BUSCA PELA CATEGORIA "Curiosidades"

Bruna Marquezine ganha folga de novela e vai à Rússia ver Neymar

  • 18 Jun 2018
  • 17:00h

Foto: Reprodução

O jogador Neymar terá apoio da namorada, Bruna Marquezine, na torcida na Rússia. Segundo a colunista Patrícia Kogut, a atriz ganhou folga das gravações de 'Deus Salve o Rei', da TV Globo, para assistir ao jogo contra Costa Rica. Bruna embarcará na próxima quarta-feira (20) para ficar perto do namorado. Ainda segundo a colunista, a volta da atriz já é esperada nesta segunda-feira (25). Bruna tem negociado a folga para viajar para a Rússia há algumas semanas. Além de Bruna, Marina Ruy Barbosa (Amália) e Romulo Estrela (Afonso) também terão folga. 

Bruna Marquezine 'entra para a seleção' em álbum da copa 2018

  • 31 Mar 2018
  • 10:00h

Enquanto Neymar se recupera da cirurgia no pé direito, a Seleção Brasileira "ganhou" um reforço daqueles! Em montagens feitas pelos fãs de Brumar, Bruna Marquezine aparece em uma das figurinhas do álbum da Copa 2018. Nas imagens, ela aparece com a camisa do Brasil, com peso, altura, data de nascimento e time em que atua (no caso, brincaram com Deus Salve o Rei, trama das 7 estrelada pela atriz). Marquezine já foi considerada uma mulher capaz de trazer sorte para Neymar: em janeiro, torcedores fizeram diversos posts apostando que a namorada foi quem ajudou o craque na goleada do Paris Saint-Germain contra o Dijon, por 8x0. Porém, o preparador físico da seleção brasileira, Fábio Mahseredjian, disse que Neymar deve entrar em campo na estreia do Brasil na Copa 2018, na Rússia. No dia 17 de junho o time de Tite enfrenta a Suíça, na cidade de Rostov-on-Don.

Usar cosméticos fora da validade pode causar problemas à pele e aos olhos

  • 25 Mar 2018
  • 18:00h

Foto: Reprodução / Pixabay

É importante ficar atenta ao prazo de validade dos cosméticos que você está utilizando. A composição química complexa e o contato direto com a pele e mucosas exige atenção em relação ao tempo de duração. “A maioria dos produtos têm prazo de validade de 6 a 12 meses após abertos, mesmo que conste na embalagem um período maior”, diz Carla Albuquerque, dermatologista da Clínica Carla Albuquerque, localizada em São Paulo. “Todo o produto fora da data de vencimento pode trazer alergias e levar até a complicações mais graves”, ensina Karla Assed, da Clínica Karla Assed, do Rio de Janeiro. Esmaltes, por exemplo, tem um prazo de validade de 1 a 2 anos. Depois desse período, eles ficam com uma aparência mais grossa e a cor muda, isso porque, ao longo do tempo, o solvente evapora, podendo causar mudanças na textura da unha e irritações na cutícula. No caso dos Xampus, quando fora da validade, perdem o efeito de limpeza de maneira eficaz, podendo levar ao aparecimento de caspa ou deixar o cabelo enfraquecido e intensificando a oleosidade. Produtos de maquiagem como bases e pós, quando manipulados tem a validade de três meses, enquanto os industrializados podem valer de um a dois anos. Quando utilizados fora desse período, podem causar alergia e irritações após o vencimento. Máscaras de cílios possuem a validade média de um ano e podem deixar os cílios enfraquecidos, causando queda dos fios, além do perigo de entrarem em contato diretamente com os olhos, podendo causar infecções, deixando os olhos vermelhos e inchados. Hidratantes fora da validade podem causar ezcema ou rash, que é uma erupção cutânea que deixa a pele avermelhada e áspera. No caso de desodorantes, a pele fica com um aspecto duro e ressecado, podendo aparecer pequenos cortes nas axilas. Protetores solares, se utilizados com validade vencida, perdem o efeito de proteção contra os raios UV, o que pode levar a melasma, além de irritações na pele. Vale uma atenção especial para os produtos que contém vitamina C ou hidrouinona (utilizado no clareamento de manchas), que costumam oxidar, deixando os cremes amarelados. Já os produtos que têm conservantes, que de acordo com o site da revista Cosmopolitan, servem para evitar contaminações na fórmula, depois do prazo de validade vencida não possuem mais essa propriedade, podendo deixar o consumidor exposto aos riscos citados acima. Também é válido prestar atenção nas mudanças do aspecto e cheiro dos produtos, para evitar o acúmulo de bactérias e fungos, e consequentemente, se prevenindo de infecções e alergias.

Madeline Stuart: primeira modelo profissional com Síndrome de Down

  • 25 Mar 2018
  • 16:00h

Com 21 anos, Madeline Stuart se destaca nas passarelas das principais Semanas de Moda desde 2015, sendo a primeira modelo profissional com Síndrome de Down. “Eu absolutamente amo isso!”, diz ela. “Sinto-me orgulhosa e feliz quando estou na passarela. É a melhor sensação do mundo. Infelizmente tem havido muita rejeição ao longo do caminho, o que é difícil, mas eu continuo trabalhando duro e tentando quebrar essas barreiras”, contou ela em entrevista recente para a jornalista Mariah Martinez, do site “Medium”. O desejo de se tornar modelo começou em 2014, quando a australiana foi a um desfile de moda na cidade de Brisbane com a sua mãe, Rosanne. Por ela estar um pouco acima do peso e pelas dificuldades de se locomover nas aulas de dança e esportes, Madeline passou por uma série de mudanças de hábito, encorajada pela mãe. “Madeline seguiu um processo de reeducação alimentar e começou a fazer exercícios seis dias por semana com um personal trainer, cortou o fast food da alimentação e começou a nadar uma hora por dia. Ela não perdeu peso para se tornar modelo, mas se tornou modelo quando perdeu peso ao se sentir fortalecida e confiante para se exibir”, explicou Rosanne em entrevista ao Daily Mail. Hoje, com 23kg a menos, a jovem se considera mais saudável do que era antes. De acordo com o site Pure People, a modelo conta que, para se manter constantemente em forma, ela escreve tudo o que come e também tem um medidor para contar seus passos, e explica que o medidor a encorajou a se movimentar mais. “Perder peso não é fácil, mas vale a pena estar em forma e saudável para viver uma vida mais longa”, explicou ela. Em 2015, depois da reeducação alimentar da filha, Rosanne criou um perfil para Madeline nas redes sociais para mostrar o antes e depois da filha, fazendo dela um exemplo para outros jovens seguirem os seus sonhos. Depois de viralizar na internet, Madeline se tornou notícia em vários países como Estados Unidos, Reino Unido e Austrália. A partir daí, começou a desfilar em grandes eventos como as Semanas de Moda de Nova York, Paris e Londres, Runway Dubai e Semana da Moda Mercedes Benz. Hoje, além de modelo, a jovem é embaixadora da escola de dança “Inside, Outside, Dance Ensemble” e em fevereiro do ano passado, lançou a sua própria linha de roupas, chamada “21 Reasons Why”. Madeline também é um símbolo da luta das pessoas com Down. “Viver com uma deficiência não te impede de realizar seus sonhos. Pessoas com deficiências são capazes e merecem as mesmas oportunidades como qualquer outra”, diz ela.

Homem preso diz que veio de 2048 para avisar sobre invasão alienígena

  • Estadão
  • 08 Out 2017
  • 08:30h

A polícia de uma cidade do Estado de Wyoming, Estados Unidos, afirmou que um homem preso por intoxicação pública declarou que era um viajante do tempo e tinha voltado ao passado para alertar a população de uma invasão alienígena. As informações são da Associated Press (AP).  Os agentes policiais da cidade de Casper afirmaram que o homem, encontrado às 22h30 (horário local) da última segunda-feira, disse que veio do ano 2048. Segundo uma rádio local, o homem queria avisar aos habitantes que deveriam sair da área, pois os alienígenas chegarão à cidade no ano que vem. O homem disse também que chegou em 2017 por acidente, pois o ano correto a que deveria ter sido transportado era 2018. Além disso, afirmou que só foi capaz de viajar no tempo porque os alienígenas encheram seu corpo com álcool.

 

 

 

Numerólogo diz que fim do mundo será em outubro; previsão inicial era setembro

  • Bahia no ar
  • 29 Set 2017
  • 16:06h

O numerólogo David Meade corrigiu sua previsão para o mês do fim do mundo. Antes garantido para 23 de setembro, com a colisão do planeta Nibiru, ou Planeta X, contra a Terra, agora a nova data é 15 de outubro deste ano. Em seu website, o numerólogo explicou que a previsão inicial do fim do mundo em setembro deste ano marcava, na verdade, o dia que deu início a uma série de eventos catastróficos que deverão levar ao fim do planeta. Mas a "ação real" deve começar em outubro. "É possível que no fim de outubro estejamos prestes a entrar no período de tribulação de sete anos, para ser seguido por um milênio de paz", explicou. A teoria conspiratória já havia sido difundida em 2012, de acordo com a Veja, mas o cientista David Morrison, do Instituto de Astrobiologia da Nasa, desmentiu a tese. Em um vídeo publicado no YouTube, Morrison disse que, se o planeta estivesse tão perto, seria brilhante e facilmente visível a olho nu.

Qual a senha do Wi-Fi? Uma a cada cinco casas conectadas do Brasil usa internet do vizinho

  • 07 Set 2017
  • 09:06h

(Foto: Reprodução)

Para alguns vizinhos, perguntar a senha do Wi-Fi é tão casual quanto pedir açúcar emprestado ou reclamar para que abaixe o volume da música alta. Uma a cada cinco casas conectadas do Brasil usa internet do vizinho, mostra a TIC Domicílios 2016, uma pesquisa que traz o raio-X da internet brasileira. E a partilha da conexão fixa sem fio está no centro desse fenômeno, afirmou ao G1 o coordenador do estudo, Winston Oyadomari. “Quem compartilha faz isso majoritariamente pelo Wi-Fi”, diz. Para 18% dos domicílios brasileiros, usar internet do vizinho é a forma de se manter conectado. Esse índice era de 13% em 2014. A disseminação da conexão compartilhada acompanha o avanço do Wi-Fi nas residências. Passou de 66% há três anos para 80% em 2016.

1,5 milhão de brasileiros não sabem que têm hepatite C

  • Tribuna da Bahia
  • 01 Set 2017
  • 18:00h

Foto: Ilustração

Curável em 90% dos casos, desde que detectada em sua fase inicial, mas principal causa de mortes nos últimos 15 anos pro problemas hepáticos, a hepatite C é atualmente a principal causa de óbito entre as hepatites virais, segundo o Boletim Epidemiológico 2017, emitido pelo Departamento de Aids, Hepatites Virais e Infecções Sexualmente Transmissíveis, do Ministério da Saúde. Com o objetivo de aumentar o diagnóstico da doença e encaminhamento dos pacientes para tratamento adequado, a companhia biofarmacêutica AbbVie, em parceria com as Sociedades Brasileiras de Infectologia e de Hepatologia e AMB – Associação Médica Brasileira, lançou campanha pública  para incentivar os profissionais de saúde, de qualquer especialidade, a incluir o teste para hepatite C na sua prática clínica. Embora seja um exame simples, de sangue, de rápida resposta e que pode ser realizado gratuitamente em centros públicos de saúde, ele acaba muitas vezes não sendo incluído entre os exames laboratoriais de rotina, deixando, muitas vezes, a doença evoluir gradativamente em suas diversas fases até tornar-se crônica e mais difícil o tratamento. “Em cerca de 90 por cento dos casos, a hepatite C pode ser curada”, afirmou o especialista Sergio Cimerman, presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia. “Por isso, é importante o engajamento de toda a classe médica para detectar e tratar a doença precocemente, isto é, quando os danos ao fígado e a outros órgãos ainda podem ser controlados. Com a detecção precoce e  tratamento adequado, podemos acreditar que a erradicação da doença é possível”.

 

 

.

5 dicas para saber se vale fazer determinado concurso

  • G1
  • 15 Jun 2017
  • 17:06h

Foto: Ilustração

Ao G1 a colunista Lia Salgado explica cinco aspetos a serem levados em conta na hora de fazer um concurso. 1 – Examine as condições objetivas; A primeira coisa a fazer é verificar se a vaga é do seu interesse. A atividade a ser realizada tem a ver com você? Porque, se for algo muito fora do seu perfil, ser aprovado pode tornar-se um problema na sua vida. O local para onde serão as vagas é possível, de acordo com a sua situação familiar? A remuneração (salário + benefícios) atende às suas necessidades? 2 – Pode funcionar como um concurso intermediário? Em algumas situações, a vaga oferecida não é exatamente o que você busca, mas pode funcionar como uma etapa intermediária, para garantir aporte financeiro que permita que você siga estudando com melhores condições, até ser aprovado na vaga que deseja de verdade. 3 – Você está apto para preencher essa vaga? Ok, o emprego interessa – seja como objetivo final, seja intermediário. Mas, você preenche os requisitos? Vale lembrar que os requisitos serão exigidos somente no momento da posse. Então, é possível estar concluindo a escolaridade ou prestes a completar a idade e prestar o concurso. Mas, em caso de aprovação, você precisa cumprir os requisitos ou perde a vaga. Há casos em que o edital permite que o candidato convocado vá para o fim da fila. Outro aspecto a ser considerado é que a administração pode a chamar até o fim do prazo de validade do concurso, que pode ser de até 2 anos, e esse prazo pode ser dobrado. Ainda assim, há casos em que os aprovados são convocados quase imediatamente. 

4 – Matérias cobradas; Atualmente, os concursos exigem um leque que varia de 6 a 20 matérias. Portanto, é importante observar se há reais possibilidades de você se preparar até a data da prova. Se você já vem estudando há algum tempo, com foco em determinada área de concurso: há aderência entre o que você já estava estudando e o que será cobrado nesse concurso? Ou será necessário um desvio significativo do seu plano de estudo? Outra situação é se você está começando agora a se preparar agora, e ainda não viu sequer as matérias básicas. Se o concurso é de nível relativamente complexo, talvez não seja o caso de investir ainda. 5 – Decida sim ou não e não olhe para trás; Consideradas as dicas 1 a 4, se você percebeu que não vale a pena, siga no seu plano de estudo e aguarde novas oportunidades. Por outro lado, se você avaliou e decidiu que vale a pena, faça um planejamento de matérias e horários de estudo e comprometa-se seriamente. O tempo voa quando há uma prova marcada e qualquer desperdício será lamentado depois. Mas faça isso com equilíbrio, para ter condições de alcançar a faixa de chegada da sua maratona.

CONTINUE LENDO

Neymar é o único brasileiro na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo

  • 20 Abr 2017
  • 15:57h

(Foto; Reprodução)

O atacante Neymar foi o único brasileiro presente na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo divulgada pela revista americana Time na noite desta quinta (20). A lista conta ainda com os presidentes Donald Trump (EUA), Vladimir Putin (Rússia), Juan Manuel Santos (Colômbia), Kim Jong Un (Coreia do Norte), Recep Tayyp Erdogan (Turquia) e Rodrigo Duterte (Filipinas). A premiê britânica Theresa May, o fundador do WikiLeaks Julian Assange, o papa Francisco e a filha e o genro do presidente americano, Ivanka Trump e Jared Kuschner. Na edição de 2016, o juiz brasileiro Sérgio Moro foi um dos contemplados. Na capa de 2017, está a atriz Viola Davis, vencedora do Oscar de atriz coadjuvante pelo filme Fences. No texto que apresenta Neymar, escrito pelo britânico David Beckham, o brasileiro é descrito como "humilde, respeitoso e ávido por aprender" e a caminho de se tornar o melhor jogador do mundo. Confira a lista completa clicando aqui.

Dietas milagrosas são um risco para a saúde de quem quer perder peso

  • 19 Abr 2017
  • 19:08h

(Foto: Reprodução)

Dietas que prometem redução do peso em poucos dias são cada vez mais frequentes e podem ser facilmente encontradas em fóruns e sites na internet. No entanto, é preciso ficar atento quando o assunto é perder  peso. De acordo com especialistas, a alimentação irregular pode causar danos ao corpo. Professora do Departamento de Ciência de Alimentos da Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Márcia Regina alerta que, antes de seguir uma “receita milagrosa”, é preciso procurar a orientação médica. “O risco é muito grande, pode haver desequilíbrio da ingestão de nutrientes e acabar sobrecarregando os rins e o fígado”, explica Márcia. “A depender da dieta, tem que ter o bom senso.  É preciso que o profissional conheça a pessoa, saiba como estão os marcadores bioquímicos antes de passar a receita”, continua a professora. Ainda de acordo com a especialista, o ideal para quem está brigando com a balança é fazer um processo de reeducação alimentar. 

“É preciso selecionar melhor o que se vai comer. As pessoas costumam consumir muita massa, alimentos calóricos, poucas fibras e geralmente muita gordura hidrogenada. Vale priorizar o grupo de vegetais, uma salada crua ou cozida, arroz, feijão, um pedaço de carne, outros vegetais acompanhando, e ela vai ter uma nutrição rica em fibras”. A também nutricionista Amélia Duarte concorda. “Dietas com peso rápido tem ganho de peso mais rápido ainda. Esses motivos só agravam os problemas de obesidade”, defende. Nos 15 atendimentos diários que faz, Amélia estima que pelo menos 80% dos pacientes estão acima do peso. Ela recomenda o prato ideal: “Opte por refeições simples. Salada de alface com tomate, feijão temperado sem carne, arroz integral, ovo ou um peito de frango é o prato perfeito para quem precisa emagrecer. É bom tomar ainda uma colher de sopa de vinagre de maçã diluída em 100 ml de água antes do almoço e do jantar. Isso vai ajudar a diminuir a gordura no fígado”. 

HÁBITOS ALIMENTARES ESTÃO MUDANDO

O consumo regular de frutas e hortaliças aumentou no país nos últimos oito anos, passando de 33% da população em 2008 para 35,2% em 2016, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde. Ainda assim, apenas um em cada três adultos brasileiros consome esse tipo de alimento em pelo menos cinco dos sete dias da semana. A pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) revela ainda que os hábitos, nesse caso, são melhores entre as mulheres – o consumo regular de frutas e hortaliças no grupo passou de 38,6% para 40,7% no período – do que entre homens, cujos percentuais passaram de 26,4% para 28,8%. No prato, o brasileiro reduziu o consumo de feijão nos últimos quatro anos, passando de 67,5% em 2012 para 61,3% em 2016. Entre os homens, o índice passou de 74,2% para 67,9% no período e, entre as mulheres, de 61,7% para 55,7%. Caiu também o consumo  de refrigerantes e sucos artificiais, passando de 30,9% em 2007 para 16,5% em 2016, sobretudo entre as mulheres, caindo de 26,9% para 13,9%. A consciência quanto a necessidade da prática de atividades físicas aumentou nos últimos sete anos. Em 2009, o indicador era de 30,3% e, em 2016, de 37,6%. A frequência maior é entre jovens de 18 a 24 anos (52%) e a menor nas pessoas com 65 anos ou mais (22%).

CONTINUE LENDO

Chocolate com maior teor de cacau pode fazer bem para a memória e para o coração

  • 09 Abr 2017
  • 07:08h

(Foto: Reprodução)

A Páscoa está chegando e o Bem Estar desta sexta-feira (7) deu boas desculpas para não resistir aos chocolates. Será que ele realmente tem benefícios? De acordo com o ginecologista e consultor José Bento, chocolate cai muito bem, principalmente na TPM. A nutricionista Rosana Raele concorda e dá uma boa notícia para os chocólatras: ele pode fazer bem para a memória e para o coração. Entretanto, nada de abuso! Também é preciso saber escolher. Quem traz o benefício para o corpo é o cacau, não o chocolate. O ideal é sempre procurar um chocolate com mais porcentagem de cacau, já que uma barra de chocolate pode ter muita gordura e açúcar. A maioria dos chocolates tem só 25% de cacau, o resto é leite em pó, gorduras e emulsificantes. Um estudo feito por pesquisadores dos Estados Unidos com 18 mil pessoas, durante quatro anos, concluiu que quem comia chocolate com maior teor de cacau teve menos problemas de memória e menos riscos cardíacos. Os flavonoides, presentes no cacau, são os responsáveis por isso.

TPM e chocolate
E qual a relação do chocolate com a TPM? Segundo José Bento, durante o pico da TPM, o gasto calórico aumenta. Essa alteração pode gerar um gasto energético a mais de até 100 calorias. Além disso, na TPM acontece uma modificação hormonal: o aumento da progesterona e a diminuição do estrogênio. Essas variações causam a diminuição da serotonina. A queda da serotonina faz a gente ter vontade de comer alimentos calóricos e doces. Por isso a necessidade do chocolate, que também tem o triptofano, um precursor da serotonina.

CONTINUE LENDO

TV: Emissoras exigiram R$ 3,5 bilhões por ano, antes de cortarem o sinal, dizem operadoras

  • 30 Mar 2017
  • 09:33h

Empresa que representa a Record, o SBT e a RedeTV!, a Simba enviou proposta para operadoras de TV por assinatura pedindo R$ 15 mensais de cada assinante para continuarem sendo distribuídas no cabo e no satélite. O valor, que daria uma receita anual de cerca de R$ 3,5 bilhões, foi considerado “absurdo” por executivos da TV paga, inviável para a realidade do mercado, e teria de ser repassado ao assinante. É quase a mesma quantia que a Globosat recebe por seus canais, incluindo o Sportv, líder de audiência no horário nobre. Desde a meia-noite desta quinta-feira (30), as três emissoras estão fora dos pacotes da Net, Claro, Sky e Oi nas regiões metropolitanas de São Paulo e Brasília. Somente em São Paulo, que teve apagão analógico na noite de ontem, as emissoras deixaram de ser distribuídas para 35% dos telespectadores, ou 7 milhões de pessoas, de acordo com projeção sobre pesquisa do Ibope feita em março. A Vivo é a única operadora com autorização para continuar transmitindo as três emissoras. A operadora ainda não fechou acordo, mas as negociações avançaram na quarta-feira.No mercado de TV por assinatura, avalia-se que Record, SBT e RedeTV! não valem nem um terço do que estão pedindo. A própria Simba admite que não conseguirá alcançar os R$ 15 por assinante. Pediu alto para ter margem de negociação.

A Net e a Claro, que detêm mais da metade dos assinantes do país, negam que tenham recebido proposta da Simba. As duas operadoras da América Móvil aceita dialogar com as emissoras, mas se recusa a pagar por sinais que são distribuídos gratuitamente. A Sky, segunda maior operadora, não quer nem negociar.

Negociação tensa

Com o fim da TV analógica, as emissoras de TV aberta podem cobrar por seus sinais na TV por assinatura, amparadas na lei 12.485/2011. De olho em uma receita potencial de pelo menos R$ 500 milhões por ano, SBT, Record e RedeTV! se juntaram em uma empresa, a Simba, para negociar seus sinais. A criação da empresa foi duramente combatida por operadoras e programadoras de TV por assinatura durante a tramitação do processo de fusão no Cade (Conselho Administrativo de Direito Econômico).Desde a semana passada, as emissoras e as operadoras travam uma queda de braço. As emissoras querem cobrar por seus sinais. As operadora não querem pagar. As emissoras vêm fazendo intensa campanha em que acusam as operadoras de se recusarem a negociar um “valor justo” por seus sinais. Na sexta-feira passada (24), a Simba enviou às operadoras uma notificação lembrando que elas precisam de autorização das redes para transmitirem seus sinais digitais nas cidades em que não há mais TV analógica. Nenhuma operadora tem essas autorização da Record, SBT e RedeTV!. Baseadas nessa notificação, Sky, Net e Claro decidiram cortar seus sinais de Brasília no início desta semana. Brasília foi a primeira grande capital a ter o chamado apagão analógico, em novembro do ano passado. Assim como em São Paulo, mais da metade dos lares do Distrito Federal recebe TV aberta via cabo ou satélite. // Daniel Castro  . Notícias da TV.

CONTINUE LENDO

Celular pode ser prejudicial para a saúde das crianças

  • A tarde/Uol
  • 26 Mar 2017
  • 10:13h

(Foto: Reprodução)

Na era da internet e das novas tecnologias, os smartphones têm conquistado cada vez mais adeptos, inclusive crianças, que estão substituindo brincadeiras tradicionais pelos modernos celulares, seja para jogos, uso de redes sociais ou até mesmo para fazer ligações. Mas o que os pais não sabem é que este "vício" pode trazer danos à saúde dos filhos. Pelo menos é isso que pretende analisar a pesquisa Exposição das radiações decorrentes do telefone celular e efeitos na saúde de crianças e adolescentes. Realizado pela física baiana Denize Francisca da Silva, o estudo inédito no Brasil faz parte do pós-doutorado dela, desenvolvido em parceria com a pesquisadora Emico Okuno, do Instituto de Física Nuclear da Universidade de São Paulo (USP). Pelo mundo, pesquisas já apontam indícios de que o uso do equipamento pode causar problemas na visão, hipertensão, distúrbios do sono e danos ao cérebro. Em 2011, a Organização Mundial da Saúde classificou o celular como possivelmente cancerígeno. Nas crianças, pesquisadores defendem que, por terem a cabeça menor e os ossos do crânio mais finos, a radiação do celular pode atingir partes mais profundas do cérebro, o que pode gerar danos à saúde. Em crianças, a Agência Sanitária da França aponta, em pesquisa divulgada em 2016, que as ondas eletromagnéticas emitidas por celulares podem ter efeitos sobre as funções cognitivas das crianças, especialmente memória, atenção e coordenação. 

Denize vai a 90 escolas públicas e privadas, onde deve conversar com 2.400 crianças e adolescentes entre 6 e 14 anos, além de pais, e profissionais das unidades de ensino. "O uso inadequado de telefone celular por crianças e adolescentes é bastante preocupante por questões relacionadas tanto com a exposição à radiação quanto ao comportamento", ressalta.

Riscos

As crianças estão mais expostas à radiação do celular e, por isso, os riscos do uso dos equipamentos podem ser maiores. Isso é o que defende o pesquisador gaúcho Cláudio Enrique Fernandez, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que estuda o tema. "O tipo de exposição de uma criança é diferente de um adulto. A criança tem uma cabeça menor, o osso do crânio é mais fino, a onda do celular atinge partes diferentes do cérebro, mais profundas do que na cabeça de um adulto", explica. Mesmo se o tipo de exposição fosse igual em crianças e adultos, ele complementa, o sistema imunológico dos pequenos não está totalmente desenvolvido. A enfermeira Jácia Uzêda, por exemplo, controla o uso do aparelho pelo filho Luiz Henrique, de 8 anos. Ela conta que entrega o smartphone sexta-feira à tarde e recolhe domingo. "Tento controlar o máximo possível, inclusive evitando que ele fique o dia inteiro", revela. A também enfermeira Edinalva Gomes vai além: a filha dela, Ana Clara, de 7 anos, não tem celular. Usa só um tablet nos finais de semana. "Não tem birra. Tem final de semana que ela nem lembra". As mães confessam que não sabiam dos riscos à saúde, mas ressaltam que há uma preocupação quanto ao comportamento. "Se ficar o dia inteiro no celular, ele fica extremamente nervoso", afirma Jácia. "Tenho medo é de ela deixar de ser criança e esquecer que o bom é estar ao lado de um amigo, descobrindo brincadeiras", completa Edinalva.

CONTINUE LENDO

Paciente israelense queima viva enfermeira por não estar satisfeito com atendimento

  • 14 Mar 2017
  • 14:09h

(Foto: Reprodução)

Um paciente de 78 anos queimou viva nesta terça-feira (14) uma enfermeira em uma clínica do centro de Israel, porque, segundo a polícia, ele não estava satisfeito com o atendimento recebido.O suspeito fugiu em seu carro da clínica em Tel Aviv antes de ser detido.A enfermeira Tova Carero, que morreu em consequência das queimaduras, tinha 56 anos."Segundo os primeiros elementos de que dispomos, o suspeito não estava satisfeito e, durante uma conversa, jogou líquido inflamável sobre a enfermeira e ateou fogo", indicou um oficial da polícia ao portal de notícias Ynet.O diretor da clínica declarou à imprensa que o paciente já era conhecido por seu "passado médico", dando a entender que sofre de problemas mentais.