BUSCA PELA CATEGORIA "Curiosidades"

Estudo confirma que comer devagar pode ajudar na perda de peso

  • Brumado Urgente
  • 31 Dez 2013
  • 08:08h

(Foto: Reprodução)

Gwyneth Paltrow é uma das adeptas da prática de se comer devagar e seu corpo mostra o resultado disso – magra, saudável e em excelente forma. Agora, pesquisadores comprovaram que mastigar a comida apropriadamente pode mesmo ajudar as pessoas a comerem menos diante da mesa. As informações são do site do jornal britânico Daily Mail. O estudo mostrou que comer devagar e dar mordidas pequenas nos faz sentir menos famintos uma hora depois da refeição. As pessoas que comem devagar também tendem a beber mais, o que as ajuda a se sentir mais cheias, dizem os especialistas. Os pesquisadores da Texas Christian University exploraram a relação entre comer rápido e a ingestão de calorias. Eles questionaram voluntários sobre seus sentimentos de fome e saciedade antes e depois de refeições aceleradas e em ritmo lento, além da quantidade de água beberam durante cada uma delas. 

Vereador lascivo é preso por prática de atos obscenos na beira da praia

  • As informações são do Portal do Extremo Sul.
  • 31 Dez 2013
  • 07:44h

(Foto: Reprodução)

O vereador de Alacobaça, litoral do Extremo Sul da Bahia, Almir Silva Oliveira, 33 anos, solteiro, também conhecido como Almir Miranda (PDT), foi detido na tarde desta segunda feira, 30, em flagrante praticando atos obscenos na orla da praia. Segundo informações de um tenente que estava na viatura, a polícia recebeu uma ligação de populares denunciando um homem que estava praticando a masturbação na beira da praia. O edil foi flagrado pela PM. O vereador que também é taxista, recebeu ordem de prisão por atos obscenos e foi levado para a delegacia de polícia onde foi apresentado ao delegado Robson Marocci. Após ouvir o vereador e os policiais, o representante do legislativo municipal foi liberado. A polícia instaurou inquérito e vai encaminhar o caso à justiça para as devidas providências. 

De 19 marcas de azeite extravirgem testadas, quatro sequer podem ser consideradas azeite

  • Informações de O Globo
  • 29 Dez 2013
  • 09:30h

(Foto: Divulgação)

A Proteste – Associação de Consumidores testou 19 marcas de azeite extravirgem e constatou que quatro (Figueira da Foz, Tradição, Quinta d’Aldeia e Vila Real) não podem nem ser consideradas azeites, e sim uma mistura de óleos refinados.Menos da metade dos produtos avaliados, apenas oito, apresentam qualidade de extravirgem. São eles: Olivas do Sul, Carrefour, Cardeal, Cocinero, Andorinha, La Violetera, Vila Flor, QualitáOs outros sete (Borges, Carbonell, Beirão, Gallo, La Espanhola, Pramesa e Serrata) são apenas virgens. Dos quatro testes que a entidade já realizou com esse produto, este foi o com o maior número de fraudes contra o consumidor. As propriedades antioxidantes do azeite de oliva são o principal atrativo do produto, devido ao efeito benéfico à saúde. Mas para que o azeite mantenha suas características, é importante que ele não seja misturado a outras substâncias. Os quatro produtos declassificados pela entidade são, na verdade, uma mistura de óleos refinados, com adição de outros óleos e gorduras. Em diversos parâmetros de análise, essas marcas apresentaram valores que não estão de acordo com a legislação vigente. Os testes realizados indicaram que os produtos não só apresentam falta de qualidade, como também apontaram a adição de óleos de sementes de oleaginosas, o que caracteriza a fraude.

Outros sete não chegam a cometer fraude como esses, mas também não podem ser vendidos como extravirgens. A entidade ressalta que o consumidor paga mais caro, acreditando estar comprando o melhor tipo de azeite e leva para casa um produto de qualidade inferior. É considerado fraude o produto vendido fora das especificações estabelecidas por lei. Para as análises, foram considerados parâmetros físico-químicos para detectar possíveis adulterações: espectrofotometria (presença de óleos refinados); quantidade de ceras, estigmastadieno, eritrodiol e uvaol (adição de óleos obtidos por extração com solventes); composição em ácidos graxos e esteróis (adição e identificação de outros óleos e gorduras); isômeros transoleicos, translinoleicos, translinolênicos e ECN42 (adição de outras gorduras vegetais). A entidade vai notificar o Ministério Público, a Anvisa e o Ministério da Agricultura, exigindo fiscalização mais eficiente. Nos três testes anteriores foram detectados problemas. Em 2002, foram avaliados os virgens tradicionais e foi encontrada fraude. Em 2007, a situação se repetiu com os extravirgens. Em 2009, uma marca que dizia ser extravirgem não correspondia à classificação. Para a Proteste, isso demonstra que os fabricantes ainda não são alvos da fiscalização necessária. A reportagem procurou os quatro fabricantes dos óleos desclassificados. A importadora do óleo Quinta d’Aldeia não possuía porta-voz imediatamente disponível para comentar o assunto. As outras três marcas não tiveram representantes localizados.

CONTINUE LENDO

Estudo mostra que atividade sexual desta geração é menor do que as das gerações anterirores

  • Brumado Urgente
  • 29 Dez 2013
  • 08:19h

A atual geração apresenta queda em sua prática sexual (Foto Ilustrativa)

Pesquisa Nacional da Grã-Bretanha de Atitudes Sexuais e Estilos de Vida entrevistou mais de 15 mil pessoas, com idades entre 16 e 74 anos, entre setembro 2010 e agosto 2012. Os resultados foram reunidos numa série abrangente de seis documentos, considerado “um dos maiores e mais completos estudos realizados sobre o comportamento sexual”. Uma das conclusões do estudo é a de que nossos pais e avós tinham mais relações sexuais do que temos hoje. Como resultado do estudo, que comparou a vida sexual de diversos casais em 1990 e hoje, os pesquisadores descobriram três aspectos: As pessoas estão fazendo sexo com menos frequência; Estão mais aptas do que antes a ampliar o seu repertório sexual; As mulheres estão se envolvendo sexualmente com mais parceiros do que antes. O estudo revelou que 50% dos participantes relatou ter mantido relações sexuais pelo menos 3 vezes durante o mês anterior à entrevista. Quando o levantamento foi feito em 1990, cerca de metade dos participantes afirmou que manteve relações sexuais pelo menos 5 vezes durante o mês anterior.

'Ladrão do século', Ronald Biggs morre aos 84 anos

  • 18 Dez 2013
  • 21:03h

Foto: Andrew Cowie / AFP

Conhecido como o “ladrão do século”, o britânico Ronald Biggs morreu nesta quarta-feira (18), aos 84 anos, em um asilo para idosos em East Barnet, no norte de Londres, informou a família. Os detalhes da causa da morte não foram divulgados. Biggs ficou famoso pelo assalto ao trem pagador entre Glasgow e Londres, ocorrido em 1963. A quantia roubada (2,6 milhões de libras) por uma quadrilha de 11 pessoas era o equivalente a US$ 4,2 milhões. Na madrugada de 7 para 8 de agosto de 1963, o condutor de um trem postal, que fazia o trajeto entre Glasgow, na Escócia, e a estação londrina de Euston, parou em um ponto isolado, ao atender a ordem de um sinal vermelho. Os ladrões agrediram o condutor, desengancharam a locomotiva e os dois primeiros vagões para, depois, descarregar 120 sacos que continham 2,5 toneladas de dinheiro em espécie. A ação ocorreu sem que os funcionários nos outros vagões percebessem o roubo. Durante o assalto, Biggs feriu gravemente o maquinista, Jack Mills, que morreu seis anos depois, de acordo com o jornal britânico Telegraph. Detido, ele foi sentenciado a 30 anos de cadeia, mas escapou 15 meses depois da prisão de Wandsworth, ao pular o muro com uma corda de pano e fugir em uma caminhonete. Depois de passar por Bélgica, França, Panamá e Austrália, o britânico chegou ao Brasil em 1970. Biggs viveu mais de 30 anos em liberdade no Rio de Janeiro, onde fez cirurgias plásticas para modificar sua aparência. Já com a saúde frágil, o “ladrão do século” se rendeu à polícia britânica em 2001 e retornou à Inglaterra, onde foi levado à prisão de segurança máxima de Belmarsh. Em 2009, foi libertado por questões de saúde.

Empresa B: um novo conceito de negócio sustentável

  • Bruno Mirra
  • 08 Dez 2013
  • 07:40h

Foto: Reprodução

Mais de 800 empresas no mundo todo aderiram ao "conceito B", que valoriza o desenvolvimento social para todos os envolvidos em suas atividades. Em seu livro e primeira obra "A teoria dos Sentimentos Morais", o economista e filósofo escocês Adam Smith argumenta que é natural dos seres humanos buscarem agradar outras pessoas e sentirem-se acolhidos por elas. Segundo Smith, na natureza do homem "há princípios que o fazem interessar-se pela sorte dos outros e considerar a felicidade deles necessária para si mesmo, embora não extraia senão o prazer de assistir à felicidade de seu semelhante".  Muitas pessoas desconhecem esse lado mais "simpático" do economista, mais conhecido como um dos criadores do liberalismo econômico e por sua obra mais famosa Uma Investigação sobre a Natureza e as Causas da Riqueza das Nações, simplesmente reconhecida como A Riqueza das Nações - ele é frequentemente associado ao capitalismo selvagem, que gera concentração de renda e desigualdades sociais. Porém, como grande parte dos teóricos da humanidade, Adam Smith acreditava que era necessário formular maneiras de se estabelecer uma ordem social que buscasse o bem comum, apesar do ser humano ser dotado de sentimentos egoístas. Ao reconhecer tais sentimentos, Smith reforça que os homens, em geral, têm um certo altruísmo que se contrapõe ao auto-interesse e que faz com que busquem formas de compensar o sofrimento alheio.

Em outras palavras, para Smith, fazemos boas ações porque, como espectadores, podemos nos colocar na pele dos outros e imaginar seu sofrimento ou dificuldades, mesmo sem passar por isso. Mas o economista escocês ressalta que "A simpatia não surge tanto de contemplar a paixão, mas da situação que a provoca". Para ilustrar isso, Smith enfatiza que essa simpatia só pode ser alcançada à medida que o espectador "esforça-se tanto quanto possível para colocar-se na situação do outro (...) ". 

Apesar de A Teoria dos Sentimentos Morais estar repleta de conceitos complexos, este descrito acima mostra bem como iniciativas que visam ao bem-estar social surgem em qualquer tipo de sistema econômico. Esse é o caso da chamada economia solidária.

O que é Economia Solidária?

De acordo com o Ministério do Trabalho e do Emprego"Economia Solidária é um jeito diferente de produzir, vender, comprar e trocar o que é preciso para viver. Sem explorar os outros, sem querer levar vantagem, sem destruir o ambiente. Cooperando, fortalecendo o grupo, cada um pensando no bem de todos e no próprio bem."

Um grande expoente dessa economia no Brasil é Paul Singer, economista e professor. Em seu livro "Introdução à Economia Solidária" salienta que nos acostumamos a ver uma sociedade inserida num capitalismo de mercado, onde a competitividade gera pontos positivos para os ganhadores, mas reserva consequências sociais àqueles que não conseguem conquistar os consumidores. De modo geral, o destino daquelas empresas que quebram, dos estudantes que não passam no vestibular, dos trabalhadores que não conseguem emprego é visto apenas como uma consequência do jogo.

E é exatamente nesse momento que as palavras de Smith ganham força, pois, nesse sistema puramente competitivo, como empresários falidos que não conseguem ter o crédito aprovado nos bancos podem se reerguer e gerar novos negócios e empregos?

Em princípio, colocar as ideias smithianas nesse contexto de economia solidária parece ser algo extremamente controverso. Afinal, em seu livro mais conhecido, A Riqueza das Nações, o economista afirma que mercados competitivos são uma das melhores formas de induzir o uso eficiente e produtivo dos recursos de um país. Mas diante disso, considere suas palavras em Teoria dos Sentimentos Morais: "Na corrida pela riqueza, honra e privilégios, [o homem] poderá correr o mais que puder, tencionando cada nervo e cada músculo para superar todos os seus competidores. Mas se empurra ou derruba qualquer um deles, a tolerância do espectador acaba."

Adam Smith sabia que nenhuma sociedade é perfeita: nem aquelas adeptas de economias de livre-mercado e nem as de economia centralizada. Isso se dá pelo próprio egoísmo dos homens, segundo o autor. Portanto, seja por conta de empresas que montam cartéis, pagam baixos salários e fazem lobby ou devido a governos corruptos, os sistemas tendem a gerar desigualdades e insatisfação. Por isso, muito dependeria de nós, enquanto sociedade consciente e altruísta (espectadores), o atendimento a tais necessidades. Como exemplo podemos citar que mesmo que uma empresa esteja inserida no contexto da competitividade do mercado, quando ela usa de artifícios "desonestos", como explorar mão de obra infantil em países subdesenvolvidos para baratear seus custos, a "tolerância do consumidor (espectador)" se esvai e essa empresa é punida pelos mesmos, pois estes podem optar por pagar mais pelo mesmo produto, desde que este seja fabricado em conformidade com as leis e com o bom senso coletivo.

Porém, a história mostra que, apesar da teoria de Adam Smith encaixar todas essas variantes, a prática não se mostrou tão eficaz e novos adendos surgiram para complementá-la. A Economia Solidária abraça aqueles que se encontram na situação descrita por Singer - os excluídos do jogo capitalista movido pela competição - e propõe formas igualitárias de empreendimentos, cooperativas, clubes de troca e outros. Em poucas palavras, a economia solidária é uma tentativa de humanização do sistema capitalista. E não é a única.

Outras iniciativas com um viés social têm surgido e se destacam por estimularem novos modelos organizacionais que encorajam o uso do poder dos negócios para resolver problemas socioambientais. Nesse cenário é que surgem as empresas B.

Empresas B

Empresas B são aquelas que usam seus negócios para o desenvolvimento de comunidades e para a redução da pobreza, além disso busca também soluções para os problemas climáticos. O conceito das “B Corps” foi criado pelo B-Lab nos EUA em 2006, com a proposta de redefinir o sucesso para os negócios. Hoje, há mais de 830 companhias – 75 delas na América Latina - em 28 países e 60 setores. No Brasil, esse conceito chegou há pouco tempo, liderado pelo Comitê pela Democratização da Informática (CDI) em parceria com o Sistema B, representante do movimento na América Latina.

Ouro Verde Amazônia é a primeira empresa certificada como B no país. A certificação é concedida após ampla análise das práticas empresarias, em todos os âmbitos, como a relação com trabalhadores, comunidade, meio ambiente, fornecedores, governo, além de práticas de transparência. 

Segundo o site www.sistemab.org, as Empresas B têm como valores e missão:

1. Resolver problemas sociais e ambientais a partir dos produtos e serviços oferecidos pelas próprias empresas; e nas práticas laborais e socioambientais, atender as comunidades, os fornecedores e os públicos de interesse;

2. Um rigoroso processo de certificação, que examina todos os aspectos da empresa e que deve atender aos padrões de desempenho mínimos, além de ter um forte compromisso com a transparência no relatar publicamente seu impacto socioambiental;

3. Também fazer as mudanças legais para proteger sua missão ou finalidade comercial e, portanto, combinar o interesse público com o privado. Isso também irá construir uma confiança com os cidadãos, clientes, colaboradores e novos investidores.

Requisitos Básicos para se tornar uma Empresa B

Para se tornar uma empresa B é necessário:

A) Fazer a avaliação de impacto B: a Avaliação de Impacto B avalia o impacto global da empresa em suas partes interessadas. A avaliação varia de acordo com o tamanho da empresa (número de funcionários), setor e localização de operação primária. O procedimento leva normalmente de 1-3 horas; depois de ter concluído a avaliação, você receberá um Relatório de Impacto B com uma nota geral.

B) Completar uma Revisão da Avaliação: em seguida, uma revisão de Avaliação com um membro da equipe B Lab é agendada. Nessa chamada, a equipe  irá rever questões que podem ter sido difícil de responder ou não estão claras, além de ajudar a entender mais sobre as circunstâncias e quais seriam as melhores práticas para a sua empresa. Em média, leva cerca de 60-90 minutos para completar uma revisão. 

C) Apresentar Documentação de Apoio: em seu comentário de Avaliação, a equipe também irá mostrar à empresa como apresentar a documentação de apoio e se a pontuação desta está acima de 80 dos 200 pontos possíveis. A avaliação irá selecionar aleatoriamente 8-12 perguntas que foram respondidas de forma afirmativa e pedir à empresa para demonstrar essas práticas de forma mais detalhada através de documentação. A lista de documentos será gerada após a sua revisão e avaliação. 

D) Completa Divulgação Questionário: o Questionário de Divulgação permite que a empresa divulgue de forma confidencial para a B Lab quaisquer práticas sensíveis, multas e sanções relacionadas com a empresa ou seus parceiros. Esse componente não afeta o rating da empresa. Normalmente, a maioria destas respostas é menores na natureza e, portanto, não é necessária nenhuma ação adicional. No entanto, se identificado um ou mais itens do Questionário de Divulgação ou em uma verificação da Companhia e de sua alta administração de fundo material (práticas suspeitas envolvendo pagamento de tributos e coisas do gênero), pode ser necessário fornecer informações adicionais. A aceitação e participação contínua na comunidade B Corp é de exclusivo critério do Conselho Consultivo de Normas e Conselho de Administração da B Lab.

Veja na íntegra o que é preciso para uma empresa fazer parte do conceito

Benefícios de se tornar uma Empresa B

Além do óbvio benefício de se tornar uma empresa oficialmente engajada com a sustentabilidade em seu ramo de atividade, outros fatores tornam a certificação fornecida pela B Lab ainda mais atraente, como economizar em serviços de acesso (CRM-Salesforces, e-commerce etc), atrair investidores ligados à economia solidária (os chamados empreendedores sociais) e participar de campanhas publicitárias promovidas pela B-Corp.

CONTINUE LENDO

Cirurgião americano afirma que homens que fumam maconha podem desenvolver seios

  • Brumado Urgente
  • 06 Dez 2013
  • 12:58h

(Foto:Reprodução)

Um cirurgião plástico de Detroit, nos Estados Unidos, afirmou em entrevista à CNN, que homens que fumam maconha podem desenvolver ginecomastia (crescimento das glândulas mamárias), por causa dos efeitos da droga sobre os níveis de hormônios. De acordo com Anthony Youn, o consumo da droga provoca um distúrbio do equilíbrio entre a testosterona e o estrogênio. "Quando a relação favorece o estrogênio, o corpo responde criando um excessivo tecido nos seios. Portanto, mamas masculinas", explicou. Youn afirmou também que este efeito só não está já confirmado devido ao estatuto ilegal da droga, que impede várias investigações, e que espera poder conduzir novos estudos em estados onde a droga é legalizada. Além do aumento das glândulas mamárias, o médico afirmou que estudos com animais mostram que a exposição ao THC (tetrahidrocanabinol, substância psicoativa da maconha) pode baixar os níveis de testosterona, a redução do volume testicular e anormalidades no sêmen. 

Curiosidade: Porque as muriçocas zunem nos ouvidos das pessoas?

  • Com Informações do Terra
  • 03 Dez 2013
  • 15:06h

(Imagem Ilustrativa)

Há poucas coisas melhores do que uma boa noite de sono após um dia cansativo – e poucas coisas piores que o zunido de pernilongos interrompendo o que era uma boa noite de sono. E, mais do que incomodar com sua irritante sinfonia ao pé do ouvido, esses mosquitos podem transmitir algumas doenças. O professor Carlos Fernando de Andrade, especialista em controle de insetos do Departamento de Zoologia da Unicamp, explica que são duas as principais espécies de pernilongos que frequentam as casas. O Culex, de hábitos noturnos, e o Aedes aegypti, que transmite a dengue e tem hábitos diurnos. “Como os insetos são animais de sangue frio, eles ficam mais ativos nas estações quentes, quando temos que redobrar nossa atenção”, diz. Ambos costumam invadir as residências durante o dia, e se abrigam em lugares escuros e úmidos, aguardando o melhor momento de entrar em ação. Entre os espaços preferidos por eles estão armários embutidos e gavetas. “Infelizmente, a única maneira realmente eficaz de evitar que eles entrem em casa é instalando telas nas portas e janelas. Mas, uma vez que eles estejam dentro, todos os outros métodos são paliativos”, afirma. Ele cita como exemplo as velas de citronela, amplamente usadas, mas de eficiência bastante restrita. “Seu raio de ação é de no máximo um metro em torno da vela – e ainda assim ele é suscetível ao vento, que pode levar a essência para apenas um dos lados. Então, é preciso estar atento, pois muitas pessoas acendem a vela no quarto e acham que a casa toda está protegida.” Mas por que os insetos insistem em rondar nossa cabeça? É que são atraídos pela respiração durante o sono. Nesses casos, um ótimo aliado pode ser o ventilador e o ar-condicionado. “Se a temperatura do ambiente for baixa, eles terão menor atividade, garantindo uma noite mais tranquila para os moradores.” 

Anticoncepcional masculino está perto de ser desenvolvido, aponta pesquisa

  • Brumado Urgente
  • 03 Dez 2013
  • 14:29h

(Foto:Reprodução)

Cientistas da Universidade Monash, em Melbourne, encontraram uma forma de impedir que espermatozoides saiam junto com a ejaculação, sem, como isso, afetar a função sexual. Segundo os pesquisadores, testes feitos em animais mostraram que o esperma pode ser mantido "em estoque" durante a relação. Até o momento, a possibilidade de encontrar um anticoncepcional masculino se concentrou em pesquisar como os homens poderiam produzir espermatozoides não-funcionais, mas alguns medicamentos tinham efeitos colaterais indesejáveis. A descoberta dos pesquisadores de Monash foi publicada na revista especializada Proceedings of the National Academy of Sciences. De acordo com matéria da BBC, o processo descoberto pelos cientistas australianos também não é totalmente livre de efeitos colaterais. Também alteradas pelos cientistas, as proteínas têm um papel no controle dos vasos sanguíneos, então os efeitos colaterais poderão afetar a pressão e o batimento cardíaco. Entretanto, nos testes com camundongos, a única alteração detectada foi uma queda "muito pequena" na pressão sanguínea. Também pode haver uma alteração no volume da ejaculação. "É um estudo muito bom, quase como uma vasectomia biológica, que impede a saída do esperma", afirmou Allan Pacey, palestrante de andrologia na Universidade de Sheffield, na Inglaterra. "É uma boa ideia, mas eles precisam continuar (com a pesquisa) e observar o que faz com as pessoas", acrescentou.

Cruzamento de porco com chimpanzé originou espécie humana, sugere geneticista

  • Da Redação
  • 02 Dez 2013
  • 19:14h

(Foto: Reprodução)

O cruzamento de uma fêmea de porco com um chimpanzé resultou na espécie humana, de acordo com o geneticista Eugene McCarthy, da Universidade da Geórgia, especialista em animais híbridos conhecido mundialmente. Ele ressalta que enquanto os seres humanos têm muitas características em comum com os chimpanzés, também temos uma infinidade de coisas que não são compartilhadas com outros primatas. McCarthy afirmou que essas características divergentes são, provavelmente, o resultado de uma origem híbrida em algum ponto distante na história evolutiva humana. Além disso, ele sugere que há um animal que tem todas as características que distinguem os seres humanos de nossos primatas no reino animal: o porco. O pesquisador elaborou sua hipótese e surpreendeu o mundo em um artigo publicado no site Macro Evolution. Entre as características distintas está a pele sem pelos densos, uma espessa camada de gordura subcutânea, nariz saliente e cílios pesados. Ele comentou ainda que isso é apenas uma hipótese, mas existem provas convincentes que podem sustentá-la. Atualmente, os cientistas supõem que os chimpanzés são mais próximos dos parentes evolutivos dos seres humanos atuais, uma teoria amplamente apoiada pelas evidências genéticas. No entanto, McCarthy aponta que, apesar da similaridade genética, há um grande número de características anatômicas que distinguem as duas espécies. Ele disse que o porco-chimpanzé original foi, provavelmente, seguido por várias gerações de “backcrossing”, onde os filhos dele viviam entre os chimpanzés e se acasalavam com eles, se tornando mais como chimpanzés e menos suínos a cada nova geração. Segundo o pesquisador, isso ajuda a explicar o problema da infertilidade dos híbridos. Ele afirma que a crença popular que os híbridos são sempre estéreis é uma afirmação falsa e que, em muitos casos, eles são capazes de reprodução com companheiros da mesma espécie de um dos pais. A teoria de McCarthy foi recebida com inúmeras críticas por biólogos evolucionistas.

WhatsApp ou WeChat? Descubra qual é o melhor mensageiro

  • João Kurtz / TechTudo
  • 01 Dez 2013
  • 07:30h

(Foto: Reprodução)

Além disto, o WhatsApp limita os contatos à lista do telefone do usuário, enquanto o concorrente chinês permite conhecer outras pessoas através de recursos como o “Olhar ao Redor” (que gera uma lista com usuários que estejam na mesma área) e o “Agitar” (que permite encontrar pessoas ao redor do mundo que estejam agitando o celular no mesmo momento). O WeChat também possui recursos sociais que permitem compartilhar fotos através do perfil público do usuário, de modo que outros possam ver e comentar. O aplicativo tem uma versão para desktop com menos opções de uso, que só pode ser acessada escaneando um código QR no smartphone. Deste modo, a conta do celular fica ligada ao computador, o que permite que o usuário troque arquivos entre os dois dispositivos. Não existe uma versão oficial do WhatsApp para desktop.Os dois aplicativos são fáceis de usar e são equipados com configurações semelhantes. O WhatsApp é mais dependente dos botões do aparelho para encontrar as opções, enquanto o WeChat traz em sua interface o acesso para as abas dos principais recursos, inclusive para as configurações. s opções são mais completas no WeChat, incluindo as de privacidade, inclusive pelo fato de o programa permitir conversar com pessoas fora da lista de contatos. No que diz respeito às notificações, o WhatsApp conta com mais alternativas permitindo que o usuário receba alertas diferentes para mensagens individuais, de grupo ou múltiplas.O WhatsApp tem uma política de não exibir propaganda. Mas isto vem com um preço: o serviço só é gratuito no primeiro ano. Após este período, ele começa a cobrar pelo serviço um valor que varia de US$ 0,99 (cerca de R$ 2,05) por um ano até R$ 7,27 por cinco anos. Já o WeChat funciona de forma diferente: ele aposta na venda de emoticons personalizados e em jogos embutidos no aplicativo (no momento, apenas um deles está disponível, e somente na versão para iOS). O WhatsApp foi um aplicativo que revolucionou a forma de se comunicar entre smartphones e serviu de inspiração para outros aplicativos do gênero, a exemplo do WeChat. Apesar do WeChat ter mais recursos do que o primeiro, ainda assim, se você busca por um app para mandar mensagens exclusivamente para seus amigos, o WhatsApp é a escolha certa.

Dados preocupantes: 56% dos homens tiveram comportamento agressivo com as companheiras

  • Brumado Urgente
  • 30 Nov 2013
  • 06:16h

Foto Ilustrativa

Uma pesquisa elaborada pelo Data Popular e divulgada nesta sexta-feira (29) revelou que 56% dos homens brasileiros já tiveram atitudes que caracterizam violência doméstica contra suas parceiras. Para chegar ao resultado, foram entrevistados 995 homens e 505 mulheres a partir de 16 anos em 50 municípios das cinco regiões do país. De acordo com o estudo, somente 16% dos questionados admitem já ter sido agressivos com a companheira, mas quando listada uma série de atitudes consideradas violentas, o índice cresce. Entre os itens apontados estão xingamentos, empurrões, ameaças com palavras, tapas, socos e humilhações públicas. A análise constatou ainda que 85% dos homens acham inaceitável a mulher ficar alcoolizada; 69% não concordam que ela saia com amigos sem sua companhia; 46% consideram inaceitável o uso de roupas justas e decotadas. 

Estudo diz que ingerir uma taça de vinho à noite ajuda a emagrecer

  • Com informações do R7.
  • 28 Nov 2013
  • 16:01h

Em uma pesquisa realizada em 1991, o professor rejeita firmemente a ideia de que o álcool tem algum efeito significativo no sobrepeso | FOTO: Reprodução

Segundo o novo livro do escritor Tony Edwards, baseado em uma série de evidências médicas, o álcool faz bem não só para a saúde, mas também para o emagrecimento. As informações são do jornal britânico Daily Mail. Tony, que é ex-produtor da BBC Ciência, e estudioso da área, desmonta o mito de que bebidas alcoólicas tem relação com o aumento de gordura corporal. O autor destaca que, as calorias de um copo de vinho, por exemplo, são equivalentes a uma fatia de bolo e que, então, é preciso saber fazer escolhas. Em um artigo especial para o Daily Mail, Tony cita o professor Charles S. Lieber, da Universidade Harvard, morto em 2009, que foi grande estudioso dos efeitos do álcool no organismo. Em uma pesquisa realizada em 1991, o professor rejeita firmemente a ideia de que o álcool tem algum efeito significativo no sobrepeso. Para chegar a esta conclusão, ele contou com resultados de estudos relacionados ao efeito do álcool. Nesta mesma década, pesquisadores de Harvard, inspirados nos estudos de Lieber, monitoraram os hábitos de consumo e peso de 20 mulheres de meia-idade por quase 13 anos.

Ao final da pesquisa, algumas mulheres tinham emagrecido ao seguir uma dieta balanceada (com bebida alcoólica no cardápio), e outras tinham engordado, com o mesmo método alimentar. O resultado foi igualitário. As mulheres que bebiam 5 gramas de álcool por dia reduziram o risco de excesso de peso em 4%. Aqueles que bebiam 15 gramas (cerca de um vidro médio de vinho) por dia reduziram seu risco de acumulando quilos em 14%. Os números foram ainda mais impressionantes quando se trata de obesidade. Beber 30 gramas (dois copos médios de vinho) por dia ou mais deu às mulheres um incrível 70% de redução no peso. O estudo, então, concluiu que bebidas alcoólicas como o vinho não só não engorda, mas também, ajuda a evitar o ganho de peso. Os pesquisadores fizeram subsídios totais para as diferenças de estilo de vida que podem ter influenciado os resultados, tais como o exercício, dieta saudável e hábitos diários como fumar, etc. Para eles, a ingestão de álcool não aumentou o risco de obesidade. 

CONTINUE LENDO

Medicina Alternativa: Ervas com propriedades antivirais

  • BU Saúde
  • 27 Nov 2013
  • 22:30h

A erva cidreira é considerada um bom antiviral

O uso da fitoterapia para prevenir ou curar certas doenças existe há milhares de anos e já se mostrou eficiente no combate a doenças virais, como resfriados. O principal "remédio" da fitoterapia são as plantas medicinais, que conseguem desempenhar funções parecidas das usadas em remédios industrializados. Dê uma olhada nas ervas que têm essas propriedades e aproveite. Caso os sintomas persistam, consulte um médico.

Erva cidreira - existem diversas pesquisas sobre os efeitos antivirais da erva cidreira. Ela é prescrita para o aparecimento de herpes e aftas. Além disso, é de fácil cultivo. Também é possível fazer um bom chá da erva;

Astragalus - esta erva pouco conhecida melhora o sistema imunológico é é popularmente chamada de huang qi na medicina chinesa. A raiz é doce, não muito diferente da de alcaçuz. Tem-se demonstrado ser uma erva antiviral muito eficaz, particularmente para a prevenção de resfriados e gripes, e pode até ser eficaz contra o vírus Coxsackie B (que pode provocar inflamação do coração). Você pode ferver fatias de raiz na água para fazer uma decocção de cura, ou é possível usar a tintura disponível comercialmente. É geralmente recomendado que o astrágalo seja tomado como medida preventiva;

Alho - uma erva que é antiviral, antibacteriana e antifúngica. Não é cara, e você pode usar toda a erva ou tomar cápsulas. No entanto, muitos especialistas concordam que o alho "desodorizado" pode não ser tão eficaz como a erva inalterada. Para desfrutar dos poderes do alho, você pode ferver alho picado em caldo de galinha e saboreá-lo para evitar gripes e resfriados. Cru, o alho deve ser picado e pode ser polvilhado sobre saladas e misturado em receitas de massa. Somente tenha cuidado com o consumo excessivo de alho cru, porque pode ele causar náuseas ao ser ingerido desta forma;

Gengibre - além de ter uma poderosa ação anti-náusea, o gengibre também é antiviral e alivia as dores nas articulações (veja mais aqui). Os chás feitos da erva fresca são saborosos e picantes por conta de suas características. Mas você pode adoçá-lo com mel para ter benefícios adicionais, como o combate aos germes. O recomendável é que, quando aparecer os primeiros sintomas de um resfriado ou gripe, experimente beber o chá de gengibre várias vezes ao dia. E beba como prevenção, se acha que pode ter sido exposto a qualquer tipo de vírus. É uma erva considerada segura, mas não é recomendada para mulheres grávidas.  

CONTINUE LENDO

Tomar refrigerante aumenta em 78% as chances de câncer de útero, diz estudo

  • Brumado Urgente
  • 26 Nov 2013
  • 22:00h

(Foto: Reprodução)

Um novo estudo está demonstrando o potencial maléfico dos refrigerantes em mulheres. De acordo com pesquisas, mulheres que tomam bebidas açucaradas têm mais de 78% de chances de desenvolver um tipo de câncer de útero. A doença atinge mulheres, em média, com 50 anos de idade, e é o quarto tipo de câncer mais comum no Reino Unido, matando mais de 2.000 mulheres todos os anos. O estudo, que levou 14 anos para ser concluído, teve a participação de 25.000 mulheres entre 50 e 60 anos com câncer endometrial, que afeta o revestimento interno do útero. Os participantes deram informações detalhadas sobre o que comeram e beberam. Mais de 50% das mulheres tomavam bebidas gaseificadas (refrigerantes) com açúcar. Quase 600 desenvolveram câncer de endométrio, a forma mais comum da doença, afetando gravemente o útero. No entanto, os pesquisadores não encontraram nenhum indício na versão diet (sem açúcar). A Universidade de Minnesota disse que seus pesquisadores não podem descartar a possibilidade de que as mulheres que tomavam refrigerantes açucarados tivessem péssimos hábitos de saúde.