BUSCA PELA CATEGORIA "Economia"

Bolsonaro reclama de postos de combustíveis e diz que vai investigar aumento abusivo

  • Redação
  • 20 Set 2019
  • 06:43h

Presidente reforçou, contudo, que Petrobras tem autonomia para definir preços | Foto: REprodução

O presidente Jair Bolsonaro criticou nesta quinta-feira (19) os preços praticados pelos postos de combustíveis. Segundo ele – que citou o ataque de drones, no sábado (14), contra instalações petroleiras da Arábia Saudita -, tem havido prática abusiva de elevação dos preços mesmo antes dos reajustes da Petrobras. “Ontem mesmo, em Brasília, antes desse anúncio da Petrobras [de aumento no preço], que foi no final da tarde, começo da noite, alguns postos subiram 5%, levando-se em conta o ataque de drones à refinaria lá da Arábia Saudita. O preço continuava o mesmo, [mas] teve aumento aqui. Isso para mim é um abuso. A gente vai pra cima deles, tudo que estiver de acordo com a lei, puder defender o consumidor, nós faremos”, disse durante live semanal no Facebook. O presidente afirmou ter determinado à pasta uma investigação sobre eventuais práticas irregulares. “Estou em contato com o ministro das Minas e Energia e ele, obviamente, vai entrar em contato com a Agência Nacional de Petróleo, para ver o que está acontecendo, cartel, seja lá o que for, isso não pode continuar acontecendo”. O aumento citado por Bolsonaro está sendo investigado pelo Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon-DF), que passou a notificar postos pelo aumento sem justificativa.

Pis/Pasep: pagamento aos nascidos em setembro começa nesta quinta

  • Redação
  • 19 Set 2019
  • 11:26h

A Caixa paga nesta quinta-feira (19) o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) para os trabalhadores nascidos em setembro com direito ao benefício. Para quem tem conta no banco, o depósito foi feito automaticamente na terça-feira (17). No caso dos servidores públicos, o pagamento do abono salarial do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) é feito pelo Banco do Brasil (BB). Recebem o benefício este mês os cadastrados com final de inscrição 2. Tem direito ao abono as pessoas cadastradas no PIS/Pasep há, pelo menos, cinco anos e que tenham trabalhado com carteira assinada em 2018 por, no mínimo, 30 dias, com remuneração salarial até dois salários mínimos, em média. É preciso, também, que o empregador tenha informado corretamente os dados do trabalhador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de 2018, entregue ao governo federal. O Abono Salarial estará disponível para saque até 30 de junho de 2020.

‘Ampliação da Vanádio de Maracás fortalece mineração baiana’, diz SDE

  • Redação
  • 18 Set 2019
  • 20:12h

A mina produz 7% da demanda mundial de pentóxido de vanádio e exporta 100% do seu produto | Foto: Divulgação/SDE

Única mineradora de vanádio das Américas, a Vanádio Maracás, do grupo Largo Resources, comemorou cinco anos de operação na Bahia nesta quarta-feira (18), com anúncio de ampliação da produção no estado, passando de 800 toneladas para 1 mil toneladas por mês. No mês passado, a empresa assinou protocolo de intenções com Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), com previsão de investimentos de R$ 82,7 milhões para ampliação e modernização da planta mineiro-industrial no município de Maracás, no sudoeste baiano. A mina produz 7% da demanda mundial de pentóxido de vanádio e exporta 100% do seu produto. Serão mantidos os 373 empregos já existentes e outros 25 postos de trabalho diretos devem ser criados. “O Governo do Estado está empenhado em trazer investimentos para o interior e essa ampliação e modernização do grupo Largo Resources, em Maracás, reflete o resultado deste trabalho. Prova também que o ambiente de negócios da Bahia está sendo atraente e promissor”, afirma o superintendente de Desenvolvimento e Monitoramento de Empreendimentos (Sudem), Deraldo Carlos.

ANP se diz atenta quanto a abusos em preços de combustíveis no Brasil

  • Redação
  • 18 Set 2019
  • 15:16h

(Foto: Reprodução)

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) informou, por meio de nota, que está “atenta” para possíveis cobranças abusivas de combustíveis no Brasil. A cotação internacional do petróleo sofreu uma alta depois de ataques a uma refinaria na Arábia Saudita na semana passada. Segundo o comunicado da ANP, os preços no Brasil são “livres, por lei, em todas as etapas da cadeia: produção, distribuição e revenda.  Diante de denúncias de preços abusivos, a ANP faz ações de campo para confirmar essas suspeitas.  Quando constata a prática de preços abusivos, a agência atua em conjunto com os Procons para penalizar os infratores”. Na última segunda-feira (16), a Petrobras divulgou nota informando que também está monitorando a cotação internacional do petróleo, mas que, até aquele momento, não havia previsão de reajustar o preço dos combustíveis.

Projeto da Coelba oferece desconto na compra de placas de energia solar

  • informações do G1 Bahia
  • 15 Set 2019
  • 11:53h

Cerca de 700 sistemas de energia solar vão ser vendidos pela metade do preço para consumidores residenciais até 2020.| Foto: Brumado Urgente Conteúdo

Um projeto da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) oferece desconto na compra de placas de energia solar. Cerca de 700 sistemas de energia solar vão ser vendidos pela metade do preço para consumidores residenciais até 2020. Os interessados precisam ter um consumo mínimo de 350 kWh/mês. Os preços vão variar entre R$ 5.195,81 e R$ 9.349,40, que são valores com desconto de 50% em relação ao mercado. O primeiro lote, com 150 sistemas, estará disponível a partir da próxima segunda-feira (16). Segundo a gerente de eficiência da Coelba, Ana Cristina Mascarenhas, os descontos são oferecidos após uma avaliação técnica feita pelo órgão.

 

"Ele [consumidor] se inscreve, a gente [técnicos da Coelba] vai na casa dele avaliar se tem sombra, se o telhado está virado para o norte, como é que tá a carga dele. A gente vai fazer uma avaliação técnica. Ele passando por essa avaliação técnica, ele paga os 50% da parte dele e o restante é o bônus, e a gente instala o sistema", explicou Ana Cristina.

A energia consumida pela casa do aposentado Nilmar Justo do Val vem dos painéis solares instalados no telhado. As placas geram 820 kWh/mês, que é suficiente para as necessidades da casa dele e ainda sobra. O excedente vai para a rede da Coelba, que devolve em forma de crédito para abastecer a casa à noite.

“Considero obrigação de todo indivíduo que habita esse planetinha maravilhoso contribuir, da forma que pode para preservar os recursos naturais", contou o aposentado.

As instalações dos painéis na casa de seu Nilmar foram feitas há três anos. O aposentado investiu R$ 40 mil e em 2019 ele economiza cerca de R$ 19 mil. "Tudo que retornou, que eu deixei de pagar, eu considero lucro verdadeiro".

Nilmar Justo do Val gastava mais de R$ 600 por mês com energia antes dos painéis solares. Com as instalações, o aposentado só paga uma taxa por estar interligado à rede da Coelba, que não chega a R$ 100.

Segundo Giancarlo SMITH, diretor técnico da Fóton Energia Solar, o retorno do investimento acontece em três anos e que é preciso fazer uma conta a longo prazo.

“As placas fotovoltaicas têm garantia de 25 anos. Você tem um equipamento que vai estar gerando energia por 25 anos e você tem um retorno em três anos. Esse preço que, aparentemente é caro, quando você faz a conta na vida útil toda do sistema, ele se torna um investimento muito viável", contou o especialista.

 

 

 

CONTINUE LENDO

‘Vendas online se igualam as vendas tradicionais’, aponta Google Brasil

  • Redação
  • 09 Set 2019
  • 17:50h

Vendas online crescem no país, e números são relativos as vendas em lojas convencionais (Foto: Reprodução)

Com campanha para estimular o comércio de compras, o “Black Friday” chega ao Brasil com foco nas vendas online. Ao contrário dos Estados Unidos, onde a Black Friday sempre foi voltada às lojas físicas, para limpar o estoque antes da chegada dos produtos para o Natal. Neste ano, as compras feitas em lojas físicas devem se nivelar às realizadas pela internet, de acordo com levantamento realizado pelo Google Brasil. De acordo com pesquisa encomendada pelo Google, por intermédio da Provokers, com participação de 1.500 pessoas de todo o Brasil, e também através da pesquisa on-line por meio da ferramenta Google Survey, com 1.000 pessoas de todo o Brasil. “Estamos bem surpresos e felizes com esse dado. Já falamos sobre o equilíbrio entre o online e offline e a tendência é efetivamente do consumidor omnichannel”, afirma Gleidys Salvanha, diretora de negócios para varejo do Google Brasil. Segundo a empresa de tecnologia, o consumidor que compra em mais de um canal chegará a 25% do total, contrapondo 7% no ano de 2018. Por isso, as varejistas precisam estar atentas e conhecer o perfil desse consumidor. A compra, segundo a divulgação do Google, começa por meio de uma pesquisa na internet. Dois em cada três brasileiros pesquisa on-line antes de comprar na loja física. Só 27% dos compradores decidiram onde comprar na hora, enquanto 74% tinham ideia ou certeza de qual loja comprar antes.

ANP: Valor da gasolina recua em 15 Estados

  • Redação
  • 09 Set 2019
  • 15:12h

Preço médio tem recuo de 0,12% em relação a semana anterior (Foto: Brumado Urgente Conteúdo)

Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilados pelo AE-Taxas, informou o recuo do valor médio da gasolina vendido nos postos brasileiros em 15 Estados na semana passada. Houve alta em dez Estados e no Distrito Federal, e estabilidade em Sergipe. Segundo dados sobre a média nacional, o preço médio caiu 0,12% na semana sobre a anterior, de R$ 4,303 para R$ 4,298. Na cidade de São Paulo, maior consumidor do País e com mais postos pesquisados, o litro da gasolina recuou 0,34%, de R$ 4,087 para R$ 4,073, em média. Já no Rio de Janeiro, o combustível caiu 1,45%, de R$ 4,836 para R$ 4,766, em média. Em Minas Gerais, o preço médio da gasolina recuou 0,20%, de R$ 4,561 para R$ 4,552 o litro.

Três novas empresas devem gerar 670 novos empregos na Bahia; Brumado não foi incluída na lista

  • Redação
  • 06 Set 2019
  • 09:34h

s empreendimentos beneficiarão os municípios de Camaçari, Feira de Santana, Porções, Planalto, Caatiba, Itambé e Macarani | Foto: Reprodução

Três empresas podem gerar quase 670 novos postos de trabalho, informou nesta quinta-feira (5) a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). Conforme a pasta, os investimentos previstos somam R$ 211,5 milhões. A empresa Interligação Elétrica Paraguaçu investirá R$ 171 milhões na construção de novas linhas de transmissão de energia no sudoeste do estado, beneficiando os municípios de Porções, Planalto, Caatiba, Itambé e Macarani. A expectativa é de gerar cerca de 500 empregos diretos na construção civil. Líder na fabricação de tampas e dispenses tanto para indústria de beleza e cuidados pessoais, como para limpeza domiciliar, embalagens e bebidas, a Aptar do Brasil Embalagens chega à Bahia em uma parceria com o Boticário. A unidade, que receberá investimentos de R$ 40 milhões, será instalada próxima à fábrica de cosméticos em Camaçari e terá capacidade de produzir aproximadamente 65 milhões de peças por ano. No início da operação, serão gerados 60 empregos diretos – o número de vagas de trabalho poderá chegar a 150, quando a unidade industrial operar em plena capacidade. Em Feira de Santana, a Dicomp Distribuidora de Eletrônicos investirá R$ 500 mil na implantação de uma unidade, voltada à produção de material óptico. Com matriz em Maringá (PR), a empresa atende a todo o Brasil e alguns países do Mercosul.

Empresa que opera na Bahia é investigada por supostas fraudes no mercado financeiro

  • Redação
  • 04 Set 2019
  • 10:33h

(Foto: Reprodução)

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) investiga uma empresa que opera em Salvador suspeita de praticar fraudes no mercado financeiro, segundo informou o próprio órgão ao Bahia Notícias. A Promotoria de Justiça de Campinas pediu instauração de inquérito policial e o caso está com a Polícia.  No início de agosto, a empresa Binary Bit, que tem como um dos sócios Ivo Calmon, promoveu um evento na capital baiana. O encontro que aconteceu na Arena Fonte Nova teve apresentação musical de Saulo Fernandes e até sorteio de um carro. Na marca do evento foi utilizado, sem autorização, o slogan da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que é uma autarquia vinculada ao Ministério da Economia responsável pela fiscalização do mercado financeiro. Em nota divulgada no site, a CVM diz que denunciou a Binary Bit ao MP-SP e à polícia por usar "indevidamente os nomes da autarquia e do seu superintendente geral, Alexandre Pinheiro dos Santos, com a finalidade de transmitir aparência de credibilidade para possível esquema de fraude, na modalidade de pirâmide".

Nas redes sociais, a empresa promete rendimentos de até 300% em 200 dias. De acordo com a Binary Bit, um investidor que aplicar R$ 1,2 mil poderá ganhar até R$ 3,6 mil no prazo mencionado. Para efeito de comparação, investimento rende, em média, até o valor da Selic (a taxa básica de juros da economia), que hoje está em 6%.  Ainda segundo a investigada, os clientes contam com a ajuda de robôs na operação. "Nosso robô faz operações automáticas de compra e vendas de pares de moedas estrangeiras dentro das maiores corretoras do mercado financeiro mundial", explica o termo de adesão. A Binary Bit também oferece aos clientes cursos à distância sobre o mercado financeiro. O Bahia Notícias procurou a empresa para se manifestar, mas, até publicação da reportagem, não obteve êxito.

CONTINUE LENDO

Menos da metade dos brasileiros com conta do FGTS quer sacar R$ 500

  • Redação
  • 04 Set 2019
  • 09:18h

(Foto: Reprodução)

Menos da metade dos brasileiros que têm conta ativa ou inativa do FGTS, 45%, pretende sacar até R$ 500 do fundo, segundo pesquisa do Datafolha. De acordo com o levantamento, 52% não querem retirar o dinheiro e 2% não sabem. O saque começa no dia 13 de setembro para quem tem conta na Caixa Econômica. Para quem não tem, o saque será de acordo com a data do aniversário, a partir de outubro, para os nascidos em janeiro e fevereiro. Dentre as pessoas com conta, a disposição para sacar até R$ 500 é maior entre os desempregados que estão procurando trabalho (63%) e freelancers (62%). Já para a regra que entra em vigor em 2020, que permite retirar um percentual do fundo todos os anos —o chamado saque-aniversário—, a adesão é menor. Apenas 27% dos entrevistados com contas querem usar a modalidade, 67% não querem e 6% não sabem. As donas de casas são as mais inclinadas a adotar o modelo de saque-aniversário (45%), dentre as pessoas com conta ativa ou inativa. Nascidos em janeiro e fevereiro poderão sacar de abril a junho de 2020. Os nascidos em março e abril, de maio a julho de 2020, e assim por diante, até fevereiro de 2021. O levantamento do Datafolha foi realizado entre 29 e 30 de agosto de 2019, com 2.878 entrevistados acima de 16 anos, em 175 municípios de todas as regiões do país. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa apontou ainda que a maioria dos brasileiros, 61%, não tem conta ativa ou inativa do FGTS —apenas 36% têm e 3% não sabem. A parcela de entrevistados com conta é maior para homens, 41%, do que para mulheres, 31% —há mais homens do que mulheres no mercado de trabalho. A taxa também é mais alta entre pessoas de 25 a 34 anos (52%) e 35 a 44 anos (47%). Já o menor índice se encontra entre os brasileiros acima de 60 anos (13%) —uma das opções para saque de todo o FGTS é na aposentadoria. O Nordeste e o Norte são as regiões com a menor parcela de pessoas com contas, 25% e 26%, respectivamente, regiões em que a informalidade é maior do que no restante do país. O índice aumenta de acordo com a escolaridade. Entre brasileiros com ensino fundamental, é de 23%, taxa que passa para 49% para os com nível superior. Também segundo o IBGE, o desemprego é menor entre os mais escolarizados. Por outro lado, os mais pobres são os que menos têm contas do FGTS —apenas 28%, entre brasileiros com renda familiar mensal menor que dois salários mínimos.

Pesquisa: mais de 5,4 milhões de pessoas dependem da renda de um MEI

  • Redação
  • 03 Set 2019
  • 07:55h

enda média dessas famílias é de R$ 4,4 mil, o equivalente a pouco mais de quatro salários mínimos (Foto: Reprodução)

Uma pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) mostrou que 1,7 milhão de famílias vivem exclusivamente da renda obtida com o MEI (Microempreendedor Individual). De acordo com a pesquisa, isso significa que 5,4 milhões de pessoas no país, considerando quatro pessoas por família, dependem da renda de um MEI. A renda média dessas famílias é de R$ 4,4 mil, o equivalente a pouco mais de quatro salários mínimos. A pesquisa entrevistou 10.339 microempreendedores individuais entre 1º de abril e 28 de maio deste ano em todos os estados brasileiros. Segundo o Sebrae, a sondagem alcança 95% de nível de confiança e 1% de margem de erro, delineando as principais características desses empreendedores. “Os jovens, na faixa etária de 18 a 29 anos de idade, lideram o ranking dos que procuram autonomia financeira como MEI (41%). Contudo, o percentual de microempreendedores cai à medida que o empreendedor envelhece. Entre 30 a 39 anos, (37%); dos 40 a 49 (32%) e os com mais de 50 anos registram 21%”, diz a pesquisa.

Apesar de aumentos consecutivos, gasolina na Bahia é uma das mais baratas do NE

  • Redação
  • 30 Ago 2019
  • 15:30h

Estado é o quarto com o combustível mais barato do Nordeste, que tem a menor média do país (R$ 4,305) | Foto: Brumado Urgente Conteúdo

O preço da gasolina na Bahia sofreu três aumentos consecutivos somente em agosto. Contudo, o Índice de Preços Ticket Log (IPTL) referente ao mês de julho apontou que o produto está entre as mais baratas do Nordeste. Segundo o levantamento, com a gasolina ao custo médio de R$ 4,535, o estado é o quarto com o combustível mais barato do Nordeste, que tem a menor média do país (R$ 4,305). A Bahia perde apenas para a Paraíba (R$ 4,512), Pernambuco (R$ 4,498) e Ceará (R$ 4,492) “A gente fica feliz por a Bahia ter um preço competitivo, entre os melhores. Realmente temos um mercado muito acirrado, ainda que enfrentemos essa crise que já dura aproximadamente dez anos, sendo a pior crise econômica da história do país. Ficamos confortáveis em saber que a revenda tem feito a sua parte para tirar o estado da Bahia e o Brasil dessa crise”, disse nesta sexta-feira (30) o presidente do Sindicombustíveis, Walter Tannus, em entrevista ao bahia.ba. Apesar de demonstrar contentamento com o resultado do levantamento, Tannus não deixou de tecer críticas à política de preços adotada pela Petrobras. Somente neste mês, o preço da gasolina aumentou três vezes. “O reajuste da Petrobras vem sendo praticado há aproximadamente dois anos, quando o governo entendeu que ia dolarizar o preço da gasolina e do diesel. O que, na nossa visão, é um erro histórico. Você não pode dolarizar produtos tão nobres para o país. Mais de 70% da carga brasileira é transportada através de rodovias. Você não tem uma economia dolarizada. Acho que o governo está errando na dose e a população tendo que pagar esse preço da gasolina e do diesel mais forte”, afirmou.

 

STF adia julgamento sobre validade da tabela de frete para caminhoneiros

  • Redação
  • 29 Ago 2019
  • 15:57h

Ministros querem dar mais tempo para governo negociar solução com categoria | Foto: Brumado Urgente Conteúdo

O Supremo Tribunal Federal (STF) anunciou nesta quinta-feira (29) que adiou julgamento sobre a validade da tabela de fretes, que aconteceria na semana que vem, dia 4 de setembro. Ainda não há nova data prevista. O relator do caso no Supremo, ministro Luiz Fux, atendeu a um pedido da Advocacia-Geral da União (AGU) e requereu a retirada de pauta do tema. O adiamento foi pedido porque o governo negocia uma solução alternativa ao tabelamento com os caminhoneiros. As informações são do portal G1. Os ministros da Corte entendem que é preciso dar mais tempo para o governo negociar com a categoria o melhor caminho para o setor. Ações apresentadas ao STF contestam a medida provisória (já convertida em lei) editada no governo Michel Temer que instituiu a tabela com preços mínimos para o frete rodoviário. Na ocasião, a MP atendeu aos caminhoneiros, que faziam greve em todo o país. Entidades empresariais argumentam que estabelecer um preço mínimo viola princípios da livre concorrência, da livre iniciativa e da defesa do consumidor. O relator do caso, Luiz Fux, suspendeu processos na Justiça que tratavam sobre o tema para não haver insegurança a respeito do tabelamento. Fux também chegou a comandar debates entre representantes do governo, das empresas e dos caminhoneiros.

Prefeito Eduardo Vasconcelos participa, em Belo Horizonte, do III Encontro Nacional dos Municípios Mineradores

  • Redação
  • 27 Ago 2019
  • 11:59h

Procurador Acioli Viana, prefeito Eduardo Vasconcelos e secretário João Nolasco (Foto: Divulgação)

A AMIG - Associação de Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil, está promovendo, na sede do TCM, em Belo Horizonte, nestes dias 26 e 27 de agosto, o III Encontro Nacional dos Municípios Mineradores, tendo como temática: “Uma nova mineração – desafios e caminhos para uma relação ética entre todos”. O prefeito de Brumado, engenheiro Eduardo Vasconcelos, fez questão de estar presente ao evento. Ele foi acompanhado do procurador do município, Acioli Viana e do secretário de administração e finanças João Nolasco. Na oportunidade, o chefe do executivo brumadense destacou que “vivemos um momento muito significativo para a mineração, então esse evento da AMIG fortalece ainda mais o desenvolvimento de atividades e o fomento de ações relacionadas à busca dos direitos dos municípios mineradores, como é o caso de Brumado”. Ele ainda observou que “a discussão de caminhos e alternativas para as cidades mineradoras, para que a sociedade e o ambiente recebam os melhores resultados e maximizem seu desenvolvimento de forma equilibrada é sempre muito salutar. Brumado ainda tem muito que avançar nesse sentido, o que indica a participação nesses eventos ser tão relevante.  Neles, ficamos a par de todos os acontecimentos do setor”. Cerca de 300 prefeitos participaram do encontro, que foi considerado muito positivo para o futuro da mineração no País.

Primeira parcela do 13º dos aposentados começa a ser paga nesta segunda

  • Redação
  • 26 Ago 2019
  • 11:15h

(Foto: Divulgação)

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a pagar a primeira parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas nesta segunda-feira (26). A data de pagamento vai variar de acordo com o número final do benefício, mas, para quem for receber primeiro, o dinheiro será depositado junto com a folha mensal de agosto. Segundo informações da Agência Brasil, a antecipação vai beneficiar aqueles que tenham recebido auxílio-doença, auxílio-acidente, aposentadoria, auxílio-reclusão, pensão por morte ou demais benefícios administrados INSS neste ano. "É o cronograma normal de pagamento. Você recebe sua aposentadoria, ou sua pensão, acrescido dos 50% [do décimo terceiro]", explicou o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, quando anunciou a medida no dia 5 de agosto, em entrevista à imprensa. Na ocasião, Marinho pontuou que, ao assinar a Medida Provisória 891/2019, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) transformou a antecipação dos pagamentos em regra. De acordo com a publicação, essa medida representa uma injeção de R$ 21,9 bilhões na economia neste terceiro trimestre. Cerca de 30 milhões de pessoas terão direto à primeira parcela do abono, que não terá desconto de Imposto de Renda. A segunda parte do abono, na qual o imposto é cobrado, será depositada em novembro e dezembro.