BUSCA PELA CATEGORIA "Bahia"

Dois municípios baianos estão no topo da produção agrícola nacional

  • BN
  • 07 Set 2019
  • 10:36h

(Foto: Divulgação)

As cidades de São Desidério e Formosa do Rio Preto, ambas baianas, estão entre as cinco cidades brasileiras que concentram as produções agrícolas mais rentáveis do país. Conforme divulgou a Folha, os dados do PAM (Produção Agrícola Municipal) de 2018 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que a agricultura está se movendo para novas fronteiras. Segundo o PAM, estados do Sul e do Sudeste perderam importância e os do Centro-Oeste e Nordeste ganharam. São Desidério, o primeiro da lista, tem a soja como principal produto. O município faz uso de uma área de 593 mil hectares na produção agrícola, e o valor de produção atingiu R$ 3,63 bilhões no ano passado. Já em Formosa do Rio Preto, o quinto do ranking, é o o município do estado em áreas com condições de aproveitamento agrícola. A localidade começa a receber novos investimentos. Em 2008 ele ocupava a 17ª posição; sua evolução só não foi maior, segundo a publicação, por conta da grande deficiência de energia elétrica. As vantagens de São Desidério e de Formosa do Rio Preto são que, além da soja, cultivam algodão, produto com bons preços nos anos recentes e que ajudou a inflar as receitas dos produtores nesses municípios. O valor total da produção agrícola no ano passado somou R$ 344 bilhões, 8,3% mais do que em 2017. A área colhida foi de 77,8 milhões de hectares, rendendo 227,5 milhões de toneladas.

Probus: Justiça Federal em Vitória da Conquista assegura posse de terra aos índios do Cachimbó

  • Por: Filipe Lima, diretor de publicidade da PROBUS e estudante de Direito (UESB)
  • 05 Set 2019
  • 15:58h

Foto: Divulgação

A 1ª vara da Justiça Federal, em Vitória da Conquista, proferiu sentença assegurando posse aos índios do Cachimbó em área situada à beira do Rio Pardo, no Município de Ribeirão do Largo.

A demanda nasceu inicialmente na Justiça Estadual, comarca de Encruzilhada, movida pelos autodeclarados proprietários da terra em relação aos índios, sob o argumento de invasão em fevereiro deste ano de 2019. O juiz estadual concedeu liminar para desocupação imediata. Antes de cumprida a ordem pela polícia militar, a procuradoria federal que representa a Fundação Nacional do Índio (FUNAI), que tem natureza de ente fundacional autárquico, interveio no feito e requereu o deslocamento da causa para a Justiça Federal, o que foi acolhido pelo magistrado estadual em face do que ordena a Constituição.  

Na Justiça Federal, o juiz federal João Batista de Castro Júnior não confirmou a decisão do juiz estadual, revogou a liminar e determinou a citação da comunidade indígena através da procuradoria federal.

No desenrolar da demanda, entretanto, surgiram integrantes do Movimento Sem Terra do Acampamento Terra à Vista com o argumento de que também já ocupavam imóvel em completa independência com a postulação dos indígenas, e pediram ao juiz que não desse à comunidade indígena a totalidade da ocupação territorial.

Em nova decisão, foi assegurada proteção possessória aos índios e mantidos os membros do MST na área por eles ocupadas, contígua à daqueles.

Foto: Divulgação

Foi designada audiência de conciliação  a que compareceram proprietários e seus advogados, comunidade indígena assistida pela procuradoria federal através do procurador Igor Mendonça,  integrantes do Movimento Sem Terra defendidos pelo advogado Aelxandre Xandó, Ministério Público Federal, através do procurador André Sampaio, e Defensoria Pública da União, representada pelo defensor Deraldino Araújo, além de representante da Secretaria dos Direitos Humanos do Estado da Bahia, lideranças do MST, antropólogos da FUNAI. Na ocasião, a comunidade indígena entrou em acordo com os integrantes do MST quanto à delimitação da área a ser ocupada por cada um deles, até porque, como consta da sentença, há cruzamentos genealógicos entre os dois grupos, até mesmo na origem do aldeamento no século XVIII, controlado por missionários capuchinhos, que teria nascido composto também de africanos.  Os proprietários, entretanto, recusaram-se a formular qualquer proposta de acordo.

O Ministério Público Federal, com atuação obrigatória nesse tipo de causa, pediu prazo para apresentar Relatório Antropológico, o que foi concedido pelo juiz federal, que, em seguida a essa diligência, proferiu sentença argumentando que as provas documentais históricas apontam para a preexistência da comunidade indígena no Cachimbo naquela área, sendo que os alegados proprietários nunca apresentaram uma cadeia sucessória com a história da titularidade dominial do bem de forma a aferir se não houve uma montagem cartorial para validar uma apropriação na origem, responsável por expulsar os índios da sua terra.

Na sua decisão final, o magistrado ainda afastou qualquer interferência positiva de sentença favorável obtida pelos proprietários contra a desapropriação pelo INCRA sob o fundamento de que a posse da terra pelos índios não se subordina às regulações da Reforma Agrária. Na conclusão da sentença, manteve os indígenas na terra e validou o acordo por eles celebrado com os integrantes do Movimento Sem Terra.

Para ter acesso integral à sentença, clique aqui:

http://www.probusbrasil.org.br/hd-imagens/noticias/Sentenca%201000331-40_2018.pdf

CONTINUE LENDO

Assembleia aprova autorização para Estado tomar empréstimo de US$ 40 milhões

  • Redação
  • 04 Set 2019
  • 08:06h

(Foto: Reprodução)

A Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) aprovou nesta terça-feira (3) a autorização para o Estado tomar um empréstimo de US$ 40 milhões no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Conforme o governo, os recursos serão aplicados no Programa de Modernização e Fortalecimento da Gestão Fiscal (Profisco II). Durante a sessão desta terça, o líder da oposição, Targino Machado (DEM), chegou a acusar o colega Rosemberg Pinto (PT), líder da bancada de governo, de “manobrar” para votar somente a autorização para o empréstimo e impedir a apreciação de dois projetos de autoria de parlamentares da minoria. Em seguida, porém, as bancadas entraram em acordo, e também foram aprovadas as propostas dos oposicionistas. De autoria do próprio Targino, o PL 22.757/18 obriga as farmácias e drogarias do estado a manter recipientes para a coleta de medicamentos vencidos, cosméticos, insumos farmacêuticos e correlatos. A matéria foi aprovada por unanimidade. Já o Projeto de Lei 23.230/19, elaborado por Tiago Correia (PSDB), proíbe em toda a Bahia o funcionamento de cursos de nível médio técnico e superior, na área de Saúde, que tenham mais de 20% das aulas na modalidade de Educação à Distância. Apenas o deputado Zé Raimundo (PT) se absteve na votação. Na quarta-feira (4), está prevista a votação do projeto que cria o Fundo Especial de Créditos Inadimplidos do Estado da Bahia (Fecriba), além de outras propostas de parlamentares.

Oposição diz que vai obstruir votação de empréstimo de Rui na Assembleia Legislativa

  • Redação
  • 03 Set 2019
  • 11:34h

Proposta que visa contratação de U$ 40 milhões (R$ 160 milhões) deve ser apreciada nesta terça-feira (3) no plenário da Casa | Foto: Reprodução

O líder da oposição na Assembleia Legislativa, Targino Machado (DEM), afirmou ao bahia.ba que o bloco vai obstruir a votação do pedido de empréstimo de US$ 40 milhões feito pelo governador Rui Costa (PT). A proposta, aprovada na última terça (27) em reunião conjunta de quatro comissões, deve ser apreciada nesta terça-feira (3) no plenário da Casa. Segundo o Executivo, a verba de cerca de R$ 150 milhões será investida no Programa de Apoio à Gestão dos Fiscos do Brasil (Profisco). Machado, por sua vez, voltou a classificar o pleito da gestão estadual como um “cheque em branco”. “Essa questão de cheque em branco é porque o governador faz pouco caso até de sua própria bancada na Assembleia, onde ele tem maioria esmagadora. Porque ele manda pra lá um projeto visando um empréstimo de 40 milhões de dólares, mais de R$ 60 milhões, e não manda sequer uma justificativa, um plano de aplicação esse recurso. Isso é um cheque em branco, mas a bancada do governo está pouco se lixando. Por isso, em nome da banca de oposição, encaminhei voto contrário na última reunião conjunta, semana passada. Iremos fazer obstrução a esse projeto hoje à tarde”, disse o deputado. As declarações foram dadas nesta manhã, durante evento em que o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), entregou novos ônibus climatizados e apresentou  um veículo articulado que integrará o sistema BRT da capital.

Rui Costa sob o tom e compara governo Bolsonaro ao de Hitler

  • Redação
  • 02 Set 2019
  • 19:06h

O governador Rui Costa afirmou que Bolsonaro é pregador do ódio (Foto: Daniel Simurro | Brumado Urgente)

O governador Rui Costa (PT) faz uma comparação entre o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o político alemão Adolf Hitler no jeito de governar. Em entrevista a jornalistas na tarde dessa segunda-feira (02) durante apresentação do programa Mais Estudo, em Salvador. “As condições são diferentes. Até militares. Mas em termo de conteúdo e em mérito da pregação do ódio é a mesma coisa”, afirma o governador. Rui também comentou sobre o que o presidente falou sobre os economistas terem afundado o Brasil. “Me senti citado, quase que peço direito de resposta.”, brincou o governador. “É uma tragédia a cada dia, e o pior que são todos os dias. Se fosse pelo menos dia sim, dia não, seria até melhor. Eu sinto muito pelo Brasil e pelo povo brasileiro. O país está em um momento muito difícil. Felizmente acho que a grande maioria dos brasileiros está despertando do pesadelo que viveu. É assustador e vamos pagar um preço muito alto por isso. Principalmente a classe mais pobre, pois se a economia não cresce, não há geração de emprego”, concluiu o governador.

Mais de 700 quilômetros de rodovias baianas vão passar por recuperação

  • Redação
  • 02 Set 2019
  • 15:19h

(Foto: Divulgação)

As regiões da Chapada Diamantina e do Velho Chico serão beneficiadas com a recuperação de aproximadamente 745 quilômetros de rodovias estaduais. O aviso de licitação para a execução dos serviços foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) do último sábado (31). A abertura dos envelopes com as propostas da obra, que será realizada pela Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra), está prevista para 22 de outubro. Na Chapada Diamantina, os serviços em cerca de 610 quilômetros serão feitos na BA-046, entre Itaberaba e Iaçu; na BA-245, de Iaçu ao entroncamento da BA-142, que passa por Itaetê; na BA-142, do entroncamento da BR-242 a Barra da Estiva, passando pelo entroncamento da BA-245 e Mucugê; e na BA-148, do entroncamento da BR-242 até Rio de Contas, que passa por Abaíra. A obra vai atender 380 mil moradores de municípios da região, como Seabra, Boninal, Iraquara e Piatã. A Chapada Diamantina se destaca pelo turismo e pela produção de frutas tropicais, a exemplo de manga e goiaba. No Velho Chico, a BA-160, que liga Ibotirama a Bom Jesus da Lapa, passando por Paratinga, vai ser recuperada em 136 quilômetros de extensão. O serviço contemplará mais de 177 mil moradores de Riacho de Santana, São Félix do Coribe, junto com Ibotirama, Paratinga e Bom Jesus da Lapa. A região é marcada pela presença de oito parques solares em atividade, pela pecuária e pela fruticultura. “Nos últimos anos, mais de 6 mil quilômetros de rodovias estaduais foram recuperadas ou estão recuperação. Os serviços realizados na Chapada Diamantina e no Velho Chico vão beneficiar o desenvolvimento econômico do estado, impulsionando a atração de novos negócios em geração de energia renovável, a agricultura, o turismo e a pecuária”, ressalta o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti.

Morte de corais em massa ameaça biodiversidade do Sul baiano

  • 02 Set 2019
  • 14:42h

Foto: Reprodução I Globo Repórter

A região de Abrolhos, entre o Sul da Bahia e o Norte do Espírito Santo, vive uma ameaça à biodiversidade. O problema decorre de mortes em massa de corais. Segundo a Folha, um levantamento – feito entre 16 de junho e 5 de julho – registrou a morte de 90% dos corais-de-fogo da região, o que inclui colônias de mais de 80 anos. O fenômeno coloca em risco um quarto da biodiversidade de corais da região.

A pesquisa ocorreu em 8 localidades entre os municípios de Prado e Santa Cruz Cabrália e foi realizada por pesquisadores da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e do AquaRio (Aquário Marinho do Rio). Ainda conforme a pesquisa, a morte dos corais ocorre devido a uma anomalia climática nas águas da região com o aquecimento do planeta que se reflete na temperatura das águas dos oceanos.

Ainda segundo o jornal, desde 1998 já ocorreram seis episódios de aumento da temperatura média das águas do litoral brasileiro com impactos nos corais do litoral. Outra problemática causada pela morte dos corais é o avanço do mar, que já afetaram cidades como Belmonte, Prado e Mucuri. O fim dos corais, que servem de contenção das águas, pode agravar a situação. 

‘PIB baiano cresceu 1,3% no segundo trimestre’, diz Rui

  • Redação
  • 01 Set 2019
  • 14:42h

"Com muito trabalho, vamos mostrando ao Brasil a força do nosso estado", diz o governador | Foto: Daniel Simurro | Brumado Urgente

O governador Rui Costa (PT) usou suas redes sociais no sábado (31), para comemorar o crescimento do PIB da Bahia. O petista brincou que melhor do que assistir o Bahia ganhar mais 3 pontos no Campeonato Brasileiro, “é ver a Bahia respondendo muito bem à crise”. “O PIB baiano cresceu 1,3% no segundo trimestre, variação que supera a nacional. Com muito trabalho, vamos mostrando ao Brasil a força do nosso estado e da nossa gente!”, escreveu Rui.

Atividade tradicional no extremo sul da BA, cultivo de mandioca na região tem produção duas vezes maior que a média do estado

  • informações do G1 Bahia
  • 01 Set 2019
  • 10:24h

Enquanto na Bahia a média de produtividade é de 6 toneladas por hectare (6t/ha), no extremo sul, a média é de 12t/ha, e já há na região produtores que chegam a quase 40t/ha (Foto: Reprodução)

Atividade tradicional no extremo sul da Bahia, o cultivo de mandioca na região tem produtividade duas vezes maior do que a média de todo o estado. Enquanto na Bahia a média de produtividade é de 6 toneladas por hectare (6t/ha), no extremo sul, a média é de 12t/ha, contudo já há na região produtores que chegam a quase 40t/ha. Os índices são resultado de um programa que fornece assistência técnica, treinamentos e orientação sobre gestão, produção e comercialização, a partir da contratação de consultoria especializada. Iniciado em 2011, pela empresa Suzano, o programa ganhou força em 2016, ao ser incorporado ao Plano de Ação Territorial (PAT) da Mandiocultura. O PAT envolve 11 municípios do extremo sul da Bahia: Alcobaça, Caravelas, Ibirapuã, Itamaraju, Prado, Teixeira de Freitas, Nova Viçosa, Mucuri, Jucuruçu, Medeiros Neto e Lajedão.

 

Um dos objetivos do plano é ampliar em 40% a produtividade (t de raiz/ha) em áreas cultivadas por 57 agricultores familiares nesses municípios. Para isso, foram selecionadas 23 variedades que estão sendo testadas e monitoradas, entre elas a Corrente, Formosa, Platina, Olho Roxo, Sergipe, Caipira e variedades de mesa. O objetivo é identificar as variedades que melhor se adaptam à região e multiplica-las.

Outro índice importante é o de crescimento da participação de agricultores familiares no programa. Em 2011, eram oito associações participantes, enquanto atualmente já são 44 associações e uma cooperativa, envolvendo 1.600 famílias que se dedicam à produção de farinha e a outras atividades.

Os agricultores familiares cultivam 90% da mandioca plantada na Bahia, que ocupa o terceiro lugar na produção do país.

Segundo Ana Cristina dos Santos, engenheira agrônoma da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), o extremo sul se destaca como um território propício ao cultivo da mandioca.

"Possui condições edafoclimáticas [características do clima e solo] propícias à cultura da mandioca, com regularidade pluviométrica, clima quente e úmido, sem a adversidade da seca e geadas, solos profundos e bem drenados”, explicou

Farinheira Sustentável

Um dos conceitos que vem sendo aplicados na região é o da Farinheira Sustentável, que incorpora conceitos como aproveitamento de água da chuva, separação entre a área de recepção de mandioca e a área de beneficiamento, tratamento e reaproveitamento de resíduos, entre outros.

Atualmente, há três unidades do tipo em Alcobaça, e 210 agricultores já participaram de cursos sobre adequação da produção a esse novo conceito.

CONTINUE LENDO

Juazeiro: Caso de bezerro que nasceu com 2 cabeças vira objeto de estudo

  • BN
  • 01 Set 2019
  • 09:46h

(Foto: Reprodução)

Um bezerro que nasceu com duas cabeças é objeto de estudo de uma faculdade de Juazeiro, no Sertão do São Francisco. Segundo edição deste domingo (1°) do Bahia Rural, o caso é apontado como raro e chamou à atenção de moradores da região. O animal da raça jersey morreu logo após o nascimento em uma fazenda da localidade de Rancho dos Negros, no município de Sento Sé, na mesma região. A vaca que deu à luz o bezerro ficou debilitada logo após o parto. Assim que foi confirmado o óbito o corpo do bezerro foi encaminhado para uma faculdade de Juazeiro, onde os veterinários estudam o fenômeno que deu origem ao animal. Uma das explicações é que houve má formação embrionária ou a monta do macho sobre a fêmea não ocorreu da maneira mais adequada. O nascimento do animal ocorreu na semana passada.

Empresa quer derrubar na Justiça licitação de transporte de servidores do governo da Bahia

  • Redação
  • 29 Ago 2019
  • 10:17h

(Foto: Divulgação)

A licitação aberta pelo governo da Bahia para contratação e uma empresa de transporte privado para os servidores que trabalham no Centro Administrativo da Bahia (CAB) deverá ser definida pela Justiça. O mandado de segurança tramita na Seção Cível de Direito Público do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) e é relatada pelo desembargador Maurício Kertzman. A licitação, com valor total estimado de R$ 17 milhões, é questionada pela empresa Rengel Rádio Táxi, com apoio do Sindicato dos Taxistas. A vencedora da licitação foi a empresa Itmov do Brazil Serviços de Tecnologia. De acordo com a Rengel, a Itmove foi registrada na Junta Comercial do Estado da Bahia no dia 21 de agosto de 2018, porém apresentaram no certame atestados de capacidade técnica de fevereiro de 2018. A autora da ação afirma que 11 empresas participaram da licitação e que o “princípio da economicidade não foi respeitado”, pois a “ganhadora não deu nenhum lance”, levando no “preço cheio”. "Percebemos que os atestados de capacidade técnica, dados por empresas do mesmo grupo familiar e econômico, eram todos falsos. Uma simples diligência por parte do pregoeiro poderia dirimir qualquer tipo de dúvida. Eles poderiam pedir uma nota fiscal da prestação de serviço. Isso não foi feito. Como pode ter um atestado de capacidade técnica anterior ao registro da empresa?  Isso é o mesmo que emitir uma certidão de nascimento de uma criança que ainda vai nascer. É inadmissível”, afirma a direção da Rengel Rádio Táxi Ltda., em nota. A autora da ação diz que não houve anuência da Procuradoria Geral do Estado (PGE) no processo que originou a licitação. Inicialmente, o relator havia concedido uma liminar para suspender o pregão, atendendo ao pedido da Rengel. Durante a sessão realizada na última quinta-feira (22), o relator votou pela manutenção da licitação, por entender que não havia provas suficientes de irregularidade. A desembargadora Sandra Rusciocelli pediu vista do processo. A Rengel busca reverter a decisão para suspender a licitação. Para isso, procurará a Delegacia de Defraudações, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) e o Tribunal de Contas do Estado (TCE).

 

Transexual baiana que saiu para viver na Bélgica é encontrada morta

  • As informações são SulBahiaNews
  • 29 Ago 2019
  • 08:47h

(Foto: Reprodução Redes Sociais)

A transexual, Alice Nunes Régulo, de 27 anos, foi encontrada morta em um apartamento na cidade de Antuérpia na Bélgica. Alice  foi criada em Teixeira de Freitas, onde parte de sua família ainda reside. Ela vivia na Bélgica há cerca de 10 anos, o corpo da brasileira foi encontrado no domingo, 25 de agosto, pelo proprietário do apartamento. O esposo de Alice, que é Alemão, que estava de viagem e chegou na terça-feira, 27, para reconhecimento do corpo. A polícia local de Antuérpia informou que a causa da morte foi uma parada cardíaca fulminante. 

Estimativa do IBGE diz que Conquista tem 341 mil habitantes; Maetinga tem o menor número de moradores da Bahia

  • BN
  • 28 Ago 2019
  • 15:20h

(Foto: Reprodução)

A estimativa da população brasileira divulgada nesta quarta-feira (28) mostrou que entre os 10 mais populosos municípios baianos apenas Ilhéus teve perda de habitantes. A cidade do Litoral Sul baiano diminuiu cerca de 1,52% da população. Em 2018, a estimativa era de 164.844 e neste ano ficou em 162.327. A capital baiana Salvador teve aumento de 0,52%, saindo de 2.857.329 para 2.872.347 em 2019. O segundo município mais populoso, Feira de Santana, aumentou de 609.913 para atuais 614.872, acréscimo de 0,83%. A terceira cidade com mais moradores no estado, Vitória da Conquista, teve 0,80% de crescimento. Saiu de 338.885 para 341.597 habitantes. A lista segue como Camaçari [+1,84% e população atual de 299.132], Juazeiro [+0,70% população atual de 216.707], Itabuna [+0,22% pop. atual de 213.223], Lauro de Freitas [+1,71% pop. atual de 198.440], Ilhéus [-1,52% pop. atual de 162.327],Teixeira de Freitas [+1,3%  pop. atual de 160.487]e Jequié [+0,10% pop. atual de 155.800]. As estimativas do IBGE são projeções feitas pelo instituto divulgadas ano a ano. O Censo Demográfico previsto para 2020 deve revelar dados mais precisos sobre as populações. No método, agentes censitários percorrem as cidades e fazem a contagem dos habitantes. 

Cantor baiano morre após cair de varanda enquanto tocava violão

  • Redação
  • 28 Ago 2019
  • 07:49h

Foto: Reprodução/TV Sudoeste

Cantor e compositor, Edilson Dhio morreu após cair da varanda da casa de onde ele morava, no município de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador. Ele tocava violão quando o acidente aconteceu. Segundo informações do portal G1, o cantor despencou de uma altura de quatro metros no domingo (25), foi socorrido e encaminhado para um hospital da região, onde foi medicado e liberado. No mesmo dia, Dhio teria passado mal, sendo novamente levado para a unidade de saúde. Internado na UTI, médicos descobriram que o cantor sofreu traumatismo e teve um derrame. O rapaz faleceu durante a noite. Ele foi sepultado nesta terça (27), no Cemitério Jardim da Saudade, na capital baiana.

 

Tragédia na BR -116: motorista de carro morre após colidir com ônibus em Ubaporanga

  • Redação
  • 26 Ago 2019
  • 08:56h

(Fotos: Whatsapp Brumado Urgente)

Tragédia na BR - 116: motorista de carro morre após colidir com ônibus em Ubaporanga  Alex tinha 19 anos e morava em Piedade de Caratinga; vítima retornava de Ubaporanga  O grave acidente aconteceu no km 512 da BR - 116, em Ubaporanga, na madrugada deste domingo (25/08). O motorista de um carro morreu na hora após colidir violentamente com um ônibus da Viação Novo Horizonte. O veículo Gol, com placas de Inhapim, era dirigido por Alex Ferreira Alexandre, de 19 anos. A vítima fatal do acidente morava em Piedade de Caratinga.  O local foi preservado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) até a chegada da perícia da Polícia Civil. "Tudo indica que seja excesso de velocidade misturado com álcool. É uma reta, um local de boa visibilidade e pelos danos causados aos veículos e o ponto de impacto, a gente vê que o automóvel estava com excesso de velocidade e invadiu a contramão e acabou atingindo o ônibus. O automóvel estava saindo da festa em Ubaporanga e o ônibus vindo de São Paulo sentido ao Nordeste", disse o policial rodoviário federal Luiz Tarcizio.  A princípio, nenhum ocupante do ônibus se machucou e a empresa disponibilizou outro veículo para os passageiros seguirem viagem. O automóvel ficou completamente destruído após a batida. O motor e uma das rodas do Gol chegaram a serem arrancados.  A cena do acidente foi periciada e a perita responsável também recolheu o disco do tacógrafo do ônibus. As causas do acidente serão investigadas pela Polícia Civil. Após os trabalhos periciais, o corpo de Alex foi retirado do carro pelo Corpo de Bombeiros Militar.  "Os trabalhos do Corpo de Bombeiros foram fazer a retirada da vítima que estava retida entre as ferragens do veículo. Não foi necessário fazer o uso de equipamento desencarcerador. Com as próprias técnicas de salvamento veicular, de afastamento, a gente conseguiu fazer a retirada da vítima", disse sargento Rocha.  O corpo de Alex foi levado pelo serviço funerário ao Instituto Médico Legal (IML) de Caratinga. O automóvel foi removido pelo serviço de guincho.