Justiça decreta prisão de João de Deus após denúncias de abusos sexuais

  • 14 Dez 2018
  • 16:02h

Foto: Reprodução/site Casa de Dom Inácio

A Justiça de Goiás determinou, nesta sexta-feira (14), a prisão preventiva de João de Deus, suspeito de praticar abusos sexuais durante tratamentos espirituais, em Abadiânia, cidade goiana do Entorno do Distrito Federal. A informação foi confirmada à TV Anhanguera pelo secretário de Segurança Pública de Goiás, Irapuan Costa Júnior. Um dos advogados que compõem a defesa de João de Deus, Thales Jayme disse que foi informado sobre o mandado de prisão, mas não tinha recebido o documento até as 12h30. Ele declarou também que não conseguiu falar com médium nesta manhã. “Nós recebemos um contato informando que havia um decreto de prisão, para tratarmos uma forma do João se apresentar de uma forma menos traumática e que ele esteja em segurança. A minha opinião é a de que ele se apresente”, disse o advogado. Por sua vez, o advogado Hélio Braga, que também integra a defesa do médium, ressaltou que o cliente é inocente. "Nós enquanto defesa, continuamos contestando com veemência todas as acusações. Não acreditávamos na decisão nesse sentido, perante a total falta de provas”, declarou. Em nota, o advogado Alberto Toron informou que ainda não conseguiu ter acesso aos depoimentos das mulheres e nem ao pedido de prisão preventiva contra o médium. "É inaceitavel a utilização de pretextos e artifícios para se impedir o exercício da defesa", diz o comunicado. Em nota, a Polícia Civil informou que "se empenha em dar cumprimento à referida determinação judicial". Na quarta-feira, o Ministério Público Estadual de Goiás (MP-GO) protocolou um pedido de prisão na promotoria de Abadiânia. No entanto, não se sabe se este é o pedido que originou a decisão.

Prazo de implementação das placas do Mercosul na Bahia é novamente prorrogado

  • 14 Dez 2018
  • 15:11h

O prazo de implantação na Bahia da placa veicular padrão Mercosul foi prorrogado pela segunda vez. Prevista para entrara em vigor originalmente em 3 de dezembro, a implantação primeiro foi adiada para 17 de dezembro e, nesta sexta-feira (14), o prazo foi estendido novamente até 24 de dezembro. De acordo com informações do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), a nova mudança foi definida por meio de um acordo entre o órgão, o Denatran e o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro). O objetivo do adiamento é conceder tempo para que o Serpro finalize a integração do novo sistema de emplacamento, com a ampliação do número de fabricantes de placas que irão atuar em território baiano. Ainda de acordo com o Detran, até o momento, mais de 100 empresas estampadoras de placas já estão credenciadas ao Denatran para oferecer o serviço na Bahia.

Homem é preso com 25 kg de cocaína escondida em fundo falso de carro na BR-116

  • 14 Dez 2018
  • 14:06h

Foto: Divulgação/SSP-BA

Um homem foi preso com 25 kg de cocaína escondida em um fundo falso do carro que ele dirigia na BR-116, na altura de Jequié, sudoeste da Bahia.O flagrante aconteceu depois de uma abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na noite de quinta-feira (13), durante uma fiscalização no Km-677 da rodovia. Segundo a PRF, os policiais desconfiaram do motorista porque, durante a abordagem, o homem entrou em contradição diversas vezes, dando depoimentos diferentes. Diante da situação, a PRF acionou o apoio da Polícia Militar, que levou um cão farejador. Porém, o animal não conseguiu localizar a droga. Em seguida, os policiais insistiram na vistoria e a cocaína foi encontrada no bagageiro superior do veículo. O homem e a droga foram levados para a delegacia de Jequié.

Concentração de renda Quase 25% da riqueza do país está em apenas 6 cidades, diz IBGE

  • 14 Dez 2018
  • 13:11h

Quase metade do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2016 ficou concentrado em apenas 66 dos 5.570 municípios do país. Isso significa que apenas 1,2% das cidades, que representavam 1/3 da população, responderam por cerca de 50% de toda a economia brasileira naquele ano. É o que aponta um levantamento divulgado nesta sexta-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2016, o PIB recuou 3,3%, segundos dados revisados e divulgados pelo IBGE no mês passado. Em valores correntes, ele chegou a R$ 6,266 trilhões naquele ano, e o PIB per capita ficou em R$ 30.407. Segundo o novo levantamento, apenas 6 municípios, que representavam 12,9% da população em 2016, concentraram cerca de 25% do PIB do país. São eles:

  • São Paulo, com 11% do total;
  • Rio de Janeiro, com 5,3%;
  • Brasília, com 3,8%;
  • Belo Horizonte, com 1,4%;
  • Curitiba, com 1,3%;
  • Osasco, com 1,2%.

Segundo o IBGE, destes seis municípios com os maiores PIBs, apenas Osasco alterou sua posição no ranking ao longo da série histórica do levantamento. Em 2012, o município paulista ocupava a 16ª colocação. A ascensão para a 6ª posição, segundo o instituto, se deu "muito em virtude do ganho de participação das atividades de comércio, serviços de informação e atividades financeiras no período". O instituto destacou, também, que em 2002, os municípios de São Paulo e Rio de Janeiro somavam 19,0% do PIB do Brasil e, essa participação caiu para 16,2%. Tal queda distribuiu-se entre as atividades da indústria e dos serviços.

Mais de 300 mulheres denunciaram abusos de João de Deus ao MP

  • 14 Dez 2018
  • 12:10h

Foto: Reprodução/JN

O Ministério Público de Goiás convocou a titular da promotoria de Abadiânia, Cristiane Marques, que estava de férias, para reforçar a força-tarefa que investiga as acusações de abuso sexual contra João de Deus. Até quinta-feira (13), 330 mulheres denunciaram o médium ao órgão. Ele nega os crimes. O jornal "O Globo", a TV Globo e o G1 têm publicado nos últimos dias relatos de dezenas de mulheres que denunciaram o médium. Não se trata de questionar os métodos de cura de João de Deus ou a fé de milhares de pessoas que o procuram. A força-tarefa iniciou a investigação dos casos na segunda-feira (10), depois que o programa Conversa com Bial divulgou o relato de 10 mulheres que disseram ter sido abusadas sexualmente pelo médium. O órgão criou um e-mail exclusivo para as denúncias: [email protected] . Para colher o depoimento das mulheres que não moram em Goiás, o MP-GO preparou uma sala de videoconferência. Nela, ficam os promotores de Goiás que participam da força-tarefa, duas psicólogas e dois tradutores de línguas estrangeiras. “Temos casos fora do Brasil, por isso, temos a necessidade de acompanhamento para ajudar a gente a esclarecer todas essas situações”, afirma o procurador-geral do órgão, Benedito Torres.

Homem é preso por suspeita de matar duas técnicas de enfermagem com socos e chutes

  • G1
  • 14 Dez 2018
  • 11:07h

Maria Sivoneide, de 44 anos, morta em Artur Nogueira — Foto: Reprodução/EPTV

Um homem de 27 anos foi preso na madrugada desta sexta-feira (14) por suspeita de ter matado com socos e chutes as técnicas de enfermagem Maria Sivoneide Oliveira de Souza Morais, de 44 anos, e Alessandra Francisca de Paula Barbosa, de 41 anos, em Artur Nogueira (SP). As duas trabalhavam na Santa Casa de Mogi Mirim (SP), e uma delas havia trabalhado com o suspeito em um asilo de Conchal (SP), onde elas moram, segundo informações policiais. Ele se encontrou com elas porque havia pedido carona na noite de quinta-feira (13) para se deslocar até Artur Nogueira, ainda segundo a investigação policial. Ambas estavam com uniformes de trabalho. De acordo com o delegado Fernando Periolo, Mateus Noronha, de 27 anos, confessou o crime e alegou ter tido um surto psicótico após o uso de cocaína. Ele ainda teria passado com o carro delas por cima dos corpos após o crime. “Desferiu vários socos e chutes nas duas vítimas. Passar por cima das duas vítimas , ele fala que foi um acidente ”, disse o delegado.A Guarda Municipal prendeu Noronha nesta madrugada em uma estrada de Mogi Mirim (SP). Segundo os agentes, ele caminhava só de cuecas na hora da abordagem, e alegou ter sido vítima de assalto, mas depois confessou o crime. "Ele não tinha intenção, segundo ele, de praticar crime algum. Mas, ele fala que tinha feito uso de cocaína. Ele fala de um surto psicótico", completa o delegado. O carro delas foi encontrado no meio de um canavial em Mogi Mirim. No local do crime em Artur Nogueira, os policiais encontraram uma peça do carro e os celulares das vítimas.

 

 

Alessandra Francisca de Paula Barbosa, morta em Artur Nogueira — Foto: Reprodução/EPTV

Secretário de Segurança diz a jornal que milicianos mataram a vereadora Marielle Franco por causa de terras

  • 14 Dez 2018
  • 10:01h

Foto: Globo

O secretário de Segurança Pública do Rio, Richard Nunes, afirmou, em entrevista ao jornal "Estado de S.Paulo", que a vereadora Marielle Franco foi morta por milicianos que viam nela uma ameaça a negócios de grilagem de terras na Zona Oeste do Rio."Era um crime que já estava sendo planejado desde o final de 2017, antes da intervenção", disse Nunes ao "Estadão". "Ela estava lidando em determinada área do Rio controlada por milicianos, onde interesses econômicos de toda ordem são colocados em jogo", prosseguiu. "O que leva ao assassinato da vereadora e do motorista é essa percepção de que ela colocaria em risco naquelas áreas os interesses desses grupos criminosos", emendou. "A milícia atua muito em cima da posse de terra e assim faz a exploração de todos os recursos. E há no Rio, na área oeste, na baixada de Jacarepaguá, problemas graves de loteamento, de ocupação de terras. Essas áreas são complicadas", continuou Nunes. Ainda segundo o secretário, Marielle vinha conscientizando moradores sobre a posse da terra. "Isso causou instabilidade e é por aí que nós estamos caminhando. Mais do que isso eu não posso dizer", afirmou.

Bolsonaro diz que revisará todos os contratos de patrocínio e publicidade da Caixa

  • 14 Dez 2018
  • 09:11h

O presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou na noite desta quinta-feira (13) que revisará todos os contratos de patrocínio e publicidade da Caixa Econômica Federal. Em sua conta pessoal no Twitter, Bolsonaro classificou de "absurdo" os valores dos contratos que, segundo ele, chegaram a R$ 2,5 bilhões em 2018. O presidente eleito disse ainda que, quando assumir, também irá rever todos os contratos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do Banco do Brasil, da Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República, entre outras empresas."Tomamos conhecimento de que a Caixa gastou cerca de R$ 2,5 bilhões em publicidade e patrocínio neste último ano. Um absurdo! Assim como já estamos fazendo em diversos setores, iremos rever todos esses contratos, bem como os do BNDES, Banco do Brasil, SECOM e outros", afirmou Bolsonaro no Twitter.

PF diz que esquema no Ministério do Trabalho desviou R$ 12 milhões

  • 14 Dez 2018
  • 08:07h

Foto: Albino Oliveira/Ascom Ministério do Trabalho

Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (13) a quinta fase da Operação Registro Espúrio, que investiga fraudes e desvios relacionados a registros sindicais junto ao Ministério do Trabalho. O ministro substituto, Ricardo Santos Silva Leite, foi suspenso do cargo e impedido de entrar no ministério. O objetivo da nova etapa, de acordo com a PF, é aprofundar investigações em autorizações irregulares de restituição de imposto sindical. O dinheiro, segundo investigadores, foi desviado da Conta Especial Emprego e Salário (CEES), onde são depositadas restituições de imposto. Em nota divulga no início da tarde desta quinta, o Ministério do Trabalho afirmou que acompanha as ações da Polícia Federal e que, desde o início da atual gestão, "foram tomadas todas as medidas necessárias para apuração, a fim de evitar prejuízos ao erário e sanar possíveis problemas". Durante as investigações da Operação Registro Espúrio, a PF verificou, após a análise e cruzamento de dados coletados, que o esquema desviou mais de R$ 12 milhões da CEES. Policiais federais cumpriram 14 mandados de busca e apreensão, autorizados pelo ministro Edson Fachin do Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília, Goiânia, Anápolis e Londrina. A PF fez buscas na consultoria jurídica do Ministério do Trabalho, em Brasília. Entre os alvos de busca e apreensão da operação está Ricardo Santos Silva Leite, consultor jurídico do ministério. Ele está suspenso do exercício do cargo, bem como proibido de frequentar o ministério e manter contato com demais investigados ou servidores da pasta. Ricardo Leite está ocupando interinamente a função de ministro do Trabalho até o dia 18 de dezembro, desde o dia 8, durante ausência do titular da pasta, Caio Vieira de Mello. A autorização para Ricardo Leite exercer cargo de ministro substituto foi publicada no "Diário Oficial da União" no dia 5 de dezembro. Na quarta (12), ele participou de cerimônia de entrega da medalha Ordem do Trabalho Getúlio Vargas na sede da pasta.

Rui envia à AL-BA projeto que altera gratificações pagas para professores do estado

  • 14 Dez 2018
  • 07:07h

Foto: Brumado Urgente

O governador Rui Costa (PT) enviou à Assembleia Legislativa (AL-BA) um Projeto de Lei que propõe a diminuição das gratificações pagas a professores do estado que concluírem cursos de aperfeiçoamento como pós-graduação, mestrado e doutorado. A medida faz parte do pacote econômico e reforma administrativa proposta pelo governador reeleito (saiba mais aqui). Com a urgência aprovada, os deputados estaduais devem apreciar a matéria do governador na próxima semana. A proposta elimina completamente aumentos pagos para professores que completarem cursos com durações menores do que de 360 horas. Atualmente, professores com cursos de aperfeiçoamento, com duração de carga horária a partir de 80 horas até 360 horas têm direito a uma gratificação que varia entre 5% a 15%. No projeto, a gratificação paga a profissionais que concluírem mestrado ou doutorado é reduzida. A taxa de aumento dada para mestrandos deve ir de 20% para 15% e a gratificação para aqueles com doutorado passará a ser de 20%, no lugar dos 25% habituais.A medida é mais uma dose do “chá amargo” elaborado pelo governo para combater o déficit da previdência estadual. De acordo com cálculos da Secretaria da Fazenda da Bahia (Sefaz), o rombo previdenciário deve atingir o patamar de R$ 8 bilhões até 2022, se nenhuma medida for tomada. 

Google divulga lista com as 10 músicas mais pesquisadas de 2018; veja

  • iBahia
  • 13 Dez 2018
  • 20:03h

Chega o fim do ano e as tradicionais listas de "mais buscados" começam a ser divulgadas para o público, e com o google não seria diferente. A plataforma de buscas revelou sua lista com as 10 letras de músicas mais pesquisadas no ano de 2018 pelos brasileiros. Todas as canções do ranking fizeram grande sucesso neste ano. "Era Uma Vez" de Kell Smith que ocupa o primeiro lugar se tornou o maior sucesso da cantora com quase 200 milhões de visualizações em seu clipe. Já "Bohemian Rhapsody" do Queen que é originalmente de 1975, voltou a ser bastante procurada graças ao filme de mesmo nome que conta a história de Freddie Mercury e sua banda de rock. 

Confira a lista completa:
 

10) Ousado Amor - Isaías Saad

9) Mulherão da Porra - Munhoz e Mariano feat. Jerry Smith

8) Notificação Preferida - Zé Neto e Cristiano

7) Mostra Tua Força, Brasil (Jingle)

6) Bohemian Rhapsody - Queen

5) O Sol - Vitor Kley

4) Vai Malandra - Anitta, Mc Zaac, Maejor ft. Tropkillaz & DJ Yuri Martin

3) Dona Maria - Thiago Brava ft. Jorge

2) Que Tiro Foi Esse - Jojo Toddynho

1) Era uma Vez - Kell Smith

Bebê nasce com franja branca em BH e faz sucesso nas redes sociais

  • 13 Dez 2018
  • 19:08h

Foto: Paula Beltrão/Divulgação

O sucesso da bebê Mayah Aziz Oliveira começou na sala de parto, ainda na maternidade onde nasceu, em Belo Horizonte. “Ela está com luzes no cabelo”, exclamou surpreso o cirurgião, assim que a criança apareceu. “Quando veio o meu xeroquinho foi muito legal”, contou a publicitária e produtora de eventos Talyta Youssef, de 40 anos, mãe da criança. As duas têm piebaldismo, que causa uma desordem na produção da melanina, o pigmento que dá cor à pele. A publicitária falou que foi um “reboliço” no Hospital Sofia Feldman já nos primeiros minutos da vida de Mayah, que completa 23 dias nesta quinta-feira (13). “Quando ela nasceu, o cirurgião falou assim: ‘olha, ela está com luzes no cabelo’. E aí a gente entendeu que ela tinha vindo de mechinha, porque tem aquele tecido verde, que tampa a nossa visão. E aí foi um furdunço na sala de parto e foi todo mundo querendo ver. Aquele reboliço”, relatou. E já na maternidade vieram as câmeras, celulares e os holofotes. “Lá na maternidade, as pessoas já começaram a tirar foto dela, e a visitar. Eu fiquei quatro dias internada e aí as enfermeiras, o pessoal da limpeza, o pessoal da equipe do Sofia [Feldman] começaram a ir visitar e a tirar foto. Aí essas fotos já começaram a rodar”, disse Talyta. A imagem da bebê chegou até a fotógrafa Paula Beltrão, que decidiu presentear a família com um ensaio. A mãe da Mayah contou que achou “ótimo” o presente, já que ela e o marido chegaram há pouco tempo da Austrália e estavam se organizando financeiramente. “Eu achei ótimo. Eu até achei estranho e pensei: ‘nossa, será que é de graça mesmo?’”. Depois das fotos da Paula, a Talyta disse que amigos de longa data a procuraram para contar que tinham visto a sua bebê. A produtora de eventos disse também que comentários de pessoas desconhecidas chegaram até ela. “É engraçado isso. Até porque eu tenho [a mecha]. E na minha época isso não era legal. A mechinha e a manchinha no corpo eu escondia com base, com corretivo. Eu arrancava meus cabelos quando eu era criança pra não ter o cabelo branco na frente. E é engraçado hoje isso ser uma característica que causa curiosidade e bem querer nas pessoas”, comentou a publicitária.

MEC divulga base comum para reformar a formação de professores

  • 13 Dez 2018
  • 18:13h

Foto: Reprodução/MEC

O governo federal divulgou, na tarde desta quinta-feira (13), uma proposta de reformulação dos cursos de licenciatura que inclui a exigência de uma prova nacional para que professores possam dar aulas nas escolas básicas e a reformulação do curso de pedagogia. Batizado de Base Nacional Comum de Formação de Professores da Educação Básica (BNC Formação de Professores), o documento ainda não é final: a versão elaborada pelo Ministério da Educação será entregue ao Conselho Nacional de Educação (CNE), que será responsável pela discussão do texto e elaboração e aprovação da versão final.

Entre as principais mudanças propostas estão:

  • a criação de um instituto nacional de formação de professorespara centralizar ações de acreditação de cursos, formulação de políticas avaliação e monitoramento
  • a substituição das horas de estágio por uma residência pedagógica desde o primeiro semestre do curso
  • a aplicação anual do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) para as licenciaturas, que seja obrigatório para que o estudante possa dar aulas
  • a criação de um estágio probatório para professores novatos, sob a mentoria paga de professores mais experientes
  • a redefinição da formação continuada no âmbito das secretarias estaduais e municipais, criando quatro níveis de proficiência
  • a instituição de avaliações ao longo da carreira docente
  • a atualização das diretrizes curriculares dos cursos de licenciatura e de pedagogia pelo CNE; no caso da pedagogia, a proposta do MEC é dividir os quatro anos de graduação em três etapas distintas de formação

Ao G1, o presidente do CNE, Luiz Roberto Liza Curi, afirmou que os conselheiros já definiram que a comissão da BNC será presidida por Maria Helena Guimarães Castro, ex-secretária-executiva do MEC, e o relator será Mozart Neves Ramos, ex-reitor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e atual diretor de Articulação e Inovação do Instituto Ayrton Senna. Curi afirmou ainda que a primeira reunião da comissão está agendada para 20 de janeiro de 2019. Neves Ramos disse que os conselheiros ainda definirão as atividades que serão desenvolvidas, como audiências públicas e visitas a países que são referência na área, e afirmou esperar que o trabalho seja concluído até o fim de 2019. Em entrevista a jornalistas na tarde desta quinta, Kátia Smole, secretária de Educação Básica do MEC, afirmo que, depois de aprovada, a BNC ganha caráter normativo, e que a implementação dela deverá ser feita em regime de colaboração entre estados e municípios, assim como já tem acontecido com a elaboração de currículos referenciais após a aprovação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). "Embora ela seja normativa, ela precisa de muita discussão, que é o que estamos propondo que o CNE faça" - Kátia Smole, secretária de Educação Básica do MEC

Seguro DPVAT 2019 tem redução média de 63,3%; veja os valores

  • Auto Esporte
  • 13 Dez 2018
  • 17:10h

Foto: Abraão Cruz/TV Globo

O seguro obrigatório, o DPVAT, terá redução média de 63,3% em 2019, anunciou o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), que é vinculado ao Ministério da Fazenda, nesta quinta-feira (13).

  • Automóveis particulares: de R$ 41,40 (2018) para R$ 12,00 (2019), redução de 71%;
  • Táxis e carros de aluguel: de R$ 41,40 (2018) para R$ 12,00 (2019), redução de 71%;
  • Ônibus, micro-ônibus e lotação com cobrança de frete: de R$ 160,05 (2018) para R$ 33,61, redução de 79%;
  • Micro-ônibus com cobrança de frete, mas com lotação não superior a dez passageiros, e ônibus, micro-ônibus e lotações sem cobrança de frete: R$ 99,24 (2018) para R$ 20,84, redução de 79%;
  • Ciclomotores (cinquentinhas): R$ 53,24 (2018) para R$ 15,43 ( 2019), redução de 71%;
  • Motocicletas e motonetas: R$ 180,65 (2018) para R$ 80,11, redução de 56%;
  • Máquinas de terraplanagem, tratores de pneus com reboques acoplados, caminhões ou veículos "pick-up", reboques e semirreboques: de R$ 43,33 (2018) para R$ 12,56 (2019), redução de 71%.

De acordo com a entidade, a redução dos prêmios tarifários foi possível devido ao valor de recursos acumulado em reservas superior às necessidades de atuação do Seguro DPVAT. O excesso de recursos vindos do pagamento do Seguro DPVAT é consequência das ações de combate a fraude, que levaram à uma redução significativa dos acidentes que geraram indenizações, somadas à "rentabilidade dos recursos acumulados", afirma o CNSP. O Ministério da Fazenda informa que o total de R$ 2 bilhões de indenizações são pagas pelo Seguro DPVAT por ano no Brasil.

Professor é preso após pedir vídeo íntimo de aluno em troca de boas notas

  • iBahia
  • 13 Dez 2018
  • 16:07h

Um professor foi preso em flagrante por ato libidinoso após trocar mensagens de cunho pornográfico com um aluno de 13 anos. De acordo com a polícia civil, o suspeito estava pedindo vídeos íntimos do adolescente em troca de boas notas. O caso aconteceu nesta segunda-feira (10), em São Sebastião da Bela Vista (MG). As informações são do G1 Sul do Minas.O professor de português e inglês tinha 33 anos e pertencia ao quadro docente da Escola Estadual Coronel Gabriel Capistrano há mais de 10 anos. Ele foi preso após a mãe flagrar uma conversa de cunho pornográfico dele com o filho através do WhatsApp.  "Suspeitaram que poderia haver algo de errado entre ele e o professor, então passaram a monitorar o celular da criança e encontraram algumas mensagens de cunho pornográfico", contou o sargento da Polícia Militar, Diego Fernando Pereira, ao G1. Na conversa, o suspeito pede para para o menor ir até a casa dele, já que a esposa iria viajar. Ainda segundo a polícia, eles trocavam mensagens há pelo menos um ano e no celular do professor não foi encontrado nenhum vídeo do adolescente, mas uma perícia será realizada no aparelho para verificar se há conteúdo dele e de outros menos possivelmente envolvidos. Após a prisão, pelo quatro outras crianças fizeram denúncia no Conselho Tutelar da cidade. "Nessa conversa tinha várias insinuações do professor, inclusive para que a criança se masturbasse para ele. Com base nisso, ele foi conduzido para a delegacia, foi preso por ato libidinoso na forma tentada", afirmou o delegado do caso, Renato Gavião, ao G1.