BUSCA PELA CATEGORIA "Educação"

Renovação do Fies é prorrogada

  • 16 Nov 2018
  • 18:14h

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) prorrogou para o dia 23 de novembro o prazo para renovação semestral dos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do 2º semestre de 2018. A portaria foi publicada nesta sexta (16) no Diário Oficial da União.A nova regra vale para os contratos simplificados e não simplificados.Também foi prorrogado para 23 de novembro o prazo para a transferência integral de curso ou de instituição de ensino, e o prazo para soliticar a dilatação do período de utilização do financiamento referente ao 2º semestre de 2018. Os aditamentos dos contratos deverão ser feitos pelo sistema SisFies.

N° de professores de creches com ensino superior sobe de 11% para 66% em 17 anos

  • 15 Nov 2018
  • 15:11h

Foto: Marcelo Brandt/G1

Em 17 anos, a formação dos professores que trabalham nas creches brasileiras mudou radicalmente. O mais comum, em 2000, era encontrar docentes que tinham estudado até o ensino médio, sem fazer uma graduação – caso de 66,4% deles. Cerca de 9% não tinham nem terminado o ensino fundamental. Em 2017, ano do último Censo Escolar, a situação se inverteu: 66,3% dos professores têm diploma de ensino superior. Um terço do total fez, inclusive, algum tipo de especialização. Segundo estudiosos consultados pelo G1, os dados do Censo, divulgados anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), comprovam uma mudança na forma como a creche é vista: não é um local onde bebês e crianças de 0 a 3 anos recebem apenas cuidados básicos. É mais do que isso: está no sistema educacional e tem funções pedagógicas importantes.Consequentemente, passa a exigir profissionais capacitados. “A creche promove a possibilidade de um desenvolvimento saudável. Precisa de um programa pedagógico e de boa formação de professores”, diz Beatriz Abuchaim, da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal. “Ali, a criança vai conhecer o mundo, aprender a se relacionar com pessoas da mesma idade que ela e desenvolver questões cognitivas, como a expressão verbal”, diz. Cristina Nogueira, coordenadora do curso de pedagogia no Instituto Singularidades (SP), também reforça a mudança de perspectiva em relação à creche. “Ela nasceu como uma instituição de assistencialismo, para ajudar os pais. Depois, com estudos na sociologia, na pedagogia e na psicologia do desenvolvimento, a creche passou a ir além dos cuidados – e a aprendizagem e o bem-estar começaram a ser valorizados nessa fase”, explica. Apesar dos avanços, há desafios: existem faculdades de pedagogia de curta duração e sem experiências práticas. Os profissionais formados ainda se deparam com salários baixos, salas de aula superlotadas e falta de infraestrutura em determinadas instituições de ensino. A seguir, especialistas analisam os avanços e os obstáculos para os professores que atuam nessa etapa de ensino.

Renovação de matrículas da rede estadual serão realizadas de 26 de novembro a 17 de dezembro; confira calendário

  • 15 Nov 2018
  • 13:14h

Foto: Claudionor Junior

A renovação da matrícula dos estudantes da rede estadual de ensino que frequentaram regularmente o ano letivo 2018 na Bahia será realizada de 26 de novembro a 17 de dezembro de 2018. A informação é da Secretaria da Educação do Estado (SEC), que divulgou nesta quarta-feira (14) a portaria que regulamenta todos os procedimentos de matrícula.Conforme a SEC, a renovação poderá ser feita presencialmente, nas escolas, ou através do sistema online, pelo Portal da Educação. Para a renovação da matrícula, a unidade escolar entregará aos estudantes uma carta que deverá ser devolvida à secretaria escolar, mediante protocolo. Caso a carta não seja entregue, o aluno poderá perder a vaga na unidade escolar onde estudou em 2018. A novidade deste ano, conforme informou a secretaria, é que a apresentação do cartão de vacina dos estudantes até 18 anos de idade se tornará obrigatório no ato da matrícula.O calendário escolar do ano letivo de 2019 da rede estadual está previsto para começar no dia 11 de fevereiro e terminar no dia 16 de dezembro. Conforme portaria publicada no Diário Oficial, os Núcleos Territoriais de Educação (NTE) poderão apresentar à Secretaria da Educação do Estado um calendário escolar diferenciado e que considere as peculiaridades locais, inclusive climáticas, culturais e econômicas das regiões. O mesmo pode acontecer com as escolas indígenas, quilombolas e do campo, considerando as atividades produtivas e socioculturais das suas comunidades. Em ambos os casos, o ano letivo terá carga horária mínima de 800 horas, distribuídas em 200 dias de efetivo trabalho escolar, excluído o tempo reservado à avaliação final.

Gabarito do Enem 2018 é divulgado

  • 14 Nov 2018
  • 13:02h

Foto: Reprodução/Arte G1

Estão disponíveis os gabaritos oficiais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou os gabaritos de cada uma das provas aplicadas e os cadernos de questões na íntegra. O material está disponível na página do Enem. Os resultados individuais do Enem serão divulgados no dia 18 de janeiro.O Inep disponibilizou também todos os vídeos da videoprova em Língua Brasileira de Sinais (Libras) no Canal no Youtube. Segundo a autarquia, Isso permitirá que os surdos e os deficientes auditivos tenham como estudar para futuras edições do Enem em sua primeira língua. As respostas das questões estão no gabarito do caderno verde.  Além disso, estão disponíveis as provas ampliada e superampliada, que são azuis para o primeiro domingo e amarelo para o segundo; e as provas ledor, de cor laranja.Mesmo com o gabarito, os candidatos não conseguirão saber a nota que tiraram, porque o sistema de correção do Enem usa a metodologia da teoria de resposta ao item (TRI), que não estabelece previamente um valor fixo para cada questão. O valor varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item.Assim, se a questão tiver grande número de acertos será considerada fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. O estudante que acertar um item com alto índice de erros, por exemplo, ganhará mais pontos por ele. Dessa forma, o candidato só saberá a sua nota nas provas objetivas após a divulgação do resultado final, em janeiro. Na última segunda-feira (12), o Inep anulou uma das questões da prova de matemática por já ter sido usada em um vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 2013, descumprindo os requisitos de ineditismo e sigilo do exame. A autarquia instaurou sindicância para apurar responsabilidades. O Enem foi aplicado nos dias 4 e 11 de novembro a mais de 4 milhões de estudantes em todo o país. No primeiro domingo, os estudantes fizeram provas de linguagem, ciências humanas e redação. No segundo domingo, fizeram provas de ciências da natureza e matemática. A nota do exame poderá ser usada para concorrer a vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

UESB abre amanhã (14) inscrições para vestibular 2019 com 1.186 vagas no sudoeste

  • 13 Nov 2018
  • 14:05h

Foto: Brumado Urgente

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) abre, na quarta-feira (14), as inscrições para o vestibular 2019. O prazo termina no dia 2 de dezembro, exclusivamente, pela internet. Segundo informações da universidade, são 47 cursos de graduação, com 727 vagas para o primeiro período letivo de 2019 e 459 para o segundo período. Acesse aqui o edital.Metade dessas vagas são disputadas em ampla concorrência, e a outra metade é destinada aos candidatos cotistas. Além disso, a universidade disponibiliza três vagas adicionais por curso para quilombolas, índios ou pessoa com deficiência (uma por categoria). Entre as opções de curso, são 22 licenciaturas e 25 bacharelados, distribuídos nos três campi. A lista completa de graduações disponíveis por campus pode ser conferida no site da Uesb. As provas serão aplicadas nos dias 20 e 21 de janeiro, nas três cidades onde a Uesb tem campus: Itapetinga, Jequié e Vitória da Conquista. Os candidatos irão fazer provas objetivas e uma redação. As provas objetivas serão divididas em Português (Língua Portuguesa e Literatura Brasileira), Língua Estrangeira, Matemática, Ciências Humanas (História, Geografia e Conhecimentos Contemporâneos) e Ciências da Natureza (Física, Química e Biologia). No ato de inscrição, o candidato deve escolher a opção de língua estrangeira: Inglês, Francês ou Espanhol.

Resultado do Encceja 2018 do ensino médio é divulgado pelo Inep

  • 13 Nov 2018
  • 09:13h

O estudante inscrito no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2018 para o ensino médio já pode acessar os resultados individuais para conferir como foi o desempenho. As notas estão na Página do Participante, e pode ser acessada com o número do CPF do estudante e a senha individual. Segundo o Inep, quem obteve a nota mínima deve procurar as Secretarias Estaduais de Educação e dos Institutos Federais de Educação Ciência e Tecnologia, que escolheram durante a inscrição, para solicitar a certificação do ensino médio. A prova do Encceja foi aplicada em 5 de agosto para 1,6 milhão de pessoas. Dos inscritos para o ensino médio, 578.865 fizeram as provas e 36% conseguiram a certificação completa nas quatro áreas de conhecimento. Segundo o instituto, 91% dos inscritos para o ensino médio tiveram nota mínima em ciências da natureza; 81,1 % em ciências humanas; 67,3% em linguagens e redação; e 59,6 % em matemática. O Inep diz que, no entanto, o número de certificados poderá ser maior porque o Encceja permite que o estudante solicite a certificação se ele obtiver desempenho mínimo de algumas áreas em anos anteriores, e outras áreas neste ano. Os resultados do ensino fundamental serão liberados a partir de 10 de dezembro.

29,2% dos candidatos faltam no 2º dia de provas do Enem 2018 e 66 são eliminados

  • 12 Nov 2018
  • 09:05h

Foto: Nilson Klava, GloboNews

A presidente do Inep, Maria Inês Fini, afirmou neste domingo (11), em uma entrevista coletiva na qual foi apresentado balanço final do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018, que 1.610.681 candidatos inscritos (correspondente a 29,2% do total) faltaram no segundo dia de provas, realizado nesta tarde. Ao todo, 5.513.749 estudantes se inscreveram para prestar o Enem neste ano. No domingo passado, primeiro dia de aplicação das provas do Enem, foi registrado o menor índice de estudantes ausentes desde 2009, quando passou a ter dois dias de aplicação: 24,9% de absenção. O ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva – que também participou da entrevista coletiva –, observou que, historicamente, as ausências no segundo dia de provas do Enem são maiores do que as do primeiro. A dirigente do Inep também informou na coletiva que 66 estudantes foram eliminados neste domingo por descumprirem as regras do exame. Dos estudantes eliminados, explicou Maria Inês, 64 descumpriram algum tipo de regra do edital do Enem 2018, um foi flagrado em revista no detector de metal e outro se recusou a coletar do dados biométricos. Rossieli destacou que, neste domingo, não foi registrado nenhum caso que impedisse os estudantes de realizar as provas e que obrigasse o ministério a reaplicar o exame. Na semana passada, a aplicação do Enem foi interrompida por problemas na rede elétrica em um dos locais de prova de Franca, no interior de São Paulo, e outro em uma universidade no município de Porto Nacional, em Tocantins. Cerca de 1,3 mil candidatos desses locais de São Paulo e Tocantins foram prejudicados pela falta de energia e terão que refazer as provas do primeiro dia em dezembro. "Hoje, tivemos um dia onde a logística e a aplicação das provas funcionou maravilhosamente bem, com muita tranquilidade", avaliou o titular da Educação. Neste domingo, os candidatos do Enem 2018 realizaram as provas de matemática e ciências da natureza, que engloba as disciplinas de física, química e biologia.

Confira 7 dicas para controlar a ansiedade na hora da prova

  • iBahia
  • 10 Nov 2018
  • 16:37h

(Foto: Divulgação)

[email protected] para o segundo dia do Enem? Na véspera da prova de ciências da natureza e de matemática, que acontece neste domingo (11), você precisa aproveitar o tempo para descansar e aliviar a ansiedade sobre o resultado. De acordo com Ivo Carraro, professor do curso Positivo, a ansiedade pode prejudicar o desempenho do estudante na prova. “A ameaça de não ser aprovado atinge o psicológico e gera consequências como os famosos ‘brancos’ durante as provas”, explica. Além disso, a ansiedade pode traz sintomas físicos. Dores de cabeça e musculares, falta de concentração, náuseas, falta de ar, tremores e confusão mental.Esses sintomas podem levar o estudante ao erro por descuido ou desatenção.Para te ajudar a se preparar nesta reta final, Ivo Carraro dá algumas dicas. 

1 - Dormir bem: o sono é um grande aliado do estudante, estar descansado é fundamental para um bom desempenho e melhor acesso à memória.

2 - Não ter medo: compreender que o vestibular não é um ‘bicho de sete cabeças’, como um predador. Se o estudante se preparou, a prova é apenas mais uma tarefa para atingir o objetivo.

3 - Conhecer o local da prova antes da data de realização evita surpresas como perder o horário, por exemplo.

4 - Ter estratégia: iniciar a prova pelas questões mais fáceis gera autoconfiança e o tempo restante fica para o “chute” nas mais difíceis.

5 - Focar em si mesmo: não perder a concentração após outros candidatos entregarem a prova. Cada um tem o seu tempo.

6- Contar com a família: um abraço antes da prova vale mais do que mil palavras de apoio.

7 - Manter-se confortável: durante a prova, tirar alguns segundos para alongamentos restabelece o nível de cortisol, hormônio que ajuda a combater o estresse, além de recompor a resistência física. Em alguns momentos, respirar profundamente pelo nariz e soltar o ar vagarosamente pela boca ajuda a oxigenar o cérebro e reduzir a ansiedade.

Estudantes fazem domingo (11) a segunda fase do ENEM

  • Ascom I Educação
  • 10 Nov 2018
  • 09:06h

O domingo (11) será marcado pelo segundo e último dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Serão aplicadas as provas de Matemática e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Mais uma vez os estudantes terão que ficar atentos para os horários de aplicação das provas em função do horário de verão. Na Bahia, os portões serão abertos às 11h, fechados às 12h e as provas terão início às 12h30. O diferencial com relação ao primeiro dia de provas é que neste domingo, a aplicação das provas será até às 17h30. Também é importante observar as regras estabelecidas. O candidato deve se dirigir ao local indicado no cartão de identificação e apresentar um documento de identificação original, com foto, a exemplo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e das cédulas de identidade expedidas por Secretarias de Segurança Pública, Forças Armadas, Polícia Militar e Polícia Federal. Caso tenha perdido os documentos, será preciso apresentar um Boletim de Ocorrência expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias do primeiro domingo de aplicação. Para fazer as provas, também só sé aceita a caneta esferográfica de tinta preta e fabricada em material transparente. É proibido, na hora da prova, o uso de borracha, corretivo, lápis, lapiseira, impressos e anotações, fones de ouvido e dispositivos eletrônicos, a exemplo de relógios, calculadoras, agendas eletrônicas, telefones celulares, smartphones e tablets. 

Orientações - Para auxiliar os estudantes nesta reta final de provas, dois professores da rede estadual de ensino destacam algumas dicas importantes e que podem otimizar a resolução das questões. A professora de Matemática, Enoilma Silva, do Colégio Estadual Luiz Robério de Souza, localizado no bairro de Plataforma, em Salvador, fala sobre a interpretação das questões. “As questões de Matemática vão exigir do candidato um bom hábito de leitura dinâmica, compressão, interpretação e raciocínio lógico. Uma dica importante é que algumas questões podem ser resolvidas sem precisar de cálculos, somente pela lógica”, revelou, ao destacar alguns dos assuntos comuns na prova de Matemática. “Os conteúdos mais cobrados são operações com números racionais, estatística, porcentagem, regra de três, equações e geometria”, enfatizou. O professor de Matemática, Sérgio Correia Silva, que leciona no Colégio Estadual da Polícia Militar Luiz Tarquinio, localizado no bairro de Boa Viagem, em Salvador, também destaca algumas dicas para os estudantes. “Neste último momento, os estudantes devem fazer pequenas revisões focando em assuntos de Matemática básica como ‘equação do 1° e 2° grau’, ‘as quatro operações’, ‘função do 1° e 2º grau, ‘juros simples e compostos’, ‘geometria espacial e plana’, além de análises de gráficos e tabelas”, ressaltou. Para a resolução das questões da prova, o educador também destaca algumas dicas importantes. “O estudante deve ler toda a prova com bastante atenção e responder primeiro as questões mais fáceis para ele, pois as questões mais complexas requerem mais tempo. Uma dica essencial é responder o que de fato a questão pede e, assim, chegar na resposta correta após interpretar o enunciado da questão e aplicar o cálculo correto”, concluiu.

1º dia de provas do Enem 2018 teve menor índice de ausentes dos últimos anos e 71 eliminados

  • 05 Nov 2018
  • 08:07h

Foto: Nilson Klava, GloboNews

Em balanço do primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018, a presidente do Inep, Maria Inês Fini, afirmou que, neste domingo (4), foi registrado o menor índice de estudantes ausentes dos últimos anos. Dos 5,5 milhões de inscritos na edição deste ano do Enem, apenas 24,9% não compareceram para fazer o exame, informou a dirigente do instituto (4.139.319 candidatos realizaram as provas neste domingo). Maria Inês e o ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, concederam uma entrevista coletiva na noite deste domingo, em Brasília, para prestar esclarecimentos sobre o primeiro dia de provas do exame. A avaliação do governo é de que a primeira etapa do Enem foi tranquila, apesar de problemas pontuais registrados em razão de falta de energia elétrica e uso de ponto eletrônico. "Nós tivemos, talvez, um dos Enems mais tranquilos já registrados, porque foram muito poucas as ocorrências negativas, apenas 71, considerando que são mais de 4 milhões e 100 mil pessoas participando, 156 mil salas de aplicação, mil setecentos e tantos casos municípios, 600 mil pessoas trabalhando para que o Enem desse certo", declarou o ministro. A presidente do Inep disse que, na avaliação dela, o baixo número de ausências neste primeiro dia do Enem se deve, especialmente, à campanha que foi realizada pelo Ministério da Educação para alertar os estudantes de que a primeira etapa do exame coincidia com o início do horário de verão em vários estados. "Fizemos um assédio, praticamente, em todos os participantes para que eles não perdessem o horário de prova e, com isso, convidando-os insistentemente a consultar o cartão de confirmação. Acredito que essa movimentação que tivemos nas últimas duas semanas foi um fator decisivo", opinou Maria Inês.

Redação do Enem 2018 tem como tema a 'manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet'

  • 04 Nov 2018
  • 13:12h

Foto: Reprodução/Inep

O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2018) é "Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet". O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) no início da tarde deste domingo (5). Ao G1, Thiago Braga, professor e autor de redação do Colégio pH, afirmou que o tema não é um dos mais simples para os estudantes. "A princípio não me parece um tema fácil porque possibilita uma série de leituras, pode levar o aluno para uma direção diferente do que a banca quer", afirmou ele. "É voltado para o comportamento, não parece ligado a política, mas sim mais ligado a costumes. Depende de qual direção vai dar, dos textos dados de apoio." Segundo Braga, vários assuntos podem ser abordados. "Os alunos podem falar sobre privacidade, sobre como hoje ela não existe mais", disse ele. "Se você está na internet os seus dados são utilizados para que você seja conhecido e seja conduzido a determinado tipo de comportamento. isso pode ser problematico porque as pessoas acabam perdendo [a privacidade]."

Enem 2018 começa neste domingo para 5,5 milhões de participantes

  • 04 Nov 2018
  • 09:14h

(Foto: Metrópoles)

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) abre seus portões logo mais, às 12h (horário de Brasília), para 5,5 milhões de participantes. Neste ano, o primeiro dia de provas vai coincidir com o primeiro dia do horário de verão. As provas serão de redação, linguagens e ciências humanas. As notas obtidas no Enem serão depois usadas pelos candidatos em um sistema do governo federal, o Sisu, que é a principal forma de acesso para vagas na rede pública de ensino superior. As notas também são aceitas em 27 instituições de Portugal. Para o Ministério da Educação (MEC), é a segunda maior prova do tipo no mundo, só perdendo para o "gao kao", prova de admissão ao ensino superior da China , com 9 milhões de candidatos. O exame é dividido em dois fins de semana consecutivos, ao invés de um fim de semana com as duas provas. Em 2018, as provas serão nos dias 4 e 11 de novembro. Neste primeiro dia, domingo (4), o candidato terá a redação e 90 questões de linguagens e ciências humanas. O segundo dia, com a prova de exatas, será no domingo seguinte (11), e terá 30 minutos a mais de duração.

'Coincidência do destino', diz mãe que fará provas do Enem na mesma sala do filho na Bahia

  • G1
  • 04 Nov 2018
  • 08:06h

Foto: Reprodução/TV Bahia

"Eu não fiz cursinho estudei em casa mesmo e meu filho me ajuda, estuda junto comigo", é o que conta Luciana Dantas, de 43 anos. Pela primeira vez ela vai fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na mesma sala que o filho, Eros Dantas, de 18 anos, e acredita que o "encontro" foi um incentivo para ela. A primeira etapa do exame será no domingo (4). Mãe e filho farão as provas em uma faculdade de Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador. "Ele fez [Enem] no ano passado. Juntos é a primeira vez. posso dizer que foi uma coincidência do destino a gente cair na mesma sala, no mesmo local. Eu gostei de uma frase que o professor falou, que a gente tem que procurar um sentido e o meu sentido é o meu filho. É o que me faz caminhar é o que me faz procurar, buscar mais, me ajuda, me leva para frente", contou. Eros, assim como a mãe, também comemora a coincidência e diz que ter Luciana na mesma sala que ele servirá de incentivo na hora da prova. "Vai ser mais tranquilo por ter uma pessoa que está ali do seu lado, uma pessoa que está te apoiando sempre, que passou esse tempo todo, incentivando você em tudo. Aí você olha para o lado e aquela pessoa está ali, ainda mais na mesma sala que você", revela Eros. O jovem já tinha feito Enem. Ele cursa a faculdade de Farmácia, mas sonha em ser médico. Já Luciana, há quatro anos, deixou o curso de contabilidade para tratar um câncer e agora sonha em fazer pedagogia. "É como se fosse uma concretização de um sonho, de quando eu estava no hospital. Eu pedia muito a Deus que eu queria voltar para ver meu filho estudando", Luciana Dantas. Luciana enfatizou até a facilidade para chegar ao local de prova. "Achei que meu marido ia ter que passar em dois locais para deixar a gente, mas não vai acontecer, isso é ótimo", brincou. Luciana e Eros estão entre os mais de 398 mil baianos que vão fazer a prova do Enem este ano. As provas acontecem em dois domingos. No dia 4, os candidatos farão provas de linguagens, ciências humanas e redação. A duração será de 5h30. Já no dia 11 as provas serão de ciências da natureza e matemática. Nesse dia a prova terá a duração de 5h.

Enem: Devido ao horário de verão, portões serão fechados ao meio-dia na Bahia

  • 03 Nov 2018
  • 19:31h

O horário de verão terá início na madrugada deste domingo (4), mesmo dia de aplicação da primeira etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). No entanto, a Bahia não adotará a medida, como nos últimos anos. Por conta disso, a abertura dos portões para realização da prova acontece às 11h, com fechamento ao meio-dia. No primeiro dia do Enem, serão aplicadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Redação e Ciências Humanas e suas Tecnologias. No segundo dia, 11 de novembro, os estudantes irão fazer provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e de Matemática e suas Tecnologias. O candidato deve se dirigir ao local indicado no cartão de identificação e apresentar um documento de identificação original com foto, a exemplo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e das cédulas de identidade expedidas por Secretarias de Segurança Pública, Forças Armadas, Polícia Militar e Polícia Federal. Caso tenha perdido os documentos, será preciso apresentar um Boletim de Ocorrência expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias do primeiro domingo de aplicação. Para fazer as provas, só será aceita caneta esferográfica de tinta preta e fabricada em material transparente. É proibido o uso de borracha, corretivo, lápis, lapiseira, impressos e anotações, fones de ouvido e dispositivos eletrônicos, a exemplo de relógios, calculadoras, agendas eletrônicas, telefones celulares, smartphones e tablets.

Carteiras de identidade digitais não poderão ser usadas no Enem

  • Agência Brasil
  • 03 Nov 2018
  • 12:19h

Valter Campanato/Arquivo Agência Brasil

Carteiras de identidade digitais não poderão ser usadas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Para fazer as provas, os participantes deverão levar um documento oficial de identificação original, com foto e caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente. Os dois itens são os únicos obrigatórios para o exame. A presidente do Inep, Maria Inês Fini, alerta os candidatos que farão o Enem de que não poderão usar identidades digitais. Isso porque haverá três checagens de identidade e uma delas ocorrerá durante a prova, quando o uso do celular é proibido. “Não leve essa única prova de identidade porque dentro da sala de aplicação de prova, ela não poderá ser utilizada”. Os documentos válidos são as carteiras de Identidade expedidas por secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar e Polícia Federal; Carteira de Trabalho e Previdência Social; passaporte; Carteira Nacional de Habilitação, com fotografia e identidade funcional. Outros documentos específicos podem ser consultados na página do Enem. Maria Inês é enfática em relação ao uso da caneta. “Estudantes perguntaram se não poderiam usar outras canetas, que são mais confortáveis para escrever. Não podem. Tem que ser caneta preta em material transparente”, diz. Os estudantes poderão levar para o exame, que tem duração de 5 horas e 30 minutos neste domingo (4) e de 5 horas no próximo (11), um lanche. Caso esse lanche seja caseiro e não esteja embrulhado em material transparente como papel filme, ele será fiscalizado antes de ser liberado.

Aconselhável levar - Além dos documentos obrigatórios, é aconselhável que os estudantes levem para o exame o Cartão de Confirmação de Inscrição impresso. No cartão constam o local de prova do estudante, além da opção de língua estrangeira escolhida e, se for o caso, atendimento específico ou especializado solicitado. O cartão pode ser acessado na Página do Participante ou pelo aplicativo do Enem 2018, disponível para download na App Store e na Google Play. É preciso informar o CPF e a senha cadastrada na inscrição. Os estudantes poderão levar também a Declaração de Comparecimento impressa para assinatura do chefe de Sala, caso precise do documento para justificar, por exemplo, falta no trabalho. A declaração está disponível também na Página do Participante.

Não levar - Os seguinte itens são proibidos no Enem: borracha; caneta de material não transparente; corretivo; dispositivos eletrônicos, como wearable tech, calculadoras, agendas eletrônicas, telefones celulares, smartphones, tablets, ipods, gravadores, pen drive, mp3, relógio e alarmes;  fones de ouvido ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados imagens, vídeos e mensagens; impressos e anotações; lápis; lapiseira; livros e manuais. Antes de entrar na sala de prova, os participantes deverão guardar no envelope porta-objetos, fornecido pelo aplicador, o telefone celular e quaisquer outros equipamentos eletrônicos desligados. Também deverão ser guardados todos os itens proibidos no Enem. Segundo o Inep, o envelope porta-objetos deverá ser lacrado e identificado pelo participante antes de ingressar na sala de provas, e ser mantido até a saída definitiva do local de provas debaixo da carteira durante a realização das provas.