Brumado: Ex-assessor parlamentar tem veículo roubado; Polícia acredita que o carro foi levado para a zona rural

  • 15 Out 2018 - 08:07h

Rio de Contas: Garoto de 4 anos morre afogado em piscina de hotel

  • 14 Out 2018 - 13:50h

Itororó: Nove veículos se envolvem em grave engavetamento

  • 12 Out 2018 - 17:06h

Brumado: Após descumprir medida protetiva de urgência, homem é preso preventivamente

  • 12 Out 2018 - 08:14h

Avião de pequeno porte tendo como passageiros advogado e administrador fica destruído após fazer pouso forçado na Bahia

  • 12 Out 2018 - 07:56h

Estelionatário é preso dentro de casa pela Polícia Civil de Brumado

  • 12 Out 2018 - 07:42h



Filho de Bolsonaro diz que 'basta um soldado e um cabo para fechar o STF': veja vídeo

  • 21 Out 2018
  • 18:58h

Foto: Reprodução / O Globo

O deputado federalEduardo Bolsonaro (PSL), filho do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) e parlamentar que teve a maior votação da história das eleições no Brasil, disse que "para fechar o STF basta um cabo e um soldado". Em tom de ameaça, durante uma palestra antes do primeiro turno das eleições,  o deputado dissse que "se o STF impugnar a candidatura do pai “terá que pagar para ver o que acontece. Será que eles vão ter essa força mesmo?" Um vídeo com as declarações circula nas redes sociais. O candidato do PT, Fernando Haddad, reagiu ao vídeo e classificou a família de Bolsonaro como 'grupo de milicianos' . O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso também se pronunciou. No Twitter, ele disse que as declarações do deputado "cruzaram a linha, cheiram a fascismo". Ao ser questionado sobre a possibilidade de alguma ação no Supremo impedir que Bolsonaro assumisse  caso vencesse no primeiro turno, o deputado respondeu: - Aí já está encaminhando para um estado de exceção. O STF vai ter que pagar para ver. E aí,  quando ele pagar para ver, vai ser ele contra nós. Você tá indo para um pensamento que muitas pessoas falam, e muito pouco pode ser dito. Mas se o STF quiser arguir qualquer coisa - recebeu uma doação ilegal de cem reais do José da Silva e então impugna a candidatura dele. Eu não acho isso improvável, não. Mas aí vai ter que pagar para ver. Será que eles vão ter essa força mesmo? O pessoal até brinca lá: se quiser fechar o STF, você sabe o que você faz? Você não manda nem um jipe. Manda um soldado e um cabo. Não é querer desmerecer o soldado e o cabo não - afirmou Eduardo Bolsonaro, eleito deputado federal com a maior votação da História do Brasil.

Nutricionista desenvolve primeiro chocolate “anti-TPM” do Brasil

  • BN
  • 21 Out 2018
  • 11:55h

Foto: Divulgação

Segundo dados do Ministério da Saúde, a TPM, ou tensão pré-menstrual, é a “vilã” na vida de 70% das mulheres brasileiras em idade reprodutiva. Para se ter uma ideia, são mais de 200 sintomas físicos e emocionais que podem acometer as mulheres nesse período, tais como: cólicas, insônia, irritabilidade, inchaço, dor de cabeça e é claro, a compulsão alimentar. As mulheres que sofrem com tudo isso sabem o quanto o chocolate traz efeitos positivos. A fim de desenvolver um chocolate que realmente alivia os sintomas da TPM, a nutricionista e pesquisadora Aline Quissak realizou um estudo com 355 mulheres, na faixa etária entre 24 e 43 anos para chegar a receita que originaria o primeiro chocolate “anti-TPM” do Brasil. Conhecida por aliar alimentação e ciência, a nutricionista tem um acervo de mais de 400 receitas terapêuticas com resultados cientificamente comprovados, sendo o chocolate “anti-TPM” uma delas. “Em meio a uma pesquisa sobre estresse e ansiedade, chamada Mood and Food, fui analisando o efeito do chocolate 70% nos sintomas da TPM”, afirmou a nutricionista. No entanto, segundo ela, o chocolate sozinho não melhora significativamente os principais sintomas da TPM. “Foi então que comecei a estudar os hormônios femininos e relacioná-los aos nutrientes de outros alimentos, como o morango, a linhaça, o mel e algumas outras ervas medicinais. Elas separadas também tinham um efeito cientificamente relevante. Mas quando resolvi unir tudo isso em um chocolate, os resultados nos hormônios femininos, na oscilação de humor, choros, irritabilidade, apetite aumentado, vontade exagerada de doces, foram surpreendentes”, explica a especialista. Segundo Aline, a diferença deste chocolate para os demais está na sinergia dos alimentos, já que ele reúne um chocolate premium (alto teor de cacau, manteiga de cacau, sem uso de parafinas, gorduras hidrogenadas, corantes ou conservantes), com compostos bioativos e vitaminas específicas, além de uma proporção entre morango, o óleo de linhaça e o cacau, para ter o efeito no equilíbrio dos hormônios femininos. Se consumido como recomendado, 2 bombons por dia durante o período que antecede a TPM, ele melhora sintomas como a irritabilidade, choro, apetite, controla a compulsão alimentar e ainda ajuda no foco e na concentração, além de diminuir a ansiedade. “Costumo dizer que esse chocolate além de ser bem-vindo às mulheres que sofrem com a TPM, é bem-vindo a todo o ambiente em que estamos inseridos. Ele traz benefícios gerais quando consumido sem exageros”, avalia. O chocolate está aguardando a regulamentação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Mas a previsão é de que ele chegue ao mercado brasileiro no primeiro semestre de 2019.  “A Anvisa possui uma regulamentação específica para os chamados alimentos com ‘alegação de propriedade funcional’, ou seja, aqueles alimentos que possam ter um efeito benéfico na saúde. Todas as pesquisas para garantir a segurança à saúde, comprovar que não há nenhum risco e que ainda tem um efeito medicinal na TPM já foram feitas. Agora, há apenas a espera da formalização da documentação para que ele possa estar disponível para a comercialização”, finaliza.

Atendendo pedido do prefeito de Brumado, governo do estado iniciará as obras que levarão água para a região de Ubiraçaba

  • Brumado Urgente
  • 21 Out 2018
  • 10:34h

O prefeito Eduardo Vasconcelos vem insistindo junto ao governador Rui Costa a ampliação das obras visando a área de recursos hídricos em Brumado (Foto: Divulgação)

Reduzir o déficit no abastecimento hídrico em Brumado sempre foi uma luta do prefeito Eduardo Vasconcelos, que, mesmo antes de entrar para a vida pública, ergueu a bandeira da água, tanto que o seu primeiro slogan foi “Água é Vida”, que surgiu no grande colapso de 1998. Em seu primeiro mandato, em 2005, ele se empenhou ao máximo para que materialização de um dos grandes sonhos dos brumadenses pudesse se realizar que foi a construção da Barragem de Cristalândia, que foi a grande redenção, não só para Brumado, como para outros municípios da microrregião. Passados cerca de 12 anos dessa grande vitória, a luta do gestor nesse sentido continua firme e, nesse sábado (20), mais uma boa notícia foi motivo de comemoração que é a extensão de rede e ligações nos povoados de Samambaia e Pé de Morro, que ficam localizados no perímetro do Distrito de Ubiraçaba, uma das regiões que mais sofre com o desabastecimento, devido ao seu posicionamento geográfico.

O término das obras está previsto para agosto de 2019 (Foto: Divulgação)

O chefe executivo brumadense, falou ao Brumado Urgente manhã deste domingo (21) destacando que “no dia 05 de novembro de 2016, mesmo antes de assumirmos o nosso terceiro mandato, estivemos em Caetité participando da cerimônia de inauguração da segunda etapa da Adutora do Algodão e, aproveitando a oportunidade, após um estudo feito por mim, já que é essa a minha área, pois sou engenheiro hídrico, vislumbrei a possibilidade de levar água para a região de Ubiraçaba, então, diante disso, eu insisti com o governador para que houvesse a extensão, pois era um projeto completamente viável”. E continuou a sua narrativa ao descrever que “no momento que estávamos no palanque, eu, novamente insisti com o governador, o qual acabou cedendo, dizendo para todos ouvirem, que iria atender a minha solicitação, dando em seguida, uma ordem para a diretora da Embasa que estava também no palanque para começar a desenvolver o projeto”. E, num tom de alegria, observou que “passados dois anos, tivemos a confirmação de mais essa vitória, pois a obra já foi confirmada, tendo inclusive a instalação da placa no local, atendendo assim mais um pleito de Brumado, onde cerca de 5 mil famílias que sofrem muito com a falta de água, poderão ser contempladas”. E concluiu dizendo que “agradeço mais uma vez o governador Rui Costa, que se sensibilizou com os nossos relatos e cumpriu mais um compromisso com a nossa terra. Vamos continuar firme nessa luta, pois, assim como Itaquaraí e, agora a região de Ubiraçaba, buscaremos levar água para toda a zona rural”.

Governador Rui Costa é alvo de notícia falsa em áudio adulterado enviado no WhatsApp

  • Bahia Notícias
  • 21 Out 2018
  • 07:15h

Foto: Brumado Urgente

O governador Rui Costa (PT) está sendo alvo de notícias falsas, em áudios que começaram a ser distribuídos neste sábado (20) pelo WhatsApp. 

Na gravação, o petista teve declarações editadas e retiradas do contexto original. Na mensagem de voz adulterada, Rui inicialmente comenta as reuniões das quais participou na sexta-feira (19), nos municípios de Vitória da Conquista e Jequié. Na sequência, o governador fala sobre a necessidade de “garantir transporte para todos os eleitores, reduzir a abstenção”. No entanto, a fala atribuída ao governador não explica que esse processo precisa estar dentro das normas eleitorais. 

Segundo o governo do Estado, Rui realmente fala no áudio original sobre a questão, mas deixa clara sua orientação aos prefeitos. “Quero reiterar aqui que o apoio para garantir menor abstenção tem que ser feito com transporte legalizado, junto à Justiça Eleitoral, com tudo dentro da lei”, afirmou o governador na mensagem, enviada a gestores de todo o estado. 

Dois morrem e R$ 15 mi são apreendidos em confronto entre polícias de SP e MG

  • Larissa Quintino I Folha de São Paulo
  • 20 Out 2018
  • 19:56h

Cerca de R$ 15 milhões foram apreendidos; há suspeita que parte do dinheiro seja falsa

Um tiroteio envolvendo policiais civis de São Paulo e de Minas Gerais terminou com dois mortos, sete presos (sendo seis deles policiais) e R$ 15 milhões apreendidos em dinheiro —sendo que parte desse montante pode ser de notas falsas. A confusão aconteceu na tarde de sexta-feira (19) em um prédio anexo ao Hospital Monte Sinai, no centro de Juiz de Fora (MG). As polícias civis dos dois estados investigam a ação dos agentes, e a corregedoria da polícia paulista também entrou no caso. Segundo informações da Polícia Civil de Minas Gerais, policiais paulistas escoltavam um empresário de São Paulo, cuja identidade e paradeiro são desconhecidos, que iria se encontrar com um empresário mineiro, que também estava escoltado por policiais civis mineiros. Não se sabe qual a motivação do encontro nem como começou a troca de tiros.

 

Durante a ação, um policial mineiro de 39 anos foi morto. O empresário mineiro foi levado a um hospital da região, mas não resistiu e também morreu. Outras duas pessoas foram baleadas. Não há informação sobre o estado de saúde delas. Com quatro policiais paulistas, foram apreendidas malas de dinheiro com R$ 15 milhões. Há suspeita de que parte do dinheiro seja falsa. Eles foram presos em flagrante por lavagem de dinheiro. Outros quatro foram liberados sem indício de envolvimento. Já um segurança particular que acompanhava o empresário paulista foi autuado pelo homicídio do policial. Dois agentes mineiros foram presos por prevaricação —crime cometido por funcionário público quando ele deixa de praticar sua função para atender a interesse pessoal. Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais, depois da confusão, o empresário paulista teria saído da cidade com um jato particular, mas essa informação não foi confirmada pela Secretaria Municipal de Turismo de Juiz de Fora, que controla o aeroporto municipal. Em nota, a Secretaria da Segurança Pública de Minas Gerais, do governo de Fernando Pimentel (PT), disse que “lamenta o ocorrido com policiais civis” e que a instituição tem autonomia para seguir as investigações. A Secretaria do Estado da Segurança Pública de São Paulo, vinculada à gestão do governador Márcio França (PSB), afirmou que delegados da Corregedoria da Polícia Civil e do Departamento de Polícia Judiciária da Capital estão em Juiz de Fora para auxiliar nas investigações. “A Secretaria da Segurança Pública ressalta que não compactua com desvios de conduta de seus agentes e os envolvidos na ocorrência devem responder criminal e administrativamente por eventuais irregularidades cometidas”.

Preço médio da gasolina no país bate novo recorde, de R$ 4,725 por litro

  • Marta Nogueira I Reuters
  • 20 Out 2018
  • 12:01h

Foto: Laércio de Morais I Brumado Urgente

O preço médio da gasolina nos postos no Brasil subiu 0,06% nesta semana, ante a semana anterior, para R$ 4,725 por litro, novo recorde nominal, mostraram dados publicados nesta sexta-feira (19) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O novo avanço ocorre apesar de a Petrobras ter mantido o preço médio da gasolina pura vendida em suas refinarias ao longo da semana, após ter reduzido em 3% na semana anterior. Mais cedo, a Petrobras informou que reduzirá em 2% o preço médio da gasolina nas refinarias a partir de sábado.O repasse dos reajustes da Petrobras aos consumidores depende de distribuidores, revendedores, impostos, além da mistura obrigatória de etanol anidro na composição da gasolina vendida nos postos. O etanol hidratado, concorrente da gasolina nas bombas, teve média de R$ 2,943 por litro nesta semana, alta de 1% em relação à semana anterior, segundos os dados da ANP. O preço médio do diesel, combustível mais consumido do Brasil, ficou estável nos postos nesta semana, na comparação com o período anterior, com média de R$ 3,712 por litro. No caso do diesel, a Petrobras mantém os preços congelados nas refinarias, devido a adesão ao programa de subvenção ao combustível, do governo federal, lançado em junho.

TRE-BA regulamenta realização de audiências de custódia no período eleitoral

  • BN por Guilherme Ferreira / Cláudia Cardozo
  • 20 Out 2018
  • 10:05h

Foto: Reprodução google

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) criou regras para a realização de audiências de custódia no período de eleições no estado. Anteriormente, esse instrumento não precisava ser usado desde 5 dias antes e até 48 horas depois do encerramento da votação. A regulamentação foi publicada nesta quinta-feira (18), assinada pelo presidente da Corte, José Edivaldo Rocha Rotondano, e já vai ser colocada em prática no segundo turno deste pleito. Os eleitores podem ser presos apenas em flagrante no período eleitoral. Com a regulamentação, a Justiça deve garantir que os presos por crimes eleitorais passem pela audiência de custódia, seguindo todas as regras estipuladas pelo TRE-BA no documento oficializado nesta quinta. "É mais uma faceta que garante os direitos do preso, garantindo que não houve abuso de autoridade, garantindo que ele não foi agredido", explicou Jarbas Magalhães, advogado especialista em direito eleitoral, em entrevista ao Bahia Notícias. "A audiência de custódia existe para a autoridade judicial verificar se o auto da prisão em flagrante foi lavrado corretamente, para verificar se a prisão em flagrante ocorreu dentro dos termos", afirmou o advogado, que também avalia a regulamentação como um "avanço para a sociedade" por assegurar que os atos de prisão obedeçam à lei. Entre as regras criadas, o TRE-BA determina que a audiência de custódia deve ser realizada de forma presencial, nas dependências da Corte, quando a prisão ocorrer em Salvador, e em um Fórum ou Cartório Eleitoral se o caso ocorrer no interior no estado. Além disso, a oitiva precisa acontecer sem a presença dos agentes policiais responsáveis pela prisão ou pela investigação. No entanto, poucos crimes eleitorais são passíveis de prisão. Portanto, a tendência é que o recurso das audiências de custódia não seja colocado em prática com frequência no estado. "Geralmente a pessoa é detida, lavra um termo de ocorrência e é liberada. As penas para os crimes eleitorais não são altas. Geralmente os crimes eleitorais não comportam prisão", detalhou Magalhães ao Bahia Notícias.

MPT registra 28 empresas acusadas de coação eleitoral a favor de Bolsonaro

  • Bahia Notícias
  • 20 Out 2018
  • 08:01h

Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil

O Ministério Público do Trabalho (MPT) já registrou 28 empresas acusadas de praticar coação eleitoral a favor do candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, conforme levantamento realizado pela Pública, agência de jornalismo investigativo. A prática acontece quando donos de empresas tentam influenciar o voto de seus subordinados usando sua posição hierárquica.

Entre as demais empresas em que a motivação eleitoral dos casos de coação foi identificado, 25 estão sob sigilo ou não há conclusão sobre quem se beneficiou da prática, enquanto outras três atuaram a favor de parlamentares. Até o momento, o MPT recebeu 199 denúncias em 14 estados brasileiros - cada empresa pode receber mais de uma denúncia.

Ainda segundo a agência Pública, há situações em que materiais de campanha idênticos são distribuidos em empresas diferentes, o que sugere uma comunicação entre os empresários. Com 100 denúncias, Santa Catarina é o estado com mais casos de coação eleitoral.