BUSCA PELA CATEGORIA "Economia"

Engenheiro implanta luz solar em residência e economiza mais de R$ 300 na conta de energia

  • Patrícia Nobre, Jornal Hoje
  • 05 Mai 2019
  • 09:39h

Casal separando material reciclável para entregar em posto da Coelba e ter desconto na conta de luz em Salvador — Foto: Reprodução/TV Bahia

Um engenheiro de Salvador decidiu aderir ao consumo consciente para economizar na conta de luz e, também para ter um consumo sustentável. Luís Carlos Faria implantou um sistema de luz solar na própria residência e economizou cerca de R$ 326 na conta de energia desde que aderiu ao programa, em janeiro deste ano. Assim como o engenheiro, outros baianos têm aderido a programas que promovem o cuidado do do meio ambiente e resultam na redução de valores das contas de água, luz e IPTU. Para a implantação do sistema de luz solar, o engenheiro Luís Carlos se cadastrou na Secretaria Cidade Sustentável e Inovação (Secis). A pasta municipal possui um programa criado para incentivar o uso de energia solar, que resulta na economia da conta de luz e o proprietário do imóvel ainda ganha desconto no IPTU. Conforme o programa, se a geração da energia solar da casa corresponder a 50% da energia elétrica consumida, o IPTU fica 5% mais barato. O descontou pode chegar a até 10%. No caso de Luís Carlos, em setembro de 2018, quando ele ainda não tinha o sistema de luz solar a conta de energia elétrica da casa dele foi de R$ 406. Em fevereiro deste ano, já utilizando a energia do sol, a conta de luz do engenheiro passou a ser R$ 80. Além desse desconto, ele comemora o redução do preço do IPTU. "Eu estava pagando em torno de R$ 1.550, mais ou menos, de IPTU. Com desconto de 10% vou pagar R$ 1.400", contou o engenheiro.

 

 

O desconto que o casal Marcelo e Cristina tem é também na conta de luz. Eles aderiram a um programa da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) para a reciclagem de resíduos.

O casal, que mora na capital baiana, separa o lixo doméstico reciclável e leva para um posto da Coelba que recebe esse material. No local, os recicláveis são pesados separadamente e em seguida, sai um relatório com o valor do desconto na conta de energia.

Os preços dos resíduos por quilo variam. O alumínio, por exemplo, custa R$ 2,50. Em 2018 foram recolhidas 460 toneladas de resíduos, através do programa, que resultou em mais de R$ 111 mil em descontos para 5.500 famílias.

Cristina teve cerca de R$ 2 em desconto na última vez que entregou os resíduos produzidos em casa. "Qualquer desconto é bem-vindo. Seja baixo, alto, o que vier é bom. Além de tudo, a gente está fazendo um bem pra natureza", disse a aposentada, Cristina Abreu.

 

Outro programa

O Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco criou um programa que dá descontos de até 44% na conta de água do produtor rural que adote medidas de economia.

"Se a gente conseguir se relacionar com a água de forma diferente, conseguir se relacionar com a energia de forma diferente, tendo ganho financeiro com isso, mudanças sociais e ganhos ambientais, é a prática do conceito de sustentabilidade", disse o especialista em educação ambiental, Thiago Siqueira.

CONTINUE LENDO

Mão no Bolso: Petrobras reajusta gás de cozinha em 3,43% a partir deste domingo (05)

  • Redação
  • 04 Mai 2019
  • 10:33h

(Foto: Brumado Urgente Conteúdo)

A Petrobras irá reajustar em 3,43%, em média, o preço do gás de cozinha a partir do próximo domingo (5). O aumento será para o botijão de 13 quilos (kg), sem a cobrança de tributos. O preço do botijão de 13kg vai custar R$ 26,20. De acordo com a Agência Brasil, o último reajuste ocorreu no dia 5 de fevereiro, exatamente há três meses, quando o valor do gás de cozinha subiu para R$ 25,33 para as distribuidoras. Em nota, o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) informou que as empresas distribuidoras associadas à entidade foram comunicadas na tarde de hoje pela Petrobras que o GLP residencial para embalagens de até de 13kg ficará mais caro a partir do próximo domingo. De acordo com o Sindigás, o reajuste oscilará entre 3,3% e 3,6%, de acordo com o polo de suprimento.

IBGE estima aumento de 20% em safra de tomate da Bahia em 2019

  • Redação
  • 03 Mai 2019
  • 15:20h

(Foto: Reprodução)

A produção de tomates na Bahia deve ter alta de 20% em 2019. Os dados são do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Neste ano, a produção do produto deve chegar a 275,8 mil toneladas. Em 2018, a safra foi de 230,8 mil toneladas, o que dá 45 mil toneladas a mais em 2019. Segundo o G1, o aumento da produção baiana deve diminuir a necessidade de importar tomates de outros estados, o que deve reduzir o preço do produto para o consumidor. Com a safra esperada, a Bahia deve subir para a quarta posição no ranking nacional. O primeiro produtor continua sendo Goiás, com produção estimada de 1,1 milhão de toneladas neste ano.

Governo finaliza propaganda pró-reforma: 'Quem ganha mais vai contribuir com mais'

  • Redação
  • 03 Mai 2019
  • 10:29h

(Foto: Reprodução)

O Palácio do Planalto finalizou a formatação da publicidade a favor das mudanças nas regras de aposentadoria, de acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo. O mote, “Nova Previdência, pode perguntar”, tenta desmontar críticas à proposta e apresentar de maneira palatável os principais troncos do projeto de Jair Bolsonaro.  As peças dizem que nada muda para quem já é aposentado, que as alterações vão ampliar a margem para investimentos e que quem ganha menos vai contribuir com menos e quem ganha mais vai com contribuir mais. A campanha foi formulada pela Artplan. As peças feitas para a TV apostam na simulação de diálogos, no formato pergunta e resposta. A ideia central é apontar para uma gestão capaz de justificar e defender os principais pontos da proposta. Há ainda uma espécie de selo que classifica as informações oficiais como “Essa é a verdade”.

Rede Bahia emite nota de posicionamento sobre a demissão de 120 profissionais

  • Júnior Moreira Bordalo / Ian Meneses
  • 03 Mai 2019
  • 06:58h

(Foto: Reprodução)

Após a confirmação dos “boatos” de que a Rede Bahia estaria iniciando um processo de demissão de cerca de 120 empregados da casa, nesta quinta-feira (2) (relembre aqui), a afiliada da Rede Globo no estado emitiu uma nota de posicionamento esclarecendo os motivos para o desligamento de profissionais integrantes da TV, sites, rádio e jornal impresso.  Em nota, a Rede Bahia afirma que “está realizando um redesenho no seu portfólio de produtos e na governança das suas empresas” e que “o grupo tem investido na modernização dos processos de trabalho, evoluindo no uso de tecnologias avançadas, o que vem permitindo aumentar a produtividade e manter a segurança operacional”. As recentes modificações internas são justificadas pelo grupo como motivo principal para que “alguns profissionais finalizem seus ciclos, seja por aposentadoria, para assumirem novos desafios ou por decisão empresarial”. Até então, foram confirmados as demissões da jornalista Anna Valéria, uma das mais antigas integrantes da casa e segundo informações internas, Ramon Ferraz é outro nome entre os demitidos. Na área da produção foram dispensadas Telma Verçosa, Mara Viana e Márcia Freire. De acordo com informações obtidas pelo Bahia Notícias, a IContent, empresa de eventos do grupo, terá toda sua equipe dispensada. Os grandes eventos realizados no estado, como o tradicional Festival de Verão, serão realizados a partir de agora em parceria com três outras empresas de evento de grande porte, entre elas a Salvador Produções do empresário Marcelo Britto. Profissionais integrantes de outras emissoras locais prestaram solidariedade aos demitidos da Rede Bahia nesta quinta-feira (2). Entre eles está o apresentador do “Que Vem O Povo”, da TV Aratu, Casemiro Neto, que fez parte da TV Bahia por 18 anos.  

 

 

Rede Bahia promove demissão em massa de funcionários

  • BNews
  • 02 Mai 2019
  • 18:09h

(Foto: BNews)

O mês de maio começou com cortes na equipe da Rede Bahia. Em crise, a afiliada da Globo no estado deu início nesta quinta-feira (2) a um processo de demissões. Cerca de 100 funcionários devem ser desligados da emissora. O principal motivo da redução no quadro de colaboradores seria o corte de gastos. Outro motivo que corre nos bastidores é que a emissora estaria sofrendo com a baixa audiência que vem desde 2018. Entre os nomes que foram cortados da emissora estão os de Telma Verçosa, responsável pela documentação da Rede Bahia, Mara Viana e a produtora Márcia Freire. A demissão em massa sensibilizou o apresentador Zé Eduardo, que comentou a situação da concorrente durante a apresentação do Balanço Geral desta quinta-feira (2).

Trabalhador: 'Nem de longe penso em parar', diz dentista de 92 anos que exerce a profissão há quase 7 décadas

  • Por Maiana Belo, G1 BA
  • 01 Mai 2019
  • 15:15h

Igínio Rosse tem 92 anos e há quase 7 décadas atua como dentista — Foto: Egi Santana/G1

Quase 70 anos de carreira em um consultório não foram suficientes para o dentista baiano Igínio Rossi deixar de trabalhar após a aposentadoria. Aos 92 anos, ele atua como dentista em Salvador e surpreende pela disposição na hora de exercer a profissão que começou a ser trilhada quando ele entrou na faculdade de odontologia, na década de 40, com apenas 17 anos. O dentista não trabalha como antes, todos os dias da semana. Ele faz atendimento voluntário nas segundas e quartas-feiras. O trabalho é desenvolvido em um consultório, através de serviços gratuitos disponibilizados por uma igreja católica no bairro da Graça, em Salvador.  A vontade de continuar na área, segundo ele, foi uma forma de se manter atualizado e em movimento. “Quando me aposentei já estava cansado, muitos anos de trabalho. Comecei a perceber que o que eu já tinha era suficiente, já dava para comprar a farinha. Eu atendi no meu consultório particular até quatro anos atrás, com 88 anos. Mas depois que larguei o consultório, o dia passou a ter 26 horas. Então resolvi voltar”, contou.

Dedicação, trabalho e persistência sempre fizeram parte da vida de Igínio, um dos 12 filhos de um italiano dono de uma fábrica de macarrão na capital baiana. Antes mesmo de ter um consultório, Igínio já era funcionário público. Aos 20 anos, após se formar, ele passou no concurso público do Instituto de Aposentadoria de pensões dos Comerciários (IPCA), onde atuou como dentista por 36 anos. “Naquela época eram três anos de faculdade e a gente tinha mais greve do que aula. Logo me formei e em seguida, concorri a uma vaga [do concurso] junto com cinco professores meus da faculdade”, relembrou. Aos 21 anos, Igínio adquiriu o primeiro consultório em Salvador. Diante de tantas conquistas na carreira da odontologia, ele revelou que a profissão nunca fez parte dos sonhos dele e que, na verdade, ele nem sabe dizer o que fez escolher a odontologia. “Tem determinadas coisas na vida que a gente não sabe porque escolhe. Só sei que fiz, depois gostei e pensei: ‘Vou viver disso’”, contou. Além da profissão que ainda exerce, Igínio se divide entre o trabalho e ajuda no cuidado à esposa, de 88 anos, que sofre de Alzheimer. Juntos o casal tem duas filhas. Quando perguntado se as filhas eram do mesmo casamento, ele brincou: ‘Monogâmico’. Em seguida, carregou um tom mais sério na voz para contar sobre o amor e respeito que tem pela esposa. “Meu casamento é estável, sem brigas, nunca briguei com minha esposa”, revelou.

 

CONTINUE LENDO

Petrobras anuncia novo aumento do preço da gasolina em 3,5% nas refinarias a partir de hoje (30)

  • Redação
  • 30 Abr 2019
  • 10:01h

(Foto: Brumado Urgente Conteúdo)

Segundo informações do G1, a Petrobras informou nesta segunda-feira (29) que o preço médio do litro gasolina nas refinarias vai subir 3,5%, para R$ 2,045, a partir de terça-feira (30). É o maior patamar desde 23 de outubro do ano passado (R$ 2,0639). O preço do litro do diesel segue estável em R$ 2,2470. O preço médio da gasolina não mudava desde 23 de abril. A Petrobras reduziu a frequência de reajustes na gasolina. Para evitar perdas, tem utilizado mecanismo de proteção financeira que permite aumentar os intervalos de reajustes nos preços da gasolina nas refinarias em até 15 dias. O repasse do reajuste ao consumidor final, nos postos, irá depender de uma série de variáveis, como a margem de revendedores e distribuidores, de impostos e da mistura obrigatória de biocombustível. Segundo a Petrobras, a mudança na publicação dos preços atende a pedidos do mercado e da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que se queixavam de que a média nacional não dava a transparência necessária sobre como a petroleira estava atuando em seus pontos de venda.

AL-BA fará sessão para discutir fusão entre Banco do Nordeste do Brasil com BNDES

  • Redação
  • 28 Abr 2019
  • 16:19h

(Foto: Brumado Urgente Conteúdo)

A fusão entre o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) proposta pela equipe econômica do Governo Federal será a pauta de sessão especial na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) na próxima segunda-feira (29), a partir das 9h.  Proposta pelo deputado estadual Eduardo Salles (PP), o evento deve fazer discurso contrário ao plano do ministro da Economia Paulo Guedes. “A proposta de fusão é um equívoco porque as duas instituições têm funções diferentes e a junção vai, sem dúvida nenhuma, asfixiar a economia do Nordeste”, reclama Eduardo Salles. O parlamentar afirma que em 66 anos de vida o BNB jamais apresentou qualquer balanço negativo e, mesmo com sua função social, é o maior banco de desenvolvimento regional da América Latina, opera o maior programa de microcrédito produtivo orientado da América do Sul, além de ser responsável pela produção de pesquisas e estudos econômicos voltados à dinamização da economia regional.

Petrobras faz novo reajuste do gasolina em 2%

  • Redação
  • 23 Abr 2019
  • 17:36h

(Foto: Brumado Urgente Conteúdo)

Dezoito dias após o último reajuste na gasolina, a Petrobras anunciou nesta terça-feira (23) aumento de 2%, em média, no preço do produto em suas refinarias. A alta, de R$ 0,0396 por litro, é considerada por importadores insuficiente para cobrir a defasagem de preços acumulada no período. Ao contrário do que vinha ocorrendo, a empresa antecipou o aumento a seus clientes na noite de segunda (22), antes de alterar os valores em seu site. Nesta segunda, a estatal mudou o modelo de divulgação do preço dos combustíveis, passando a publicar os valores de cada um dos seus 35 pontos de venda. No modelo anterior, os reajustes eram publicados no site da companhia entre o fim da manhã e o início da tarde do dia anterior. O site divulgava os preços médios por produto e não a lista de pontos de entrega. Após a alta desta terça, a gasolina sairá das refinarias da Petrobras ao preço médio de R$ 1,975 por litro, ante os R$ 1,9354 vigentes pelos últimos 18 dias. No segundo semestre de 2018, o então presidente da estatal, Ivan Monteiro, havia estabelecido um período máximo de 15 dias sem reajustes da gasolina.

 

Para as importadoras de combustíveis, a alta foi pequena e não cobre a defasagem acumulada em um período de alta das cotações internacionais do petróleo -que atingiram na segunda (22) o maior patamar do ano. Segundo a Abicom (associação que representa as empresas do setor), a defasagem na gasolina antes do reajuste variava entre R$ 0,09 e R$ 0,20 por litro, dependendo do ponto de entrega.

A conta considera conceito chamado paridade de importação, que inclui a cotação internacional e os custos para trazer o produto ao país. É o mesmo conceito utilizado pela Petrobras em sua política de preços dos combustíveis anunciada em 2016.

Como a gasolina da Petrobras representa apenas 32% do preço final do produto, o repasse integral giraria em torno de R$ 0,012 por litro.O preço do diesel foi reajustado em 4,8% na última quarta (17), quase uma semana após recuo em aumento de 5,7% que derrubou as ações da companhia nas bolsas.

O recuo foi decidido após telefonema do presidente Jair Bolsonaro ao presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, alertando sobre os riscos de greve dos caminhoneiros, levantando críticas sobre interferência do governo na gestão da empresa. Em entrevista para anunciar o reajuste na quarta, Castello Branco disse que a decisão de suspender o aumento anterior foi interna e que Bolsonaro lhe garantiu independência para definir os preços.

CONTINUE LENDO

Conta de luz ficará mais cara na Bahia a partir desta segunda-feira

  • Redação
  • 21 Abr 2019
  • 15:00h

(Foto: Brumado Urgente Conteúdo)

Responsável pela regulamentação do setor elétrico no país, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) autorizou, na última terça-feira (16), um reajuste médio de 6,22% nas tarifas de luz para a Bahia. O valor já começa a valer nesta segunda-feira (22) para os cerca de seis milhões de clientes da Coelba. A taxa está acima da inflação oficial do país (IPCA - Índice de preços ao Consumidor) em 2018, que foi de 3,75%. O consumidor só irá perceber essa variação, de forma mais significativa, nas faturas recebidas a partir de maio. Para os clientes atendidos em baixa tensão, que inclui os clientes residenciais, o reajuste médio será de 6,67%. Já os clientes atendidos em alta tensão, como indústrias e comércio de médio e grande porte, o reajuste será de 5,09%. 

Cooperativas da Bahia apostam na produção de cafés especiais e gourmets para exportação

  • G1 | BA
  • 21 Abr 2019
  • 10:32h

Café orgânico é produzido em Seabra — Foto: Divulgação/SDR Bahia

Cooperativas da agricultura familiar da Chapada Diamantina, na Bahia, estão investindo na produção de cafés especiais, essencialmente o gourmet, e visam a exportação do produto para outros estados do país e até para o exterior. Os produtores relatam avanço na produção e, com isso, dizem ter motivos a mais para celebrar o Dia Internacional do Café, comemorado neste domingo (14). Uma das cooperativas é a Coopiatã (Cooperativa de Cafés Especiais e Agropecuária de Piatã), cujo café se mantém entre os dez melhores escolhidos no Cup of Excellence da BSCA – Brazilian Speciality Coffee Association, principal concurso de qualidade de café no mundo. Em Seabra, o café orgânico da Cooperativa de Produtores Orgânicos e Biodinâmicos da Chapada Diamantina (Cooperbio) é outro que se destaca. Produzido por agricultores produtores de café orgânico dos municípios de Abaíra, Bonito, Ibicoara, Piatã, Rio de Contas e Seabra, o café já é exportado para a Alemanha, Inglaterra e Austrália, e comercializado em cafeterias de Salvador, São Paulo e Brasília.

O governo estadual informou que tem investido R$ 3,2 milhões na cadeia produtiva do café, que vem possibilitando agregar valor à produção e alavancar a comercialização do produto. As ações são realizadas por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio do projeto Bahia Produtiva, com recursos do Banco Mundial, e visam a qualificação do café, desde o plantio até o acesso ao mercado. Na Coopiatã, segundo o governo, foram investidos mais de R$1,2 milhão. O presidente da cooperativa, Rodolfo Moreno, destaca que, com o recurso, foi possível melhorar e aumentar as vendas. Já na cooperativa de Seabra, o governo diz que o investimento é feito nas unidades de armazenamento, de classificação de grãos de café, em utensílios para laboratório de provas e caminhão para escoamento da produção. “Os recursos são para expansão da cooperativa e para dar visibilidade aos cafés da agricultura familiar”, disse a presidente da Cooperbio, Brígida Salgado.


Capital do café

Conhecida como “Capital do Café”, Barra do Choça recebeu mais de R$1,5 milhão, aplicado na Cooperativa Mista dos Pequenos Cafeicultores de Barra do Choça (Cooperbac), para a melhoria do cultivo do grão de 155 agricultores familiares, diretamente, e 9.433, indiretamente, informou o governo.

Os investimentos, segundo a administração estadual, visam aumentar a qualidade da produção, com a oferta de assistência técnica e extensão rural, aquisição de equipamentos: cinco despolpadores e 20 estufas instalados nas propriedades dos agricultores, e o que resultará na linha gourmet da Cooperbac.

A cooperativa, informou o governo, também teve sua estrutura contemplada com máquina pesadora, modeladora e empacotadora a vácuo, ampliando o acesso ao mercado.

"A previsão é que, nos próximos quatro anos, o faturamento, que gira em torno de R$ 455 mil, com a linha gourmet chegue a mais de R$1,2 milhão”, afirmou a presidente da Cooperbac, Joahra Oliveira.

 

 

CONTINUE LENDO

Governo libera R$800 mi para evitar paralisação de obras do Minha Casa Minha Vida

  • Redação
  • 21 Abr 2019
  • 08:46h

(Foto: Brumado Urgente Conteúdo)

O governo vai liberar R$ 800 milhões adicionais em recursos para evitar a paralisação das obras do Minha Casa Minha Vida (MCMV), informa reportagem publicada neste sábado, 20, pelo jornal Folha de S. Paulo. De acordo com o texto, a liberação da verba ocorre após pressão das construtoras que atuam no programa de habitação popular, que ameaçavam parar com as obras em maio. A maior pressão vinha das empresas que atuam na faixa 1, que se destina a famílias com renda até R$ 1,8 mil por mês, segmento em que 90% do valor do imóvel é subsidiado com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). De acordo com o texto, os R$ 800 milhões trarão algum alívio, uma vez que, segundo as empresas, há R$ 550 milhões em desembolsos atrasados, mas "não afastam as incertezas para empreendimentos a partir de junho". Empresários relataram ao jornal que a situação é "dramática" e que as construtoras suspenderam a busca por novos terrenos e estão revendo a estratégia para futuros lançamentos. Um deles afirmou que a situação é de "caos" porque o governo não está conseguindo honrar com o cerca de 1,5% da participação que tem no programa.

Mão no bolso: contas de energia terão reajuste a partir do próximo dia 22

  • Redação
  • 17 Abr 2019
  • 07:12h

(Foto: Brumado Urgente Conteúdo)

Um reajuste tarifário nas contas de luz de consumidores da Bahia, Sergipe, Rio Grande do Norte e Ceará foi aprovado nesta terça-feira (16) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Os novos valores passam a ser cobrados a partir do dia 22. Os consumidores residenciais baianos serão impactados por um reajuste médio de 6,22%, segundo a Agência Brasil. Para os consumidores atendidos em baixa tensão, o aumento médio, residenciais e comerciais será de 6,67%. Já para os consumidores atendidos em alta tensão, industriais, o aumento será de 5,09%. A empresa atende 6 milhões de unidades consumidoras. De acordo com a Aneel, a revisão tarifária periódica “reposiciona as tarifas cobradas dos consumidores após analisar os custos eficientes e os investimentos prudentes para a prestação dos serviços de distribuição de energia elétrica”.

Empresa vai recolher cadeiras de ninar após mortes de bebês

  • 14 Abr 2019
  • 16:06h

Foto: Divulgação

O grupo americano Mattel anunciou nesta sexta-feira (12) que vai fazer um recall de 4,7 milhões de cadeiras de balanço de bebê da marca Fisher-Price disponíveis no mercado mundial, após as autoridades dos Estados Unidos indicarem que estas provocaram cerca de 30 mortes em uma década. A Fisher-Price "anuncia o recall de todas as unidades do modelo 'Rock'n Play Sleeper' devido aos casos reportados de mortes de crianças enquanto estavam se balançando (...) sem estarem atadas", informou a empresa em comunicado, acrescentando que estava agindo de acordo com a orientação da Comissão de Segurança de Produtos para o Consumidor dos Estados Unidos. No dia 5 de abril, a comissão emitiu uma advertência sobre o produto, citando a morte de 32 crianças desde 2009, ano do início da comercialização do produto, "após os bebês virarem de cabeça para baixo ou de costas, quando não estavam atados" pelo cinto de segurança da cadeira, destaca a France Presse. Segundo a Fisher-Price, a comissão pediu aos consumidores para deixarem de usar a cadeira a partir dos 3 meses de vida, ou "assim que os bebês começarem a se movimentar sozinhos". O recall do "Rock'n Play Sleeper" também foi solicitado pela Associação Americana de Pediatria.Em comunicado publicado em seu site, a empresa pede que todos os consumidores que tenham comprado o produto no mundo entrem em contato com a empresa para obter reembolso.