texto ainda acrescenta hipótese de agravamento da pena de crime contra a honra quando cometido usando a internet. O PL tipifica o crime de “invasão de dispositivo informático” como a conduta de obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem autorização do usuário do dispositivo ou instalar vulnerabilidades para obter vantagem ilícita.

Rui Costa participará nesta quinta (26) de carreata do PT

  • Redação
  • 26 Nov 2020
  • 07:26h

(Foto: Divulgação)

As atenções da Bahia estão voltadas para Conquista e Feira de Santana, as únicas cidades do Estado que estão tendo eleições no 2º turno. Diversas autoridades políticas estão na Suíça Baiana em busca de apoio. Um deles é o governador da Bahia, Rui Costa, que retorna a cidade nesta quinta-feira (26). Ele participa de uma carreata com o prefeiturável Zé Raimundo pelas ruas da Zona Leste, com concentração na Praça Sá Barreto, a partir das 15h.