BUSCA PELA CATEGORIA "Curiosidades"

Veja a lista de feriados prolongados em 2019

  • 06 Jan 2019
  • 13:17h

O calendário de 2019 terá 9 feriados nacionais e 7 pontos facultativos, sem contar os feriados estaduais e municipais como o do Dia da Consciência Negra e aniversários das cidades.Considerando apenas os feriados nacionais, 3 caem em sábados e 1 em domingo. Outros 2 cairão em sextas-feiras, e nenhum em uma segunda-feira. Apenas o feriado de 1º de janeiro caiu em uma terça-feira. Não há nenhum outro que cairá em uma terça ou quinta, criando os chamados feriados emendados. Outros dois feriados vão cair na quarta-feira (quando a possibilidade de emendar é menor). Mas, considerando os feriados e pontos facultativos, 4 datas cairão em segundas ou sextas. Há ainda 5 datas que caem em terças ou quintas-feiras. Outras 3 cairão em quartas-feiras. Com isso, feriados prolongados este ano previstos no calendário são só 3: 30 de dezembro a 1º de janeiro (confraternização universal), 19 a 21 de abril (Paixão de Cristo) e 15 a 17 de novembro (Proclamação da República). Quem pode gozar do ponto facultativo tem dois a mais: 2 a 6 de março (Carnaval), e 20 a 23 de junho (Corpus Christi). Lista dos feriados nacionais de 2019:

30 de dezembro a 1º de janeiro (sábado a terça): Confraternização Universal é dia 1º

19 a 21 de abril (sexta a domingo): Paixão de Cristo é dia 19; Tiradentes é dia 21

1º de maio (quarta): Dia Mundial do Trabalho

7 de setembro (sábado): Independência do Brasil

12 de outubro (sábado): Nossa Senhora Aparecida

2 de novembro (sábado): Finados

15, 16 e 17 de novembro (sexta a domingo): Proclamação da República é dia 15

25 de dezembro (quarta): Natal

Ponto facultativo

Confira as datas de 2019 em que o ponto será facultativo nas repartições federais:

2 a 6 de março (sábado a quarta): Carnaval é ponto facultativo o dia inteiro na segunda e na terça-feira, e até as 14h na quarta-feira

20 a 23 de junho (quinta a domingo): Corpus Christi é dia 20

28 de outubro (domingo): Dia do Servidor Público

31 de dezembro (terça): véspera de ano novo

Qual é a origem dos rituais de Ano Novo no Brasil?

  • 31 Dez 2018
  • 17:06h

O costume de celebrar a chegada de um novo ciclo no calendário não é nada novo. Existe há mais de 4 mil anos. Mas, naquela época, em vez de um "ano" novo, a passagem do tempo era contada pelas estações do ano.O primeiro povo a celebrar a festa de passagem teria sido o da Mesopotâmia, área que corresponde hoje aos territórios de IraqueKuwaitSíria e Turquia. Por dependerem da agricultura para sobreviver, eles celebravam o fim do inverno e início da primavera, época em que se iniciava uma nova safra de plantação. Com isso, a festa de passagem dos mesopotâmicos não se dava na noite do dia 31 de dezembro para 1º de janeiro, mas sim do dia 22 para o 23 de março, data do início da primavera no Hemisfério Norte. Foi somente com a introdução de um novo calendário no Ocidente, em 1582 - o calendário gregoriano, adotado pelo papa Gregório 13 no lugar do calendário juliano - que o primeiro dia do novo ano passou a ser 1º de janeiro. Assim como acontece nas comemorações de Ano Novo atualmente, as celebrações de passagem também representavam esperança. Se hoje alguns rituais têm por objetivo atrair prosperidade e dinheiro - como usar a cor amarela na festa de réveillon ou comer lentilhas - os cultos de 4 mil anos atrás pediam alimento e fartura. Já o termo réveillon, usado em várias partes do mundo para descrever a festa de véspera de Ano Novo, é mais recente: surgiu no século 17, na França, e representava festas da nobreza que duravam a noite toda. O réveillon não tinha data para acontecer, mas com o declínio da nobreza francesa a palavra foi sendo adaptada para a festa de véspera de Ano Novo - a palavra réveillon deriva do verbo "acordar" em francês.No século 19, essas festas foram adotadas pela nobreza de outros lugares do mundo que eram influenciados pela cultura francesa. A nobreza do Brasil foi uma das que adotou o réveillon, mas o sincretismo religioso característico do passado histórico do país fez com que as comemorações aqui adicionassem novos personagens, costumes e comidas às festas de Ano Novo.

Cinco dicas para deixar seu animal seguro na festa de Réveillon

  • iBahia
  • 30 Dez 2018
  • 19:05h

O Réveillon pode não ser tão divertido para os animais. Dos convidados aos fogos de artifício, tudo pode oferecer risco aos pets. O veterinário Gustavo Xavier alerta os donos para cuidarem de seus bichos durante as confraternizações, levando em consideração todos os cuidados especiais de que precisam: Cada animal é único e, por isso, não existem ações totalmente efetivas. No entanto, recomendamos algumas técnicas que ajudam bastante. Mas esses procedimentos só funcionam se forem aplicadas na presença dos tutores, que é como chamamos os donos de pets — alerta o especialista. Para que a comemoração da chegada do novo ano não ofereça riscos aos animais de estimação, o veterinário pontua cinco situações de perigo e a maneira certa de evitá-las:

1. Fogos de artifício

Cães e gatos lidam de forma diferente com a situação. Enquanto os cachorros buscam esconderijo, os felinos tentam fugir. Para protegê-los do barulho dos fogos, indicamos criar um ambiente agradável e seguro, independentemente do porte do animal. Enrole-o num lençol, coloque pedacinhos de algodão nos ouvidos do bichinho e ponha música ambiente um pouco mais alta do que o normal. Gatos também podem ficar mais tranquilos com um difusor de odor felino, que pode ser encontrado em pet shop.

2. Medicamentos

A agitação dos eventos pode prejudicar os animais, mas dar a eles tranquilizantes para humanos não vai fazer o efeito desejado. Se o tutor achar que o pet precisa ser medicado, deve consultar um veterinário de confiança. E, ainda assim, mesmo após a procura por um especialista, existem pessoas que fazem uso indevido da receita e dão remédios quando acham necessário, ou pegam referências com algum amigo que tem animal, desconsiderando que cada bicho é único.

3. Ceia

Após as festas de fim de ano, as clínicas recebem mais animais com intoxicação alimentar do que com problemas causados pelos fogos. O ideal é não dar comida de humanos para os bichos, ainda que façam uma carinha capaz de convencer qualquer tutor. Como sabemos que isso é quase impossível de acontecer, é necessário apenas ficar atento a alguns alimentos específicos. Jamais dar chocolate ou frutas cítricas, e prestar atenção para que não comam caroços.

4. Presentes

Nessa época, crianças costumam ganhar brinquedos que vêm presos às caixas com arame. É importante verificar se as peças não ficaram pelo chão para que os animais não as comam, porque só podem ser removidas com endoscopia ou, em casos mais graves, com procedimentos cirúrgicos.

5. Piscina

A melhor alternativa doméstica para o calor pode ser perigosa para alguns cães que não estejam acostumados. O ideal é ter uma escada por onde o animal possa fugir para evitar afogamentos. Assim que o pet sair da água, é necessário secar o pelo com secador, e não deixar ao sol.

Google divulga lista com as 10 músicas mais pesquisadas de 2018; veja

  • iBahia
  • 13 Dez 2018
  • 20:03h

Chega o fim do ano e as tradicionais listas de "mais buscados" começam a ser divulgadas para o público, e com o google não seria diferente. A plataforma de buscas revelou sua lista com as 10 letras de músicas mais pesquisadas no ano de 2018 pelos brasileiros. Todas as canções do ranking fizeram grande sucesso neste ano. "Era Uma Vez" de Kell Smith que ocupa o primeiro lugar se tornou o maior sucesso da cantora com quase 200 milhões de visualizações em seu clipe. Já "Bohemian Rhapsody" do Queen que é originalmente de 1975, voltou a ser bastante procurada graças ao filme de mesmo nome que conta a história de Freddie Mercury e sua banda de rock. 

Confira a lista completa:
 

10) Ousado Amor - Isaías Saad

9) Mulherão da Porra - Munhoz e Mariano feat. Jerry Smith

8) Notificação Preferida - Zé Neto e Cristiano

7) Mostra Tua Força, Brasil (Jingle)

6) Bohemian Rhapsody - Queen

5) O Sol - Vitor Kley

4) Vai Malandra - Anitta, Mc Zaac, Maejor ft. Tropkillaz & DJ Yuri Martin

3) Dona Maria - Thiago Brava ft. Jorge

2) Que Tiro Foi Esse - Jojo Toddynho

1) Era uma Vez - Kell Smith

Estudo indica que 23% dos jovens brasileiros não trabalham e nem estudam

  • Revista Fórum
  • 06 Dez 2018
  • 20:14h

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) indica que 23% dos jovens brasileiros não trabalham e nem estudam (jovens conhecidos como nem-nem), um dos maiores percentuais de jovens nessa situação entre nove países da América Latina e Caribe. A maioria é de mulheres e de baixa renda. Enquanto isso, 49% se dedicam apenas ao estudo ou capacitação, 13% só trabalham e 15% trabalham e estudam ao mesmo tempo, de acordo com informações de Andreia Verdélio, da Agência Brasil.As razões para esse cenário, segundo aponta o estudo, são problemas com habilidades cognitivas e socioemocionais, falta de políticas públicas, obrigações familiares com parentes e filhos, entre outros.No mesmo grupo estão o México, com 25% de jovens que não estudam nem trabalham, e El Salvador, com 24%. No outro extremo está o Chile, onde apenas 14% dos jovens pesquisados estão nessa situação. A média para a região é de 21% dos jovens, o equivalente a 20 milhões de pessoas, que não estudam nem trabalham.O estudo “Millennials na América e no Caribe: trabalhar ou estudar?”, a respeito de jovens latino-americanos foi lançado nesta segunda-feira (3), durante um seminário no Ipea, em Brasília. Os dados envolvem mais de 15 mil jovens entre 15 e 24 anos de nove países: Brasil, Chile, Colômbia, El Salvador, Haiti, México, Paraguai, Peru e Uruguai.De acordo com a pesquisa, apesar de termo nem-nem induzia à ideia de que os jovens são ociosos e improdutivos, 31% dos deles estão procurando trabalho, principalmente os homens, e mais da metade, 64%, dedicam-se a trabalhos de cuidado doméstico e familiar, principalmente as mulheres.“Ou seja, ao contrário das convenções estabelecidas, este estudo comprova que a maioria dos nem-nem não são jovens sem obrigações, e sim realizam outras atividades produtivas”, aponta a pesquisa.Apenas 3% deles não realizam nenhuma dessas tarefas nem têm uma deficiência que os impede de estudar ou trabalhar. Contudo, as taxas são mais altas no Brasil e no Chile, com aproximadamente 10% de jovens aparentemente inativos.Para a pesquisadora do Ipea Joana Costa, os resultados são bastante otimistas, pois mostra que os jovens não são preguiçosos. “Mas são jovens que têm acesso à educação de baixa qualidade e que, por isso, encontram dificuldade no mercado de trabalhos. De fato, os gestores e as políticas públicas têm que olhar um pouco mais por eles”, alertou.

Arroz, feijão, carne e frango são alimentos mais desperdiçados no Brasil, constata levantamento

  • 11 Nov 2018
  • 08:03h

Foto: Reprodução / Vix

O arroz, a carne vermelha, o feijão e o frango são os alimentos mais desperdiçados na casa das famílias brasileiras, conforme levantamento do Ministério do Meio Ambiente (MMA) através da Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania do MMA. A fim de combater o desperdício a pasta realizou a Semana Nacional de Conscientização sobre Perdas e Desperdícios de Alimentos 2018. O evento teve culminância neste sábado (10), em Brasília, e contou com uma estrutura montada na Central de Abastecimento (Ceasa) da capital federal, e incluiu oferta gratuita de oficinas de combate ao desperdício, com dicas sobre como tirar o melhor aproveitamento de alimentos, evitando o descarte daquilo que ainda pode ser consumido. Ao longo dos últimos dias, exposições e outras oficinas, como a de hortas urbanas, também movimentaram o local.

Terceira idade é o grupo que mais cresce em rede social

  • O Globo
  • 04 Nov 2018
  • 15:10h

Foto: Marcelo Regua/Agência O Globo

Nos últimos dois anos, nenhum grupo cresceu mais em número de perfis no Facebook do que o de idosos. Até agosto, 7,4 milhões de pessoas com 60 anos ou mais estavam conectadas à rede social, o equivalente a um quarto do total de idosos brasileiros. Um crescimento de 56% desde 2016. O Rio é o estado onde a presença desse grupo no Facebook é maior. Mais de um terço dos idosos fluminenses, cerca de um milhão, estão na rede social. Os dados são de um levantamento da consultoria SeniorLab. A popularização dos smartphones foi um propulsor dessa maior participação, que, segundo a pesquisa, tem como principal motivação o relacionamento com parentes e amigos. E caminha lado a lado com o avanço dessa parcela da população no e-commerce. Rodrigo Amantea, professor de Marketing e coordenador da Educação Executiva do Insper, observa que, para os idosos, a rede social funciona como um grande conector de experiências e pessoas. — Enquanto para os millennials a rede social é a porta de saída para o mundo, para os idosos é uma forma de trazer para dentro de casa amigos e parentes, estreitar laços, compartilhar memórias e vencer medos em relação ao uso da internet — resume o publicitário Martin Henkel, fundador da SeniorLab, consultoria especializada no consumidor sênior.

Mais independência

Prova dessa adaptação é que praticamente metade (49%) dos idosos no Facebook já comprou pela web. — É um público que não só posta foto, mas já experimenta relações com aplicativos de transporte e streaming de música — complementa Henkel. Teresinha Ferreira Barbosa, de 76 anos, entrou no Facebook por influência da filha. Ela não se diz viciada, como a colega de classe Margarida Maria de Lima, de 73, que acessa sua conta desde que acorda. Ambas fazem curso de informática em uma escola especializada em Campo Grande, no Rio. — Sou uma pessoa curiosa e adoro ler as mensagens que as pessoas me mandam. Uma vez resolvi postar que tinha realizado uma biópsia, e, em menos de três minutos uma sobrinha que mora na Itália comentou. Várias pessoas me deram força, e isso me fez sentir mais forte até esperar o resultado — comenta Margarida, que frequenta as aulas há três anos.

Banho quente combate a depressão, diz estudo

  • iBahia
  • 24 Out 2018
  • 20:09h

(Foto: Reprodução)

Já pensou em relaxar e ajudar no combate a depressão com um simples banho quente? Um estudo feito na Alemanha pela Universidade de Friburgo deu indícios de que o banho quente pode auxiliar no combate a depressão. O estudo acompanhou 45 voluntários com depressão severa e moderada durante 8 semanas, todos receberam orientações para a fazer exercícios físicos por 45 minutos ou tomar um banho quente com 30 minutos de duração, relaxando após o banho com garrafas de água quente e um cobertor por 20 minutos, ambos duas vezes na semana. Já pensou em relaxar e ajudar no combate a depressão com um simples banho quente? Um estudo feito na Alemanha pela Universidade de Friburgo deu indícios de que o banho quente pode auxiliar no combate a depressão. O estudo acompanhou 45 voluntários com depressão severa e moderada durante 8 semanas, todos receberam orientações para a fazer exercícios físicos por 45 minutos ou tomar um banho quente com 30 minutos de duração, relaxando após o banho com garrafas de água quente e um cobertor por 20 minutos, ambos duas vezes na semana. Aqueles que fizeram exercícios notaram uma diminuição em seus graus de depressão de três pontos, enquanto quem optou pelo banho quente percebeu uma diminuição de seis pontos, o dobro. Apesar de ser um estudo novo e feito em pequena escala, os resultados foram satisfatórios e já anima terapeutas, que podem indicar os banhos quentes e relaxantes aos seus pacientes, sem nenhuma restrição.

Por que os homens perdem peso mais rápido do que as mulheres?

  • Uol
  • 19 Ago 2018
  • 20:08h

(Foto: Reprodução)

Um estudo publicado neste ano pela Diabetes, Obesity and Metabolism avaliou 2224 voluntários (1504 mulheres e 720 homens) com sobrepeso, obesidade e pré-diabetes, que foram submetidos a uma dieta de oito semanas (Cambrigde Weight Plan). A dieta era bem restritiva e de baixa caloria (LED — low-calorie diet) com cerca de 800 calorias e na maior parte líquida — sopas, shakes etc. Foi proposto uma ingestão de 375 gramas de vegetais. O estudo levou a resultados satisfatórios na resistência insulínica, composição de gordura corporal, massa magra e melhora dos sinais e sintomas da síndrome metabólica por conta do emagrecimento. Como já era de se esperar, os homens tiveram uma redução do peso corporal 16% maior do que as mulheres. Os homens têm uma composição corporal mais beneficiada que as mulheres; com uma maior quantidade de músculos e, consequentemente, uma taxa metabólica basal (TMB) maior. Temos que levar em consideração que o organismo do homem funciona diferente do organismo da mulher e nunca podemos padronizar uma dieta. Os homens quando engordam costumam depositar mais gordura visceral (as que envolvem os órgãos internos) comparado a mulheres. Já as mulheres têm uma maior quantidade de gordura corporal subcutânea, evidente nas coxas, quadris e distribuída por todo o corpo. No processo de emagrecimento os homens reduzem a quantidade de gordura visceral melhorando ainda mais sua taxa metabólica basal e ajudando a emagrecer mais rápido. Já nas mulheres a redução da gordura subcutânea não implica em uma melhora efetiva no risco metabólico, pois depende de outros fatores como o aumento de massa muscular com a prática de exercícios e também redução de gordura visceral e abdominal para uma melhor resposta metabólica. Esse estudo enfatiza que a mobilização de gordura abdominal mais evidente em homens quando comparado a mulheres com uma redução mais acentuada de gordura subcutânea interfere diretamente no resultado metabólico. 

Entenda como má aplicação de lentes de contato dentais fez Simaria perder dentes

  • 11 Ago 2018
  • 19:01h

A cantora Simaria, da dupla com Simone, revelou nesta semana que está com “fiapos” no lugar dos dentes devido à aplicação de lentes de contato com um profissional de qualificação duvidosa. As lentes de contato dentais são laminados de cerâmica usados para deixar o sorriso do paciente esteticamente mais harmônico. Podem ser corrigidas características como imperfeição de cor, tamanho, formato, além de espaços entre os dentes, entre outras. Em entrevista ao Bahia Notícias, o implantodontista Rodrigo Queiroz explicou que, no caso da artista, é possível que os laminados tenham se soltado devido ao descumprimento de "princípios da adesão". “Um fator crítico é não conhecer a fundo o tipo de cerâmica que se está usando e de que maneira esse material precisa ser preparado antes de ser ‘colado’ ao dente”, explicou. “Preparar previamente o dente, usando de artifícios corretos e conhecendo as propriedades químicas do material que se está usando, minimiza absurdamente esse tipo de problema”. De acordo com Queiroz, após a aplicação das lentes de contato, é necessária uma série de cuidados para garantir o sucesso do procedimento e aumentar sua durabilidade. É importante abolir hábitos nocivos como roer unha e morder tampas de caneta, por exemplo. Além disso, é essencial que a técnica seja bem executada pelo profissional, de forma a garantir inclusive uma mordida com encaixe adequado. Para isso, o implantodontista lembrou que é essencial a busca pelas qualificações do profissional, principalmente a partir de referências sobre o mesmo. No caso de má colocação de lentes de contato dentais, Queiroz citou que são comuns sintomas como irritação constante na gengiva, com processo inflamatório, desgastes inadequados, lesão da polpa do dente, dor e descolamento das lentes. “Na odontologia,  todo e qualquer procedimento deve ser embasado em publicações científicas. Dessa forma, quando não são seguidos protocolos para execução, alguns riscos podem acontecer se não realizados de maneira satisfatória”, reforçou.

Figurinista que acusou José Mayer de assédio sexual fala publicamente do caso pela primeira vez

  • 07 Ago 2018
  • 17:04h

Mais de um ano depois, o caso de José Mayer voltará à tona. As acusações de assédio sexual feitas pela figurinista da Globo, Su Tonani, contra o ator, serão um dos assuntos de um evento público na próxima semana.  Segundo o colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, Su falará pela primeira sobre o caso no evento 'Mulheres no Trabalho', que será realizado no dia 14 de agosto, na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), do Rio de Janeiro.  Em março de 2017, ela acusou o ator José Mayer de assédio sexual e motivou a campanha 'Mexeu com uma, mexeu com todas', adotada por diversas artistas. Na época, o ator reconheceu o erro e pediu desculpas.

Agatha Moreira nega que esteja namorando com Rodrigo Simas: ‘Para que usar rótulos?’

  • 05 Ago 2018
  • 16:06h

Foto: Reprodução / TV Globo

A atriz Agatha Moreira negou que esteja namorando o seu colega de elenco, Rodrigo Simas. Os dois, que interpretam o casal Ema e Ernesto na novela “Orgulho e Paixão”, foram vistos num clima de romance na saída da festa de aniversário da atriz Marina Ruy Barbosa. Em entrevista à Revista Quem, Agatha comentou sobre seu relacionamento com o ator e associou a repercussão da suposta relação com a química que os personagens na novela estão passando: “Estou me divertindo com toda essa curiosidade em torno da minha relação com o Rodrigo. É sinal de que o nosso casal ‘Erma’ está conquistando o público da novela. Mas não estamos namorando. Para que usar rótulos?”, respondeu a atriz.  

Após ser acusado de roubo, garçom processa Fiuk e pede R$ 30 mil na Justiça por dano moral

  • 05 Ago 2018
  • 10:03h

Um garçom do Hotel Sheraton do Leblon, zona sul do Rio, está processando o cantor e o ator Fiuk por dano moral e pede R$ 30 mil de indenização. De acordo com informações do processo, o garçom alega que Fiuk o acusou injustamente de ter furtado seu celular, segundo informou o colunista Ancelmo Goes, do jornal O Globo. O episódio ocorreu em 30 de outubro de 2011, quando Fiuk estava hospedado no hotel. Ele pediu que o funcionário esquentasse sobras de uma refeição e retirasse louças sujas de seu quarto. Horas depois, Fiuk teria acusado o garçom de ter furtado um iPhone de seu quarto, utilizando "palavras de baixo calão extremamente ofensivas", segundo o texto do processo. A Polícia Militar foi chamada e revistou o armário e a mochila do funcionário, mas nada foi encontrado. Fiuk, ainda segundo o processo, não teria pedido desculpas ao garçom e continuou com as ofensas. O garçom apresentou uma queixa crime por calúnia contra o ator e alegou que passou a ser "preterido pelo hotel em razão da acusação infundada" de Fiuk. O processo corre desde 2014 na 8ª Vara Cível do Rio. Procurada pelo UOL, a assessoria de Fiuk disse que ele não irá se pronunciar sobre o assunto.

Em tratamento contra câncer, Ana Furtado mostra a sua equipe usando máscara

  • 04 Ago 2018
  • 20:04h

Foto: Reprodução | Instagram

Ana Furtado tem compartilhado a sua luta contra o câncer nas redes sociais. Mesmo depois do diagnóstico, a apresentadora não largou as telas e continuou trabalhando. Além de apresentar o "É de Casa", ela está substituindo Fátima Bernardes, no programa diário "Encontro". Devido a doença, Ana está seguindo todas as recomendações médicas, como o uso de máscaras para fazer as atividades do dia a dia. Nesta sexta-feira (3), a apresentadora publicou uma foto em que ela aparece usando máscara com a sua maquiadora, cabelereira e camareira. "Ninjas sensualizando! Minha camareira Gê, maquiadora Claudinha e cabeleireira Janaína. Minhas musas do #Encontro e do #ÉDeCasa que me apoiam e me dão tanto carinho. E ainda me deixam bonita. Muito obrigada por essa semana especial!", escreveu.

Programa de TV revela salário de Danilo Gentili no SBT e choca internautas

  • 04 Ago 2018
  • 18:00h

Foto: Divulgação

O programa “A Tarde é Sua”, da Rede TV!, divulgou esta semana o salário do apresentador Danilo Gentili, que no SBT apresenta o “The Noite”, e mostrou que ele é um dos que mais recebe. Segundo o programa, Danilo recebe nada menos que R$ 300 mil por mês. Na lista dos mais bem pagos do canal, ainda figuram nomes como Eliana, e Celso Portiolli. Nas redes sociais, internautas ficaram surpresos com o valor que o ex-repórter do “CQC” recebe mensalmente.