BUSCA PELA CATEGORIA "Brasil"

Brasil: 4 mulheres morrem após carro bater em muro

  • G1
  • 16 Nov 2019
  • 17:03h

(Foto: Reprodução/G1)

Quatro pessoas morreram e duas ficaram feridas após um carro bater contra um muro na madrugada deste sábado (16) na Avenida Jacu pêssego, em São Miguel Paulista, na Zona Leste de São Paulo. O acidente ocorreu por volta de 0h30, na altura do número 1.905 da via. Foram encontradas garrafas de bebidas alcoólicas no veículo. Há suspeitas de que o veículo participava de um racha. Os feridos, uma mulher e um homem, foram levados ao Hospital Santa Marcelina. Segundo o Corpo de Bombeiros, as pessoas mortas são quatro mulheres. Os corpos foram enviados ao Instituto Médico Legal (IML Central). O caso foi registrado no 63º DP. O muro da casa atingida foi interditado pela Defesa Civil.

Atentos a tom de Lula, ministros do STF podem mudar voto sobre prisão em 2ª instância

  • 16 Nov 2019
  • 16:44h

Declarações do petista sobre fazer do Brasil um Chile estariam desagradando a Corte Redação | Foto: Reprodução

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) estão de olho no comportamento do ex-presidente Lula (PT) desde que foi solto, especialmente Marco Aurélio, Rosa Weber, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Celso de Mello e Dias Toffoli, que votaram para derrubar a prisão após condenação em 2ª instância. Segundo informações do jornalista Guilherme Amado, da Época, se o petista mantiver postura rígida, ameaçando fazer do Brasil um Chile, haverá quem mude seu voto. Atualmente, o placar que se avizinha é de 3 a 2, com Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello a favor de Lula e Cármen Lúcia e Edson Fachin, contra. Mantida essa previsão, os casos do tríplex e do sítio serão anulados e voltarão à primeira instância.

 

Brasil: Jovem morta a tiros mandou foto e avisou a mãe que estava sendo perseguida pelo ex-namorado

  • G1
  • 16 Nov 2019
  • 15:20h

(Foto: WhatsApp/ Reprodução)

A jovem Adrielli Rodrigues, de 22 anos e que foi morta com quatro tiros no peito em São Manuel (SP) na tarde de quinta-feira (14) mandou uma mensagem para mãe minutos antes de ser baleada dizendo que estava sendo perseguida pelo ex-namorado. Na mensagem, Adrielli Rodrigues mandou uma foto do ex, Cristiano Gomes, em uma moto. A mãe da jovem, Kate Cilene Roberta da Cruz, contou à reportagem da TV TEM que a filha tinha acabado de registrar um boletim de ocorrência contra Cristiano por agressões e ameaças na delegacia e pedido uma medida protetiva. Na mensagem, ela fala para mãe que agora tinha provas de que ele a perseguia. A jovem foi atingida após sair da delegacia, quando estava em uma motocicleta na quadra 1 da Rua Francisco da Cruz Mellão, onde o suspeito estaria esperando ela passar. Segundo a polícia, ele disparou cinco vezes e quatro tiros atingiram Adrielli. Ela chegou a ser socorrida e encaminhada para o Hospital das Clínicas de Botucatu, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na noite de quinta-feira. Após os disparos, o suspeito fugiu. Cristiano teve a prisão preventiva decretada e foi preso nesta sexta-feira (15). O velório de Adrielli está sendo realizado na tarde desta sexta-feira (15) e o enterro está previsto para as 8h deste sábado (16), no cemitério do distrito de Aparecida de São Manuel.

Brasil: Idoso ganha bolsa após fazer Enem pela 5ª vez e vai cursar engenharia

  • G1
  • 16 Nov 2019
  • 13:16h

(Foto: Jheniffer Núbia/G1)

Uma semana depois de fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, João Isaac, de 64 anos, ganhou uma bolsa de estudos para ingressar em uma faculdade de Porto Velho. Ele sonha cursar engenharia civil. A edição do Enem deste ano foi a quinta tentativa de João para ingressar em uma universidade. Com a bolsa, ele vai fazer a primeira faculdade aos 64 anos. "Não tenho palavras para descrever o sentimento que me toma. Ganhei 100% da bolsa para fazer engenharia civil, a promessa que faço é que vou me dar 100% para fazer o meu melhor", garante. O desejo de cursar engenharia civil, conta Isaac, surgiu após acompanhar a trajetória do filho, Clebson Vasconcelos, na faculdade de arquitetura e urbanismo. "Agora vou ficar ainda mais próximo do meu filho. A construção civil me fascina e vou poder trabalhar ao lado dele nos projetos". O primeiro contato de João Isaac com a faculdade foi ao lado dos filhos Clebson Vasconcelos e Gracilene Vasconcelos. "Mesmo tendo feito faculdade e hoje sendo professor, acompanhar meu pai pelos corredores da faculdade é algo extraordinário. A gente se emociona com ele", diz Clebson. Para Gracilene o pai é uma inspiração. "Ele nunca deixou de sonhar. Mesmo quando muitas das vezes a gente, da família, deixamos de acreditar, ele permaneceu firme e agora todos nós estamos vendo que quem acredita sempre alcança".

Ministério da Justiça investiga tentativa de golpe com imagem de Sergio Moro

  • Redação
  • 16 Nov 2019
  • 09:44h

Foi divulgada uma palestra que seria ministrada por ele em Natal (RN) e que custaria R$ 400; ex-juiz , no entanto, declinou do convite | Foto: REprodução

O Ministério da Justiça e Segurança Pública investiga uma tentativa de golpe com a imagem do titular da pasta, o ex-juiz Sergio Moro. Foi divulgada uma palestra que seria ministrada por ele em Natal (RN). O evento custaria R$ 400 e poderia ser pago com cartão de débito e crédito.Moro, de fato, foi convidado para ser o protagonista do evento, mas apenas um dia depois de o anúncio ter começado a circular nas redes. Ele, no entanto, declinou do convite.Na suposta palestra, o ministro falaria sobre “combate à corrupção sistêmica”. A revelação do caso foi feito pela jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo.

Homem se mata após ser chamado de ‘corno elétrico’ em jornal do SBT, família vai processar emissora

  • Blog do Rodrigo Ferraz
  • 15 Nov 2019
  • 14:49h

(Foto: Reprodução)

O soldador Ailton Soares, de 38 anos, tirou a própria vida na manhã da terça-feira (12) após ser xingado em rede nacional de “corno elétrico”. O xingamento foi feito por Marcão do Povo, no “Primeiro Impacto” (SBT). O apresentador debochou de um vídeo em que o homem ameaçava se matar, pendurado em cabos de energia elétrica. A esposa da vítima, Simone do Nascimento Soares, falou sobre a situação ao site Notícias da TV e disse que irá processar a emissora. Segundo ela, Ailton era depressivo e tomava remédios controlados há 1 ano e meio. “Vou atrás dos meus direitos, e o nome dele eu vou limpar. Ele se viu na TV e ficou pior do que já estava. E é culpa desse Marcão aí. Meu marido era um homem trabalhador e honesto. Depois dessa palhaçada que fizeram, eles acabaram com a minha vida e com a do meu filho, que tem só três anos e agora não tem mais o pai dele. Não consigo parar de chorar”, disse.

Brasil: Criança pede comida em carta para o Papai Noel e comove PMs

  • G1
  • 15 Nov 2019
  • 12:29h

(Foto: Divulgação/Polícia Militar)

"Papai Noel, mande aqui para a minha casa uma cesta de alimentos", pediu Gabriel, de 10 anos, em uma cartinha de pedidos de presentes de Natal em Peruíbe, no litoral de São Paulo. A cartinha foi entregue a policiais militares em patrulhamento nesta quinta-feira (14) para que chegasse até os Correios mas, em vez de levarem até a agência, os policiais decidiram realizar os desejos da criança. "A mãe do menino viu a viatura em patrulhamento e pediu ajuda", conta um dos policiais envolvido no caso, o soldado Fabiano Santil. "Pensamos até que era alguma ocorrência, mas ela pediu que a gente levasse uma carta a uma agência dos Correios na cidade". O policial concordou em levar a carta, mas ainda não sabia a quem ela estava endereçada. "Ela não explicou muito, só pediu para levar. Quando olhei atrás, o remetente era o Papai Noel. Imediatamente, sabíamos que a carta iria para a campanha de Natal dos Correios." O agente se refere à campanha 'Papai Noel dos Correios', que recebe cartinhas de crianças com pedidos de presentes de Natal para que sejam 'adotadas' por voluntários que compram os presentes pedidos e realizam os desejos. Os policiais concordaram em presentear o menino que escreveu a carta, mas o que os agentes não esperavam era os 'presentes' que a criança estava pedindo. "Nós esperávamos ler a carta com um pedido de brinquedo, algum jogo e, quando abrimos, ele pedia comida para a família passar o Natal e dois pares de chinelo, um para ele e outro para o irmão, que tem autismo", conta. "Me deu um nó na garganta. Nós temos filhos,e é muito triste ver uma criança pedindo comida para a família", se emociona o policial. Eles compraram uma cesta básica e os calçados pedidos, além de doces para as crianças. Na entrega, que aconteceu no mesmo dia, as crianças ficaram muito felizes, de acordo com Fabiano. "Dissemos aos meninos que o Papai Noel estava pelo Centro da cidade e que já tinha adiantado os presentes", relata. "O Gabriel não esperava. Ficou muito feliz", finaliza.

Brumadinho: técnico em mecânica é a 254ª vítima identificada

  • G1
  • 14 Nov 2019
  • 19:10h

(Foto: Arquivo pessoal)

O corpo de Aroldo Ferreira de Oliveira, do técnico em mecânica da Vale, uma das vítimas da tragédia de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi identificado nesta quinta-feira (14). Ele tinha 54 anos, 32 deles dedicados à mineradora. No momento do rompimento da Barragem Córrego do Feijão, Aroldo estava na oficina da mineradora. Com dois filhos já adultos, era avô de uma menina de 9 anos. O corpo identificado por exame de DNA. A tragédia aconteceu no dia 25 de janeiro. Agora já são 254 vítimas identificadas. Outras 16 pessoas continuam desaparecidas. Nesta quarta-feira (13), a Polícia Civil havia identificado o corpo de Miraceibel Rosa, de 38 anos. Ele trabalhava na mina como funcionário terceirizado da Vale havia cerca de uma semana quando a barragem se rompeu. Natural de Mariana e solteiro, tocava tarol em uma banda de um distrito da cidade.

Brasil: Menina de 2 anos ajuda pais com deficiência a andar e usar celular

  • G1
  • 14 Nov 2019
  • 13:11h

( Foto: Arquivo Pessoal)

A pequena Ana Clara Mello tem apenas 2 anos mas já entende que os pais, que têm deficiência visual, possuem limitações e até consegue orientá-los nas atividades do cotidiano. Morando em Fortaleza com a família, Clarinha, como é chamada, transforma em brincadeira atividades como guiar os passos dos pais, direcionar o dedo da mãe na tela do celular e até sinalizar objetos caídos pelo chão da casa. As ações foram incentivadas e ensinadas pelos pais, mas também adotadas naturalmente pela própria menina, como conta a mãe de Ana Clara, a cabeleireira Marlene Mello, que possui entre 5 e 10% da visão. “Quando ela tinha uns dez meses, eu a arrumei e falei: ‘filha, mostra para o papai como você está linda’ e eu fiquei pensando em como ela iria mostrar. Ela pegou a mão dele e foi mostrando o laço, a roupa, o sapato”. À medida que ia crescendo, a criança também mostrava para o pai o tamanho do cabelo e nascimento dos dentes. “Ela sabe que eu enxergo um pouco e sabe que o pai dela precisa mais do que eu, então ela segura na mão do pai dela”, conta. Marlene perdeu parte da visão por conta de uma hidrocefalia, o acúmulo de líquido no cérebro. “Passei dois meses internada, entre a vida e a morte. Consegui colocar a válvula, mas demorou e, por isso, eu perdi a visão”, relata. A mãe de Clarinha consegue ver vultos com cores, mas não tem definição. “Para mexer no celular, eu uso leitor de tela, não consigo ver o rosto da Clarinha com nitidez, são imagens distorcidas”. Já o pai da criança, Alex Mello, nasceu com retinose pigmentar, doença em que a retina é danificada, e enxerga somente vultos.O casal se conheceu em um bate-papo na internet e namorou por três meses à distância, ela em Fortaleza e ele em São Carlos, município de São Paulo. “Logo depois ele veio me conhecer e já veio para a gente se casar, nós nos conhecemos no dia do casamento”, lembra Marlene.

Burro despenca de telhado de casa, destrói sala e fere criança em SP

  • G1
  • 14 Nov 2019
  • 11:03h

(Foto: Dirceu Garcia/GCN)

Uma criança teve ferimentos leves depois que um burro despencou dentro da sala de uma casa nesta quarta-feira (13) em Franca (SP). O telhado do imóvel fica no mesmo nível de um terreno por onde o animal pastava. O menino de 2 anos que estava no cômodo foi atingido por pedaços de telha, mas passa bem. O acidente aconteceu no Jardim Brasilândia durante a tarde. Segundo as primeiras informações apuradas pela EPTV, afiliada da TV Globo, o animal pastava por um terreno na Rua Sabará quando pisou na telha, que não suportou o peso e se quebrou. O burro despencou no meio da sala da casa e destruiu o sofá e a TV. Alguns pedaços de telha atingiram um menino de 2 anos, que estava deitado e assistia TV no momento da queda. A criança teve ferimentos leves. Segundo os moradores, o animal chegou a se machucar, mas conseguiu deixar o interior da casa e foi embora. Essa não é a primeira vez que um animal cai do telhado no Jardim Brasilândia. Em 2006, próximo ao local, uma égua subiu no telhado e acabou caindo na sala de uma casa, causando estragos.

Brasil: Cuidadora denuncia vaga de emprego que veta 'negras e gordas'

  • G1
  • 13 Nov 2019
  • 20:06h

( Foto: Fernanda Spadinger/Arquivo pessoal)

A cuidadora de idosos Eliangela Carlos Lopes, de 41 anos, que mora em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, procurou a Polícia Militar para registrar um boletim de ocorrência no início deste mês após receber uma mensagem oferecendo emprego e vetando negras e gordas no processo de seleção. “Únicas exigências: Não podem ser negras, gordas e precisam de pelo menos 3 meses de experiência”, dizia o texto. A oferta de emprego era da Home Angels BH Centro-Sul, que trabalha com serviço de cuidadoras, e foi enviada à empresa de treinamento Leveza do Afeto, que a repassou por meio de uma linha de transmissão do WhatsApp. Em nota, a Home Angels Centro-Sul informou que "inexiste qualquer requisito para contratação de seus funcionários e/ou prestadores de serviços, salvo a avaliação quanto a aptidão técnica". Já a Franqueadora Home Angels, de São Paulo, disse que repudia veementemente o que ocorreu e destacou a igualdade de tratamento entre as pessoas. “A minha intenção foi empregar. Eu copiei e colei para atender a demanda”, disse ao G1, nesta quarta-feira (13), a responsável pela Leveza do Afeto, Fernanda Spadinger. Já Eliangela, se revoltou ao ler o texto. "Eu não preencheria a vaga por causa do meu tom de pele. Eu fiquei estarrecida, em estado de choque, com o meu coração dilacerado. Eu sou negra, de cabelo ruim, moradora de Ribeirão das Neves e estou com 41 anos. Que chance eu teria?”, questionou. Ela disse que não precisava da vaga porque está empregada há dois anos no bairro Aparecida, na Região Noroeste da capital mineira, mas se colocou no lugar de colegas desempregados. Eliangela contou, ainda, que mandou uma mensagem para Fernanda Spadinger dizendo que a mensagem era racista. Fernanda se desculpou e enviou outro post corrigindo. “Eu repudio qualquer tipo de preconceito. Não é uma postura minha e nem da minha empresa. Eu deveria ter filtrado ou dito que eu não trabalho com esse tipo de empresa, mas na pressa eu envie para a lista de transmissão das cuidadoras criadas por mim”, se defendeu Fernanda. A gestora ainda disse que se desculpou com Eliangela e se colocou à disposição para ajudá-la. Eliangela é cuidadora de idosos há sete anos e afirma que a mensagem mexeu com o emocional dela.  Depois de procurar a Polícia Militar e registrar um boletim de ocorrência, há ainda muito a ser feito por Eliangela. Segundo ela, para dar andamento no processo judicial, vai ter que ir a um cartório para fazer uma escritura que custa em torno de R$ 250. “Agora imagine as pessoas que estão desempregadas? É por isso que as coisas não vão para frente, as pessoas desistem”, disse Eliangela se referindo ao alto custo do documento.

 

Governo elevará repasse na saúde a cidades com melhor desempenho

  • G1
  • 13 Nov 2019
  • 17:12h

(Foto: Reprodução)

O governo federal anunciou nesta terça-feira (12) que vai aumentar o repasse de verbas de saúde para municípios que tiverem melhores indicadores no setor. Entre os quesitos, está o aumento do número de cidadãos cadastrados no Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com o ministério, o orçamento para a chamada atenção primária passará de R$ 18,3 bilhões neste ano para R$ 20,4 bilhões em 2020 – um aumento de 11,4%. As regras para repassar esses R$ 2 bilhões adicionais serão baseadas em desempenho. Os R$ 2 bilhões para esse bônus de produtividade em 2020 virão, segundo o governo, de economias feitas no próprio Ministério da Saúde, em áreas como propaganda e contratos de terceirização. Atualmente, o dinheiro do governo federal que vai para cada prefeitura depende do número de habitantes daquela cidade, e dos serviços ofertados (se há centro cirúrgico ou tratamento de câncer, por exemplo). Pelo novo modelo, o número de pessoas efetivamente acompanhadas pelos serviços de saúde também vai entrar no cálculo. A adesão a programas específicos, como o de saúde bucal, também será levada em consideração. De acordo com o Ministério da Saúde, esses critérios serão um “estímulo” para que os municípios cadastrem 50 milhões de brasileiros que, hoje, estão fora dos sistemas. “Essa maneira [anterior] de repassar o recurso era muito justificada pela chamada universalidade. E realmente, não se pode perder de vista a universalidade. Mas ela criou, presidente, um mundo dos esquecidos”, afirmou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Segundo o ministro, se cada uma das 44 mil equipes do Programa Saúde da Família atendesse 3 mil habitantes, seria possível atingir 140 milhões de beneficiados. Hoje, diz Mandetta, a ação atende 90 milhões de pessoas. “Onde estão as pessoas? Nós fomos cruzar os cadastros e nós encontramos o cadastro do Bolsa Família, do BPC, do INSS, dos menores benefícios. São mais de 40 milhões esquecidas, quase metade delas as pessoas mais frágeis, que mais necessitam do cuidado do Saúde da Família.” Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, dessas quase 50 milhões de pessoas não atendidas pelo SUS, 30 milhões estão em outros cadastros do governo federal, como o que norteia o pagamento do Bolsa Família (CadÚnico). As regras constam em uma portaria a ser publicada pelo Ministério da Saúde e devem começar a valer em 2020. Até a publicação desta reportagem, o texto da portaria ainda não tinha sido divulgado. Segundo o secretário de Atenção Primária do Ministério da Saúde, Erno Harzheim, os municípios terão 12 meses para se adequar. O prazo para esse mutirão de credenciamento de usuários do SUS vai até abril, e os primeiros resultados devem ser divulgados em setembro de 2020. Daí em diante, a avaliação do desempenho dos municípios será realizada a cada quatro meses. Com as mudanças, o governo também espera um ganho na execução do orçamento da atenção básica – que muitas vezes é devolvido porque a prefeitura não consegue usar o recurso.

Ladrão de calcinhas ataca varais em MG e é preso com mais de mil peças; ele usava um dos modelos

  • G1
  • 13 Nov 2019
  • 16:05h

( Foto: Polícia Militar / Divulgação)

A polícia prendeu um ladrão de calcinhas e sutiãs com 1.045 peças íntimas escondidas no quarto de sua casa, em Turmalina, cidade no interior de Minas Gerais. Durante a abordagem, os policiais militares foram surpreendidos ao perceberem que o homem, de 41 anos, estava usando uma das calcinhas. Com base no número de peças apreendidas, é possível dizer que muitas das 8.880 mulheres que fazem parte da população do município, no Vale do Jequitinhonha, já foram vítimas dele, preso, de acordo com a Polícia Militar, pela segunda vez pelo mesmo crime. Ainda segundo as informações da PM, as mil calcinhas e os 45 sutiãs foram encontrados em vários locais do quarto dele: debaixo da cama, dentro do colchão e no guarda-roupas. Em 2015, os furtos de 301 peças íntimas ocorreu em Capelinha, cidade vizinha a Turmalina. “A Polícia Militar foi até a residência dele, no Bairro São João Batista, para darmos cumprimento a um mandado de prisão por furto. Durante as buscas, encontramos as peças íntimas”, fala o tenente André Dale. Havia roupas íntimas novas e usadas, de várias cores e modelos. O tenente explica que a PM já recebeu diversas reclamações de mulheres relatando furtos de suas peças íntimas. Porém, muitas vítimas não registram boletim de ocorrência por medo, receio ou vergonhaAo ser questionado pela PM, o homem não deu detalhes sobre os furtos, apenas disse que cometia os crimes em vários locais. Ele foi levado para a delegacia da cidade. O G1 tenta mais informações com o delegado responsável pelo caso.

Vale é condenada a pagar R$ 8 milhões a parentes de família que morreu em pousada

  • G1
  • 12 Nov 2019
  • 19:58h

(Foto: Reprodução)

Parentes de Adriano Ribeiro da Silva, 61 anos, e dos filhos dele, Luis Taliberti Ribeiro da Silva, de 31 anos, e Camila Taliberti da Silva, 33 anos, que morreram na tragédia de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, vão receber R$ 8,1 milhões em indenização por danos morais da Vale. A Barragem de Córrego do Feijão, pertencente à mineradora, se rompeu no dia 25 de janeiro, matando mais de 250 pessoas. Luiz, a mulher dele, Maria de Lurdes da Costa Bueno, de 59 anos, os filhos e a nora Fernanda Damian de Almeida, 30 anos, grávida de 5 meses, estavam hospedados na pousada Nova Estância que desapareceu sob a lama. A família viajou para a cidade mineira para visitar o Museu Inhotim. Na sentença, o juiz Rodrigo Heleno Chaves, da 2ª Vara Cível, Criminal e de Execuções Penais da Comarca de Brumadinho, afirmou que a "ré não nega a sua responsabilidade sobre os fatos" e, portanto, "sua responsabilidade pela reparação dos danos causados aos autores é fato incontroverso nos autos". Em nota, a Vale informou que ainda não foi intimada da decisão. Disse ainda que "é sensível à situação das famílias e dará encaminhamento ao caso, respeitando a privacidade dos envolvidos."

Falso policial preso por ataques sexuais em série em SP é condenado por estuprar mulheres

  • G1
  • 12 Nov 2019
  • 19:09h

(Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal/Instagram)

O falso policial que foi assunto nacional há alguns anos, ao ser preso sob suspeita de ter cometido uma série de ataques sexuais contra 26 mulheres em bairro nobre de São Paulo, acabou condenado pela Justiça por estuprar e roubar nove das vítimas. Cabe recurso. Adson Muniz Santos recebeu penas que, somadas, totalizam 59 anos e oito meses de prisão em regime fechado pelos crimes praticados contra as mulheres entre os anos de 2016 e 2017. As informações são do Tribunal de Justiça (TJ) e da defesa do empresário, que sempre negou todas as acusações. Das nove condenações contra Adson, seis são por estupros, sendo que algumas delas ainda têm roubo, extorsão, sequestro e abuso de poder. As outras três condenações foram por importunação sexual, ameaça e falsidade ideológica. Adson ainda foi absolvido de uma acusação de estupro e teve ao menos um dos casos arquivados, segundo sua defesa. A reportagem confirmou que uma das condenações por estupros saiu em abril deste ano: ele recebeu pena de 9 anos por estupro e abuso de poder, crimes que teria cometido em 22 de dezembro de 2016 contra uma mulher na capital paulista.Outra condenação foi confirmada em outubro de 2019: 18 anos e seis meses por estupro, roubo e extorsão. Adson foi acusado de atacar outra mulher nos Jardins, no dia 6 de outubro de 2017.