BUSCA PELA CATEGORIA "Educação"

Houve 'inconsistências' na correção da segunda prova do Enem 2019, diz ministro da Educação

  • 18 Jan 2020
  • 13:09h

( Foto: Reprodução/Twitter)

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou na manhã deste sábado (17) que foram encontradas "inconsistências na contabilização e correção da segunda prova do Enem do ano passado", referindo-se ao Exame Nacional do Ensino Médio, de 2019.Segundo Weintraub, o erro atingiu "alguma coisa como 0,1%" dos candidatos que prestaram o exame. Já Alexandre Lopes, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela prova, afirma que a falha "não vai chegar nem a 9 mil pessoas”.De acordo com o Inep, 3.935.237 pessoas fizeram o Enem 2019 em 3 e 10 de novembro – 72,81% dos 5.095.388 inscritos.“Nós encontramos inconsistências na contabilização e correção da segunda prova do Enem do ano passado. Um grupo muito pequeno de pessoas teve o gabarito trocado quando foram fechados os envelopes. Uma inconsistência fácil de ser consertada. Estamos falando de alguma coisa como 0,1% das pessoas que fizeram, dos milhões [que prestaram a prova]” – Abraham Weintraub, ministro da Educação

O ministro afirmou que o erro está sendo corrigido.

"Apesar de estatisticamente [os participantes afetados] não serem significativos, individualmente não pode haver injustiça como essa. A gente está corrigindo e até segunda-feira será resolvido", afirmou.A abertura da inscrição do Sistema de Seleção Unificado (Sisu), que permite aos estudantes concorrerem a vagas em universidades federais pelo país com a nota do Enem está com o cronograma mantido, segundo Lopes. O prazo vai de terça (21) a sexta (24).O Inep criou um email para os candidatos que se sentirem prejudicados enviarem suas dúvidas, diz Lopes. O endereço é [email protected]

Matrícula na rede estadual pode ser feita online em 2020; 1 milhão de vagas estão disponíveis

  • Bahia Notícias
  • 18 Jan 2020
  • 09:08h

(Foto: Paula Fróes / GOVBA)

A matrícula da rede estadual de educação para o ano letivo de 2020 começa nesta segunda-feira (20). Neste ano todo o processo poderá ser feito através da internet. A matrícula pode ser feita através do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) Digital.  De acordo com a Secretaria da Educação do Estado, neste ano estão disponíveis um milhão de vagas, cerca de 800 mil estudantes deverão ser matriculados.O tempo estimado para o procedimento de matrícula é de cerca de 10 minutos. O aluno ou responsável, para casos em que o estudante é menor de 16 anos, deve preencher todos os passos e finalizar a matrícula.  “O SAC Digital vai permitir que a família ou os próprios estudantes acessem o site ou o aplicativo de forma fácil e prática, onde quer que estejam, e realizem a matrícula para o ano letivo de 2020. É bom lembrar que cada responsável pode incluir mais de um dependente em um único cadastro, se for mais de um filho estudando na rede”, explicou o superintendente de Planejamento Operacional da Rede Escolar da Secretaria da Educação, Manoel Calazans.Alunos novos, oriundos das redes municipais e privada, também poderão utilizar o SAC Digital, mas deverão apresentar a documentação necessária na escola para a qual efetuou a matrícula on-line, conforme prazo estabelecido no comprovante de matrícula, como os demais estudantes. Após efetuar a matrícula on-line, o estudante deverá levar os documentos na escola para o qual foi matriculado no prazo determinado no comprovante que recebe após finalizar o processo digital.Os documentos exigidos são: Original do Histórico Escolar ou Atestado de Escolaridade, firmado pela direção da unidade escolar (deve ser substituído pelo Histórico em até 30 dias); Original e cópia da Certidão de Registro Civil ou RG; Original e cópia do CPF (obrigatório para a Educação Profissional em todas as modalidades e formas de articulação, bem como no Ensino Médio e suas modalidades); Original e cópia legível com data recente do comprovante de residência (água, luz, telefone fixo ou móvel, gás encanado, Internet, contrato de aluguel, IPTU, cartão de crédito ou TV por assinatura);  original e cópia da Carteira de Vacinação (para estudantes de até 18 anos).

MEC divulga reajuste do piso salarial de professores da educação básica para 2020

  • Bahia Notícias
  • 17 Jan 2020
  • 20:03h

(Foto: Reprodução)

O piso salarial dos profissionais da rede pública da educação básica em início de carreira foi reajustado em 12,84% para 2020, passando de R$ 2.557,74 para R$ 2.888,24. É o maior aumento em reais desde 2009. O valor foi o próximo ao anunciado pelo governador Rui Costa (PT) em um projeto de lei aprovado na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) (saiba mais aqui).  O reajuste nacional do piso foi anunciado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, em transmissão ao vivo pela internet, na noite desta quinta-feira (16).  O acréscimo está previsto na chamada Lei do Piso (Lei 11.738), de 2008. O texto estabeleceu que o piso salarial dos professores do magistério é atualizado, anualmente, no mês de janeiro. A regra está em vigor desde 2009, ano em que o valor de R$ 950,00 foi o ponto de partida para o reajuste anual.

CÁLCULO
O Ministério da Educação (MEC) utiliza o crescimento do valor anual mínimo por aluno como base para o reajuste do piso dos professores. Dessa forma, é utilizada a variação observada nos dois exercícios imediatamente anteriores à data em que a atualização deve ocorrer.O valor mínimo por aluno é estipulado com base em estimativas anuais das receitas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Para 2019, o valor chegou a R$ 3.440,29, contra R$ 3.048,73 em 2018.

Notas do Enem 2019 são divulgadas pelo Inep

  • 17 Jan 2020
  • 11:50h

( Foto: Reprodução/Inep)

As notas individuais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 foram divulgadas nesta sexta-feira (17) por volta das 8h30 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).O G1 conseguiu acessar as notas por meio de CPF e senha na Página do Participante (https://enem.inep.gov.br/participante/) e pelo aplicativo do Enem. Quem não lembra da senha para acessar os dados pode recuperá-la ou mesmo resetá-la e fazer uma nova. Confira aqui o passo a passo para recuperar a senha do Enem. Os participantes poderão consultar a nota da redação (que varia de zero a 1 mil) e o desempenho em cada área de conhecimento: linguagens, ciências humanas, ciências da natureza e matemática. De acordo com o Inep, 3.709.809 pessoas fizeram o Enem 2019 em 3 e 10 de novembro – 72,81% dos 5.095.388 inscritos. Quem fez a prova como “treineiro”, ou seja, que ainda não concluiu o ensino médio, terá que esperar até março para acessar o boletim individual. O espelho da redação também será divulgado na mesma data.

Nota do Enem 2019 será divulgada nesta sexta; saiba como recuperar a senha para conferir o resultado

  • 17 Jan 2020
  • 07:08h

(Foto: Ana Carolina Moreno/G1)

As notas individuais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 serão divulgadas nesta sexta-feira (17). Para ter acesso ao desempenho, o estudante terá que entrar na Página do Participante (https://enem.inep.gov.br/participante/), incluir o CPF e a senha cadastrada.Quem não lembra da senha não precisa esperar sair o resultado para resolver o problema: é possível tentar recuperá-la ou mesmo resetá-la e fazer uma nova antes da divulgação dos dados individuais.

Passo a passo para recuperar a senha do Enem:

  • Acesse o endereço eletrônico https://enem.inep.gov.br/participante/#!/
  • Responda ao desafio de figuras solicitado
  • Insira o CPF
  • Clique em “esqueci minha senha” no canto inferior direito da tela
  • Clique em “enviar senha”
  • Aguarde uma nova senha ser enviada para o seu e-mail cadastrado
  • Assim que tiver a nova senha, digite-a no sistema para conferir seu resultado após a divulgação

Caso a senha demore para ser enviada ao e-mail cadastrado, o Ministério da Educação orienta que o estudante procure na caixa de spam.Se o candidato não tiver mais acesso ao e-mail cadastrado, é possível mudar o cadastro e inserir outro endereço – mas, para isso, é preciso lembrar qual foi o e-mail usado antes e responder a algumas perguntas de confirmação. Para fazer a troca, clique em “alterar e-mail”.O MEC também disponibiliza um telefone para tirar dúvidas dos estudantes. o número é: 0800 616161.

Matrícula na rede estadual de ensino começa dia 20 de janeiro; confira cronograma

  • 14 Jan 2020
  • 15:12h

( Foto: Cláudia Oliveira/ASCOM SEC)

A matrícula na rede estadual de ensino da Bahia, para o ano letivo de 2020, começa no dia 20 de janeiro. A novidade este ano é a realização do processo que será 100% on-line, pela internet, e por meio de dispositivos móveis, através do SAC Digital.O primeiro dia de matrículas, no dia 20, é voltado para estudantes que tiveram frequência regular em 2019 e que estejam em uma das seguintes situações: a escola não oferece a série/ano subsequente, não fizeram a renovação da matrícula ou em mudança de domicílio. Com a matrícula digital, basta que os estudantes, pais ou responsáveis baixem o aplicativo do SAC Digital nas lojas APP Store ou Google Play ou façam o cadastro através do site do SAC Digital. Para os menores de 16 anos, o cadastro deverá ser realizado em nome do responsável legal, e o aluno deverá ser adicionado como dependente. O calendário da matrícula segue até o final de janeiro. Os alunos novos, oriundos das redes municipais e privada, também poderão utilizar o SAC Digital, mas deverão apresentar a documentação necessária na escola para a qual efetuou a matrícula on-line, conforme prazo estabelecido no comprovante de matrícula, como os demais estudantes. Após efetuar a matrícula on-line, o estudante deve levar os documentos na escola para o qual foi matriculado no prazo determinado no comprovante que recebe após finalizar o processo digital.

Confira os documentos exigidos

  • Original do Histórico Escolar ou Atestado de Escolaridade, firmado pela direção da unidade escolar (deve ser substituído pelo Histórico em até 30 dias)
  • Original e cópia da Certidão de Registro Civil ou RG
  • Original e cópia do CPF (obrigatório para a Educação Profissional em todas as modalidades e formas de articulação, bem como no Ensino Médio e suas modalidades)
  • Original e cópia legível com data recente do comprovante de residência (água, luz, telefone fixo ou móvel, gás encanado, Internet, contrato de aluguel, IPTU, cartão de crédito ou TV por assinatura)
  • Original e cópia da Carteira de Vacinação (para estudantes de até 18 anos)

Cronograma

 

20 de janeiro - Transferência na Rede Estadual para os estudantes matriculados, com frequência regular no ano letivo de 2019, ao qual se aplique uma das seguintes situações:

 

  • A escola não oferece a série/ano subsequente;
  • O estudantes não fez a renovação da matrícula;
  • Mudança de domicílio

 

21 e 22 de janeiro - Matrícula de concluintes do 5º ano ou 9º ano do Ensino Fundamental para estudantes regularmente matriculados na rede estadual de ensino, no ano letivo de 2019, cujas escolas não ofereçam a série subsequente

23 de janeiro - Matrícula Nova para Ensino Fundamental. Para ingresso do candidato em unidade escolar da rede estadual de ensino em qualquer ano/série para o Ensino Fundamental

24 e 27 de janeiro - Matrícula Nova para Ensino Médio. Para ingresso do candidato em unidade escolar da rede estadual de ensino em qualquer ano/série para o Ensino Médio.

30 e 31 de janeiro - Confirmação da Matrícula dos estudantes inscritos na Pré Matrícula da Educação Especial

CAPES abre cadastro para professores interessados em cursar licenciatura e, com isso, a UNEB de Brumado vislumbra ofertar novos cursos para formação inicial de professores

  • ASCOM: Uneb Campus XX
  • 14 Jan 2020
  • 10:37h

Foto: Divulgação (Dados vão orientar o planejamento dos programas de formação inicial da Educação Básica )

Para nortear o planejamento de programas de formação inicial da Educação Básica de 2020, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) abriu, no dia 26 de dezembro de 2019, o cadastro para professores da rede pública que tenham interesse em cursar licenciaturas em suas áreas de atuação.

As informações poderão ser encaminhadas, por meio do portal da CAPES, até o dia 31 de janeiro de 2020, conforme notícia publicada pela Assessoria de Comunicação Social da CAPES, em sua página, no Site do Ministério da Educação. O professor interessado deve cadastrar o currículo e preencher um formulário, que solicita informações sobre formação e atuação profissional.

Os dados informados serão verificados pela secretaria de educação estadual ou municipal. As informações são fundamentais para verificar a formação atual dos professores e qual é a demanda por capacitação profissional. Programas como o Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (PARFOR) e a Universidade Aberta do Brasil (UAB) – que fomentam cursos de licenciatura – já terão seus próximos editais direcionados por essas informações. 

A iniciativa contribui para o fomento à formação de professores, previsto no Plano Nacional de Educação (PNE). Com essa notícia, o Departamento de Ciências Humanas e Tecnologias, da Universidade do Estado da Bahia – UNEB, Campus XX, localizado em Brumado, vislumbra dar continuidade à sua contribuição na formação inicial de professores em toda a região que atende.

Almeja-se a oferta dos seguintes cursos na Sede da instituição (em Brumado): Geografia, Letras – Língua Inglesa e Literaturas de Língua Inglesa e Matemática. Nas sedes dos próprios municípios que apresentarem demandas significantes e manifestarem interesse em firmar parcerias, intenta-se levar a Licenciatura em Pedagogia. Para terem acesso às informações detalhadas, os interessados deverão entrar no site http://portal.mec.gov.br/ultimas-noticias/12-acoes-programas-eprojetos-637152388/83961-capes-abre-cadastro-para-professoresinteressados-em-cursar-licenciatura, onde poderão ler o Manual do usuário e o Tutorial para interesse em formação. Já para cadastrarem-se na Plataforma CAPES e registrarem o interesse nas formações iniciais, deverão acessar o site https://eb.capes.gov.br/portal/. Em caso de dúvidas, poderão também comparecer à Sede do DCHT/UNEB/Campus XX – Brumado, situada à Rua Exupério Pinheiro Canguçu, N.º 300, Centro, Brumado ou ligar para os telefones (77) 3441 2387 e (77) 3441 3652.

CONTINUE LENDO

MEC estuda descartar 2,9 milhões de livros didáticos nunca usados, diz jornal

  • 12 Jan 2020
  • 09:11h

(Foto: Reprodução)

Ministério da Educação (MEC) pretende descartar 2,9 milhões de livros que nunca foram entregues aos alunos de escolas públicas. As informações foram publicadas pelo jornal “O Estado de São Paulo” neste sábado (11). Comprado em gestões anteriores do MEC, o material tem edições que teriam vencido, entre 2005 e 2019, e estariam desatualizadas para o uso. O custo de todos esses livros seria de cerca de R$ 20 milhões. O processo para se desfazer do material começou no fim do ano passado. Na época, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) alertou para a necessidade de reduzir o estoque de livros, que está armazenado em um depósito alugado dos Correios, em Cajamar, em São Paulo.O FNDE não respondeu diretamente sobre o descarte. O órgão informou que publicará na semana que vem uma norma sobre a chamada "reserva técnica" do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD).

UFRB abre processo seletivo para professor substituto; instituição divulga concurso público para professores efetivos

  • 08 Jan 2020
  • 11:05h

Foto: Reprodução/TV Subaé

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) abriu um processo seletivo para contratação, por tempo determinado, de professor substituto no Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CETEC), em Cruz das Almas, na Bahia. As inscrições devem ser feitas pelo site da instituição, até o dia 20 de janeiro.São ofertadas vagas para as áreas Sistemas Mecânicos; e Química e Bioquímica, com salário que varia entre R$ 3.130,85 e R$ 5.831,21.A taxa de inscrição é no valor de R$ 60. Os interessados devem ter graduação em Engenharia Mecânica, Naval ou de Petróleo; e graduação em Química e áreas afins. O professor selecionado vai trabalhar 40 horas semanais.As vagas são para candidatos brasileiros ou estrangeiros com visto permanente, que não tenham sido professores substitutos em Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), ou que não tenham trabalhado, com contrato temporário, em outro órgão federal, nos últimos 24 meses.Os professores interessados devem manifestar interesse sobre a isenção da inscrição até o dia 10 de janeiro. O processo seletivo possui duas etapas: análise de currículo, com peso 3; e prova didática, com peso 7. As provas serão realizadas entre os dias 3 e 7 de fevereiro.

Concurso público para professores efetivos

A UFRB também abriu um concurso público com 11 vagas para professores efetivos nos campus de Cruz das Almas e Santo Antônio de Jesus. Os interessados têm até o dia 31 de janeiro para fazer a inscrição.A taxa de inscrição para o cargo de professor (Auxiliar A) é de R$ 75, já para os cargos de Assistente A e Adjunto A (Dedicação Exclusiva) é de 150,00 e 200,00, respectivamente. O salário varia entre R$ 2.236,31 e R$ 4.463,93.As vagas ofertadas são destinadas para as áreas/disciplinas de: Diagnóstico por imagem e Semiologia Veterinária (1); Engenharia Civil/Mecânica dos Sólidos (1); Engenharia Mecânica/Térmicas e Fluidos (1); Engenharia Elétrica/Sistemas Elétricos de Potência (1); Comunicação e Educação em Saúde; Processo de Apropriação da Realidade V/Saúde Coletiva (1); Saúde da Pessoa Adulta e Idosa/Práticas do Cuidado em Saúde (1); Estágio em Atenção Primária/Práticas do Cuidado em Saúde (1); Estágio em Ginecologia - Obstetrícia/Práticas doCuidado em Saúde (1); Saúde na Infância e na Adolescência/Práticas do Cuidado em Saúde (2) e Matemática/Matemática e Estatística (1).Dependendo da área, para participar do concurso, os candidatos devem ter Graduação, Aperfeiçoamento, Especialização, Mestrado e Doutorado. Os candidatos que preencherem os requisitos para isenção da taxa de pagamento podem manifestar interesse, no ato da inscrição, até o dia 22 de janeiro. Das onze vagas, duas são reservadas para candidatos negros e uma vaga reservada para pessoas com deficiência.O concurso será realizado através de prova escrita, prova didática, defesa de memorial e prova de títulos.

Terapeuta afirma que as crianças estão precisando de palmadas: 'a falta de limites gera delinquentes', afirma

  • Só Escola
  • 03 Jan 2020
  • 08:28h

(Foto: Reprodução)

Quando nos voltamos para nossa infância, é provável que nos lembremos daquelas frases tão típicas de nossas mães: “Você vai ver só quando seu pai chegar”, “espere para chegar em casa e você verá”. Estas simples frases eram a antessala que muitas vezes levava a uma punição, a mais recorrente, palmada. Agora que nos tornamos pais, é hora de nos perguntarmos: faz bem dar umas palmadinhas nos filhos? Educação e disciplina não têm nada a ver com a aplicação da violência; De fato, a violência física e doméstica é um ato que repudiamos. Mas uma palmada, pode ser considerada uma atitude violenta de um pai em relação a um filho? Até que ponto isso é bom ou ruim? Quer saber o que a terapeuta Denise Dias pensa sobre a educação das crianças? É um assunto que tem diferentes pontos de vista. Quando se trata de educar nossos filhos, cada pai tem o poder de fazer do seu jeito. Esta terapeuta nos diz que as crianças precisam levar palmadas para serem educadas. Preste muita atenção ao que Denise nos diz.

A prática de dar palmadas nas crianças era comum no século passado (Imagem: Reprodução)

Como explicar a uma criança a maneira correta de agir? A dúvida, comum a muitas mães, divide especialistas. Mas há um ponto em que todos parecem concordar agora: bater para educar seria pouco eficaz e traumático para a criança. Poucos seguem outra linha de raciocínio É o caso da terapeuta infantil Denise Dias, autora do polêmico livro “Palmada na Bunda – Como impor limites e estabelecer um relacionamento saudável com as crianças em tempos politicamente corretos” Desde 1998, o Conselho da União Europeia vem fazendo campanha contra a palmada. No total, 22 países europeus, como a Suécia, a Áustria e a Alemanha, criminalizaram sanções físicas. Em uma pesquisa realizada com crianças entre três e cinco anos de idade por cientistas da Universidade de Tulane, nos Estados Unidos, verificou-se que os pais que costumavam disciplinar com palmadas tinham 50% mais chance de desenvolver agressividade. No Brasil, em vigor desde junho de 2014, a Lei da Palmada foi alvo de muitos argumentos positivos e negativos, principalmente dos indivíduos que defendem um modo de “educação tradicional”, alegando que castigos físicos leves ou moderados sempre foram usados como métodos de correção comportamental e nunca provocaram distúrbios nas pessoas. A Lei da Palmada não proíbe a tradicional “palmadinha” nas crianças desobedientes, mas sim, qualquer outro tipo de castigo que provoque sofrimento físico e lesões na criança.

 

O presidente Bolsonaro já se posicionou a favor das palmadas (Foto: Reprodução Rede TV)

Com mais de dez anos atendendo crianças e adolescentes, incluindo instituições nos Estados Unidos, Denise, no entanto, não vê problemas na adoção de palmadas educacionais. “As crianças precisam de algumas palmadas”, diz a terapeuta. Eu vejo que as palmadas que os pais dão nos filhos, de vez em quando, não têm mal nenhum. “Monstrualizaram” a educação doméstica. Não se pode mais falar em tapa ou castigo. Não se pode mais falar que os pais mandam nos filhos. Virou uma bagunça tão grande que hoje nós temos uma geração de delinquentes adolescentes. Podemos até falar que é uma geração drogada e prostituída também. A quantidade de jovens usuários de drogas só cresce ano após ano, isso não é falta de informação, é falta de limite. O que é, muitas vezes, imposto com um tapa na bunda. Denise acredita que os pais têm autoridade indiscutível sobre seus filhos e isso é uma questão de hierarquia. Ela também critica os pais que montam um jogo de palavras a fim de educar a criança, mas esse método, segundo ela, é totalmente ineficiente, já que a criança não recebe a mensagem como deveria e, com isso, os pais acabam “criando monstros”. O livro escrito por Denise causou polêmica e algumas pessoas, defensoras da “lei da palmada”, estão fazendo campanha contra o livro, acreditando que ele defende a agressão contra as crianças. Para Denise Dias, autora do livro em favor da adoção de formas físicas de punição, diz que a falta de limites cria “geração de criminosos”.

IFBA/UAB abre seleção para vagas complementares em Especialização em Ciências

  • Divulgação
  • 02 Jan 2020
  • 17:48h

(Foto: Brumado Urgente Conteúdo)

O Instituto Federal de Educação - IFBA, através do Sistema Universidade Aberta do Brasil - UAB, reabre inscrições para preenchimento de vagas remanescentes no curso de ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS PARA OS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL – CIÊNCIA É 10! O curso será ofertado na modalidade à distância e foram disponibilizadas 20 vagas para o Polo da UAB de Brumado. As inscrições estão abertas até o dia 15/01/2020 e serão feitas exclusivamente pela internet através do endereço https://portal.ifba.edu.br/prpgi/editais/2019
O edital e formulário de inscrição estão disponíveis no link

CNM pede mudança de critério para reajuste do piso nacional do magistério

  • Redação
  • 31 Dez 2019
  • 07:59h

Em nota, entidade alerta para "os graves impactos à gestão da educação e às finanças municipais" | Foto: Brumado Urgente Conteúdo

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) defendeu a necessidade de modificar o critério de reajuste anual do piso nacional do magistério, com a adoção do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Pela estimativa do órgão, o piso passará dos atuais R$ 2.557,74 para R$ 2.886,15 em janeiro de 2020, o que representa um aumento de 12,84%. “A entidade reconhece a necessidade de valorização desses profissionais – fundamentais para o desenvolvimento do país – mas alerta para os graves impactos à gestão da educação e às finanças municipais, que totalizam mais de R$ 8,7 bilhões”, diz a CNM. Ainda de acordo com a confederação, o aumento salarial para os professores foi de 203,61% entre 2009 e 2020, enquanto o salário mínimo teve reajuste de 121,7% no mesmo período. O órgão destaca ainda que o aumento do piso fará com que muitos prefeitos tenham dificuldades para cumprir os limites impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). “Para o movimento municipalista, os reajustes reais nos valores dos vencimentos do magistério devem ser negociados pelos governos estaduais e municipais com seus respectivos professores”, finaliza a CNM.

 

MEC muda regras do Fies e prevê reduzir nº de vagas em 2021

  • G1
  • 27 Dez 2019
  • 20:07h

(Foto: Reprodução)

O Ministério da Educação (MEC) mudou as regras do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) a partir do ano que vem. Segundo uma resolução publicada na edição desta sexta-feira (27) do Diário Oficial da União (DOU), o número de vagas oferecido vai cair para quase metade do atual. De acordo com o MEC, "as vagas poderão passar de 100 mil em 2020 para 54 mil em 2021 e 2022". A pasta afirmou que a quantidade de vagas poderá ser revista, anualmente, caso haja alteração nos parâmetros econômicos atuais ou nos aportes do Ministério. Para o primeiro semestre de 2020, as regras permanecem iguais, tanto para a modalidade do Fies quanto para a do P-Fies. As inscrições começam em 5 de fevereiro e vão até o dia 12 do mesmo mês. No P-Fies, as mudanças começam a partir do segundo semestre de 2020 e incluem a desvinculação da modalidade como um programa independente do Fies. Já a modalidade do Fies sofrerá mudanças a partir do primeiro semestre de 2021. Confira as principais mudanças:A principal mudança nas regras para o Fies foi nas notas de corte para o candidato que quer solicitar o financiamento. Atualmente, é preciso ter média mínima de 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não ter zerado a redação. A partir do primeiro semestre de 2021, a nota média mínima permanece sendo de 450 pontos, mas a nota de corte da redação sobe para 400 pontos. A nota do Enem também vai servir para limitar as transferências de cursos em instituições de ensino superior para alunos que possuem financiamento do Fies. Agora, será necessário um resultado igual ou superior à nota de corte do curso ao qual deseja ser transferido.

O que muda no Fies?

  • As mudanças passam a valer a partir do primeiro semestre de 2021
  • Os candidatos precisarão ter nota mínima de 400 pontos na redação do Enem
  • A média das cinco provas do Enem deverá ser igual ou superior a 450 pontos
  • O candidato deve ter uma renda de até 3 salários mínimos
  • Para pedir transferência de faculdade, o candidato deverá ter tirado na prova do Enem a nota de corte do curso ao qual pretende ir

Sisu, Prouni e Fies: veja datas para o 1º semestre de 2020

  • G1
  • 27 Dez 2019
  • 15:04h

(Foto: Reprodução)

Os candidatos que fizeram a edição 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) poderão ver o resultado em 17 de janeiro de 2020. Com as notas em mãos, os estudantes devem ficar atentos aos cronogramas do primeiro semestre do Sisu, do Prouni e do Fies, que já foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC). O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é o sistema do MEC que reúne centenas de milhares de vagas de graduação em universidades públicas brasileiras. Para participar do Sisu em 2020, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2019, e não ter tirado nota zero na prova de redação. Cronograma do Sisu 2020:

  • Abertura das inscrições: 21 de janeiro
  • Fim das inscrições: 23h59 de 24 de janeiro
  • Resultado: 28 de janeiro

    O Programa Universidade Para Todos (Prouni) oferece bolsas de estudo parciais (que cobrem 50% da mensalidade) e integrais em universidades privadas em cursos de graduação e de cursos sequenciais de formação específica. O programa tem dois critérios de avaliação: desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e a avaliação da renda familiar.

    Cronograma do Prouni 2020: 

  • Início das inscrições: 28 de janeiro de 2019
  • Fim das inscrições: 31 de janeiro de 2019 (às 23h59)
  • Primeira chamada: 4 de fevereiro de 2019
  • Entrega dos documentos para garantir a matrícula: 4 a 11 de fevereiro de 2019
  • Segunda chamada: 18 de fevereiro de 2019
  • Entrega dos documentos para garantir a matrícula: 18 a 28 de fevereiro de 2019
  • Adesão à lista de espera: 6 a 9 de março de 2020
  •  

  • O Programa de financiamento Estudantil (Fies) é um programa de financiamento para estudantes cursarem o ensino superior em universidades privadas e, atualmente, possui duas categorias: a primeira, oferece vagas com juros zero para os estudantes com renda mensal familiar de até três salários mínimos. Já a segunda, chamada P-Fies, é direcionada para os estudantes com renda mensal familiar de até cinco salários mínimos. Cronograma do Fies 2020:

  • Inscrições: 5 a 12 de fevereiro
  • Pré-seleção: 26 de fevereiro
  • Chamada da lista de espera: 26 de fevereiro a 31 de março

MEC diz que vai testar projeto de educação integral no ensino fundamental

  • G1
  • 27 Dez 2019
  • 13:11h

(Foto: Reprodução)

O Ministério da Educação pretende, em 2020, elaborar um projeto-piloto de implantação de ensino integral com turmas do 6º ao 9º ano do ensino fundamental de 40 escolas. Segundo nota divulgada no site oficial do MEC nesta quinta-feira (26), o secretário de Educação Básica, Janio Macedo, afirmou que a proposta é trabalhar com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) "para desenvolver um programa que será lançado oficialmente em 2021". Um dos objetivos é combater a evasão escolar. "Se analisarmos o nosso percurso educacional, vamos verificar que, do 5º ano para o 6º ano do ensino fundamental e do 9º ano para a 1º série do ensino médio, perdemos muitos estudantes. Seja por abandono ou repetência", explicou ele. Para o ensino médio, o secretário disse que o programa Ensino Médio em Tempo Integral deve ser ampliado para 500 novas escolas e 40 mil novas vagas, chegando a um total de 1.527. No início do ano, 9,5% das matrículas no ensino médio eram em tempo integral.