BUSCA PELA CATEGORIA "Curiosidades"

Pesquisadores detectam gás que indicam existência de vida extraterrestre

  • Redação
  • 14 Set 2020
  • 15:44h

Trabalho multidisciplinar envolveu pesquisadores do Reino Unido, Estados Unidos e Japão, e foi publicado no periódico Nature Astronomy | Foto: Pavel Vinogradov/ Estação Espacial Internacional/ Fotos Publicas

A descoberta do gás fosfina na atmosfera do planeta Vênus pode provar a existência de vida extraterrestre. Nesta segunda-feira (14), equipe de pesquisadores anunciaram a detecção da substância, que na Terra só existe por atividade industrial ou por micróbios de ambientes anaeróbicos (sem oxigênio). De acordo com informações da Folha de S.Paulo, o trabalho multidisciplinar envolveu pesquisadores do Reino Unido, Estados Unidos e Japão, e foi publicado no periódico Nature Astronomy. À publicação, a astroquímica Clara Sousa-Silva, do MIT, explicou que, conhecimento atual sobre química e sobre Vênus, não há explicação possível para a presença de fosfina nas nuvens do planeta que não seja vida. Os achados podem tornar a fosfina uma molécula-chave para bioassinatura em mundos diferentes da Terra, capaz de indicar formas de vida fora do planeta. Para detectá-la, os cientistas usaram o Telescópio James Clerk Maxwell (JCMT), no Havaí. A descoberta foi confirmada com uso de 45 antes do telescópio Alma, no Chile, operado pelo Observatório Europeu Austral com parceiros internacionais. Os equipamentos permitem detectar compostos químicos em concentrações de partes por bilhão nas nuvens de Vênus ou em nuvens moleculares do meio interestelar. O estudo publicado sugere ainda uma análise de amostra local para garantir a presença de micróbios em Vênus. A hipótese de vida microbiana no segundo planeta do Sistema Solar surgiu pela primeira vez há mais de 50 anos, com a teoria de Carls Sagan.

Agricultor dos EUA planta sementes misteriosas da China

  • Redação
  • 13 Set 2020
  • 09:45h

(Foto: Reprodução)

Alguns meses atrás, misteriosos pacotes contendo sementes da China começaram a chegar à casa de pessoas comuns nos Estados Unidos. Preocupadas, as autoridades sanitárias e agrícolas dos EUA começaram a emitir alertas pedindo para que as pessoas não plantassem as sementes. No entanto, a curiosidade do fazendeiro Doyle Crenshaw, do Arkansas, falou mais alto. Ao receber um dos pacotes, ele não resistiu e plantou as sementes em uma horta em sua propriedade. Após fertilizá-las por algumas semanas, as sementes se transformaram em uma planta que “cresce loucamente”, segundo disse Crenshaw, informa o jornal Correio Braziliense. Em meio à folhagem verde, nasceram também flores alaranjadas e um fruto comprido e claro que parece com uma abóbora. 

Na era do podcast, as rádios ganham força e o futuro está garantido

  • Fabiano de Abreu
  • 12 Set 2020
  • 14:23h

(Foto: Divulgação)

No próximo dia 25 de setembro será celebrado o Dia Nacional do Rádio. A data lembra o nascimento de Roquete Pinto, considerado o “Pai do Rádio Brasileiro”. Passados 98 anos da primeira transmissão radiofônica no Brasil, e diante do avanço tecnológico expressivo no século XXI, uma certeza: O rádio está mais vivo do que nunca. A primeira transmissão radiofônica no Brasil aconteceu no dia 7 de setembro de 1922, em comemoração ao centenário da independência. De lá para cá, muitas formas de mídia surgiram, como a televisão e a internet. No entanto, mesmo com o avanço da tecnologia que trouxeram profundas mudanças na forma de se comunicar no século XXI, o rádio está se reinventando e está em plena forma. Até poucos anos atrás, as mudanças no entretenimento devido ao crescimento de novas formas de se comunicar, muitos pensaram que os rádios estavam com seus dias contados. Aquele hábito de pegar um aparelho e sintonizar uma estação certamente pode acabar, mas isso não quer dizer o fim do rádio. Segundo o CEO da Tubelab, Fred Furtado, isso mostra o novo caminho do rádio: “As emissoras estão se reinventando como grandes centralizadoras de entretenimento, com música, diversão, notícia e outros conteúdos. Elas estão encontrando agora os caminhos digitais, por isso com a Internet os donos das rádios estão partindo cada vez nesta rota de difundirem seus conteúdos nos meios digitais”, ele conta.

 

Uma maneira interessante de aliar o rádio com a internet é a criação de podcasts. Fred Furtado mostra as vantagens deste estilo de conteúdo: “Eu penso que o podcast é mais um caminho que o rádio vai. Não vai ter ninguém que saiba fazer melhor um produto de áudio do que as empresas ligadas ao rádio”. Ele avalia ainda que “os donos de emissoras de rádio terão muita facilidade em produzir este tipo de conteúdo virtual, pois eles são os melhores profissionais que sabem trabalhar nesta atividade de criar algo para o público que envolva áudio e não tenha imagem” Confiante, ele acredita que esta vai ser uma plataforma para fazer o rádio crescer.

Quando a televisão chegou ao Brasil, em 1950, especialistas daquela época acreditaram que ali seria o fim do rádio. Setenta anos depois, a televisão também precisa se reinventar para se sustentar com as facilidades da internet e diante do crescimento do próprio rádio. O CEO da Tubelab comenta que “no formato como foi feito até hoje, a televisão tende a perder muita força. As grandes emissoras estão disponibilizando seus conteúdos em novas plataformas”. Por outro lado, essa crise se manifesta apenas no tipo de televisão que era feita até os dias atuais. “O meio pode enfraquecer, mas não as empresas, que estão cada vez mais fortes. É importante ressaltar isso”, ele completa.

Mesmo com o advento de tanta tecnologia, o rádio se mantém forte, pois não são todos os brasileiros que têm acesso aos meios digitais. Segundo a pesquisa TIC Domicílios, do Comitê Gestor da Internet (CGI.br), o número de usuários de internet no Brasil em 2019 chegou a 134 milhões, ou seja, 74% da população acima de 10 anos de idade, sendo que 71% dos domicílios possuem acesso à rede. Logo, 28% dos brasileiros, e isso considerando uma população de 210 milhões (dados de 2020 informados pelo IBGE), ainda não estão conectados.

Outra pesquisa mostra que, enquanto isso, dois em cada dez brasileiros que possuem smartphone, ou seja, 20%, declaram que pagam por serviços de streaming de música. A descoberta fez parte da pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre uso de apps no Brasil.

A proporção é praticamente metade daquela verificada em streaming de filmes e séries (38%). A diferença pode ser explicada por dois fatores. O primeiro é que os principais serviços de música oferecem versões gratuitas em troca da reprodução de publicidade em áudio, enquanto o Netflix, líder do segmento de streaming de filmes e séries, não dá essa opção. Outra possível explicação é que muitas pessoas têm o serviço de música como parte integrante dos seus planos de telefonia e talvez não o percebam como um serviço pago, mas como um “brinde” da operadora.

Se por um lado os avanços tecnológicos são nítidos em grandes centros, como São Paulo, por exemplo, Furtado lembra que a proporção continental do território brasileiro e destaca como a situação pode ser diferente em outros lugares: “O Brasil é um país gigante e que ainda possui muitas diferenças em vários sentidos, inclusive neste caso se aplica um pouco das disparidades sociais. Ao mesmo tempo que temos uma população nos grandes centros já bastante adepta das ferramentas tecnológicas, nós ainda temos aqueles que ainda não tem o conhecimento ou a ferramenta necessária para buscar entretenimento pelos meios digitais”, finaliza.

CONTINUE LENDO

Pesquisa indica que brasileiros estão lendo menos; biblia segue como livro mais consumido

  • Redação
  • 11 Set 2020
  • 14:18h

(Foto: Reprodução)

A pesquisa “Retratos da Leitura”, divulgada nesta sexta-feira (11), indica que os brasileiros estão lendo menos. De acordo com O Globo, o estudo apontou que o país perdeu 4,6 milhões de leitores em quatro anos. Segundo os dados, em 2019 108,7 milhões de brasileiros (56% da população) disseram ter lido pelo menos um livro, inteiro ou em partes. O número é menor do que de 2015, quando 115,9 milhões de pessoas (62%) leram pelo menos uma obra. Apesar da queda, a média nacional de leitura por ano é de cerca de cinco obras por pessoa, anualmente, sendo metade delas lidas integralmente a outra de forma parcial. A pesquisa indicou também que dois em cada três brasileiros que leem costumam deixar o livro antes de concluir, e 28% dizem ler mais de uma obra ao mesmo tempo. Realizado pelo Instituto Pró-Livro em parceria com o Itaú Cultural, o estudo mostrou também que a bíblia é o livro mais lido no país, com 35% da preferência dos brasileiros. Os demais gêneros favoritos no Brasil são contos (22%), livros religiosos (22%), romances (22%) e livros didáticos (16%).  O recorte regional mostrou que o Sudeste teve a maior queda em 2019, passando de 61% em 2015, para 51%. Centro-Oeste e Nordeste também caíram para, respectivamente, 46% e 48% no ano passado. Já o Sul subiu de 50% para 58% e o Norte liderou no percentual de leitura: 63%. A pesquisa considera como leitores pessoas que leram ao menos um livro, inteiro ou partes, nos três meses antes do levantamento dos dados, que ocorreu entre outubro de 2019 e janeiro de 2020. Para o estudo foram feitas 8.076 entrevistas, em 208 municípios de 26 estados.

Nasa descobre que asteroide está se desintegrando no espaço

  • Exame
  • 10 Set 2020
  • 15:55h

Asteroide: novo fenômeno está intrigando pesquisadores da Nasa (Mark A. Garlick/AFP)

Um estudo realizado pela Nasa e publicado no Journal of Geophysical Research: Planets revelou que um dos asteroides observados pela agência espacial americana está, aos poucos, se desintegrando no espaço. O asteroide Bennu, analisado pela sonda OSIRIS-REx, está soltando pequenos pedaços de rocha ao longo de sua trajetória. De acordo com o artigo publicado na quarta-feira (9), os pedaços que o asteroide deixa no espaço medem menos de 6 cm de diâmetro. Essas partículas ejetadas naturalmente são tão pequenas que, eventualmente, acabam caindo novamente na superfície do asteroide após entrarem em órbita por um breve período. O fenômeno foi inicialmente reportado pelo cientista planetário Carl Hergenrother, da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos. O pesquisador observou o que pensava ser um novo grupo de estrelas próximo ao asteroide. Após uma análise mais criteriosa, Hergenrother descobriu que os pontos observados não eram estrelas, mas partículas do próprio asteroide. Os pesquisadores ainda estão tentando entender os motivos pelo qual o asteroide Bennu está se desintegrando. Uma das hipóteses é baseada na liberação do vapor da água do próprio asteroide. Outra relaciona o fenômeno aos impactos sofridos pelo asteroide por pequenas rochas ao longo de sua trajetória. Há ainda a possibilidade da desintegração estar sendo causada por estresse térmico. Os pesquisadores ainda estão tentando entender os motivos pelo qual o asteroide Bennu está se desintegrando. Uma das hipóteses é baseada na liberação do vapor da água do próprio asteroide. Outra relaciona o fenômeno aos impactos sofridos pelo asteroide por pequenas rochas ao longo de sua trajetória. Há ainda a possibilidade da desintegração estar sendo causada por estresse térmico.

Vídeo fake de criatura assustadora circulando no Sul da Bahia viraliza; assista

  • Redação
  • 10 Set 2020
  • 11:52h

(Reprodução: Youtube)

Os grupos de WhatsApp dos moradores de Ilhéus e Teixeira de Freitas, bem como as redes sociais, foram inundados com vídeos que mostram uma criatura estranha e gigante andando nas ruas dos municípios do sul baiano.

De acordo com os relatos, o monstro teria sido visto em frente a um Sesi, após ter saída da fazenda de um homem chamado Abdala, em Ilhéus. Outros depoimentos narraram que a criatura se assemelhava a um gafanhoto ou grilo gigante.

No vídeo é possível ouvir um homem dizer que o aparecimento da criatura assustadora seria um sinal do fim dos tempos. No entanto, apesar de todo o alarde e pessoas jurando de pé junto que viram a monstruosidade, o vídeo é falso.

Além de Ilhéus e Teixeira de Freitas, relatos também apontavam que a fera havia sido vista perambulando em Fortaleza (CE) e João Pessoa (PB). O veredito de que se trata de obra de computação gráfica foi dado pelo site Boatos.org, especialista em investigações deste tipo.

Segundo o site, “fake news que se utilizam de “aparecimento de criaturas estranhas” em vídeo (sempre gravados em péssima qualidade) é mais do que comum na internet”. Além disso, “o animal é visto em diversos ângulos e em nenhum momento há surpresa ou medo por parte de quem filma (que sequer treme a imagem)”.

“Para além disso, o movimento do bicho (sempre uniforme, inclusive com o ritmo do rabo balançando) e a imagem (que está nitidamente deslocada do cenário) entregam que se trata de uma montagem”, esclareceu.

O mesmo vídeo já circulou nas redes sociais em árabe, o que mostra que não foi apenas no Brasil que a fake news viralizou. Apesar disso, até então não é possível saber quem criou o conteúdo.

Dia do Sexo: casais precisam se reinventar com distanciamento social

  • Victor Rosa
  • 06 Set 2020
  • 18:44h

(Foto: Freepeek)

Neste domingo, 6, se comemora o Dia do Sexo. A data foi escolhida a partir de uma ação de marketing de uma empresa de preservativos, que fez uma alusão do dia e mês (6/9) à posição do kama sutra. Este ano, a celebração ocorre no período de pandemia do novo coronavírus que, questões de prevenção, levou diversos casais a cumprirem o distanciamento social e evitarem as relações sexuais. Foi o que aconteceu com Mylena Costa*, que passou cinco meses sem manter contato físico com o namorado. Mylena mora com a mãe, que é grupo de risco por ser idosa, hipertensa e diabética, e preferiu não colocar em risco a saúde da família para ver o parceiro. “Fiquei muito assustada e conversei com ele, que aceitou imediatamente. Não quis ser responsável por trazer doença para minha mãe. Já estava saindo para trabalhar, mas não tinha opção, então quis diminuir os riscos”, comenta Mylena. De acordo com a psicóloga e sexóloga clínica Claudia Meireles, os casais que estão passando a quarentena longe podem utilizar diversos recursos para minimizar os efeitos da falta de relações sexuais, e cada um vai eleger o melhor e mais conveniente. “Uma das coisas bem saudáveis é aproveitar o distanciamento para namorar sem obrigatoriedade de coito, penetração. Ou seja, levar essa relação com cuidados mútuos. Aproveitar para conversar eroticamente, brincar, tornar a relação leve”, explica a especialista.Claudia destaca que o casal deve decidir como vão acontecer as práticas sexuais, de forma civilizada e em comum acordo, como ambos aceitarem um encontro erótico virtual.

Masturbação

Nas redes sociais, diversas pessoas fazem piada com a situação da pandemia, alegando que estão se masturbando ainda mais neste período.

Para Mylena, que ficou longe do namorado entre março e julho deste ano, a masturbação foi o único caminho possível para conter a abstinência sexual causada pela distância.

“Apelamos para o que todo mundo faz: a masturbação. Não tivemos sexo virtual nem nada disso”, diz.

Para a sexóloga clínica, a masturbação é um processo que possibilita o autoconhecimento e descarrega a tensão sexual, sendo considerada uma ação saudável para qualquer pessoa, independente do gênero.

“Vale ressaltar que muitos casais, durante o ato sexual, se masturbam na frente do parceiro/parceira. Ninguém é obrigado a se masturbar, mas seria bastante saudável se cada um conhecesse e pudesse dizer ao parceiro(a) como e onde gosta de ser tocado”, pontua Claudia.

Entretanto, a sexóloga acrescenta que, quando a masturbação torna a pessoa disfuncional, é necessário buscar ajuda profissional. 

“A pessoa se masturba tanto ao ponto de se prejudicar nas tarefas do trabalho, não estuda, não sai de casa, para se masturbar o tempo todo. Tudo que é compulsivo é prejudicial, inclusive a masturbação”.

De forma equilibrada e saudável, Mylena dá um conselho para quem não pode transar neste momento de pandemia: “Vá se masturbar. Do nada, você fica sem poder transar, então é a única forma de ficar mais equilibrado neste período”.

Relação doentia

Segundo a sexóloga Claudia Meireles, não é especificamente a falta de relações sexuais que pode prejudicar um relacionamento, mas o contrário.

“A relação sexual é um dos aspectos importantes de um relacionamento e, se os demais aspectos não estão saudáveis, a sexualidade também estará adoecida”, relata.

Claudia destaca que, antes de creditar à pandemia o adoecimento do relacionamento sexual, é importante analisar como era a intimidade, a cumplicidade, a harmonia do casal e os encontros sexuais antes da Covid-19.

“Relacionamentos frágeis e adoecidos antes da pandemia tendem a se agravar. Ao analisar o antes e o depois, percebe-se que o que deteriora a relação não é a pandemia ou qualquer outro evento que obrigue à uma convivência mais próxima. A pandemia apenas está fazendo com que as pessoas, obrigatoriamente, confrontem algumas situações que antes eram minimizadas, evitadas, negligenciadas”, explana Claudia.

Com um relacionamento saudável, Mylena conta que a falta de sexo não afetou o namoro, mas o tempo sem relações fez com que o reencontro fosse ainda mais ‘picante’. “A gente quase derruba as paredes do apartamento”, brinca, ao relatar a primeira relação após o distanciamento provocado pela pandemia.

Dicas para apimentar a relação

Com o distanciamento social, os casais têm que inovar para manter as relações sexuais. De acordo com a diretora do Eva Sex Shop, Eveline Santos, o melhor ingrediente do sexo, seja estando próximo ou afastado, é a imaginação. “Nesse momento em que muitos casais estão distantes, a capacidade de fantasiar é ainda mais importante”, alega.

Para aflorar a fantasia, Eveline recomenda a utilização de masturbadores, tanto para mulheres quanto para homens.

“Os masturbadores realísticos feitos em cyber skin são uma ótima opção, porque se aproximam do toque real da pele e dos órgãos genitais, enquanto os vibradores podem ser super versáteis, com formas anatômicas e cada vez mais tecnológicos para trazer prazer ao extremo”, explica.

Eveline também recomenda a utilização de estímulos visuais e auditivos, como fotos picantes consentidas ou mensagens de voz instigantes, além da possibilidade de apostar em excitantes e potencializadores de orgasmos.

"Eles [excitantes e potencializadores de orgasmos] são desenvolvidos pra que homens e mulheres tenham mais sensibilidade e aproveitem ainda mais o momento, seja a dois ou sozinho. Podem ser associados aos masturbadores, assim como os lubrificantes”.

CONTINUE LENDO

On Fire: Mulher pega fogo após uso de desinfetante para as mãos nos Estados Unidos

  • Redação
  • 06 Set 2020
  • 17:06h

(Fotos: Montagem/Bnews)

A americana Kate Wise está se recuperando em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) depois que seu corpo ficou em chamas enquanto ela tentava acender uma vela dentro de casa. O caso ocorreu na cidade de Round Rock, no estado do Texas (EUA).

Segundo o canal local KVUE, afiliado da rede ABC, Wise ficou com queimaduras graves em todo o corpo. Ela contou à emissora que tinha usado um desinfetante para as mãos (no Brasil, o mais comum é o álcool em gel) sem marca, que ela tinha comprado para proteger a ela mesma e às três filhas do coronavírus.

Do hospital, ela mandou um vídeo falando sobre o acidente. "É algo que você nunca quer que seus filhos vejam: você simplesmente em chamas", afirmou. "Nunca quis que elas passassem por isso."

Kathryn Bonesteel, amiga de Wise, lançou uma campanha no site GoFundMe para ajudá-la com as despesas médicas. "Kate colocou as crianças na cama para assistir a um filme", contou. "Ela usou o desinfetante para mãos que tinha comprado em uma loja de confiança."

"Logo depois, foi acender algo no quarto e o braço dela pegou fogo", disse. "Em pouco tempo, houve uma explosão como se houvesse uma bomba. Ela está com queimaduras da cabeça aos pés, de segundo e terceiro graus."

"Duas das filhas delas correram até um vizinho para ligar para a emergência", continuou. "Em chamas, ela carregou a filha portadora de deficiência e o cachorro para fora de casa."

Bonesteel também alertou para a compra de produtos sem marca. "Todos nós estamos comprando o que está facilmente disponível", avaliou em entrevista à KVUE. "Procuramos lojas em que confiamos, como a Amazon, para comprar os produtos de que precisamos para proteger a nós mesmos e nossas famílias." O Corpo de Bombeiros de Round Rock ainda investiga o caso.

Hot: Hoje (06) é Dia do Sexo

  • 06 Set 2020
  • 08:40h

(Foto: Divulgação)

A escolha desta data é uma brincadeira numérica de duplo sentido (6 de setembro = 6/9), que remete a uma posição sexual popularmente conhecida por “69”.

Como surgiu o dia do sexo?

O dia do sexo se popularizou através de uma campanha de marketing de uma marca de preservativos.

Segundo consta, a criação da data foi motivada pelo fato de outras datas comemorativas tão populares - como o Dia das mães e Dias dos pais - terem origem no sexo. Afinal, sem a relação sexual a maior parte das mulheres não seriam mães, e os homens não seriam pais.

Assim, de forma irreverente, surgia o dia do sexo, mas com pelo menos dois objetivos muito sérios: conscientizar as pessoas sobre a importância do uso de preservativos durante o ato sexual, e ajudar a quebrar antigos tabus sobre o sexo.

Mas, a primeira proposta de criar um dia do sexo foi feita em 20 de novembro de 1935. A data, escolhida por um grupo chamado “Círculo Brasileiro de Educação Sexual”, tinha como objetivo incentivar o debate sobre a prática sexual, já que naquele tempo pouco de falava sobre o assunto.

Benefícios do sexo na saúde

Vários estudos apontam que, quando realizada de forma responsável, a prática sexual pode apresentar diversos benefícios para a saúde, como por exemplo:

  • aliviar a insônia e as enxaquecas;
  • aumentar a imunidade;
  • fortalecer os ossos;
  • diminuir as dores do corpo;
  • reduzir o risco de câncer na próstata;
  • melhorar a saúde cardíaca.

Mistério: você tem Selene Delgado López no Facebook? Entenda caso que viralizou na rede

  • Redação
  • 02 Set 2020
  • 08:46h

(Reprodução: Facebook)

Diversos usuários do Facebook afirmaram, entre esta segunda (31) e terça-feira (1º), que o usuário Selene Delgado López é um contato que praticamente todos têm como amigo na rede social. Isso tem causado muita intriga entre os internautas - afinal, muitos dizem que não conhecem o usuário e sequer adicionaram a conta.Acontece que o perfil é configurado apenas para enviar mensagens, por isso os internautas têm a ilusão de que "Selene" é amiga da pessoa no Facebook. Mas, ainda assim, diversos usuários garantem que esse é um caso paranormal, pois nunca receberam um pedido de amizade, mas ainda está em sua lista de amigos. De acordo com o jornal ABC, do México, essa situação toda também chama atenção por lá. E mais: seria em terras mexicanas que teria “vivido” Selene. Isso porque, entre os anos 90 e 2000, uma emissora de televisão onde os desaparecimentos eram narrados com fichas informativas para agilizar a busca, o nome de Selene Delgado López apareceu muito entre os comerciais. A história contada é que sua família tinha oito anos procurando seu paradeiro. Com isso, Selene tornou-se, em muitos lares mexicanos, uma espécie de fantasma social. Ainda segundo o veículo mexicano, muitas crianças cresceram assistindo desenhos em um canal do país, e sempre aparecia uma legenda dizendo: Pedimos sua ajuda para localizar tal pessoa… Mas, depois de um tempo, o canal deixou de transmitir o arquivo e nunca informaram se a mulher havia sido localizada. Ainda segundo o ABC, tempos depois descobriram que os dados fornecidos pela emissora de televisão eram falsos, assim como qualquer registro da existência de Selene Delgado ou de seus familiares. Alguns cidadãos afirmam que o caso de Selene Delgado López teria sido, então, um experimento de mídia.

Após criar 'pizzajé' e 'pizzará', gastrônoma faz nova releitura de quitutes baianos: 'Picoré e Picorá'

  • João Souza, G1 BA
  • 23 Ago 2020
  • 11:51h

Cris Santos criou "picoré' e 'picorá' — Foto: Arquivo Pessoal

Geralmente gelados e com gosto de frutas ou de chocolates, o picolé é a saída para muitos que querem aliviar o calor. A gastrônoma baiana Cris Santos, de 44 anos, tratou de mudar o ritual e trouxe o tradicional tempero baiano, com a criação do "picoré" e "picorá" - inspirada no acarajé e no abará, dois dos quitutes mais conhecidos da Bahia. Cris Santos, dona da lanchonete virtual "Pizzará", ganha a vida fazendo releituras do acarajé e abará. O "picoré", por exemplo, tem o formato do picolé, mas é frito, feito com a receita base do acarajé e ainda tem um "patêzinho", que faz a iguaria se assemelhar com uma paleta mexicana. "Na semana passada, eu vi uma matéria de um homem chamado Clayton, de Jaú, em São Paulo, e ele fez um picolé de coxinha e eu achei superinteressante. 'Poxa, eu ainda não criei um picolé ainda, eu vou fazer. Já que já fiz tanta coisa, vou fazer o picolé também”, disse Cris Santos. "A gente que trabalha com criatividade, fica inquieta até conseguir fazer as coisas. Eu fiz o 'picoré' e o 'picorá' em casa, chamei a família e os vizinhos para ver o que eles achavam". Na lanchonete virtual, Cris Santos esbanja releituras do acarajé e abará. Lá você encontra pizzas, empadas e até ovos da Páscoa. As iguarias custam R$ 10 e são entregues pelo sistema delivery. A Pizzará faz entrega em todos os bairros de Salvador e até em Camaçari, cidade da região metropolitana. Cris explica que os lanches criados por ela não seguem a receita base do acarajé e abará, já que as iguarias são consideradas patrimônios imateriais. "Se você muda um item, se você tira ou acrescenta alguma coisa, você já modifica. Eu coloquei outros itens que não alteram o sabor, que não alteram a textura, mas que não é a receita base e me dá embasamento para trabalhar segura". A gastrônoma garante que o sabor é muito parecido com o do acarajé. "Você vai comer e vai pensar que é igual, como as minhas pizzas, empadinhas, os ovos de páscoas. Você come e acha que não tem diferença", garante.

Noiva de Lula avança em preparativos para casamento e pede dicas sobre vestidos

  • Redação
  • 19 Ago 2020
  • 09:17h

Nas redes sociais, seguidora sugere vestido vermelho, mas Janja indica preferir a cor do PT apenas no buquê | Foto: Reprodução/YouTube

Noiva do ex-presidente Lula (PT), a socióloga Rosângela da Silva, conhecida como Janja, avança nos preparativos para o casamento, conforme informações da coluna Painel, da Folha de S.Paulo. Ela tem sondado o mundo das noivas nas redes sociais, onde chegou a informar a uma amiga que muito em breve precisará de dicas de vestidos de casamento. Empolgados, seus seguidores sugeriram dicas diferentes, inclusive que a cor do vestido poderia ser vermelha, que representa o Partido dos Trabalhadores, o que não agradou muito Janja. “O buquê pode ser vermelho, o vestido tem que ser branco”, escreveu outra internauta, ganhando a aprovação da noiva.

Única Lua Negra de 2020 acontecerá essa semana

  • UOL | Espaço
  • 19 Ago 2020
  • 08:02h

Única Lua Negra de 2020 acontecerá amanhã - Wikimedia Commons

A única Lua Negra de 2020 acontecerá esta semana e dará aos astrônomos uma grande oportunidade de verem mais do espaço. O fenômeno, que acontece a cada 32 meses, se refere à terceira Lua Nova em uma temporada com quatro luas novas — geralmente, estações lunares duram cerca de três meses e costumam apresentar apenas três luas novas — ou a segunda Lua nova em um mês, o que não é o caso Mas o que podemos ver de diferente na Lua durante esse acontecimento? Bom, na realidade, esse fenômeno não muda a cor de nosso satélite natural, muito pelo contrário, ele apenas não será visto. Isso acontece porque, assim como qualquer Lua nova, sua face iluminada não estará voltada para a Terra. Entretanto, apesar da falta da luz lunar iluminando o céu, esse acontecimento facilitará a observação de estrelas. Além do mais, é durante esse período que muitos cientistas e pesquisadores aproveitam a “ausência” da Lua para tirarem ótimas fotos da Via Láctea. Mas quando tudo isso acontece? A Lua Negra acontecerá amanhã, 18, por volta das 23h41. Portanto, não se assuste caso não veja a Lua no céu.

Pentágono cria unidade para o estudo de óvnis

  • Por France Presse
  • 15 Ago 2020
  • 14:22h

Logo do Pentágono na sala de briefing do Departamento de Defesa americano em Arlington, na Virgínia. — Foto: Al Drago / Reuters

Washington mostra-se particularmente preocupado com a capacidade de espionagem da China, através de drones ou outros meios aéreos. A missão da nova unidade do Pentágono é "detectar, analisar e catalogar estes fenômenos aéreos não identificados que poderiam representar uma ameaça para a segurança nacional", afirmou a porta-voz. O Pentágono "leva muito a sério qualquer incursão de aeronaves não autorizadas em nossos centros de treinamentos ou em nosso espaço aéreo, e revista todos os relatórios", completou. O Senado dos Estados Unidos se interessou nas atividades do Pentágono nesta área em junho, confirmando assim oficialmente a existência de um grupo de trabalho informal sobre este tema. A nova unidade formaliza as operações destes soldados e permitirá ao Congresso monitorar mais de perto a atividade.O Pentágono publicou três vídeos filmados por pilotos da Marinha em final de abril, que mostram encontros em voo com o que parecem ser óvnis. Um dos vídeos, em preto e branco, data de novembro de 2004, enquanto os outros dois são de janeiro de 2015.

'Mão Santa': Prefeito de cidade no Piauí homenageia Bolsonaro com monumento: 'Líder ungido'

  • 14 Ago 2020
  • 17:53h

Foto: Reprodução / O Globo

O prefeito de Parnaíba, cidade do interior do Piauí, Francisco Souza, conhecido popularmente como o "Mão Santa", inaugurou um monumento para marcar um ano da visita do “líder ungido por Deus Jair Messias Bolsonaro” - conforme placa pregada à obra — à cidade.  Segundo o blog de Lauro Jardim, em O Globo, o texto na placa que homenageia o presidente da república ainda garante que Bolsonaro “livrou o Brasil do comunismo e da corrupção”. "Visitou Parnaíba nesta data o líder ungido por Deus Jair Messias Bolsonaro Presidente da República federativa do Brasil que livrou o Brasil do comunismo e da corrupção", diz, na íntegra, a placa. O ato foi realizado no dia do aniversário da cidade. "Mão Santa" já foi governador (1995-2001) e senador do Piauí (2003-2011).