BUSCA PELA CATEGORIA "Educação"

Enem terá nova diagramação para economizar papel, diz Inep

  • 11 Mar 2019
  • 17:16h

Foto: G1

A partir deste ano, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ganhará uma nova diagramação para economizar o número de páginas e reduzir os custos, anunciou nesta segunda-feira (11) o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Além de gastar menos com papel, o Inep vai mudar a ficha para coleta do dado biométrico e reduzir o número de capacitações presenciais dos colaboradores que trabalham na aplicação das provas, criando uma platafora de educação a distância. O objetivo, segundo o Inep, é economizar pelo menos R$ 42 milhões. Considerando o custo estimado do Enem 2018, a economia representa cerca de 10% do total. No final de janeiro, questionado pelo G1, o Inep havia informado que o custo estimado do Enem 2018 foi de R$ 84,66 por candidato. O exame teve um total de R$ 5,5 milhões de inscritos, e 24,53% deles faltaram nos dois dias de prova. Dos 5,5 milhões de inscritos confirmados, só 1,9 milhão pagaram a inscrição, que no ano passado foi de R$ 82.

Prazo para se inscrever na lista de espera do Prouni termina hoje (08)

  • 08 Mar 2019
  • 14:02h

(Foto: Reprodução)

Os candidatos que não foram selecionados nas duas primeiras chamadas do Programa Universidade para Todos (Prouni) podem manifestar interesse em participar da lista de espera. Os interessados devem entrar no site entre os dias 7 e 8 de março (5ª e 6ª feira) e confirmar que desejam concorrer à vaga.O Prouni oferece bolsas de estudo parciais e integrais, que cobrem 50% e 100% da mensalidade de universidades privadas. Podem participar: ex-alunos que fizeram o ensino médio em escola pública, bolsistas em colégios particulares, pessoas com deficiência e professores da rede pública. Com exceção dos docentes, todos devem comprovar renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo (bolsa integral) ou de até 3 salários mínimos (bolsa parcial).

Prazo para entrar na lista de espera do Prouni vai até a sexta-feira (08)

  • 07 Mar 2019
  • 17:12h

(Foto: Reprodução)

Os candidatos que não foram selecionados nas duas primeiras chamadas do Programa Universidade para Todos (Prouni) podem manifestar interesse em participar da lista de espera. Os interessados devem entrar no site entre os dias 7 e 8 de março (4ª e 5ª feira) e confirmar que desejam concorrer à vaga. O Prouni oferece bolsas de estudo parciais e integrais, que cobrem 50% e 100% da mensalidade de universidades privadas. Podem participar: ex-alunos que fizeram o ensino médio em escola pública, bolsistas em colégios particulares, pessoas com deficiência e professores da rede pública. Com exceção dos docentes, todos devem comprovar renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo (bolsa integral) ou de até 3 salários mínimos (bolsa parcial).

Prefeitura de Brumado presta homenagem póstuma à grande educadora Marízia Milagres

  • Ascom | PMB
  • 07 Mar 2019
  • 09:17h

O momento do descerramento da placa inaugural, com a presença de familiares da homenageado, do prefeito e vice (Foto: Ascom | PMB)

Brumado é uma cidade com forte magnetismo cosmopolita o que, ao longo de sua história recente, vem atraindo pessoas de vários lugares do país e também do exterior. Com isso se criou um ambiente diferenciado, com contribuições muito importantes em diversas áreas, especialmente na mineração, que é o grande referencial econômico do município. Neste contexto uma das pessoas mais ilustres que adotaram Brumado, recebeu uma bela homenagem da Prefeitura Municipal, que foi a educadora Marízia Milagres Rodrigues Souza, a qual nasceu em Minas Gerais que veio residir em Brumado no ano de 1979, juntamente com o seu esposo José Engrácio Souza, que era técnico metalúrgico da empresa Magnesita. Rapidamente Marízia escreveu uma importante página da educação do município. Totalmente empenhada no aperfeiçoamento profissional, concluiu a primeira pós-graduação em Planejamento e Prática de Ensino no ano de 1999, quando começou a trabalhar na antiga Escola Municipal Bom Jesus, espaço físico onde hoje funciona o Centro de Referência de Assistência Social – CRAS Esther Trindade Serra, permanecendo na escola até 2001, quando foi transferida para a Escola Professor Sá Teles, na Vila Presidente Vargas. 

(Fotos: Ascom | PMB)

Em 2003, realizou a pós-graduação em Psicopedagogia a fim de aperfeiçoar o trabalho desenvolvido naquela escola, ficando ali até 2005, quando foi convidada pela então Secretária de Desenvolvimento Social, Carmem Lima Rizério, para coordenar o Programa AABB Comunidade, o qual tinha por finalidade o atendimento às crianças em vulnerabilidade social, uma parceria entre a Prefeitura de Brumado e a Associação Atlética do Banco do Brasil – AABB. Permaneceu à frente deste trabalho até o final de 2012. Encerra sua carreira profissional em 2013, na Escola Municipal Professor Ayrton Viana, ao se aposentar. Numa das fatalidades da vida, no dia 09/07/2015, ao regressar de uma viagem a Belo Horizonte, veio a falecer num acidente automobilístico, aos 61 anos, deixando um grande exemplo de vida e uma imensa saudade. Diante disso foi feita a justa homenagem onde o seu nome foi dado ao auditório Professora Marízia Milagres Rodrigues Souza que pertence ao complexo do CRAS Esther Trindade Serra, o qual foi inaugurada na última sexta-feira, dia 1º de março.

Em novo recuo, MEC desiste de vídeos de alunos cantando o Hino

  • 28 Fev 2019
  • 15:12h

Foto: Reprodução/MEC

O Ministério da Educação (MEC) desistiu de pedir às escolas para gravarem alunos durante a execução do Hino Nacional, segundo a pasta, por questões técnicas de armazenamento e de segurança. De acordo com o MEC, um novo comunicado começou a ser encaminhado às escolas na manhã desta quinta-feira (28), com a retirada do pedido.A carta às escolas foi alvo de críticas de educadores e juristas e motivou um processo de apuração pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão e uma representação de parlamentares ao Ministério Público Federal. Na última terça-feira (26), o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, reconheceu que errou ao pedir que as escolas filmassem as crianças cantando o Hino Nacional sem a autorização dos pais. O MEC decidiu enviar nova carta às escolas destacando que a gravação era voluntária, mediante autorização da pessoa filmada ou de seus pais ou responsáveis. A primeira carta do MEC também gerou polêmica porque pedia que fosse lida na escola, antes da execução do Hino, uma mensagem do ministro contendo as frases "Brasil acima de tudo" e "Deus acima de todos", que foram o slogan da campanha do presidente Jair Bolsonaronas eleições. Na nova versão da carta enviada às escolas, o slogan foi retirado. “O slogan de campanha foi um erro. Já tirei, reconheci, foi um engano, tirei imediatamente. E quanto à filmagem, só será divulgada com autorização da família”, disse o ministro da Educação durante audiência no Senado na última terça.

Mais de 2 mil estudantes do pré-vestibular Universidade para Todos são aprovados no Ensino Superior

  • Ascom I Educação
  • 28 Fev 2019
  • 14:11h

(Foto: Divulgação)

Um total de 2.197 estudantes do programa Universidade para Todos (UPT), cursinho pré-vestibular ofertado pela Secretaria da Educação do Estado, foi aprovado em instituições de Ensino Superior da Bahia e de outros Estados, graças ao bom desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Deste total, 1.912 alunos foram aprovados para a Universidade Estadual da Bahia (UNEB); 149, para a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB); 48, para a Universidade Estadual de Feira de Santana (UESF); e 88, para a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Estes números ainda são parciais, pois outras listas de aprovados ainda devem ser divulgadas pelas instituições.A coordenadora do UPT, Patrícia Machado, comemora o resultado. “É em clima de muita alegria que a Secretaria da Educação, juntamente com as quatro universidades estaduais, parceiras do UPT, está comemorando este momento tão especial com os 2.197 estudantes que foram aprovados e, assim, estarão, neste ano, iniciando a graduação dos seus sonhos. Este levantamento ainda não está fechado, porque temos outras chamadas”, afirmou.Em 2018, a Secretaria da Educação do Estado disponibilizou 14 mil vagas em cerca de 176 municípios do Estado, com 237 locais de funcionamento. Os estudantes da rede estadual aprovados ingressam na universidade em 2019 por meio de vestibulares, peloPrograma Universidade para Todos (PROUNI) e pelo Sistema de Seleção Unificada (SISU). Dos estudantes da rede estadual que cursavam o UPT e foram aprovados, 30 são quilombolas; dois, indígenas; dois, transexual/travesti; um é cigano; e um tem necessidade especial.Iracema Souza Silvério, 33 anos,por exemplo, aluna do UPT, em 2018, foi selecionada para o tão concorrido curso de Medicina da Universidade Estadual da Bahia (UNEB). "Estou muito feliz por esta grande conquista. O curso do Universidade para Todos me preparou bastante para os vestibulares, pois os professores são muito atenciosos e competentes. Tudo o que estudamos no curso foi cobrado nos vestibulares que eu fiz”, afirmou a estudante.

Enem 2019 será aplicado em 3 e 10 de novembro

  • 28 Fev 2019
  • 10:10h

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 serão aplicadas em 3 e 10 de novembro em todo o Brasil. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou as datas na tarde desta quarta-feira (27).

Calendário Enem 2019:

  • Solicitação de Isenção/Justificativa de Ausência:1 a 10 de abril
  • Inscrições: 6 a 17 de maio
  • Aplicação: 3 e 10 de novembro

Ministro diz que errou ao pedir vídeos de crianças cantando o Hino sem autorização dos pais

  • Metro1
  • 26 Fev 2019
  • 14:22h

Foto: Reprodução/MEC

O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, reconheceu, hoje (26), que errou ao pedir que as escolas filmassem seus alunos cantando o Hino Nacional. Ontem (25), o Ministério da Educação (MEC) enviou um e-mail para as escolas do país, no qual solicitava a leitura de uma carta de Vélez e orientava que, após a leitura, os responsáveis pelas escolas executassem o Hino Nacional e filmassem as crianças durante o ato. O texto continha as frases "Brasil acima de tudo" e "Deus acima de todos", slogan de campanha do presidente Jair Bolsonaro. O pedido gerou críticas de educadores e juristas. "Eu percebi o erro, tirei essa frase, tirei a parte correspondente a filmar crianças sem a autorização dos pais. Evidentemente, se alguma coisa for publicada, será dentro da lei, com autorização dos pais", afirmou.

 

Ministro da Educação pede que escolas filmem alunos durante o Hino Nacional

  • G1
  • 26 Fev 2019
  • 07:12h

Foto: Marcello Casal jr/Agência

O Ministério da Educação (MEC) enviou um e-mail para as escolas do país pedindo a leitura de uma carta do ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, e orientando que, depois de lido o texto, os responsáveis pelas escolas executassem o Hino Nacional e filmassem as crianças durante o ato. O pedido foi alvo de críticas de educadores e juristas (veja mais abaixo). Em nota divulgada por volta das 18h em seu site, o MEC ressaltou que o comunicado enviado às escolas apresenta um "pedido de cumprimento voluntário". A pasta afirmou que "a atividade faz parte da política de incentivo à valorização dos símbolos nacionais". De acordo com o ministério, a carta do ministro tem a seguinte mensagem: “Brasileiros! Vamos saudar o Brasil dos novos tempos e celebrar a educação responsável e de qualidade a ser desenvolvida na nossa escola pelos professores, em benefício de vocês, alunos, que constituem a nova geração. Brasil acima de tudo. Deus acima de todos!”. Com a citação às frases "Brasil acima de tudo" e "Deus acima de todos", o ministro retoma em sua carta às escolas a referência ao bordão da campanha de Bolsonaro nas eleições. O presidente também usou a mesma expressão para encerrar seu discurso de posse. O slogan adotado pelo governo é "Pátria Amada Brasil". Envio 'voluntário' dos vídeos Segundo o MEC, os diretores que desejarem "atender voluntariamente o pedido do ministro" podem enviar filmagens de trechos curtos da leitura da carta e da execução do hino. O ministério pediu que os vídeos fossem encaminhados por e-mail à pasta e à Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República. "Os vídeos devem ter até 25 MB e a mensagem de envio deve conter nome da escola, número de alunos, de professores e de funcionários", informou o ministério em nota. No fim do dia, o ministério acrescentou um trecho à nota em seu site informando que fará uma seleção das imagens enviadas e que, antes de qualquer divulgação, vai solicitar autorização legal da pessoa filmada ou de seu responsável.

Fies divulga resultados do 1º semestre; confira lista dos aprovados

  • 25 Fev 2019
  • 18:18h

(Foto: Divulgação)

O resultado do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) foi divulgado nesta segunda-feira (25). Os nomes dos candidatos pré-selecionados estão disponíveis no site do programa. É possível consultar as listas de aprovados em fies.mec.gov.br. Puderam participar da seleção, estudantes que fizeram o Enem a partir da edição de 2010 e que obtiveram média aritmética das notas nas provas igual ou superior a 450 (quatrocentos e cinquenta) pontos. Aqueles que tiraram zero na redação ficam impedidos de pleitear uma vaga. Também é preciso ter renda familiar mensal bruta per capita de até três salários mínimos. Já na modalidade P-Fies (quando o agente financeiro é o banco), a renda familiar mensal bruta per capita deve ser de de três a cinco salários mínimos.

Jovem faz faxina em cursinho em troca de bolsa de estudos e passa na USP

  • 24 Fev 2019
  • 13:14h

Foto: Reprodução/TV TEM

Zípora é uma jovem menina de família simples que saiu da Paraíba e foi para o interior de São Paulo buscar tratamento de saúde para a irmã mais nova.Em São José do Rio Preto (SP), ela trabalhou no Poupatempo e limpou salas de um cursinho para ganhar bolsa de estudos até conseguir realizar o sonho: passar em uma universidade pública.“Ele sempre lutou, batalhou, inclusive no cursinho que ela estudou agora limpava o cursinho, as salas de aula, porque a gente não tinha condições de pagar”, afirma a mãe Gerusa Emídio.Zípora conseguiu passar no curso de enfermagem na USP, em Ribeirão Preto (SP), e na Famerp, a Faculdade de Medicina e Enfermagem de Rio Preto. A menina, que conseguiu o primeiro emprego aos 16 anos como menor aprendiz, sempre pensou em voos mais altos.“Saber que tudo que eu passei valeu a pena, tudo no final teve uma vitória. Saber que teve pessoas que estavam ao meu lado me ajudando, porque não foi fácil. Esse é só o início da caminhada, virão outras dificuldades, mas eu vou conseguir vencer”, diz.Zípora se mudou para Rio Preto há três anos com a família em busca de tratamento para a irmã dela, Zíbia Héllem, portadora da Síndrome de Crouzon, uma doença rara que causa deformidades cranianas e faciais com várias consequências para a saúde.A garota estudava pela manhã e trabalhava no Poupatempo da cidade a tarde. USP e Famerp não foram as únicas universidades que ela já passou. No ano passado, ela foi aprovada no mesmo curso na Unesp de Botucatu, mas sem dinheiro, não conseguiu ir.Mas agora a história foi diferente. O apoio que ela teve não foi apenas da família, mas sim dos amigos no trabalho.“Ela falou que tinha passado novamente numa universidade pública e estava sem condições de ir para Ribeirão. Ela precisava de dinheiro até conseguir uma moradia fixa. A ideia surgiu nesse momento, resolvemos fazer essa rifa e ajudar”, diz a coordenadora do Poupatempo Fernanda Abreu.O dinheiro arrecadado com a rifa vai ajudar Zípora a se manter por pelo menos três meses em Ribeirão Preto, cidade onde vai estudar.Na quinta-feira (21) foi a despedida no último dia de trabalho. O clima não foi de tristeza. “Me apoiaram desde o início, sempre que eu queria desistir eles falaram para não desistir, é uma segunda família para mim”, diz.Estudar numa universidade pública e se tornar médica sempre foi o sonho dela. Embora ela tenha passado na faculdade de enfermagem, ela tem a intenção de tentar uma transferência para o curso de medicina. Para isso ela tem que passar numa avaliação interna. Para ela, nada parece impossível.“Estou muito ansiosa. Se você tem um sonho, se é isso que você quer para sua vida, você tem que lutar por ele, porque nada vem fácil, tudo tem um caminho a ser seguido, a vida é cheia de degraus e muitas vezes não é fácil da gente subir, às vezes a gente tem até que escalar”, diz.

Professora de SP está no top 10 de educadores do mundo e disputa título

  • 21 Fev 2019
  • 10:10h

Foto: Divulgação

Débora Garofalo, professora de tecnologias da EMEF Ary Parreiras, em São Paulo, está entre os 10 melhores professores do mundo e vai concorrer ao Global Teacher Prize, considerado o "Nobel da Educação". O vencedor, que leva o prêmio de US$ 1 milhão, será anunciado no dia 24 de março em Dubai, nos Emirados Árabes, durante o Global Education and Skills Forum (GESF). Débora Garofalo ensina matérias de tecnologia em uma área carente de São Paulo, cercada por quatro favelas famosas pela violência. Apesar de ser formada em Letras, Garofalo criou o projeto "Robótica com sucata promovendo a sustentabilidade", que já removeu mais de 1 tonelada de lixo das ruas. Em entrevista ao G1, Débora conta que recebeu a notícia em casa, e que se emocionou ao saber que estava entre os 10 melhores professores do mundo. "Eles me ligaram, fizeram um ar de mistério e de repente, com grande público reunido, na Argentina, me deram a notícia. Foi uma imensa alegria, ver todos reunidos, aplaudindo... Chorei muito, já que eu não esperava. Sem dúvida, foi uma grande surpresa pra mim. Ainda mais depois de passar pelo Top 50 e ver o quanto todos esses professores têm trabalhos maravilhosos. Agora, com nosso trabalho entre os 10, é uma alegria muito grande!", conta. Débora também é a primeira sul-americana entre os 10 melhores professores do mundo, o que torna ainda mais importante sua conquista. "É uma honra e uma responsabilidade. Afinal, a gente ainda tem no Brasil esse tabu de que mulher não deve mexer com tecnologia. Eu fui muito duramente criticada nos primeiros meses do trabalho. Então, é uma honra representar a classe feminina, mas não só ela, mas também os professores, que também devem dizer ‘a gente pode ser o que a gente quiser'". O trabalho de Débora foi selecionado entre mais de 10 mil candidatos de 179 países. A lista dos 50 melhores professores do mundo, divulgada em dezembro, tinha representantes de 39 países. Já o top 10 de melhores educadores do planeta, divulgada nesta quarta, 21, conta com representantes de Reino Unido, Holanda, Japão, Argentina, Estados Unidos, Quênia, Índia, Geórgia, Austrália e Brasil. Para a escolha, o comitê de premiação leva em consideração o emprego de práticas educacionais escalonáveis, inovadoras, que tenham resultados visíveis, causem impacto na comunidade, melhorem a profissão docente e ajudem os alunos a tornarem-se cidadãos. O anúncio foi feito em vídeo pelo ator australiano Hugh Jackman, famoso pelo papel de "Wolverine", para quem os professores são "os verdadeiros super-heróis", e que aproveitou para fazer uma declaração emocionada ao professor que o inspirou, Lisle Jones. Atualmente em sua 5ª edição, o Global Teacher Prize já teve 2 brasileiros entre seus 10 finalistas: o capixaba Wemerson da Silva Nogueira, em 2017, quando o prêmio ficou com a canadense Maggie McDonnell, e o paulista Diego Mahfouz, em 2018, que viu a professora de artes britânica Andria Zafirakou levar o prêmio.

ProUni divulga nesta quarta (20) resultado da segunda chamada

  • Estadão
  • 20 Fev 2019
  • 19:02h

O resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) será divulgado hoje (20) na internet.  O programa, oferece bolsas de estudo integrais e parciais em instituições de ensino superior privadas. Os pré-selecionados têm até o dia 27 para fazer a matrícula.De acordo com o Ministério da Educação (MEC), serão ofertadas 243.888 bolsas, das quais 116.813 são integrais e 127.075 são parciais. O ministério informou que, nesta primeira edição, participam do programa 1.239 instituições de educação superiorde todas as regiões do País.Os estudantes devem comparecer às instituições com os documentos que comprovam as informações prestadas na ficha de inscrição. Cabe aos candidatos verificar os horários e o local de comparecimento para a aferição das informações. A lista da documentação necessária está disponível na página do programa. Algumas instituições podem exigir dos candidatos aprovados que façam uma prova. Os estudantes devem verificar, no momento da inscrição, se a instituição vai aplicar processo seletivo próprio. Aqueles que não forem selecionados na segunda chamada têm ainda a chance de integrar a lista de espera nos dias 7 e 8 de março.

Educação: 27 de fevereiro é Dia do Livro Didático

  • Naira Leite
  • 18 Fev 2019
  • 19:12h

No próximo dia 27 de fevereiro comemora-se o Dia Nacional do Livro Didático, material essencial para que crianças de todo o Brasil possam aprender e estender os seus conhecimentos.  Presente em todas as etapas da aprendizagem, desde o fundamental ao ensino superior, o livro didático é um dos mais importantes impressos para os estudantes de todo o mundo. Ainda em 2017, foram investidos 1,3 milhões de reais para distribuir 157 milhões de exemplares para 32 milhões de alunos. A previsão, na época, para 2018 era de 1,9 milhões de reais. Esses números são apenas um exemplo de como obras didáticas são de extremo valor para a educação e formação de cidadãos. São com os ensinamentos presentes em suas páginas que crianças, jovens e adultos poderão compreender sobre as mais diversas disciplinas. Veja bem, sem a educação que essas tenras obras propiciam às crianças (principalmente), não teríamos situações como a encontradas no meu poema “Papai, vamos escrever uma poesia!”, citado acima. É importante incentivar a educação, e do mesmo jeito é importante interagir com as crianças para que elas gostem da leitura, do aprendizado, e das maravilhosas descobertas que vivenciam na escola.

Prefeitura de Brumado inaugura o Núcleo de Atendimento Especializado da Rede Municipal de Educação Luzia Aparecida Rocha Carlos

  • Ascom | PMB
  • 18 Fev 2019
  • 10:02h

O momento de descerramento da placa inaugural (Foto: Ascom | PMB)

Dando continuidade ao macroplanejamento na área educacional, a Administração Municipal, por meio da SEMEC - Secretaria Municipal de Educação, realizou, na noite da última sexta-feira (15), a inauguração do Núcleo de Atendimento Educacional Especializado da Rede Municipal de Educação Luzia Aparecida Rocha Carlos. Estiveram presentes o prefeito Eduardo Vasconcelos, a secretária municipal de Educação; professora Ednéia Ataíde; além de familiares da homenageada, secretários municipais e vereadores. A homenagem à essa jovem que faleceu prematuramente aos 22 anos de idade, deixando um legado de superação. Mesmo com deficiência visual ela conseguiu concluir o Ensino Básico tendo como apoio o método Braile. Determinada ela ingressou no Ensino Médio no Colégio Estadual de Brumado, mas devido a um grave problema de saúde, acabou não resistindo, mas deixando uma referência muito positiva para a educação inclusiva do município. 

A família sendo homenageada (Foto: Ascom | PMB)

No contexto da educação inclusiva as salas de recursos se constituem em apoio importante no processo de ensino e aprendizagem do aluno com necessidades educacionais especiais. Nesse sentido o município vem ampliar e dar ainda mais eficiência e resolutividade na busca do atendimento alunos especiais matriculados nas Escolas da Rede Pública Municipal de Ensino. O Núcleo oferece um atendimento direcionado para cada deficiência detectada, onde os profissionais que atuam no espaço, identificam, elaboram e organizam recursos pedagógicos para potencializar a aprendizagem dos alunos e com isso eliminar as barreiras.

A estética e funcionalidade do local foi muito elogiada pelos presentes à inauguração (Foto: Ascom | PMB)