BUSCA PELA CATEGORIA "Bahia"

Jequié: PRF-BA encontra 1,8 toneladas de maconha; apreensões no ano chegam a 10 t

  • BN
  • 24 Ago 2019
  • 09:48h

Foto: Divulgação I PRF-BA

Em torno de 1,8 toneladas de maconha foi apreendida em um trecho da BR-116 em Jequié, no sudoeste baiano, nesta sexta-feira (23). O homem, que transportava a carga, também foi preso. Com a ação, a Polícia Rodoviária Federal (PRF-BA) já contabiliza 10 toneladas da droga apreendidas em rodovias federais na Bahia. O volume já supera o total apreendido em 2018, que foi de 5,8 toneladas. A ação desta sexta ocorreu durante fiscalização na BR-116. Na abordagem a um caminhão, os policiais rodoviários perceberam “certo nervosismo do motorista” que empreendeu fuga. Os PRFs seguiram o veículo. Durante o trajeto, o motorista realizou uma manobra que fez o veículo cair em uma valeta. Ao tentar fugir, o homem, de 36 anos, acabou se acidentando e fraturou a perna direita. No compartimento de carga, os PRFs encontraram 75 fardos, pesando quase 1,5 toneladas. O material estava escondido em meio á carga de palets de madeira. Ele também apresentou uma nota fiscal com indícios de falsificação. Questionado, o homem contou que tinha saído da cidade de Cascavel (PR) com destino a Salvador (BA). Pela encomenda, disse ainda que receberia R$ 10 mil. 

Menina de 5 anos tem traumatismo craniano após bater cabeça em vaso sanitário

  • informações do G1 Bahia
  • 23 Ago 2019
  • 17:57h

(Foto: Reprodução TV Bahia)

Uma menina de 5 anos teve traumatismo craniano após escorregar no chão do banheiro e bater a cabeça em um vaso sanitário, na cidade de Itamaraju, no sul da Bahia. Segundo o delegado Gilvan Prates, que investiga o caso, os médicos constataram lesões no corpo da criança e desconfiaram de uma agressão. Ela está em coma na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do Subúrbio, em Salvador. Segundo Gilvan Prates, o caso aconteceu na tarde do último domingo (18), no bairro Novo Prado. O padrasto da criança, que não teve a identidade revelada, contou em depoimento à polícia, que a menina foi tomar banho, quando a mãe dela saiu de casa. De acordo com informações do delegado, o homem e mãe negam que a criança foi agredida. O casal se conheceu no início deste mês e começou a morar junto. Gilvan Prates informou que a menina foi socorrida e levada para o Hospital Municipal de Itamaraju. Os médicos da unidade médica acionaram o Conselho Tutelar da cidade após verificar hematomas no corpo dela. Ainda segundo o delegado, a menina foi transferida para Salvador, em estado grave, por uma UTI aérea, na segunda-feira (19). Ela continua internada no Hospital do Subúrbio. A polícia aguarda o laudo do perito médico para confirmar se houve agressão. A mãe da menina, que está em Salvador, também será ouvida. O caso é investigado na delegacia de Itamaraju.

Rui pede que governo federal repasse a estados possibilidade de privatizar

  • Redação
  • 22 Ago 2019
  • 15:32h

Foto: Jorge Ramos / Divulgação

O governador Rui Costa (PT) afirmou nesta quinta-feira (22) que poderá apoiar a privatização de portos pelo governo Bolsonaro, de acordo com informações da Agência Infra. “Eu não sou avesso ao processo de privatização. Não existe competitividade sem portos e, se necessário, eu apoio a inclusão da área portuária nos projetos de privatização do governo federal”, declarou o petista, durante a abertura de fórum organizado pela Associação Brasileira de Infraestrutura (Abdib), em Teresina (PI). O chefe do Executivo baiano defendeu que o governo federal tem sido “muito lento nas concessões”, ao comentar a importância das ferrovias para o agronegócio brasileiro. Em sua fala, Rui pediu ainda ao secretário de Desenvolvimento da Infraestrutura do Ministério da Economia, Diogo Mac Cord, que o governo federal repasse aos estados a possibilidade de concessão das ferrovias, além de portos. A possibilidade, entretanto, é remota, já que o Ministério da Infraestrutura já tem planos definidos para a Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) e Ferrovia Oeste-Leste (Fiol). Segundo Rui, houve um período de crescimento econômico do Nordeste com investimento público, no entanto, “o país vive, há 5 anos, uma crise sem precedentes e é necessário aumentar a confiança no Brasil para receber investimentos”.

Helicóptero da PRF cai durante pouso em Eunápolis; veja vídeo

  • BN
  • 20 Ago 2019
  • 19:52h

(Foto: Reprodução)

Um helicóptero da Polícia Rodoviária Federal (PRF) fez um pouso forçado na tarde de hoje (20), em Eunápolis. O acidente aconteceu na BR-101 após a aeronave  de identificação BELL 407 PT-YZF atingir uma placa e chocar forte contra o solo. Três tripulantes estavam no helicóptero e um deles, que se feriu levemente, foi levado para o Hospital Regional de Eunápolis. A aeronave teria partido de Salvador, feito um pouso pela manhã no aeroporto de Porto Seguro e depois seguiu para Eunápolis. Segundo o blog Radar 64, um treinador de uma escolinha de futebol da região disse ter visto o helicóptero sobrevoando baixo por duas vezes o local e escutou um forte estrondo depois. "Mas, ao que tudo indica, ele não conseguiu pousar no local. O helicóptero caiu em frente ao posto, às margens da BR-101", relatou. Ao Bahia Notícias, a PRF informou  que o piloto tentou pousar com a aeronave e ao tentar aproximação para pouso avabou colidindo com uma placa estática da PRF. A polícia alegou que só a perícia técnica poderá informar as causas do incidente.

 

PRF escolta ministra Damares Alves durante visita a Bahia

  • Redação
  • 19 Ago 2019
  • 06:50h

(Foto: Divulgação Polícia PRF)

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, participou de compromissos oficiais na cidade de Feira de Santana e foi escoltada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). O acompanhamento da comitiva ministerial aconteceu no sábado (17). A escolta, iniciou na Base Aérea de Salvador, percorreu a BR 324, e seguiu até Feira de Santana, distante 110 quilômetros da capital baiana. Ambos os percursos ocorreram no tempo previsto e conforme planejado. As equipes da PRF, formada por policiais do Núcleo de Operações Especiais (NOE) e do Grupo de Policiamento Tático Metropolitano (GPTM) acompanharam a ministra durante toda a sua agenda ministerial até o início da tarde quando retornou para a Base Aérea e a escolta foi encerrada.

Carro de vereador de Senhor do Bonfim é incendiado na zona rural da cidade

  • informações do G1 Bahia
  • 14 Ago 2019
  • 17:29h

O Copro de Bombeiros da cidade foi até o local para apagar as chamas, que foi controlada ainda na manhã de terça. — Foto: Polícia Militar / Divulgação

Um carro que pertence ao vereador Carlos de Tijuaçu (PRB-BA) foi incendiado na zona rural de Senhor do Bonfim, no norte da Bahia. A informação foi confirmada pelo 6º batalhão da Polícia Militar (PM) da cidade nesta quarta-feira (14). Conforme a PM, o carro foi encontrado em chamas na comunidade de Tijuaçu, na manhã de terça-feira (13). Não há informações sobre a autoria do caso, nem registro de feridos. O Corpo de Bombeiros da cidade foi até o local para apagar as chamas, que foi controlada ainda na manhã de terça. O G1 entrou em contato com o Gabinete de Carlos de Tijuaçu para pegar mais detalhes sobre o caso, mas ninguém atendeu as ligações.

 

Bombeiros encontram corpo em praia no sul da BA e suspeita é de que seja de jovem desaparecido

  • informações do G1 Bahia
  • 13 Ago 2019
  • 15:53h

Bombeiros encontraram corpo de jovem em praia de Itacaré e suspeita é de que seja de rapaz desaparecido após banho de mar — Foto: Reprodução / Redes Sociais

Guarda-vidas e mergulhadores do Corpo de Bombeiros encontraram, na manhã desta terça-feira (13), o corpo de um rapaz em uma praia de Itacaré, no sul da Bahia. A suspeita é de que a vítima seja o jovem de 20 anos que desapareceu enquanto tomava banho de mar com a namorada. O corpo foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT), onde deve ser feita a identificação. Jhonadab Marques Nunes e a jovem, que não teve a identidade divulgada, estavam na água quando foram "engolidos" por uma onda e jogados em uma espécie de buraco, no sábado (10). A jovem conseguiu sair e foi para uma parte mais rasa, mas Jhonadab não voltou.

LBV leva 24 mil quilos de alimentos para famílias que sofrem com a “seca verde” no semiárido baiano

  • Ascom | LBV
  • 13 Ago 2019
  • 11:18h

(Foto: Ascom | LBV)

O fenômeno acontece quando, devido ao alto índice de chuvas, a vegetação seca dá lugar a uma paisagem verde, mas não garante o cultivo. A Legião da Boa Vontade (LBV) entregará 24 mil quilos de alimentos para moradores da região do Vale do São Francisco. O objetivo é amenizar a difícil situação vivida pelos moradores destas regiões devido à falta de colheita.

As entregas acontecerão nos dias:

14/08(quarta-feira) em Sobradinho (Algodões Novos e Velhos, Correnteza) e Juazeiro (Goiabeiras do Salitre e Baraúna);
15/08(quinta-feira) Juazeiro (Associação de Catadores de Lixo) e Uauá (Arraial); 16/08 (sexta-feira) em Uauá (Santana, Umbuzeiro, Sítio do Meio e Sítio Zacarias).

Após sete anos de estiagem, alguns municípios na zona rural da Bahia registraram, entre o final do ano passado e início de 2019, um grande volume de chuvas, chegando a ser considerado o ideal para agricultura. O problema é que nem mesmo as fortes chuvas que caíram foram suficientes para mudar a difícil realidade vivida pelos moradores do semiárido do Estado.

Apesar da chuva em alguns pontos, a situação continua de emergência, as chuvas caíram de modo irregular em todo o semiárido nordestino, o que não alterou o nível de água nos reservatórios e nos rios que abastecem as cidades. Há vários locais em que a chuva não foi suficiente para a colheita e outras onde choveu demais. Isso prejudicou o cultivo.

(Foto: Ascom | LBV)

A iniciativa de entregar cestas de alimentos faz parte da campanha Diga Sim!, promovida pela LBV. A Instituição mobiliza a população a doar alimentos e mediante aos recursos arrecadados, realiza entrega de cestas em dezenas de municípios brasileiros.

A meta é entregar 12.500 cestas de alimentos no Nordeste e em demais regiões do país, contendo itens básicos e que estejam de acordo com os costumes regionais. A ação beneficiará famílias do Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Sergipe e Tocantins.

As doações para a campanha podem ser feitas no site www.lbv.org/digasim, pelo 0800 055 50 99 ou, ainda, diretamente em uma das unidades da Instituição (ver endereços no site www.lbv.org). Para saber mais sobre a entrega das doações, acesse LBVBrasil no Facebook, no Instagram e no YouTube.

Jovem morre após ser atropelada por ônibus de onde ela tinha acabado de sair

  • Informações do Via41
  • 13 Ago 2019
  • 10:02h

Foto: Reprodução / Bahia Dia a Dia

Uma jovem de 23 anos morreu, após ser atropelada por um ônibus em uma estrada vicinal que liga o município de Itabela à localidade do Queimado, por volta das 05h40, desta segunda-feira (12). Lucineide de Jesus Oliveira ainda foi socorrida e encaminhada ao Hospital Frei Ricardo, mas não resistiu aos ferimentos. Conforme informações da Polícia Civil, a vítima seguia no ônibus para o trabalho na fazenda Três Corações para trabalhar na colheita de café. Ela seguia para o local na companhia de sua mãe e de alguns trabalhadores quando aconteceu a fatalidade. Para a polícia, o motorista do ônibus, Genival Nunes Ferreira, disse que devido à lama em um trecho da estrada, pediu que todos os ocupantes descessem para que o carro conseguisse subir. Ainda conforme o relato, ao tentar subir a ladeira, o ônibus deslizou e a jovem que tinha acabado de descer do carro acabou sendo atropelada. De acordo com o delegado de polícia civil de Itabela, Robson Rodrigues, o motorista prestou depoimento e foi liberado. Ele irá responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. O corpo da jovem está sendo velado na casa de familiares, no Bairro da Bacia, em Itabela. O sepultamento está previsto para acontecer na manhã desta terça-feira (13).

 

MME publica medidas que visam dar maior estabilidade a barragens

  • Pedro Peduzzi
  • 12 Ago 2019
  • 16:43h

foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

O Ministério de Minas e Energia (MME) publicou no Diário Oficial da União desta segunda-feira (12) uma resolução que estabelece medidas regulatórias que visam garantir a estabilidade de barragens de mineração. A resolução, que começa a vigorar a partir de hoje, tem como foco principal as barragens construídas ou alteradas pelo método denominado “a montante”. É o caso da barragem de Brumadinho, rompida em 25 de janeiro deste ano. Segundo as novas regras, esse tipo de barragem, feita por meio de maciços de alteamento que se apoiam sobre o próprio rejeito ou sedimento previamente depositado, passa a ser proibida.

Há 84 barragens no modelo denominado a montante em funcionamento no país, das quais 43 são classificadas de “alto dano potencial”: quando há risco de rompimento com ameaça a vidas e prejuízos econômicos e ambientais. Porém, no total são 218 barragens classificadas como de “alto dano potencial associado”.

O documento publicado hoje aponta algumas regras às quais os grupos responsáveis por esse tipo de empreendimento deverão se submeter. Entre elas, a implementação de monitoramento automatizado de instrumentação com acompanhamento em tempo real e em período integral.

Além de definir regras e prazos para a descaracterização de barragens já existentes com esse tipo de estrutura, a resolução define a metodologia de cálculo à qual o auditor deverá seguir para situações como a análise de estabilidade e estudos de susceptibilidade à liquefação.

“As barragens de mineração alteadas pelo método a montante ou desconhecido que estejam em operação na data de entrada em vigor desta Resolução poderão permanecer ativas até 15 de setembro de 2021, desde que o projeto técnico executivo referido garanta expressamente a segurança das operações e a estabilidade da estrutura, inclusive enquanto as obras e ações nele previstas são executadas”, diz a resolução, que define, também, casos e situações em que o empreendedor deverá instalar sistemas de acionamento de sirenes.

Também está previsto que caberá aos empreendedores elaborar projetos técnicos de descaracterização da estrutura que contemplem sistemas de estabilização, bem como a obtenção de soluções técnicas para evitar o aporte de água em desacordo com o previsto no projeto.

CONTINUE LENDO

Sul da Bahia: Jovem desaparece após entrar no mar em praia de Itacaré

  • Informações do Verdinho
  • 12 Ago 2019
  • 11:35h

(Foto: Reprodução)

Um final de semana que deveria trazer boas recordações acabou dando início a uma angústia familiar. Um jovem de apenas 20 anos desapareceu após entrar no mar na praia da Tiririca em Itacaré. O fato aconteceu na tarde deste sábado (10), quando a namorada do rapaz só conseguiu ouvir os gritos de “socorro” antes de perder ele de vista. Jhonadab Marques mora no bairro Santo Antônio em Itabuna. Ele foi para Itacaré com a namorada na última sexta-feira (09). Os dois pretendiam passar o final de semana curtindo as praias do litoral. De acordo com a namorada de Jhonadab, por volta das 16h de ontem, ambos teriam entrado no mar na praia da Tiririca e caído em um buraco. Somente ela conseguiu escapar. A companheira de Jhonadab não o viu mais depois que ela saiu da água. Ela afirma que ele teria gritado “socorro” três vezes e depois não ouviu mais nada. Segundo a família do jovem, ele não sabia nadar. Até o fechamento dessa matéria, ninguém teve notícias do paradeiro de Jhonadab. 

Governo do Estado reconhece situação de emergência em três cidades da região; Brumado ficou de fora

  • informações do G1 Bahia
  • 12 Ago 2019
  • 09:07h

Vitória da Conquista foi uma das cidades a situação de emergência foi reconhecida (Foto: G1 Bahia)

O governo da Bahia reconheceu a situação de emergência de duas cidades do sudoeste do estado e uma da região sul, em publicação no Diário Oficial de sábado (10). As cidades do sudoeste são Vitória da Conquista e Maetinga, que enfrentam período de estiagem. Já o município do do sul baiano é Ibicaraí, que enfrenta problemas por conta de deslizamento de solo. O município de Brumado ficou de fora pelo menos até esse momento, apesar de o período de seca estar se intensificando. No documento, o governo informa que tanto a estiagem quanto o deslizamento do solo afetam as atividades econômicas dos municípios, o que atinge a população. O decreto de emergência vale para 180 dias. O reconhecimento da emergência, na prática, significa que os municípios afetados receberão recursos para reduzir os impactos da estiagem do deslizamento de solo.

Jovem morre após caminhão tombar na pista em Jaguaquara

  • Redação
  • 09 Ago 2019
  • 08:16h

Caminhão envolvido em acidente que deixou jovem de 22 anos morta em Jaguaquara, no sudoeste da Bahia — Foto: Blog Marcos Frahm

Uma jovem de 22 anos morreu e um motorista de caminhão ficou ferido após o veículo de carga onde eles estavam sair da pista e tombar no acostamento da BR-420, trecho da cidade de Jaguaquara, no sudoeste da Bahia. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu na quinta-feira (8). A cabine do caminhão ficou destruída. A PRF disse que o motorista perdeu o controle da direção e saiu da pista. Não há detalhes do que causou a perda da direção, mas informações iniciais apontam que o motorista estava em alta velocidade. O caminhão transportava sacos de batatas, que ficaram espalhados pela via. A jovem que morreu foi identificada como Neyla Lisboa. Ela foi socorrida ao Hospital Geral Prado Valadares (HGPV), em Jequié, mas não resistiu aos ferimentos. Testemunhas informaram à polícia que, no acidente, a jovem foi lançada para fora do caminhão. Ela seguia como carona no caminhoneiro. Já o motorista teve ferimentos leves e passa bem.

Rui sanciona leis de combate ao abuso sexual contra mulheres

  • Redação
  • 07 Ago 2019
  • 15:38h

(Foto: Daniel Simurro | Brumado Urgente)

O governador Rui Costa (PT) sancionou duas leis voltadas à proteção das mulheres na Bahia. Ambas foram publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) e estão em vigor a partir desta quarta-feira (7). Uma das leis dispõe sobre a obrigatoriedade da fixação de placas contendo, de forma legível e aparente ao público, a lei federal nº 13.718/2018 em diversos espaços e meios de transporte, com o objetivo de combater a importunação sexual contra mulheres. As placas também devem indicar o Disque 180 para denúncia das violações. Segundo o governo, a obrigatoriedade é válida para trios, camarotes, restaurantes, bares, boates e casas de show, além de meios de transporte intermunicipal, hidroviário, rodoviário e metroviário. O descumprimento da lei implicará em multa, que será revertida para ações da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM). Já a outra lei indica que os serviços de transporte intermunicipal de passageiros devem adotar campanhas afirmativas, educativas e preventivas sobre o abuso sexual e a violência contra a mulher sofridos no interior dos veículos coletivos. As campanhas envolverão a confecção de cartazes com instruções para identificação do agressor, acompanhadas dos números da Polícia Militar (190) e da Central de Atendimento à Mulher (180).

 

Com apenas quatro técnicos, Inema filtra barragens a serem vistoriadas

  • Ailma Teixeira
  • 07 Ago 2019
  • 09:36h

(Foto: Reprodução)

Entre os problemas que cercam a fiscalização das barragens na Bahia, está a incapacidade dos órgãos competentes. O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), por exemplo, possui apenas quatro técnicos habilitados no serviço e é responsável por fiscalizar 323 barragens. Esse esclarecimento foi feito pela coordenadora de Segurança de Barragens do Inema no Estado, Maria Quitéria Castro. Ela foi convidada a representar o órgão durante a sessão especial sobre a situação das represas na Bahia, apresentada na Assembleia Legislativa (AL-BA), na manhã desta terça-feira (6). Na ocasião, a atuação do Inema foi criticada pelo deputado estadual José de Arimateia (PRB). O parlamentar preside a Comissão do Meio Ambiente, Seca e Recursos Hídricos da Casa, e coordenou a vistoria a 13 barragens situadas no território baiano. 

Segundo ele, o Inema desconhecia a situação de três dos açudes visitados, que não foram indicados na lista feita pela Agência Nacional de Águas (ANA) como as barragens com risco de rompimento em 2017. “É o Inema que fornece o relatório para a ANA. (...) Nessa caminhada que nós fizemos, na maioria das cidades, o prefeito desconhece a visita da fiscalização do Inema, os vereadores desconhecem e isso é grave. Então, por que o Inema não fornece informações?”, indagou, em tom de crítica. É neste contexto que Maria Quitéria faz um mea-culpa. Ela explica que, por não ter condições de vistoriar todas as 323 barragens in loco, o órgão faz uma inspeção burocrática com base nas vistorias realizadas pelos próprios empreendedores, sejam órgãos do estado ou empresas privadas. "Essa é a realidade em todo o país, na verdade. Se você for ver, a própria Agência Nacional de Águas (ANA) tem um contingente de técnicos muito pequeno também. Então, imagine o porte da equipe que você teria que ter dentro do órgão pra fiscalizar mais de 300 barragens todos os anos! Mesmo que tenha esse reforço, você nunca vai conseguir estar fiscalizando todas as barragens anualmente", defende a coordenadora. Como os empreendedores são obrigados por lei a vistoriar suas represas, o Inema recebe esses relatórios, feitos mais de uma vez por ano, e, a partir desses dados, seleciona as barragens em situação mais crítica para direcionar uma inspeção física. Questionada se isso não abre precedente para que as entidades omitam informações sobre os açudes, Maria Quitéria acredita que isso não acontece porque os relatórios são certificados, contêm imagens e, em caso de omissões ou mesmo fraudes, as entidades podem ser responsabilizadas criminalmente. “Se o empreendedor encaminha para o Inema uma informação inverídica, ele vai estar cometendo uma infração e normalmente isso não acontece, a gente não tem identificado esse tipo de situação. Pelo menos, até hoje, nos relatórios que são entregues ao Inema, os empreendedores são fidedignos”, ressalta. Como forma de atenuar a lacuna no número de profissionais, uma vez que não há previsão de concurso, a coordenadora conta que o instituto tem capacitado os servidores das unidades regionais para que eles auxiliem nas visitas às barragens de pequeno porte. O órgão também planeja preparar esses profissionais para atuarem nas inspeções às barragens maiores.

CONTINUE LENDO